• Aliados e oposição criticam sigilo imposto pelo governo a estudos sobre reforma da Previdência

    Foto: Reprodução
    Foto: Reprodução
    Por Daniel Brito

    22/04/2019 - 08:00


    A medida levou o Ministério da Economia a classificar com nível de acesso restrito argumentos, estatísticas, dados econômicos e sociais relativos ao texto

    O sigilo imposto sobre estudos e pareceres técnicos sobre a reforma da Previdência provocou críticas tanto de parlamentares de oposição ao governo quanto de aliados. Revelada hoje (21) pelo jornal Folha de S. Paulo, a medida levou o Ministério da Economia a classificar com nível de acesso restrito argumentos, estatísticas, dados econômicos e sociais relativos ao texto. Ao tentar consultá-los, a publicação foi suepreendida com a decisão. O senador Fabiano Contarato (Rede-ES) disse que a medida vai contra a Constituição e, ainda, declarou que vai acionar a Justiça para garantir o direito à transparência. Integrantes do partido de Bolsonaro também criticaram a medida. Para o deputado federal Coronel Tadeu (PSL-SP), o nível de restrição é "ridículo" e não há motivo para omitir as informações. Já a deputada estadual Janaina Paschoal (PSL-SP) afirmou que o governo erra com a decisão, pois, segundo ela, a publicidade deve ser regra na gestão pública.

MAIS NOTÍCIAS