BUSCA PELA CATEGORIA "COVID-19"

  • Caetité atinge a marca de 500 casos ativos de Covid; em Guanambi, 117 casos são registrados em 24h

    Foto: Reprodução      Foto: Reprodução
    Por Redação do Sudoeste Bahia

    28/01/2022 - 21:00


    COVID-19

    - As secretarias de Saúde de Caetité e Guanambi atualizaram nesta sexta-feira (28), a situação da pandemia do novo coronavírus nos respectivos municípios. Boletim epidemiológico de Caetité: 500 casos ativos; 5.463 casos positivos; 4.914 casos curados; 233 pacientes aguardando resultado de teste; 03 pacientes internados e 49 óbitos. Boletim epidemiológico de Guanambi: 296 pessoas aguardando resultado de teste; 441 casos ativos; 13.553 casos positivos; 12.981 casos curados; 07 pacientes internados; 117 casos casos em 24 horas e 131 óbitos.

  • Anvisa libera comercialização de autotestes de Covid-19

    Foto: Reprodução      Foto: Reprodução
    28/01/2022 - 12:03


    Os autotestes liberados são os de antígenos - feitos a partir da coleta do material no fundo da boca e do nariz e busca sinais de anticorpos ativos, gerados pelo corpo após a infecção

    COVID-19

    - A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) liberou, nesta sexta-feira (28), a venda de autotestes de Covid-19. Para que a comercialização seja iniciada, as empresas interessadas precisam antes pedir o registro junto à Anvisa. Por isso, a medida não tem efeito imediato, cada solicitação será analisada. Os autotestes liberados são os de antígenos - feitos a partir da coleta do material no fundo da boca e do nariz e busca sinais de anticorpos ativos, gerados pelo corpo após a infecção. Os testes RT-PCR é mais preciso e detecta a presença do material genético do coronavírus. O Ministério da Saúde deve incluir as orientações da Anvisa sobre o uso de autotestes no Plano Nacional de Expansão de Testagem para Covid-19 (PNE Teste). A Anvisa também sugeriu que as empresas criem estratégias para que as pessoas que realizem os testes e tenham resultado positivo possam informar os resultados de forma online. A estratégia é evitar uma subnotificação. Além disso, resutados positivos em autoteste não necessariamente confirmam infecção por Covid-19. Assim, é preciso procurar uma unidade de atendimento para realizar a confirmação do diagnóstico, considerou a Anvisa.

  • Casos ativos de Covid chegam a 550 em Caetité; em Guanambi, 120 casos são detectados em 24h

    Foto: Reprodução      Foto: Reprodução
    Por Redação do Sudoeste Bahia

    27/01/2022 - 20:00


    COVID-19

    - As secretarias de Saúde de Caetité e Guanambi, atualizaram nesta quinta-feira (27), a situação da pandemia do novo coronavírus nos referidos municípios. Boletim epidemiológico de Caetité: 174 novos casos em 24 horas; 550 casos ativos; 5.408 casos confirmados; 4.809 casos curados; 172 aguardando resultado de teste; 03 pacientes internados e 49 óbitos. Boletim epidemiológico de Guanambi: 295 aguardam resultado de teste; 667 casos ativos; 13.436 casos positivos; 12.638 casos curados; 08 internados; 120 casos em 24 horas e 131 óbitos.

  • Quatro em cada dez crianças sofrem efeitos da Covid 3 meses após infecção

    Foto: Reprodução | GOV/BA Foto: Reprodução | GOV/BA
    Por Luciana Freire

    26/01/2022 - 20:00


    Estudo é do Instituto da Criança do Hospital das Clínicas de São Paulo

    COVID-19

    - Quatro em cada dez crianças e adolescentes avaliados em estudo do Instituto da Criança do Hospital das Clínicas de São Paulo continuam sofrendo efeitos prolongados da Covid nas 12 semanas seguintes à infecção. A conclusão reforça a necessidade da vacinação desse grupo como medida preventiva e de acompanhamento dos infectados por um período maior. Ela se soma a um conjunto de evidências que tem demonstrado que, assim como os adultos, o público infantojuvenil também pode sofrer os efeitos da chamada Covid longa, entre os mais sérios miocardite (inflamação do músculo cardíaco) e diabetes. No estudo do HC, foi acompanhado por quatro meses, em média, um grupo de 53 crianças e adolescentes de 8 a 18 anos que tiveram Covid sintomática. No total, 43% delas manifestaram sintomas persistentes. Entre eles, dor de cabeça (19%), cansaço (9%), dispneia (8%) e dificuldade de concentração (4%). Dores musculares e nas articulares, além de má qualidade do sono, também foram relatadas (4%). Desse total, um quarto das crianças continuou tendo pelo menos um dos sintomas após 12 semanas e foi classificado como tendo Covid longa.

  • Casos ativos de Covid passam de 400 em Caetité; em Guanambi, 104 casos são detectados em 24h

    Foto: Reprodução | GOV/BA Foto: Reprodução | GOV/BA
    Por Redação do Sudoeste Bahia

    26/01/2022 - 19:00


    COVID-19

    - As secretarias de Saúde de Caetité e Guanambi, atualizaram nesta segunda-feira (24), a situação da pandemia do novo coronavírus nos referidos municípios. Boletim epidemiológico de Caetité: 78 casos em 24 horas; 426 casos ativos; 5.234 casos confirmados; 4.759 casos curados; 326 aguardando resultado de teste; 03 pacientes internados e 49 óbitos. Boletim epidemiológico de Guanambi: 346 aguardam resultado de teste; 800 casos ativos; 13.316 casos positivos; 12.385 casos curados; 11 internados; 104 casos em 24 horas e 131 óbitos.

  • Brasil tem maior taxa de transmissão desde 2021

    Foto: Reprodução | AFP Foto: Reprodução | AFP
    Por Juliana Rodrigues

    26/01/2022 - 08:30


    Dados do Imperial College são referentes à semana de 17 a 23 de janeiro, em que a taxa ficou em 1.78

    COVID-19

    - Na semana de 17 a 23 de janeiro, o Brasil atingiu a taxa de transmissão do novo coronavírus  de 1.78, o maior índice desde janeiro de 2021. Isso significa que 100 pessoas infectadas com o coronavírus transmitiam para 178 outras pessoas. Na semana anterior, a taxa de transmissão foi de 1.35. Os dados foram divulgados nesta terça-feira (25) pelo Imperial College, uma universidade do Reino Unido. O cálculo leva em conta a base de dados da Organização Mundial da Saúde (OMS). Segundo a universidade, os índices do Brasil não foram reportados em alguns períodos devido a problemas na plataforma do Ministério da Saúde, devido ao ataque hacker que comprometeu o sistema da pasta.

  • Covid-19 volta a liderar causas de morte no Brasil

    Foto: Reprodução | AFP Foto: Reprodução | AFP
    26/01/2022 - 07:00


    Números triplicaram de dezembro de 2021 para janeiro deste ano

    COVID-19

    - O aumento de casos de Covid-19 nas últimas semanas também impactou no número de mortes registradas no país, fazendo com que o novo coronavírus voltasse a ser a principal causa de óbitos no Brasil. De acordo com apuração do Uol, isso não ocorria desde a semana entre 10 e 16 de outubro de 2020. Tendo como base dados dos cartórios de registro civil, o site verificou que a semana de 16 a 22 de janeiro teve registradas, até esta terça (25), 1.976 declarações de óbito com a Covid como causa. O número supera em 53% as mortes por AVC, que lideraram o ranking entre fim de outubro do ano passado e início de janeiro de 2021. Ainda segundo a publicação, o total de mortes por Covid não ultrapassava 50% das outras principais causas desde a primeira semana completa de setembro de 2021, compreendida entre os dias 55 e 11. Disponíveis no no portal da transparência da Associação de Registradores de Pessoas Naturais (Arpen-Brasil), os dados ainda são parciais, já que o prazo para incluir informações na plataforma é de 15 dias. A reportagem destaca que os cálculos têm como base a data oficial do óbito, e não as datas em que as mortes foram registradas pelo poder público, como contabilizam do Ministério da Saúde e do consórcio de imprensa. Ainda segundo o site, o número de óbitos diários registrados nos cartórios vem crescendo, atingindo em média o triplo do que havia no fim de 2021. Segundo os dados da Arpen, os números aumentaram de 105, em 31 de dezembro do ano passado, para 293 em 20 de janeiro de 2022. Vale ressaltar que a tendência é o dado aumentar com as novas inserções no sistema.

  • Caetité registra 40 casos de Covid em 24h; em Guanambi, ativos estão em 790

    Foto: Reprodução      Foto: Reprodução
    Por Redação do Sudoeste Bahia

    25/01/2022 - 20:00


    COVID-19

    - As secretarias de Saúde de Caetité e Guanambi, atualizaram nesta terça-feira (25), a situação da pandemia do novo coronavírus nos referidos municípios. Boletim epidemiológico de Caetité: 40 casos em 24 horas; 348 casos ativos; 5.156 casos confirmados; 4.759 casos curados; 252 aguardando resultado de teste; 04 pacientes internados e 49 óbitos. Boletim epidemiológico de Guanambi: 310 aguardam resultado de teste; 790 casos ativos; 13.212 casos positivos; 12.291 casos curados; 12 pacientes internados; 142 casos em 24 horas e 131 óbitos.

  • Afastamento de trabalhador por Covid-19 cai para 10 dias

    Foto: Reprodução | Agência Brasil     Foto: Reprodução | Agência Brasil
    25/01/2022 - 14:15


    Texto foi publicado pelo Ministério da Saúde, assinado em conjunto com o Ministério do Trabalho e Previdência

    COVID-19

    - O Ministério da Saúde publicou nesta terça (25), uma portaria que diminuiu de 15 para dez dias o período de afastamento dos trabalhadores com casos confirmados de Covid-19, sob suspeita ou que tiveram contato com casos suspeitos. A informação é da Agência Brasil. O texto, assinado em conjunto com o Ministério do Trabalho e Previdência, diz ainda que o período de afastamento pode ser reduzido para sete dias, caso o funcionário apresente resultado negativo em teste por método molecular (RT-PCR ou RT-LAMP) ou teste de antígeno, a partir do quinto dia após o contato. A redução para sete dias também vale para os casos suspeitos desde que o trabalhador esteja sem apresentar febre há 24 horas, sem tomar remédios antitérmico e com a melhora dos sintomas respiratórios.

  • Casos ativos de Covid passam de 400 em Caetité; em Guanambi, 10 pacientes estão internados

    Foto: Reprodução      Foto: Reprodução
    24/01/2022 - 20:00


    COVID-19

    - As secretarias de Saúde de Caetité e Guanambi, atualizaram nesta segunda-feira (24), a situação da pandemia do novo coronavírus nos referidos municípios. Boletim epidemiológico de Caetité: 75 casos em 24 horas; 409 casos ativos; 5.116 casos confirmados; 4.658 casos curados; 252 aguardando resultado de teste; 04 pacientes internados e 49 óbitos. Boletim epidemiológico de Guanambi: 344 aguardam resultado de teste; 1.021 casos ativos; 13.070 casos positivos; 11.918 casos curados; 10 internados; 131 casos em 24 horas e 131 óbitos.

  • Após explosão de novos casos de Covid, visitas em hospitais estaduais são suspensas

    Foto: Marcos Oliveira | Sudoeste Bahia Foto: Marcos Oliveira | Sudoeste Bahia
    24/01/2022 - 14:00


    A normativa técnica estabelece ainda que as unidades de saúde devem exigir comprovação de esquema vacinal completo, por meio de cartão de vacinação ou meio eletrônico

    COVID-19

    - A Secretaria de Saúde da Bahia (Sesab) divulgou, nesta segunda-feira (24), novas orientações, atualizadas pelo Centro de Operações de Emergência em Saúde (COES), com relação à pandemia no estado. De acordo com a nova nota técnica, estão suspensas visitas em todas as unidades de internação estaduais, sejam enfermarias ou em unidades fechadas como Unidades de Terapia Intensiva (UTIs) e Centro Cirúrgico por causa do aumento do número de casos de Covid-19 em toda Bahia. “As unidades de saúde devem incentivar as visitas virtuais, através de videochamadas ou ligações, através da equipe multiprofissional, conforme o Manual de Orientações para reunião virtual com a equipe de assistência, disponível no site da Sesab”, explica o documento. É autorizada a permanência de um acompanhante para pacientes acima de 60 anos, portadores de necessidades especiais, menores de 18 anos ou em cuidados paliativos. A normativa técnica estabelece ainda que as unidades de saúde devem exigir comprovação de esquema vacinal completo, por meio de cartão de vacinação ou meio eletrônico, através do aplicativo ConecteSUS do Ministério da Saúde – ou aplicativo próprio do município de residência, caso exista. O esquema vacinal completo deve estar de acordo com o Plano Nacional de Imunização, que recomenda a primeira, segunda e terceira doses, com intervalos entre a segunda e terceira dose de 150 dias. No caso dos acompanhantes de gestantes e puérperas, segundo a Sesab cada paciente passa a ter direito a um acompanhante durante toda a evolução do trabalho de parto, desde que seja respeitado o distanciamento mínimo de 2 metros entre as pessoas presentes na sala, contando com a equipe de saúde e as outras parturientes. O acompanhante deve utilizar máscara cirúrgica durante todo o período que estiver na unidade de saúde e ser orientado quanto aos cuidados gerais de contato e higienização. Para as pacientes menores de 18 anos (o acompanhante deverá ser o pai, a mãe ou o responsável legal pelo mesmo.)

  • CoronaVac é incluída no plano de vacinação para crianças

    Foto: Reprodução | GOV/BA Foto: Reprodução | GOV/BA
    22/01/2022 - 12:00


    Anvisa autorizou nesta quinta-feira (20) uso de imunizante para a faixa etária

    COVID-19

    - O Ministério da Saúde anunciou hoje (21) a inclusão da vacina contra a covid-19 CoronaVac para crianças e adolescentes de 6 a 17 anos pelo Plano Nacional de Operacionalização da Vacinação Contra a Covid-19. A pasta abriu negociações com o Instituto Butantan, responsável pela produção do imunizante, para a aquisição de doses. A inclusão ocorre um dia após a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) aprovar o uso da CoronaVac em pessoas de 6 a 17 anos. Foi o segundo imunizante pediátrico autorizado pela agência. O primeiro foi o da Pfizer. Nesta sexta-feira, em Brasília, o secretário executivo do Ministério da Saúde, Rodrigo Cruz, informou que a pasta oficiou o Instituto Butantan para saber qual o quantitativo disponível para uma possível compra. A instituição de pesquisa respondeu com a disponibilidade de sete milhões de doses. No entanto, um contrato de compra ainda depende de um levantamento dos estados. Cruz declarou que o Ministério da Saúde vai sondar os estados, pois ainda há em estoques da pasta seis milhões de doses, além de outros três milhões em estoques de diferentes estados. “A gente vai provocar os estados para que eles nos informem se querem receber CoronaVac ou Pfizer e quanto tem na rede estadual e municipal para que façamos distribuição mais equânime”, disse o secretário executivo. Segundo Cruz, o processo deve ser concluído na próxima semana, a depender do levantamento dos estados. Em nota, o Instituto Butantan informou que pode ampliar a produção para além dos sete milhões, caso haja interesse por parte do Programa Nacional de Imunizações.

  • Guanambi chega a 988 casos ativos de Covid-19; Caetité registra 77 novos casos em 24h

    Foto: Reprodução | GOV/BA Foto: Reprodução | GOV/BA
    Por Redação do Sudoeste Bahia

    20/01/2022 - 19:30


    COVID-19

    - As secretarias de Saúde de Caetité e Guanambi, atualizaram nesta quinta-feira (20), a situação da pandemia do novo coronavírus nos referidos municípios. Boletim epidemiológico de Caetité: 77 casos em 24 horas; 360 casos ativos; 4.925 casos confirmados; 4.516 casos curados; 185 aguardando resultado de teste; 03 pacientes internados e 49 óbitos. Boletim epidemiológico de Guanambi: 457 pessoas aguardam resultado de teste; 988 casos ativos; 12.624 casos positivos; 11.506 casos curados; 11 internados; 102 casos em 24 horas e 129 óbitos.

  • Área técnica da Anvisa recomenda o uso da Coronavac em crianças de 6 a 17 anos

    Foto: Divulgação | Sesab    Foto: Divulgação | Sesab
    20/01/2022 - 15:26


    O pedido original do Butantan previa que o imunizante poderia ser usada em crianças a partir dos 3 anos de idade

    COVID-19

    - A área técnica da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) recomendou, nesta quinta-feira (20), que o uso da Coronavac seja feito em crianças de 6 a 17 anos. O pedido original do Butantan previa que o imunizante poderia ser usada em crianças a partir dos 3 anos de idade.  Outra recomendação da agência foi de que a vacina não seja aplicada em crianças imunocomprometidas. Com relação à posologia aplicada, seria a mesma dosagem que os adultos recebem e no mesmo período de tempo, com intervalo entre 2 a 4 semanas entre a primeira dose e a segunda. A versão pediátrica da vacina da Pfizer funciona de maneira diferente, com uma posologia menor. A aprovação ou não do imunizante para crianças depende da votação da Diretoria Colegiada do órgão, que ainda está em andamento. Em Salvador, o prefeito Bruno Reis e o secretário municipal de Saúde Leo Prates já deram declarações em que afirmam que, caso aprovada, a Coronavac será a escolha principal para vacinação de crianças contra a Covid-19. Nesta sexta, inclusive, o prefeito voltou a torcer pela aprovação do imunizante. 

  • Rui Costa reduz para 1,5 mil o limite de público em eventos na Bahia

    Foto: Marcos Oliveira | Sudoeste Bahia Foto: Marcos Oliveira | Sudoeste Bahia
    Por Mattheus Miranda

    20/01/2022 - 13:09


    Governador anunciou a medida nesta quinta-feira (20)

    COVID-19

    - O governador da Bahia, Rui Costa (PT), anunciou, na manhã desta quinta-feira (20), uma nova redução do limite de público em eventos no estado. O gestor confirmou que o número cairá de 3 mil para 1,5 mil pessoas, com ocupação máxima de 50% da capacidade dos locais. “A regra é o seguinte pode até 50% (da capacidade do local) e isso permanece, mas estamos reduzindo o limite máximo de 3 mil para 1,5 mil pessoas em festas e eventos. Isso visa portanto diminuir a propagação do vírus, já que ela acontece em uma velocidade impressionante. A velocidade de propagação dessa variante (Ômicron) é muito, mas muito superior do que a da variante anterior”, disse o governador. O Laboratório Central de Saúde Pública da Bahia (Lacen-BA) registrou, nesta quinta-feira (20), um aumento de 683% na positividade de testes para a Covid-19 nos últimos 19 dias. De acordo com a Secretaria de Saúde do estado (Sesab), a cada 100 exames analisados, o número saltou de 6,55% testes positivos para 51,29% neste período.

  • Variante ômicron já concentra 72% dos casos no mundo

    Foto: Reprodução | GOV/BA Foto: Reprodução | GOV/BA
    19/01/2022 - 16:42


    Das 405 mil amostras analisadas, a variante ômicron foi detectada em 291 mil

    COVID-19

    - A variante ômicron do coronavírus está agora presente em 71,9% dos casos testados nos últimos 30 dias pela rede global de laboratórios GISAID, informou nesta quarta-feira (19) a Organização Mundial da Saúde (OMS) em seu relatório epidemiológico semanal. Das 405 mil amostras analisadas, a variante ômicron foi detectada em 291 mil. Já a delta, que foi a mais presente em grande parte da pandemia em 2021, foi encontrada em 28% dos testes (113 mil). Outras variantes que a OMS designou como "de preocupação", como alfa e gama, representaram menos de 0,1% das amostras coletadas.

  • Em Caetité, casos ativos de Covid passam de 300; em Guanambi, ativos beiram 800

    Foto: Reprodução      Foto: Reprodução
    18/01/2022 - 19:30


    COVID-19

    - As secretarias de Saúde de Caetité e Guanambi, atualizaram nesta terça-feira (18), a situação da pandemia do novo coronavírus nos referidos municípios. Boletim epidemiológico de Caetité: 48 casos em 24 horas; 317 casos ativos; 4.803 casos confirmados; 4.438 casos curados; 193 aguardando resultado de teste; 05 pacientes internados e 48 óbitos. Boletim epidemiológico de Guanambi: 502 aguardam resultado de teste; 791 casos ativos; 12.320 casos positivos; 11.399 casos curados; 12 internados; 131 casos em 24 horas e 129 óbitos.

  • Sudoeste: Taxa de ocupação da UTI Covid passa de 60% e casos ativos aumentam em Vitória da Conquista

    Foto: Divulgação | PMVC Foto: Divulgação | PMVC
    18/01/2022 - 17:18


    COVID-19

    - Conforme boletim epidemiológico divulgado pela Secretaria Municipal de Saúde de Vitória da Conquista nesta terça-feira (18), a taxa geral de ocupação de leitos de Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) passou de 60%. O relatório indica que ao todo 24 pacientes estão internados nos leitos de UTI exclusivos para a Covid-19 no Sistema Único de Saúde (SUS), destes, 09 são munícipes de Conquista (23,1%) e 15 pacientes de outros municípios (38,4%). Já a taxa geral de ocupação dos leitos clínicos é 42,1%. Atualmente são 403 casos ativos da Covid-19 no município, o que representa um crescimento de 433%.

  • Entenda novas orientações sobre quarentena de quem está com covid-19

    Foto: Reprodução | Agência Brasil Foto: Reprodução | Agência Brasil
    Por Jonas Valente

    18/01/2022 - 15:00


    Mínimo de isolamento é de cinco dias para pacientes sem sintomas

    COVID-19

    - Os pacientes com caso leve ou moderado de covid-19 seguirão agora novos protocolos de isolamento, adotados esta semana pelo Ministério da Saúde. Manter a pessoa infectada fora do convívio da sociedade é uma medida adotada desde o início da pandemia que segue pesquisas sobre o tempo que o paciente pode transmitir a doença.Pelas novas recomendações do ministério, foram previstos três intervalos diferentes para o isolamento dos infectados. Os tempos passam a contar do início dos sintomas, e não da obtenção do resultado do exame positivo. Isolamento de 5 dias - A pessoa só poderá sair do isolamento nesse prazo se no fim do quinto dia: - Não estiver com sintomas respiratórios nem febre há pelo menos 24 horas; - Não tiver utilizado antitérmicos há pelo menos 24 horas; - Testar negativo com exames de PCR ou antígeno; Mesmo se a pessoa testar negativo, é indicado continuar adotando medidas adicionais, como trabalhar de casa se puder, usar máscara em locais com pessoas. Se o indivíduo testar positivo, é necessário manter o isolamento até o décimo dia. Isolamento de 7 dias - Ao fim de 7 dias, é possível sair do isolamento sem teste se o paciente: - Não estiver com sintomas respiratórios nem febre por pelo menos 24 horas; - Não tiver tomado antitérmico há pelo menos 24 horas; Se os sintomas respiratórios ou febre persistirem no sétimo dia, o indivíduo deve seguir outras orientações. Caso a pessoa teste negativo no sétimo dia, pode sair do isolamento, desde que o exame seja de PCR ou antígeno e desde que aguarde 24 horas sem sintomas respiratórios ou febre e sem uso de antitérmico. Isolamento de 10 dias - Se o teste der positivo no sétimo dia, a pessoa deve manter o isolamento até o décimo dia. Para sair da quarentena no décimo dia é necessário: - Estar sem sintomas respiratórios e sem febre por pelo menos 24 horas; - Não ter utilizado antitérmico por pelo menos 24 horas.

  • Bahia já tem vacinados 74% da população geral e 87% do público-alvo

    Foto: Divulgação | Sesab Foto: Divulgação | Sesab
    18/01/2022 - 14:51


    Secretaria da Saúde, Tereza Paim avalia que a Bahia avançou no processo em um ano; 'diminui a letalidade', frisa

    COVID-19

    - Em um ano da campanha de vacinação contra a Covid-19, a Bahia atingiu a marca de 10,9 milhões de imunizados. O número corresponde a 74% da população geral e 87% do público-alvo. O levantamento é da Secretaria da Saúde da Bahia. “A despeito de muitas coisas, como politizar a vacina, avançamos, lentamente mais avançamos. Conquistar a vacina é algo preciso. Teremos vacina produzida no Brasil. Isso também é muito importante”,afirmou a secretária da Saúde da Bahia, Tereza Paim. A gestora afirma que, com a inclusão de crianças entre 5 a 11 anos, o estado alcance mais de 80% da população imunizada. “A gente espera ainda que mais de 1 milhão de pessoas procurem defintivamente os postos de saúde”, acrescentou. “Está provado que isto (a vacina) diminui a letalidade”. A secretária advertiu que uma vacinação maior diminui a sobrecarga na rede de saúde, identificada por filas e pelo cansaço dos profissionais. “Eles estão plenamente expostos e cansados de toda esta trajetória. Nós jamais iríamos imaginar em 2020 que tudo isso estaria ainda acontecendo em 2022.”