BUSCA PELA CATEGORIA "ECONOMIA"

  • Tarifa de energia elétrica deve aumentar 5,6% em 2023, estima Aneel

    Foto: Marcos Oliveira | Sudoeste Bahia Foto: Marcos Oliveira | Sudoeste Bahia
    24/11/2022 - 12:48


    Segundo a Aneel, o impacto vai variar de acordo com cada distribuidora de energia

    ECONOMIA

    - A conta da energia elétrica deve passar a pesar mais no orçamento dos brasileiros. A previsão mais recente da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) estima que a tarifa de energia elétrica vai subir, em média, 5,6% no próximo ano. O dado foi apresentado na última quarta-feira (23) ao grupo de Minas e Energia do governo de transição do governo Lula. Segundo a Aneel, o impacto vai variar de acordo com cada distribuidora de energia. Sete delas devem ter um reajuste superior a 10%, em outras 15 distribuidoras ficará entre 5% e 10%, já em 17 distribuidoras o reajuste deve ser de até 5%. Apenas 13 distribuidoras a tarifa deve diminuir ou não sofrer reajuste. Os números serão diferentes por conta dos custos de compra, transmissão e distribuição de energia, que variam conforme cada distribuidora. A Aneel, no entanto, destacou que os percentuais de reajuste são apenas estimativas e podem mudar até a homologação dos novos índices tarifários.

  • Distribuidoras de combustíveis alertam para risco de desabastecimento

    Foto: Marcos Oliveira | Sudoeste Bahia Foto: Marcos Oliveira | Sudoeste Bahia
    02/11/2022 - 23:00


    Brasilcom recomenda desbloqueio de estradas

    ECONOMIA

    - A Federação Nacional das Distribuidoras de Combustíveis, Biocombustíveis e Gás Natural (Brasilcom) recomendou nesta quarta-feira (2) o desbloqueio de rodovias no país, sob o risco de desabastecimento de combustíveis. O alerta é emitido após protestos contra o resultado das eleições para a Presidência da República. “A Brasilcom recomenda ações coordenadas das autoridades responsáveis, para o urgente desbloqueio das estradas e, onde necessário, proteger e acompanhar o deslocamento do transporte de combustíveis, visando assegurar o abastecimento de postos revendedores, supermercados e de hospitais, principais prejudicados pelas interrupções de fornecimento”, disse a federação, em nota. Em tempo real - Segundo a federação, as distribuidoras têm repassado informações em tempo real sobre os bloqueios para as autoridades. De acordo com último levantamento da Polícia Rodoviária Federal (PRF), há 16 estados com rodovias interditadas no início da noite desta quarta-feira. Na comparação com o período da manhã, houve piora em Goiás, que passou de duas para três interdições; Amazonas e Espírito Santo, que tinham três pontos, agora têm quatro; Maranhão, que apresentava um ponto com fluxo parcialmente impedido, agora tem bloqueio total da via; Mato Grosso (31 pontos de interdição. Antes, eram 30); Rondônia (tinha 11 interdições e agora tem 12); e Rio Grande do Sul, que registra três pontos com bloqueio total da pista, além de uma interdição.

  • Preço da gasolina sobe pela terceira semana seguida nos postos, diz ANP

    Foto: Marcos Oliveira | Sudoeste Bahia Foto: Marcos Oliveira | Sudoeste Bahia
    31/10/2022 - 18:30


    O preço máximo encontrado no país foi localizado no Pará, onde o valor da gasolina chegou a R$ 5,79 por litro.

    ECONOMIA

    - Na última semana antes do segundo turno das eleições, o preço da gasolina nos postos registrou alta pela terceira semana seguida, de acordo com pesquisa da Agência Nacional do Petróleo (ANP). O valor médio do litro passou de R$ 4,88, na semana terminada no dia 22 de outubro, para R$ 4,91, na semana entre os dias 23 e 29 de outubro. É uma alta de 0,6%. O preço máximo encontrado no país foi localizado no Pará, onde o valor da gasolina chegou a R$ 5,79 por litro.

  • Bahia é o estado com a terceira gasolina mais cara do Brasil

    Foto: Marcos Oliveira | Sudoeste Bahia Foto: Marcos Oliveira | Sudoeste Bahia
    13/09/2022 - 15:00


    No Brasil, o preço médio da gasolina comum caiu mais 2,5% na última semana

    ECONOMIA

    - Mesmo com as constantes quedas da gasolina por conta de reajustes da Petrobras, os baianos seguem pagando mais caro que o restante da maioria do Brasil para abastecer seus veículos. A Bahia conta com a terceira gasolina mais cara entre os estados do Brasil, de acordo com o último relatório da ANP (Agência Nacional do Petróleo), divulgado na segunda-feira (12). Considerando preço médio de revenda, quando a ANP calcula a média de preço de todos os postos de combustíveis onde os valores foram apurados, a Bahia aparece com a terceira gasolina mais cara, comercializada por R$ 5,47. Somente Acre (R$ 5,68) e Roraima (R$ 5,51) vendem mais caro. Tocantins (R$ 5,41) e Amazonas (R$ 5,31) fecham o top 5. No território nacional, o preço médio da gasolina comum nas bombas caiu mais 2,5% na última semana, segundo a ANP. O levantamento ficou em R$ 5,04 por litro, ante R$ 5,17 aferido na semana anterior. Essa foi a 11ª semana seguida de queda. Na segunda, a Petrobras anunciou redução no preço médio da venda de GLP (gás liquefeito de petróleo, o gás de cozinha) a distribuidoras em 4,7%, de R$ 4,23/kg a R$ 4,03/kg. A medida começa a valer a partir desta terça-feira (13).

  • Gás de cozinha fica 6,1% mais barato na Bahia a partir desta quinta

    Foto: Marcos Oliveira | Sudoeste Bahia Foto: Marcos Oliveira | Sudoeste Bahia
    01/09/2022 - 10:00


    O valor, no entanto, pode voltar a subir após o fim da negociação com o Sindicato dos Revendedores de Gás (Sindigás)

    ECONOMIA

    - O gás de cozinha (GLP) vai ficar, a partir desta quinta-feira (1°), 6,1% mais barato na Bahia. O produto foi comercializado ao consumidor por uma valor de até R$130 no mês de agosto. Com o reajuste, o preço pode sofrer uma variação de até R$4,69. A redução foi anunciada pela Acelen, que gerencia a Refinaria de Mataripe, no estado. Segundo a empresa, o reajuste faz parte do plano de revisão dos valores em todo início de mês. Em agosto, o GLP ficou 8,2% mais caro no estado, contabilizando os reajustes. O valor, no entanto, pode voltar a subir, já que está prevista para a próxima semana o fim da negociação com o Sindicato dos Revendedores de Gás (Sindigás), o que deve gerar um novo reajuste no gás de cozinha.

  • Empréstimo consignado do Auxílio Brasil deve começar em setembro

    Foto: Divulgação | Ministerio da Cidadania Foto: Divulgação | Ministerio da Cidadania
    17/08/2022 - 15:00


    Lei que permite esse tipo de crédito, com desconto direto na fonte, foi sancionada no começo do mês

    ECONOMIA

    - O ministro da Cidadania, Ronaldo Bento, afirmou nesta quarta-feira (17) que o empréstimo consignado para beneficiários do Auxílio Brasil deve começar em setembro. A lei que permite esse tipo de crédito – com desconto direto na fonte – foi sancionada no começo do mês. Um decreto regulamentando as concessões foi publicado na semana passada, mas ainda não é possível fazer o empréstimo. O Ministério da Cidadania ainda editará normas complementares para que as instituições financeiras possam dar início às operações de crédito. As normas, segundo o ministro, devem ser publicadas até o início de setembro, para que o empréstimo esteja liberado aos beneficiários do Auxílio Brasil no mesmo mês.

  • Mesmo após corte, gasolina continua mais cara no Brasil do que no exterior

    Foto: Marcos Oliveira | Sudoeste Bahia Foto: Marcos Oliveira | Sudoeste Bahia
    17/08/2022 - 13:30


    O corte foi anunciado pela estatal na segunda-feira (15)

    ECONOMIA

    - Mesmo após o último corte, de 4,8%, anunciado pela Petrobras na segunda-feira (15), o preço da gasolina no Brasil continua acima da paridade de importação, conceito usado pela estatal que simula quanto custaria para trazer o produto do exterior. As informações são do jornal Folha de São Paulo. O preço médio do produto nas refinarias brasileiras estava R$ 0,27 por litro acima da paridade na abertura do mercado desta terça-feira (16), já considerando a queda anunciada na segunda. O cálculo foi feito pela Associação Brasileira dos Importadores de Combustíveis (Abicom). 

  • Petrobras reduz preços de venda de gasolina para as distribuidoras a partir desta terça

    Foto: Marcos Oliveira | Sudoeste Bahia Foto: Marcos Oliveira | Sudoeste Bahia
    15/08/2022 - 20:40


    Segundo a empresa, a redução acompanha a evolução dos preços de referência e é coerente com a prática de preços da Petrobras

    ECONOMIA

    - A Petrobras anunciou uma redução do preço médio de venda da gasolina para as distribuidoras. O reajuste passa a valer a partir de terça-feira (16) e o valor cairá de R$ 3,71 para R$ 3,53 por litro, uma redução de R$ 0,18. Considerando a mistura obrigatória de 73% de gasolina A e 27% de etanol anidro para a composição da gasolina comercializada nos postos, a parcela da Petrobras no preço ao consumidor passará de R$ 2,70, em média, para R$ 2,57 a cada litro vendido na bomba. Segundo a empresa, a redução acompanha a evolução dos preços de referência e é coerente com a prática de preços da Petrobras. 

  • Auxílio Brasil começa a ser pago nesta terça-feira com valor de R$ 600

    Foto: Willian Silva | Sudoeste Bahia Foto: Willian Silva | Sudoeste Bahia
    09/08/2022 - 08:00


    O benefício vai ser pago a 20,2 milhões de famílias, e o valor médio será de R$ 607,88

    ECONOMIA

    - O Auxílio Brasil começa a ser pago, nesta terça-feira (9), com o valor de R$ 600. O pagamento deste novo valor valerá até dezembro deste ano. Com a entrada de milhares que estava na fila de espera do programa, o benefício vai ser pago a 20,2 milhões de famílias, e o valor médio será de R$ 607,88. Os primeiros a receber vão ser os beneficiários com número do NIS (Número de Identificação Social) de final 1. Os depósitos continuam sendo feitos seguindo a ordem do número final do NIS, e somente em dias de semana até 22 de agosto. 

  • Petrobras reduz preço do diesel nas refinarias em 3,56%

    Foto: Reprodução Foto: Reprodução
    05/08/2022 - 07:00


    É a primeira vez que o preço do diesel é reduzido desde que o novo presidente da estatal, Caio Paes de Andrade, assumiu o comando da empresa

    ECONOMIA

    - A partir desta sexta-feira (5), o preço médio de diesel vendido pela Petrobras será reduzido em R$ 0,20 por litro, de R$ 5,61 para R$ 5,41, informou há pouco a estatal. É uma queda de 3,56%. É a primeira vez que o preço do diesel é reduzido desde que o novo presidente da estatal, Caio Paes de Andrade, assumiu o comando da empresa. Desde maio do ano passado, o preço do diesel só era reajustado para cima. O Palácio do Planalto e integrantes do governo Jair Bolsonaro, especialmente a Casa Civil, vinham pressionando a Petrobras para reduzir o preço do óleo diesel, de acordo com fontes do Executivo, após a empresa ter mexido nos valores da gasolina duas vezes.

  • Petrobras reduz preço da gasolina em R$ 0,15 por litro

    Foto: Marcos Oliveira | Sudoeste Bahia Foto: Marcos Oliveira | Sudoeste Bahia
    28/07/2022 - 14:57


    Essa é a segunda redução de preços na gestão do novo presidente da estatal

    ECONOMIA

    - A Petrobras anunciou nesta quinta-feira (28) que o preço da gasolina vendida às refinarias terá uma redução de R$ 0,15 por litro, um corte de 3,88%. A partir desta sexta-feira (29), o preço passará de R$ 3,86 para R$ 3,71. Essa é a segunda redução de preços na gestão do novo presidente da estatal, Caio Paes de Andrade. No último dia 20, a Petrobras reduzido em R$ 0,20 o litro da gasolina para as distribuidoras. A empresa afirma ainda que, com a mistura obrigatória de 73% de gasolina A e 27% de etanol anidro para a composição da gasolina comercializada, a parcela da Petrobras no preço ao consumidor passará de R$ 2,81, em média, para R$ 2,70 a cada litro vendido na bomba.

  • Auxílio de R$ 1 mil para caminhoneiros tem calendário de pagamentos divulgado

    Foto: Marcelo Camargo | Agência Brasil Foto: Marcelo Camargo | Agência Brasil
    25/07/2022 - 13:30


    O BEm-Caminhoneiro será pago em seis parcelas de R$ 1 mil até dezembro de 2022, observado o limite global de recursos, previsto na Emenda

    ECONOMIA

    - A primeira e a segunda parcelas do auxílio de R$ 1 mil para caminhoneiros serão pagas no dia 9 de agosto. O calendário foi divulgado nesta segunda-feira (25) pelo Ministério do Trabalho e Previdência (MPT), órgão gestor do benefício. O auxílio, chamado de Benefício Emergencial aos Transportadores Autônomos de Carga - BEm Caminhoneiro, faz parte da Emenda Constitucional nº 123 e faz parte do conjunto de benefícios sociais previstos na PEC Kamikaze. Terão direito a receber o BEm-Caminhoneiro os transportadores de carga autônomos devidamente cadastrados no Registro Nacional de Transportadores Rodoviários de Cargas (RNTR-C) até 31 de maio de 2022. Entre outras exigências, os profissionais deverão estar com a Carteira Nacional de Habilitação (CNH) e o CPF válidos. O benefício será pago para cada transportador autônomo independentemente da quantidade de veículos que possuir. O BEm-Caminhoneiro será pago em seis parcelas de R$ 1 mil até dezembro de 2022, observado o limite global de recursos, previsto na Emenda. A previsão é de que o terceiro lote esteja disponível para pagamento no dia 24 de setembro e as demais parcelas nos dias 22 de outubro, 26 de novembro e 17 de dezembro.

  • Gasolina fica 3% mais barata nos postos, depois de corte nos preços da Petrobras

    Foto:Reprodução | Folha de Pernambuco Foto:Reprodução | Folha de Pernambuco
    22/07/2022 - 19:30


    Preço médio do combustível nesta semana, iniciada em 17 de julho, ficou em R$ 5,89 por litro no Brasil

    ECONOMIA

    - Pela quarta semana seguida, os preços da gasolina caíram nos postos, segundo pesquisa da Agência Nacional de Petróleo (ANP), poucos dias depois de a Petrobras anunciar uma redução no preço do combustível. O preço médio do combustível nesta semana, iniciada em 17 de julho, ficou em R$ 5,89 por litro no Brasil, o que representa uma queda de quase 3% em relação aos R$ 6,07 da semana passada. Esse é o o menor valor desde julho do ano passado, quando o preço médio do mês ficou em R$ 5,80 por litro, segundo a ANP. A redução é reflexo do corte de 4,9% no preço do litro nas refinarias para as distribuidoras, anunciado na última terça-feira pela Petrobras.

  • Cerveja deve ficar mais cara nos bares e restaurantes em agosto

    Foto: Divulgação | Bar do Adão Foto: Divulgação | Bar do Adão
    13/07/2022 - 08:00


    A previsão leva em conta a alta do preço da bebida nos supermercados, que já é de 9,38% em um ano

    ECONOMIA

    - A alta inflação tem atingido os mais variados produtos e serviços de consumo no Brasil e a cerveja não está de fora dessa realidade. No acumulado dos últimos 12 meses, o Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) ficou em 11,89%. No mesmo período, a cerveja subiu cerca de 8,4%. Empresários de bares e restaurantes, ouvidos pelo jornal O Globo, estimam que os fornecedores do setor cervejeiro devem antecipar os reajustes para agosto - que, normalmente, são feitos entre setembro e outubro. A previsão leva em conta a alta do preço da bebida nos supermercados, que já é de 9,38% em um ano. O presidente da Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel), Paulo Solmucci, explicou que a cerveja representa de 20% a 60% do faturamento desses estabelecimentos, a depender do perfil de cada um. 

  • Aneel aprova redução de 0,50% na conta de luz dos baianos

    Foto: Marcos Oliveira | Sudoeste Bahia Foto: Marcos Oliveira | Sudoeste Bahia
    Por Juliana Rodrigues

    12/07/2022 - 13:00


    A redução começa a partir de quarta-feira (13) sobre as tarifas vigentes.

    ECONOMIA

    - O Ministério de Minas e Energia declarou nesta terça-feira (12) que as faturas de energia elétrica podem cair 19%, em média, ante as valores de abril após a operacionalização de medidas de alívio aprovadas recentemente pelo Congresso. As informações são da Reuters. A pasta leva em consideração três ações: a lei que prevê um teto de 18% para as alíquotas de ICMS nas faturas de energia; a capitalização da Eletrobras, que direcionou R$ 5 bilhões para modicidade tarifária em 2022; e a lei que estabeleceu a devolução total aos consumidores de energia de créditos tributários depois da decisão que excluiu o ICMS da base de cálculo do PIS/Cofins. Na Bahia, a diretoria da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) aprovou nesta terça-feira (12) uma redução de cerca de 0,50% das tarifas de energia dos consumidores da Neoenergia Coelba. A redução começa a partir de quarta-feira (13) sobre as tarifas vigentes. De acordo com a Aneel, a redução será de 0,49%, em média, para os consumidores conectados em alta tensão — empresas — e de 0,50%, em média, para aqueles conectados em baixa tensão — pequenas empresas e os residenciais.

  • Ministério divulga canal para consumidor denunciar posto de combustível

    Foto: Marcos Oliveira | Sudoeste Bahia Foto: Marcos Oliveira | Sudoeste Bahia
    11/07/2022 - 16:09


    Determinação vale até 31 de dezembro de 2022

    ECONOMIA

    - O Ministério da Justiça e Segurança Pública (MJSP) divulgou um link onde os consumidores podem fazer denúncias na internet sobre o descumprimento do Decreto que obriga os postos de combustível a divulgar os valores cobrados por litro no dia 22 de junho. O formulário, disponível no link denuncia combustível, permite aos consumidores informar o nome do posto, a localização e se o estabelecimento informa em local visível o preço dos combustíveis cobrado no dia 22 de junho e o preço atual. Também será possível enviar uma foto do posto. Editado no dia 6 de julho, o decreto determina que os postos devem disponibilizar aos consumidores informações corretas, claras, precisas, ostensivas e legíveis sobre os preços dos combustíveis automotivos praticados no estabelecimento em 22 de junho de 2022, de modo que os consumidores possam compará-los com os preços no momento da compra. A determinação vale até 31 de dezembro de 2022. Segundo o ministério, a intenção é saber se o valor cobrado na revenda aos postos segue a redução do imposto para que o preço final seja repassado ao consumidor.

  • Preços médios da gasolina caem após redução do ICMS e valores recordes em junho, diz ANP

    Foto: Marcos Oliveira | Sudoeste Bahia Foto: Marcos Oliveira | Sudoeste Bahia
    Por Juliana Rodrigues

    02/07/2022 - 08:00


    Valor máximo encontrado nos postos foi R$ 8,890

    ECONOMIA

    - Os preços da gasolina e do diesel recuaram nesta semana, de acordo com dados da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) divulgados nesta sexta (1). Segundo o levantamento da ANP, o valor médio do litro do diesel passou de R$ 7,568 para R$ 7,554, queda de 0,18%. O valor mais alto encontrado pela agência foi de R$ 8,990. Já o preço médio do litro da gasolina caiu de R$ 7,39 para R$ 7,127, uma queda de 3,55%. O valor máximo encontrado nos postos foi R$ 8,890. Na semana passada, os preços do litro do diesel e da gasolina alcançaram os maiores valores nominais pagos pelos consumidores para a gasolina e o diesel desde que a ANP passou a fazer levantamento semanal de preços, em 2004.

  • Aneel reajusta em até 64% cobrança extra na conta de luz para 2022-2023

    Foto: Marcos Oliveira | Sudoeste Bahia Foto: Marcos Oliveira | Sudoeste Bahia
    Por Juliana Rodrigues

    22/06/2022 - 06:00


    Novos valores entram em vigor em 1º de julho e serão válidos até meados de 2023

    ECONOMIA

    - A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) aprovou nesta terça (21) o reajuste nos valores das bandeiras tarifárias (cobrança extra aplicada às contas de luz quando aumenta o custo de produção de energia no país). Pela proposta aprovada pela agência, a maior alta será no valor da bandeira vermelha patamar 1 (alta de 63,7%). A bandeira amarela vai subir 59,5%, e a vermelha patamar 2 aumentará 3,2%. A bandeira verde seguirá sem cobrança. Os novos valores entram em vigor em 1º de julho e serão válidos até meados de 2023. Bandeira verde: continua sem cobrança adicional; Bandeira amarela: de R$ 1,874 para R$ 2,989 a cada 100 kWh consumidos (+ 59,5%); Bandeira vermelha patamar 1: de R$ 3,971 para R$ 6,500 a cada 100 kWh consumidos (+ 63,7%); Bandeira vermelha patamar 2: de R$ 9,492 para R$ 9,795 a cada 100 kWh consumidos (+3,2%).

  • Preço da gasolina nos postos chega a R$ 8,99 e o do diesel a R$ 8,63, aponta ANP

    Foto: Marcos Oliveira | Sudoeste Bahia Foto: Marcos Oliveira | Sudoeste Bahia
    21/06/2022 - 14:30


    Pesquisa da ANP foi feita entre os dias 12 e 18 de junho e ainda não reflete totalmente o último reajuste

    ECONOMIA

    - O preço do litro da gasolina nos postos do país chegou a R$ 8,990 na semana passada, e para o diesel o maior valor encontrado foi de R$ 8,630, de acordo com dados da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) divulgados nesta terça (21). A pesquisa da ANP foi feita entre os dias 12 e 18 de junho e ainda não reflete totalmente o último reajuste anunciado pela Petrobras nas suas refinarias. Na sexta-feira (17), a estatal anunciou uma alta de 5,18% na gasolina e de 14,26% no diesel.

  • Após novo reajuste nos combustíveis, presidente da Petrobras renuncia ao cargo

    Foto: André Ribeiro | Agência Petrobras Foto: André Ribeiro | Agência Petrobras
    20/06/2022 - 11:00


    ECONOMIA

    - A Petrobras informou nesta segunda-feira (20), que o presidente da companhia, José Mauro Ferreira Coelho pediu demissão do seu cargo. O anúncio ocorre logo após o mais recente reajuste nos preços dos combustíveis, vigente desde sábado (18). Coelho é o terceiro presidente da Petrobras no governo Bolsonaro. Ele sofria pressões para deixar o cargo desde a nomeação de Caio Mário Paes de Andrade, atual secretário especial de Desburocratização, Gestão e Governo Digital do Ministério da Economia. O governo já indicou um novo nome para ser analisado pelo Conselho de Administração da estatal, Caio Paes de Andrade. Para ele assumir a presidência, no entanto, é preciso que o conselho o aprove em assembleia.