BUSCA PELA CATEGORIA "BAHIA"

  • Bahia se aproxima de 30 mil casos ativos de Covid-19, maior registro desde julho de 2020

    Foto: Reprodução | GOV/BA Foto: Reprodução | GOV/BA
    28/01/2022 - 20:00


    Em 24 horas, foram registradas mais 7.991 novas infecções e 28 mortes pela doença no estado

    BAHIA

    - A Bahia atingiu 29.670 casos ativos da Covid-19 nesta sexta-feira (28), número mais alto desde meados do primeiro ano de pandemia. A última vez que o estado teve um número de casos ativos maior foi no dia 13 de julho de 2020, quando foram registradas 30.221 ocorrências. A informação foi divulgada pela Secretaria de Saúde do Estado (Sesab). A notificação de casos ativos está mais de 16 vezes maior do que a registrada no primeiro dia do ano. Em 1º de janeiro, a notificação estava em 1.830. Desde então, os casos ativos vêm crescendo cada vez mais. Ainda de acordo com o levantamento da pasta, a Bahia contabilizou 7.991 novos casos do coronavírus e mais 28 mortes pela doença nas últimas 24 horas. Desde o início da pandemia, 29.670 pessoas morreram no estado em decorrência da Covid e 1.347.375 tiveram a infecção confirmada. A ocupação de leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) adulto está em 75% na Bahia. Já os leitos pediátricos estão com ocupação de 69%. Vacinação - Até o momento a Bahia tem 11.087.329 pessoas vacinadas com a primeira dose, 264.217 com a dose única, 9.404.099 com a segunda dose e 2.308.875 com a dose de reforço. Do público de 5 a 11 anos, 53.483 crianças já foram imunizadas.

  • Ômicron é responsável por mais de 71% dos casos de coronavírus na Bahia

    Foto: Reprodução | GOV/BA Foto: Reprodução | GOV/BA
    28/01/2022 - 18:00


    casos foram identificados em 27 mulheres e 19 homens, com a faixa etária entre 3 e 86 anos

    BAHIA

    - O Laboratório Central de Saúde Pública da Bahia (Lacen-BA) detectou a variante ômicron em 71% das amostras coletadas em janeiro deste ano, em nova rodada de sequenciamento genético. Do total de 64 sequenciamentos concluídos nesta sexta-feira (28), a ômicron foi identificada em 46 amostras. Já a variante delta foi detectada em 16, e uma amostra teve resultado inconclusivo. Os casos foram identificados em 27 mulheres e 19 homens, com a faixa etária variando entre 3 e 86 anos. Foram registrados nos seguintes municípios: Alcobaça, Camacan, Candeias, Candido Sales, Castro Alves, Conceição do Coité, Conceição do Jacuipe, Eunápolis, Feira de Santana, Ilhéus, Itabela, Itabuna, Itamaraju, Itambé, Itaparica, Itapetinga, Jacobina, Jequié, Lauro de Freitas, Lençóis, Monte Santo, Mucugê, Mucuri, Pintadas, Poções, Pojuca, Prado, Remanso, Riacho de Santana, Ribeira do Pombal, Salvador, Santa Cruz Cabrália, Santo Estevão, Serrinha e Ubaitaba. Além destes, turistas de Belo Horizonte (MG), Franca (SP), Hortolândia (SP) e Natal (RN) também tiveram amostras detectadas para Ômicron enquanto visitavam as cidades baianas de Nova Viçosa, Nova Itarana, Serrolândia e Ilhéus, respectivamente. A secretária da Saúde do Estado, Tereza Paim, alerta que “o avanço da ômicron tem provocado crescimento expressivo do número de casos ativos, atualmente em 29.670, sendo que o maior número de toda a pandemia foi 30.221 casos ativos em julho de 2020″, afirma. A escolha das amostras para o sequenciamento é baseada na representatividade de todas as regiões geográficas do estado da Bahia, casos suspeitos de reinfecção, amostras de indivíduos que evoluíram para óbito, contatos de indivíduos portadores de variantes de atenção (VOC) e indivíduos que viajaram para área de circulação das novas variantes com sintomas clínicos característicos.

  • Homem é preso após colocar chumbinho em salsichas para matar ex companheira

    Foto: Reprodução Foto: Reprodução
    28/01/2022 - 15:44


    BAHIA

    - A Polícia Civil de Ilhéus, por meio da Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher, cumpriu mandado de prisão preventiva contra um homem de 39 anos, acusado de tentativa de feminicídio contra sua ex companheira, em crime ocorrido no dia 26 de março de 2015, no bairro do Basílio, em Ilhéus. O indivíduo foi denunciado por ter empregado a substância venenosa conhecida como “chumbinho” em algumas salsichas que estavam sendo preparadas por sua ex companheira. Ela notou pontos pretos no produto, desconfiando que houvesse sido envenenado e, por tal motivo, não o consumiu, e procurou atendimento na Delegacia Especial de Atendimento à Mulher, que identificou a substância venenosa com o auxílio do Departamento de Polícia Técnica. As informações são do blog Giro em Ipiaú. 

  • Governo da Bahia não vai exigir comprovante de vacinação a menores de idade

    Foto: Reprodução | GOV/BA Foto: Reprodução | GOV/BA
    28/01/2022 - 09:00


    Na segunda-feira (24), o governo anunciou que o comprovante de vacinação está entre os documentos exigidos para matrícula dos estudantes

    BAHIA

    - O governador Rui Costa assegurou, na última quinta-feira (27), que as escolas estaduais não exigirão comprovante de vacinação contra Covid-19 a alunos menores de idade. Rui explicou que não pode fazer a exigência porque a decisão sobre a imunização não cabe exclusivamente a eles. Na segunda-feira (24), o governo anunciou que o comprovante de vacinação está entre os documentos exigidos para matrícula dos estudantes. Em coletiva à imprensa, Rui esclareceu que ele só pode ser cobrado a maiores de idade. "Quem é menor de idade tem aspectos legais em você negar, eventualmente, estudo de uma criança, porque ele não decide sozinho se vacina ou se não vacina”, justificou.

  • Laboratórios privados deixam de notificar casos de Covid-19 na Bahia, diz Sesab

    Foto: Reprodução | GOV/BA Foto: Reprodução | GOV/BA
    28/01/2022 - 08:00


    Foram identificados pacientes que tiveram diagnóstico positivo para Covid-19 em três redes laboratoriais, que não foram notificados nos sistemas oficiais

    BAHIA

    - A Secretaria da Saúde do Estado da Bahia (Sesab) identificou pacientes que testaram positivo para a Covid-19 nas redes laboratoriais Sabin, LPC e Hermes Pardini, na capital baiana e em Lauro de Freitas, nos últimos dois meses, sem que os casos tenham sido notificados nos sistemas oficiais. A Sesab explica que, assim como os serviços públicos, todos os privados, incluindo as farmácias, devem, obrigatoriamente, notificar os casos positivos de Covid-19, no sistema do Ministério da Saúde, em até 24 horas. Ainda segundo a secretaria, isso não vem ocorrendo dentro dos prazos estabelecidos, com atrasos que ultrapassam os 30 dias, causando subnotificação. De acordo com a secretária da Saúde da Bahia, Tereza Paim, “os serviços de saúde que descumprem a regra ficam sujeitos a sanções, como multa ou até mesmo interdição do estabelecimento, pela infração sanitária”, afirma. A superintendente de Vigilância e Proteção da Saúde da Bahia, Rivia Barros, destaca que “um trabalho conjunto das vigilâncias municipais e do estado vai apurar a dimensão das subnotificações destas redes laboratoriais”. A legislação em vigor diz que, de acordo com portaria ministerial nº 1.792, de 17 de julho de 2020, deverão ser notificados ao Ministério da Saúde todos os resultados dos testes de diagnóstico realizados, sejam positivos, negativos, inconclusivos e correlatos, em qualquer que seja a metodologia de testagem utilizada. Os resultados de exames laboratoriais realizados pelos laboratórios particulares devem ser disponibilizados para os gestores locais do Sistema Único de Saúde (SUS) para atualização e conclusão da investigação. A diretora em exercício do Laboratório Central de Saúde Pública da Bahia (Lacen-BA), Felicidade Pereira, acrescenta que nem todos os laboratórios públicos e privados da Bahia estão habilitados a realizar o teste do tipo RT-PCR para a Covid-19. “Apenas 33 redes laboratoriais, já incluindo estruturas universitárias, estão habilitadas pelo Lacen-BA ou por laboratórios de referência de outros estados a fazerem o RT-PCR. Essa habilitação atesta a qualidade no processamento das amostras, porém, ainda assim, há instituições que mesmo habilitadas não estão realizando a notificação compulsória em tempo oportuno”, avalia a diretora em exercício, ao apontar um aumento da fiscalização por parte das vigilâncias municipais e estadual.

  • Bahia atinge 26.681 casos ativos de Covid-19 e 29 mortes pela doença

    Foto: Reprodução | GOV/BA Foto: Reprodução | GOV/BA
    27/01/2022 - 19:00


    A ocupação de leitos de UTI adulto está em 71% na Bahia e os leitos pediátricos estão em 97%

    BAHIA

    - A Bahia atingiu  26.681 casos ativos da Covid-19 nesta quinta-feira (27), número mais alto desde o início de 2021. A informação foi divulgada pela Secretaria de Saúde do Estado (Sesab). O boletim epidemiológico desta quinta ainda indica que foram registrados 7.608 novos casos de Covid-19 (taxa de crescimento de +0,57%) e 4.883 recuperados (+0,38%) e 29 óbitos. Desde o início da pandemia, 1.339.384 casos de Covid-19 foram confirmados e 27.866 pessoas pessoas morreram em decorrência da doença. A ocupação de leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) adulto está em 71% na Bahia. Já os leitos pediátricos estão com ocupação de 93%.

  • Sem festa de Carnaval, Rui Costa cancela feriado prolongado e ponto facultativo

    Foto: Marcos Oliveira | Sudoeste Bahia Foto: Marcos Oliveira | Sudoeste Bahia
    27/01/2022 - 17:00


    O feriado está mantido apenas na terça-feira, 1º de março, que já está constitucionalmente estabelecido como feriado de carnaval

    BAHIA

    - O feriado prolongado de Carnaval ao qual os baianos estão acostumados está cancelado em 2022. Ao menos é o que o governador Rui Costa espera que aconteça. Em coletiva, nesta quinta-feira (27), Rui Costa falou que "não há a possibilidade de adiar o feriado, porque não tem feriado". E ressaltou que, historicamente, o Carnaval é tratado como feriado, mas legalmente é um ponto facultativo. O feriado está mantido apenas na terça-feira, 1º de março, que já está constitucionalmente estabelecido como feriado de carnaval. O governador disse que os servidores públicos da Bahia que não comparecerem ao trabalho durante o período terão o dia descontado do salário."São dias normais de trabalho. Quem não comparecer, tem que esperar seu dia cortado como qualquer outro. As aulas da rede estadual também acontecerão como dias normais", afirmou. Rui acrescentou que sugere aos municípios que sigam a mesma orientação. 

  • Estudantes da rede estadual terão direito a cursos de idiomas

    Foto: Reprodução | GOV/BA Foto: Reprodução | GOV/BA
    27/01/2022 - 10:47


    Serão beneficiados estudantes maiores de 15 anos, que estejam regularmente matriculados

    BAHIA

    - O governo estadual publicou, nesta quarta-feira (26), decreto que institui o Programa Outras Palavras, de incentivo ao ensino e aperfeiçoamento dos estudantes da rede pública estadual em Língua Estrangeira, por meio da oferta de cursos de idiomas, como atividade complementar. A ação visa promover a inclusão de grupos sociais mais vulneráveis e a elevação dos indicadores sociais de comunidades em situação de exclusão e vulnerabilidade socioeconômica. Serão beneficiados estudantes maiores de 15 anos, que estejam regularmente matriculados na 1ª ou 2ª séries do ensino médio em escolas da rede pública estadual, disponham de cinco horas semanais, no turno oposto àquele no qual estudam, e tenham Cadastro de Pessoas Físicas (CPF).  A execução do programa fica a cargo da Secretaria da Educação (SEC), que está autorizada a celebrar contratos ou parcerias com instituições públicas ou privadas, identificar os cursos, o quantitativo de vagas a serem ofertadas e os requisitos e as condições para a obtenção do benefício. Os estudantes serão selecionados através de sorteio eletrônico realizado pela comissão de seleção, a ser instituída pelo Secretário da Educação, através de Portaria. Ainda de acordo com o decreto assinado pelo governador Rui Costa, as aulas dos cursos serão ministradas em ambiente virtual, através da Plataforma da Instituição que executará o Programa, que  poderá ter, em cada edição, duração de até 02 (dois) anos letivos. Ao final, o aluno participante será avaliado nos termos a serem definidos pela SEC. A SEC ficará responsável pelo acompanhamento do desempenho e participação dos estudantes nos cursos ofertados e o Programa Outras Palavras será custeado com recursos do Tesouro Estadual.

  • Policiais civis suspenderão atividades por 24 horas nesta quinta-feira

    Foto: Divulgação | Sindipoc Foto: Divulgação | Sindipoc
    27/01/2022 - 07:30


    Segundo o sindicato da categoria, durante a paralisação de 24 horas só serão realizados os flagrantes e levantamento cadavérico

    BAHIA

    - Conforme anunciado pela categoria, nesta quinta-feira (27), os policiais civis promovem o Lockdown da Pública Segurança em toda Bahia. Dentre as pautas de reivindicações estão a regulamentação do Artigo 46, parágrafo 1º da Lei 11.370/2009, que concede o salário de nível superior para os servidores e reestruturação da carreira. Segundo o Sindicato dos Policiais Civis da Bahia (Sindipoc), durante a paralisação de 24 horas só serão realizados os flagrantes e levantamento cadavérico. Os demais serviços a exemplo do registro de ocorrência, diligência, operações e cumprimento de prisões estarão suspensas. “Iniciaremos nesta semana o Lockdown Semanal da Segurança Pública, onde toda quinta-feira os policiais civis da Bahia vão paralisar as atividades por 24 horas, sempre denunciando a insegurança,  pois já temos dito há algum tempo que no quesito segurança o Governo do Estado  jogou a toalha”, frisou o presidente do Sindipoc. Manifestação -  A partir das 11h desta quinta-feira, policiais civis realizam uma manifestação no terminal rodoviário de Salvador para denunciar a falta de policiamento, insegurança, assim como a entrada de drogas e armas pelo local. Conforme o Sindipoc, estudos e operações da Policia Rodoviária Federal sinalizam que atualmente as rodovias se tornaram os locais apropriados para os traficantes de drogas cometerem seus atos ilícitos. O transporte de armas e entorpecentes através dos terminais rodoviários comprometem a segurança pública no estado. Ainda segundo o Sindipoc, recentemente  integrantes de uma facção criminosa agrediu uma jovem dentro da rodoviária de Salvador, a mesma não resistiu e veio a óbito. Para Eustácio Lopes, é inadmissível que a rodoviária da terceira capital do país não tenha um posto da Policia Civil para coibir ações delituosas e impedir a entrada de armas e drogas na capital baiana. “Já vamos para o terceiro ano em que a rodoviária de Salvador está sem policiamento. Sem um posto da Policia Civil. Infelizmente, no local facções atuam livremente e o clima é de total insegurança, com pessoas sendo agredidas e mortas no mortas no terminal”, denunciou. “Infelizmente a rodoviária de Salvador é um retrato do que acontece na Bahia, onde mais de 100 cidades não tem um posto policial para atender a população. Na atual conjuntura era pra termos 11.000 policiais civis, só temos 5.000, alguns com comorbidades, hoje temos um quadro de somente 3.000 servidores para toda a Bahia. O que temos visto aqui é uma transferência de responsabilidade, onde o secretário de segurança Sr. Mandarino vai para a imprensa colocar a culpa pela violência na Bahia nos clubes de tiro esportivo. É estarrecedor ver como a Bahia a se curvou perante a violência”, declara o presidente do SINDPOC. Para o representante dos policiais civis da Bahia, está faltando estratégia na segurança pública da Bahia quanto ao enfrentamento do crime organizado. “Mediante  um cenário onde nós presenciamos grandes apreensões de drogas da nossa co-irmã PRF,  e nos deparamos com essa realidade da Policia Civil na Bahia, chegamos a conclusão que está faltando gestão estratégica por parte da secretaria comandada pelo senhor Ricardo Mandarino", afirma Eustácio Lopes.

  • Bahia atinge 23.985 casos ativos de Covid-19 e 18 mortes pela doença

    Foto: Reprodução | GOV/BA Foto: Reprodução | GOV/BA
    26/01/2022 - 18:30


    A ocupação de leitos de UTI adulto está em 73% na Bahia e os leitos pediátricos estão em 93%

    BAHIA

    - A Bahia atingiu  23.985 casos ativos da Covid-19 nesta quarta-feira (26), número mais alto desde o início de 2021. A última vez que o estado teve uma quantidade de registros maior foi em 02 de julho de 2020, quando foram alcançados 24.068 casos ativos. A informação foi divulgada pela Secretaria de Saúde do Estado (Sesab). O boletim epidemiológico desta quarta-feira ainda indica que foram registrados 6.455 casos de Covid-19 (taxa de crescimento de +0,49%) e 4.087 recuperados (+0,32%) e 18 óbitos. Desde o início da pandemia, 1.331.776 casos de Covid-19 foram confirmados e 27.837 pessoas pessoas morreram em decorrência da doença. A ocupação de leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) adulto está em 73% na Bahia. Já os leitos pediátricos estão com ocupação de 93%. Vacinação - Até o momento temos 11.063.130 pessoas vacinadas com a primeira dose, 263.710 com a dose única, 9.356.997 com a segunda dose e 2.202.272 com a dose de reforço. Do público de 5 a 11 anos, 33.206 crianças já foram imunizadas.

  • Oeste: Cheia do Rio São Francisco deixa cerca de 550 famílias desabrigadas ou desalojadas

    Foto: Divulgação | Prefeitura de Xique-Xique Foto: Divulgação | Prefeitura de Xique-Xique
    26/01/2022 - 14:50


    BAHIA

    - O nível do Rio São Francisco alcançou 7,2 metros nesta terça-feira (25) em Xique-Xique e 550 famílias estão desabrigadas ou desalojadas. De acordo com informações do prefeito Reinaldo Braga Filho, apesar do risco, algumas pessoas não deixaram suas residências, com medo de que seus imóveis sejam invadidos por terceiros. Além disso, ressaltou que a Secretaria de Ação Social, Trabalho e Renda tem acompanhado a situação das famílias, que foram cadastradas para receber assistência “Estamos há praticamente 15 dias tirando pessoas das ilhas, aquelas que desejam vir para a sede. Já aquelas que querem ficar perto das residências, nós doamos lonas. Também fizemos distribuição de medicamentos. O rio tem subido cerca de 6 a 7 cm por dia e a expectativa é de que o pico aconteça dia 29 de janeiro”, disse o prefeito. Com informações do site Mais Oeste.

  • Com mais de 5 mil bancários afastados, agências interrompem atendimento

    Foto: Marcos Oliveira | Sudoeste Bahia Foto: Marcos Oliveira | Sudoeste Bahia
    26/01/2022 - 08:00


    Quantidade representa 30% do efetivo de bancários do estado

    BAHIA

    - O aumento no número de casos de Covid-19 em todo o país atingiu, também, as agências bancárias. Na Bahia, já são 5.100 bancários afastados por terim tido o diagnóstico confirmado para a doença. Segundo o Sindicato dos Bancários, a quantidade representa cerca de 30% da categoria no estado. Na terça-feira (25), dez agências estavam fechadas devido aos surtos, sendo nove delas na capital e uma em Itapetinga. Só neste mês, mais de 50 agências fecharam as portas temporariamente pelo mesmo motivo. Segundo os dados da Secretaria de Saúde do Estado da Bahia (Sesab), o estado tem 21.635 casos ativos. Dentre os casos, 870 geraram internação., o que representa uma ocupação geral de 63% dis leitos disponíveis no estado.

  • Demanda por regulação na Bahia cresce mais de 900% em janeiro

    Foto: Reprodução | GOV/BA Foto: Reprodução | GOV/BA
    26/01/2022 - 07:30


    No início da semana, fila tinha 257 baianos

    BAHIA

    - O aumento dos casos de Covid-19 na Bahia fez crescer, consequentemente, a fila de regulação para leitos de internamento em toda Bahia. Desde o início de janeiro o aumento da espera por uma vaga hospitalar ultrapassou os 900%. Em 1º de janeiro eram 25 pessoas na fila – oito para Unidades de Terapia Intensiva (UTIs) e 17 para leitos clínicos. Já na última segunda-feira (24), eram 257 baianos na espera – 75 para UTI e 182 para a enfermaria - o que representa um aumento de 928%. O aumento foi de 837.5% quando analisados apenas os números relativos à UTI.  Já para os leitos clínicos, o crescimento foi de 970,6%. A estratégia da Secretaria de Saúde do Estado da Bahia (Sesab) para lidar com o crescimento nos números foi aumentar, também, a quantidade de leitos. O número de leitos de UTI exclusivos para o novo coronavírus passou de 546 para 609, neste mesmo período. Mesmo com o crescimento, algumas regiões do estado apresentam ocupação acima de 70% para os leitos de UTI. A região Nordeste do estado, onde ficam localizados os municípios de Alagoinhas e Ribeira do Pombal, é a mais crítica, com 88%, segundo dados de monitoramento da Sesab.

  • Bahia ultrapassa 21,6 mil casos ativos de Covid-19, maior registro desde março de 2021

    Foto: Reprodução | GOV/BA Foto: Reprodução | GOV/BA
    25/01/2022 - 18:00


    Notificação está quase 12 vezes maior do que a registrada no primeiro dia do ano; foram contabilizadas mais 6.145 novas infecções e 28 mortes pela doença em 24 horas no estado

    BAHIA

    - A Bahia atingiu 21.635 casos ativos da Covid-19 nesta terça-feira (25), número mais alto desde o início de março do ano passado. A última vez que o estado teve uma quantidade de registros maior foi no dia 6 de março de 2021, quando foram apontadas 21.916 ocorrências. A informação foi divulgada pela Secretaria de Saúde do Estado (Sesab). A notificação de casos ativos está quase 12 vezes maior do que a indicada no primeiro dia do ano. Em 1º de janeiro, o registro estava em 1.830. Desde então, os casos ativos vêm crescendo cada vez mais. Ainda de acordo com o levantamento da pasta, a Bahia contabilizou 6.145 novos casos do coronavírus e mais 28 mortes pela doença nas últimas 24 horas. Desde o início da pandemia, 6.145 pessoas morreram no estado em decorrência da Covid e 1.325.321 tiveram a infecção confirmada. A ocupação de leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) adulto está em 69% na Bahia. Já os leitos pediátricos estão com ocupação de 93%. Vacinação - Até o momento a Bahia tem 11.056.065 pessoas vacinadas com a primeira dose, 263.698 com a dose única, 9.345.674 com a segunda dose e 2.185.151 com a dose de reforço. Do público de 5 a 11 anos, 30.403 crianças já foram imunizadas.

  • Bahia atinge 2.336 registros de gripe H3N2 e 114 mortes pela doença

    Foto: Reprodução | GOV/BA Foto: Reprodução | GOV/BA
    25/01/2022 - 17:00


    Precisaram ser hospitalizados 487 pacientes infectados com o tipo de influenza no estado; dados são coletados desde novembro

    BAHIA

    - A Bahia atingiu, nesta terça-feira (25), 114 mortes pela Influenza A, do tipo H3N2, conforme dados da Secretaria da Saúde do Estado da Bahia (Sesab), coletados desde o dia 1º de novembro. Em relação aos casos, foram registrados, até então, 2.336 no estado, distribuídos em 214 municípios. Do total de casos, 487 evoluíram para Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG), ou seja, necessitaram de internação. Dentro deste grupo, considerando as notificações de mortes, a taxa de letalidade da amostragem se configura em 23,4%, uma taxa 1,4% maior do que a registrada há uma semana. A secretaria ressalta que 46,19% dos casos da doença foram registrados em pacientes residentes em Salvador. Dos 31 municípios que notificaram óbitos, a capital baiana (62), Feira de Santana (8) e Teixeira de Freitas (7) concentram 67,5% das mortes. A maioria ocorreu na faixa etária acima dos 80 anos -- 53,5% dos óbitos foram registrados nesta categoria.

  • Bahia se aproxima dos 20 mil casos ativos de Covid; 18 óbitos foram registrados em 24h

    Foto: Reprodução | GOV/BA Foto: Reprodução | GOV/BA
    24/01/2022 - 18:00


    Com relação à ocupação das Unidades de Terapia Intensiva (UTI) destinadas ao tratamento da doença, 67% dos leitos adultos estão ocupados. As UTIs pediátricas estão com 83% de ocupação

    BAHIA

    - Nesta segunda-feira (24), a Bahia atingiu 19.995 casos ativos de Covid-19, segundo o boletim epidemiológico divulgado pela Secretaria de Saúde da Bahia (Sesab). O número de novos infectados diário está acima de mil desde o dia 17 deste mês. Apenas nas últimas 24 horas, foram registrados 2.724  novos casos de Covid-19 no estado e 18 óbitos. Desde o início da pandemia, a Bahia registrou 1.319.176 casos confirmados e  27.791 mortes por Covid-19. Com relação à ocupação das Unidades de Terapia Intensiva (UTI) destinadas ao tratamento da doença, 67% dos leitos adultos estão ocupados. As UTIs pediátricas estão com 83% de ocupação. 

  • Barragem de Sobradinho chega à maior vazão em 12 anos; famílias deixam casas

    Foto: Reprodução      Foto: Reprodução
    24/01/2022 - 13:00


    Volume será mantido pelos próximos dias, segundo com a Chesf - que vai liberar 4 mil m³ por segundo

    BAHIA

    - A vazão da barragem de Sobradinho, no norte baiano, chega à maior vazão neste mês. De acordo com a Companhia Hidrelética do São Francisco (Chesf), ao menos 4 mil m³ serão liberados por segundo e vazão se manterá no mesmo patamar pelos próximos dias. Um dos bairros mais atingidos é o Angary, em Juazeiro. Por lá, o nível da água costuma subir consideravelmente. De acordo com a Defesa Civil do muncípio, 25 famílias precisam deixar suas casas. Destas, 15 já estão abrigadas em escolas municipais. As demais aguardam, nas casas de familiares, o períoso de cheia passar. Especialistas dizem que o nível deve continuar subir, até meados de abril, porque há previsão de chuva para a região, especialmente na Bacia do Rio São Francisco.  

  • Bahia registra 4.081 novos casos e mais três óbitos por Covid-19 em 24h

    Foto: Reprodução | GOV/BA Foto: Reprodução | GOV/BA
    23/01/2022 - 18:00


    Taxa de ocupação dos leitos de UTI Covid está em 66% no estado

    BAHIA

    - No boletim epidemiológico divulgado neste domingo (23), a Secretaria de Saúde da Bahia (Sesab) contabilizou 4.081 casos de Covid-19 em 24 horas e mais três novos óbitos. Com os novos registros, a Bahia atingiu 19.665 casos ativos da doença. Segundo a Sesab, a última vez que o estado teve um número de ativos maior ao de hoje foi 14 de março de 2021, quando foram notificadas 20.474 ocorrências. A taxa de ocupação dos leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) voltados para o tratamento da Covid-19 está em 66% no estado. 

  • Bahia atinge 18.314 casos ativos de Covid-19 e registra 18 mortes pela doença

    Foto: Reprodução | GOV/BA Foto: Reprodução | GOV/BA
    22/01/2022 - 18:00


    A taxa de ocupação de leitos de UTI adulto está em 66% e a de UTI pediátrica em 93%

    BAHIA

    - A Bahia atingiu 18.314 casos ativos da Covid-19 neste sábado (22). A última vez que o estado registrou um maior número de casos ativos foi em 27 de maio de 2021. O boletim epidemiológico de hoje ainda indica que, nas últimas 24 horas, foram registrados 4.225 novos casos de Covid-19 (taxa de crescimento de +0,32%), 2.724 recuperados (+0,24%) e 18 óbitos. Desde o início da pandemia, 1.312.371 casos foram confirmados  confirmados e 27.770 pessoas morreram em decorrência da Covid. A taxa de ocupação de leitos de UTI adulto no estado está em 66% e a de UTI pediátrica em 93% Vacinação - Até o momento temos 11.041.474 pessoas vacinadas com a primeira dose, 263.623 com a dose única, 9.288.154 com a segunda dose e 2.080.641 com a dose de reforço. Do público de 5 a 11 anos, 20.225 crianças já foram imunizadas.

  • Sobe para 60 o número de agências bancárias fechadas na Bahia devido a surto de Covid-19

    Foto: Marcos Oliveira | Sudoeste Bahia Foto: Marcos Oliveira | Sudoeste Bahia
    22/01/2022 - 15:00


    Infectados, funcionários precisaram ser afastados das atividades; sindicato cobra que bancos se respondabilizem por testagem

    BAHIA

    - Ao menos 60 agências bancárias localizadas na Bahia estão fechadas em razão do surto de Covid-19. O número está em crescente há pelo menos uma semana pela mesma razão: funcionários infectados precisam ser afastados das atividades e não há como manter as portas abertas. Segundo o Sindicato dos Bancários, os bancos são cobrados para que forneçam testes para detecção da doença às equipes, incluindo vigilantes e demais prestadores de serviços terceirizados. As agências, conforme a entidade, têm registrado alta taxa de infectados. Um dos bancos afetados, o Bradesco afirmou em nota que em caso de confirmação de funcionário com coronavírus, a opção é pelo fechamento temporário da unidade para realização do processo de sanitização no prédio: "Trata-se de medida preventiva que tem o objetivo de evitar o risco de propagação da doença".