• Técnica inédita no país recupera audição de pacientes

    Foto: Reprodução
    Foto: Reprodução
    22/07/2017 - 09:09

    Uma técnica cirúrgica inédita no Brasil tem ajudado na recuperação da audição de pacientes. O procedimento, que se trata de um implante de prótese auditiva na calota craniana atrás da orelha, é coberto pelo Sistema Único de Saúde (SUS) e já foi realizado quatro vezes no Hospital das Clínicas da Universidade de São Paulo (USP). “Em até 15 minutos é possível colocar o implante auditivo”, explica o médico otorrinolaringologista Miguel Hyppólito, responsável pelas cirurgias, em entrevista à revista IstoÉ. Segundo ele, a cirurgia é minimamente invasiva e o paciente tem a possibilidade de ir para casa no mesmo dia. O implante transmite o som por condução óssea, em vez da aérea, usada por pessoas com audição normal. Para isso, um processador capta as ondas sonoras, transforma em vibrações e transmite diretamente para o ouvido interno. A prótese é composta por um implante de titânio de 3 ou 4 milímetros, além de um pilar, que fica junto à pele, e um processador de som que se encaixa a ele. O dispositivo pode ser removido para dormir ou tomar banho. Podem se beneficiar da cirurgia pessoas com perda auditiva decorrente de problemas na orelha externa e com surdez média ou unilateral, incluindo, crianças.