• Câncer mata 32 pessoas por dia na Bahia

    Foto: Reprodução
    Foto: Reprodução
    20/08/2018 - 07:00

    Doença ocupa o topo do ranking de mortalidade no estado; 11,6 mil pessoas foram vítimas fatais no ano passado

    O câncer lidera o número de causas de mortes na Bahia. Por dia, em todo estado, cerca de 32 pessoas tornam-se vítima fatais da doença, de acordo com dados do Ministério da Saúde referente ao ano de 2016. Para se ter uma ideia do crescimento da doença, em 2011, o câncer nem aparecia como principal causa de mortes no estado. De acordo com dados do Ministério da Saúde, a partir do DataSus, a neoplasia maligna ocupa o topo do ranking de mortalidade na Bahia, tendo vitimado 11.697 pessoas em 2016 – média de 32 por dia. Ainda segundo a pasta, deste total 6.261 foram homens e 5.436 mulheres. Já quanto à faixa etária da população, cerca de 45% das vítimas eram idosos entre 60 e 79 anos. Dicas de prevenção: Cigarro – É  imprescindível não fumar para evitar as neoplasias malignas dos tipos de pulmão, cavidade oral, laringe, faringe e esôfago. Corpo e mente – Cuidados com alimentação, peso e a prática de exercícios são fundamentais para manter a saúde funcionando em bom estado. Álcool – Outra questão que deve ser observada é evitar o consumo de álcool. Em qualquer quantidade, o álcool contribui para o risco de desenvolver câncer, e lembra que combinar bebidas alcoólicas com o tabaco aumenta a possibilidade do surgimento da doença. Exames – Para as mulheres, o Instituto destaca que, entre 25 e 64 anos, deve ser feito o exame preventivo ginecológico a cada três anos. Homens – Já para os homens, principalmente com mais de 50 anos e com sintomas de problemas na próstata, como dificuldade para urinar, jato urinário fraco ou sensação de esvaziamento incompleto da bexiga, devem procurar um médico para investigar o problema. Alerta – Toda pessoa com suspeita de um câncer deve ser avaliado por um médico, sem ser, necessariamente, um oncologista no primeiro momento para facilitar o diagnóstico precoce.