• Partido de Bolsonaro criou candidata laranja para usar verba pública de R$ 400 mil

    Foto: Divulgação | PSL
    Foto: Divulgação | PSL
    Por Clara Rellstab

    11/02/2019 - 08:30

    Maria de Lourdes Paixão, 68, que oficialmente concorreu a deputada federal e teve apenas 274 votos, foi a terceira maior beneficiada com verba do PSL em todo o país

    O grupo do atual presidente do PSL, Luciano Bivar, recém-eleito segundo vice-presidente da Câmara dos Deputados, criou uma candidata laranja em Pernambuco que recebeu do partido R$ 400 mil de dinheiro público na eleição de 2018. De acordo com reportagem da Folha de S. Paulo, Maria de Lourdes Paixão, 68, que oficialmente concorreu a deputada federal e teve apenas 274 votos, foi a terceira maior beneficiada com verba do PSL em todo o país. A quantia destinada à candidata foi do que a do próprio presidente Jair Bolsonaro e a deputada Joice Hasselmann, que recebeu 1,079 milhão de votos. O dinheiro do fundo partidário do PSL foi enviado pela direção nacional da sigla para a conta da candidata em 3 de outubro, quatro dias antes da eleição.