• Dólar sobe e bolsa cai com declarações de Bolsonaro

    Foto: Reprodução
    Foto: Reprodução
    Por Marina Hortélio

    10/10/2018 - 19:25

    O mercado financeiro não recebeu bem os posicionamentos do presidenciável do PSL sobre as privatizações e a reforma da Previdência

    Os posicionamentos do presidenciável Jair Bolsonaro (PSL) sobre as privatizações e a reforma da Previdência não foram bem recebidos pelo mercado financeiro, o que derrubou a Bolsa de valores e levou o dólar para o patamar de R$ 3,75. Hoje (10), a Bolsa brasileira recuou 2,79%, a 83.679 pontos, com destaque para a queda acentuada nas ações das empresas estatais. O volume financeiro fechou a R$ 14,7 bilhões, abaixo dos números dos últimos dias, mas acima da média diária do ano, que é de R$ 11 bilhões. Em entrevista concedida na noite de ontem (9) à TV Bandeirantes, Bolsonaro afirmou ser contrário à privatização de ativos na área de geração de energia elétrica e que gostaria de manter o "miolo" da Petrobras sob o controle do Estado. Em resposta às declarações, as ações das empresas do setor despencaram. A Eletrobras perdeu quase 10% nesta quarta. Já os papéis da Petrobras recuaram perto de 3%, e os do Banco do Brasil, mais de 4%. Ontem (9), o deputado disse ainda que não pretende aprovar a reforma da Previdência proposta pelo governo Temer (MDB).