BUSCA PELA CATEGORIA "Política"

  • Deputado Charles cumpre agenda de trabalho e política no distrito de Julião

    Foto: Divulgação Foto: Divulgação
    20/01/2020 - 13:48


    O Deputado Federal Charles Fernandes segue firme no seu jeito de atuar com o povo e para o povo. Embora, sempre presente nas sessões em Brasília, o parlamentar mantém suas visitas às cidades da região que forma sua base política. Neste domingo, dia 19, Charles esteve no Distrito de Julião, em Malhada, com agenda iniciando no assentamento de Marrecas, reunido na sede da associação daquela localidade, presidida pelo presidente Agostinho Neto, ouvindo as demandas e agradecendo os votos a ele confiados, e reafirmando o compromisso de direcionar recursos de emendas parlamentares para viabilizar perfuração de poços, apoio à cadeia produtiva do leite e logística para fortalecer a agricultura familiar na comunidade. O presidente da Câmara de Vereadores Manoel Messias, o vereador Jorge Aragão, Dr. Marcelo, ex-prefeito Dr. Gimmi, a ex-vereadora Carlinda, as lideranças Chico Moreira e Ubiratan e populares, estiveram presentes à reunião. A comitiva ainda visitou a feira e o comércio local, além do bairro BNH, sempre bem recebido por todos, Charles por onde passava reafirma seu compromisso com "o povo sertanejo, um povo que forja no suor seu presente e constrói seu futuro. Como filho de família humilde desta região, sei o quanto é necessária a intervenção de autoridades políticas para trazer recursos que se transformarão em obras e consequentemente, modificarão a realidade deste povo, garantindo-lhes qualidade de vida e esperança de um futuro melhor", frisou o parlamentar.

  • Bolsonaro sanciona fundo eleitoral de R$ 2 bilhões

    Foto: José Cruz | Agência Brasil Foto: José Cruz | Agência Brasil
    Por Danielle Campos

    18/01/2020 - 09:30


    Mesmo após aprovar a iniciativa, o presidente Jair Bolsonaro diz ser contrário ao fundo eleitoral e pediu aos eleitores para não votarem em 2020 em candidatos que usem o recurso

    O presidente Jair Bolsonaro sancionou integralmente, nesta sexta-feira (17), a LOA (Lei Orçamentária Anual) de 2020, prevendo gasto de R$ 2 bilhões para o Fundo Eleitoral, destinado ao financiamento das campanhas dos candidatos nas eleições de outubro. O anúncio foi feito através do Twitter do ministro-chefe da Secretaria-Geral da Presidência, Jorge Oliveira, na noite desta sexta. Não houve vetos. "O PR @jairbolsonaro sancionou integralmente a LOA-2020, que estima a receita e fixa as despesas da União para o corrente ano, dentro da meta prevista na Lei de Diretrizes Orçamentárias", publicou o ministro. A medida foi anunciada depois de cobranças de eleitores nas redes sociais, após o presidente indicar que vetaria o fundo com verba pública para financiar as campanhas eleitorais. Bolsonaro recuou da decisão e declarou que ela poderia leva-lo a um processo de impeachment. O fundo eleitoral foi aprovado pelos congressistas para o Orçamento de 2020 no dia 17 de dezembro. Deputados mantiveram o valor da proposta orçamentária enviada pelo próprio governo, de R$ 2 bilhões. Na CMO (Comissão Mista do Orçamento), ocorreu a tentativa de inflar o fundo em R$ 1,8 bilhão, que totalizaria R$ 3,8 bilhões. No entanto, houve um recuo diante de um eventual veto de Bolsonaro e da repercussão negativa com o aumento da verba. Mesmo após aprovar a iniciativa, o presidente Jair Bolsonaro diz ser contrário ao fundo eleitoral e pediu aos eleitores para não votarem em 2020 em candidatos que usem o fundão. Bolsonaro afirmou ainda que o Aliança pelo Brasil, partido em processo de formação, idealizado por ele, não irá recorrer ao recurso.

  • Palmas de Monte Alto: Radialista Vilson Nunes é convidado a integrar chapa do PSB como pré-candidato a vice-prefeito

    Foto: Divulgação | Radio Visão FM Foto: Divulgação | Radio Visão FM
    16/01/2020 - 12:00


    O presidente do Partido Socialista Brasileiro (PSB) em Palmas de Monte Alto, Igor Nogueira convidou o radialista Vilson Nunes, da Rádio Comunitária Visão FM, a concorrer a vaga de vice-prefeito do referido município com o pré-candidato João Pedro. Conforme publicação do site Folha do Vale, João Pedro destacou que o radialista é um profissional muito competente e que tem a admiração da população. “Ele mesmo disse que existem questões legais e profissionais que o impendem de decidir qualquer posicionamento agora. As convenções partidárias ainda serão em julho. Muita coisa ainda vai acontecer daqui até lá e nosso grupo vai discutir todas as possibilidades internamente, o PSB e os membros do Movimento Pensar Diferente, juntos buscaremos a melhor composição para oferecer ao nosso município um caminho diferente e melhor”, disse Nogueira.  Ainda segundo a publicação, o radialista confirmou o convite, afirmou que ficou honrado, mas descartou essa possibilidade no momento. Vilson ainda esclareceu que no momento não tem filiação partidária, sendo que seu último vinculo foi o PSD, ligado ao atual prefeito Manoel Rubens. “João Pedro é uma pessoa que passa muita confiança e sei das suas boas intenções para com o nosso município e apoio essa nova prática de fazer política, onde os interesses do povo, através de políticas públicas sejam as verdadeiras prioridades. Temos muitas convergências em vários aspectos, e isso, trás uma grande sintonia, no entanto, hoje diante de vários projetos profissionais nas Rádios que atuo, torna-se inviável a minha candidatura, pois sou presidente de uma Rádio Comunitária e a legislação é muito rigorosa neste sentido, teria que me desligar de vários trabalhos”, declarou Nunes.

  • Charles Fernandes garante mais R$ 9 milhões para ações e obras em cidades da região através da Codevasf

    Foto: Marcos Oliveira | Sudoeste Bahia Foto: Marcos Oliveira | Sudoeste Bahia
    15/01/2020 - 19:20


    O Deputado Federal Charles Fernandes (PSD-BA) garantiu mais R$ 9 milhões em recursos para obras e ações em diversas cidades da região em 2020, através de emendas alocadas na Codevasf - Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba. Ao todo 24 cidades serão beneficiadas com ações na área de infraestrutura, perfuração e instalação de poços artesianos, sistemas de abastecimento, aguadas, recuperação de estradas, caixas d'água, tubulação e tratores com implementos agrícolas para associações rurais, etc. O empenho dos valores já foi realizado e a licitação para os serviços já está sendo providenciado. Entre as cidades beneficiadas, estão: Urandi, Pindaí, Guanambi, Lagoa Real, Tanque Novo, Macaúbas, Sebastião Laranjeiras, Malhada, Seabra, Iuiu, Carinhanha, Serra do Ramalho, Igaporã, Riacho de Santana, São Feliz do Coribe, Santa Maria da Vitória, Palmas de Monte Alto, Feira da Mata, Jacaraci, Caturama, Matina, Serra Dourada, Correntina e Botuporã. No final do ano passado, o deputado já tinha liberado mais de R$ 7,5 milhões para o custeio das ações de saúde para diversas prefeituras da região. “Ao todo, o que já liberamos no final de 2019 e o que já empenhamos para a realização de obras neste ano, é superior a R$ 16 milhões de reais de recursos para as cidades da região”, comemora o deputado.

  • Deputado Federal Charles Fernandes cumpre extensa agenda neste final de semana na região

    Foto: Divulgação Foto: Divulgação
    12/01/2020 - 22:00


    Na sexta-feira (10) à tarde, Charles esteve em Botuporã juntamente com a deputada estadual Ivana Bastos e do vereador de Guanambi, Homero Castro, participando de um expressivo ato político, marcando o lançamento da pré-candidatura do vereador Glauber à prefeitura de Botuporã, tendo o professor Vitor como vice-prefeito. Presentes Dona Lia, anfitriã do evento e lideranças políticas e comunitárias, além de populares que receberam o sincero agradecimento do Deputado pela votação que obteve naquela cidade. O deputado colocou o mandato à disposição de Botuporã, prometendo lutar pela conquista de uma nova realidade política e administrativa no município. A deputada Ivana Bastos, comprometeu-se à unir forças com Charles. Durante a manhã de sábado (11), o Parlamentar visitou o ex-prefeito de Pindaí Dr. Valdemar e sua esposa, a ex-prefeita Rosane, onde, ao lado de vereadores e lideranças, debateu as demandas do povo e programou ações para 2020, ciente que será um ano de luta. Charles afirmou que já alocou emendas para obras e serviços que irão beneficiar aquela cidade. O deputado encerrou a agenda participando ao lado do prefeito de Caetité Aldo Gondim, do ex-prefeito Dácio Oliveira, vereadores e lideranças, do Festival Regional do Reisado em Caetité.

  • Durante entrevista para a Rádio Educadora, Charles Fernandes anuncia liberação de mais de R$ 9 milhões em 2020 para obras nas cidades da região

    Foto: Divulgação Foto: Divulgação
    09/01/2020 - 10:02


    No seu primeiro ano de mandato, o deputado Charles Fernandes tem conseguido angariar inúmeros recursos para diversas cidades da região. Após liberar no final de 2019 mais de R$ 7,5 milhões para o custeio das ações de saúde para as prefeituras, com dinheiro já em conta, o deputado anunciou na manhã desta quarta-feira (8), durante entrevista para o comunicador Paulão, do Programa Jornal da Manhã, da Rádio Educadora Santana de Caetité, o empenho de mais de R$ 9 milhões de reais em emendas do seu mandato para 2020, através da Codevasf, para inúmeras obras em cidades da região, como na área de infraestrutura, pavimentação, poços artesianos, sistemas de abastecimento, aguadas, recuperação de estradas, tratores com implementos agrícolas para associações rurais, etc. Caetité: Na entrevista, o deputado falou dos recursos liberados para Caetité na ordem de R$ 2.048.000,00 (Dois milhões e quarenta e oito mil reais), para o custeio da saúde e mais R$ 1 milhão empenhado para as obras de implantação da Unidade de Alta Complexidade em Oncologia (Unacon), que irá beneficiar também toda a região. Na área política, Charles destacou o seu alinhamento na cidade com o grupo formado pelas lideranças do prefeito Aldo Gondim, Zé Barreira e Dácio Oliveira. “Iremos marchar juntos em 2020, pois entendemos que Caetité precisa continuar avançando”, disse. “Ao todo, o que já liberamos no final de 2019 e o que já empenhamos para este ano, totalizam mais de R$ 16 milhões de reais de recursos para as cidades da região” comemorou. Na entrevista, Charles estava acompanhado do vereador de Guanambi, Fabrício Lopes, e do jornalista Gilson Medina.

  • Deputados 'torraram' R$ 5,2 milhões com viagens ao exterior em 2019

    Foto: Laycer Tomaz | Câmara dos Deputados Foto: Laycer Tomaz | Câmara dos Deputados
    Por Juliana Almirante

    08/01/2020 - 14:50


    Maioria das missões oficiais (77%) foi para fora do Brasil no ano passado

    Em 2019, as viagens em missões oficiais de deputados federais ao exterior custaram R$ 5,2 milhões aos cofres públicos. Os gastos com passagens e diárias, regalias das quais têm direito no mandato, foram para 92 destinos dos quatro cantos do mundo, de acordo com a coluna Radar, da Revista Veja. A maioria das missões oficiais (77%) foi para fora do Brasil no ano passado. Foram no total 365 missões, uma por dia. Houve deputado que participou de oito viagens e ainda parlamentar ficou mais de 40 dias no exterior e, sozinho, consumiu mais de R$ 100 mil. A Câmara exige muito de retorno apenas um “relatório circunstanciado” da viagem. O deputado pode viajar a convite do governo e participar de comitivas oficiais, a exemplo do grupo encabeçado por Rodrigo Maia, incluindo baianos, que viajaram para a beatificação de Irmã Dulce.

  • Através de emendas de Charles Fernandes, mais de 7 milhões são liberados para diversos municípios da região para área de saúde

    Foto: Marcos Oliveira | Sudoeste Bahia Foto: Marcos Oliveira | Sudoeste Bahia
    07/01/2020 - 13:39


    Através de emendas parlamentares do deputado federal Charles Fernandes (PSD-BA), no valor do R$ 7.528.000,00 (Sete milhões, quinhentos e vinte e oito mil reais); em uma época de crise econômica, diversos municípios da região tiveram um importante suporte para aliviar as suas contas para quitar compromissos especificamente na área de saúde. Segundo Charles, os valores já estão na conta das prefeituras e o seu mandato segue o compromisso assumido de ajudar a região a ampliar e melhorar o setor de saúde. “Já estamos trabalhando para a liberação em breve, de mais valores, agora para obras em outras áreas nas cidades”, disse. Com a quantia já disponível, servirão para quitar compromissos diversos, além de ampliar os serviços de saúde oferecidos para a população, como exames, cirurgias e atendimento de diversas especialidades médicas. O município de Guanambi teve a liberação de R$ 2.273.969,00 (Dois milhões e duzentos e setenta e três mil, novecentos e sessenta e nove reais) para a Secretaria de Saúde. A Prefeitura de Caetité também teve um importante aporte de valores, já estando liberado na conta do município, o valor de R$ 2.048.000,00 (Dois milhões e quarenta e oito mil reais). Para a Prefeitura de Licínio de Almeida já foram liberados a quantia de R$ 1.300.000,00 (Um milhão e trezentos mil reais). Riacho de Santana teve um reforço importante no valor de R$ 700.000,00 (Setecentos mil reais), Palmas de Monte Alto teve a liberação de R$ 686.000,00 (Seiscentos e oitenta e seis mil reais) e Candiba teve a liberação de R$ 454.000,00 (Quatrocentos e cinqüenta e quatro mil reais).  

  • Deputados se reúnem com servidores após protesto na Alba

    Foto: Divulgação | APLB Foto: Divulgação | APLB
    Por Juliana Almirante

    07/01/2020 - 12:00


    Categorias do funcionalismo estadual se manifestaram contra PEC daReforma da Previdência estadual

    Servidores estão reunidos com deputados estaduais na Assembleia Legislativa da Bahia no final da manhã de hoje (7), após o protesto que as categorias fizeram em frente à Casa, contra a Proposta de Emenda à Constituição 158 (PEC) da Reforma da Previdência estadual. A matéria começou a ser discutida ontem (6) por deputados, mas por conta do recesso, só deve tramitar em comissões e ir à plenário a partir do dia 14. Também ontem representantes de sindicatos tinham se reunido com o líder do PT na Alba, Marcelino Galo, para discutir a proposta. Os servidores divulgaram uma carta, em que reclamam, entre outros pontos, que a PEC não precisava ser colocada em regime de urgência, já que a Emenda Constitucional 103/2019, aprovada pelo Congresso, estabelece o prazo de dois anos para que Estados e Municípios façam as reformas locais.

  • Governo Bolsonaro bate recorde na liberação de emendas parlamentares

    Foto: Reprodução | Lula Marques Foto: Reprodução | Lula Marques
    Por Juliana Almirante

    06/01/2020 - 07:00


    Montante aponta que, mesmo com a relação conturbada com o Congresso e das críticas ao conhecido “toma lá, dá cá”, o governo não deixou de atender a demandas de parlamentares 

    O presidente da República, Jair Bolsonaro, liberou valor recorde de emendas parlamentares em 2019, primeiro ano do seu mandato. Ele desembolsou R$ 5,7 bilhões, de acordom com reportagem do Estadão, publicada hoje (6). O valor é maior do que os R$ 5,29 bilhões que haviam sido pagos por Michel Temer em 2018. O montante aponta que, mesmo com a relação conturbada com o Congresso e das críticas ao conhecido “toma lá, dá cá”, o governo não deixou de atender a demandas de parlamentares para investir recursos em suas bases eleitorais. As emendas são as indicações feitas por deputados e senadores de como o governo deve gastar parte do dinheiro. Elas incluem desde obras de infraestrutura até valores destinados a programas de saúde e educação. Embora as emendas sejam impositivas, cabe à Presidência decidir quando as quantias serão liberadas.

  • Rejeição a planos de Moro na Câmara chega até a 80%

    Foto: Antonio Cruz | Agência Brasil Foto: Antonio Cruz | Agência Brasil
    Por Kamille Martinho

    05/01/2020 - 07:00


    Os resultados passaram a ser mais duros para o ministro após junho, com a divulgação de transcrições de supostas mensagens trocadas com procuradores da Lava Jato

    A rejeição pela classe política a alguns dos projetos do ministro da Justiça e da Segurança Pública, Sérgio Moro, em votações nominais chegou a 80%, segundo levantamento feito pelo jornal O Estado de S. Paulo. O ministro sofreu reveses em votações sobre a manutenção do Coaf (Conselho de Controle de Atividades Financeiras) em sua pasta; no pedido de tramitação em regime de urgência para o projeto sobre abuso de autoridade; num destaque sobre os efeitos da condenação por abuso de autoridade; e num destaque sobre o juiz de garantias. Os resultados passaram a ser mais duros para o ministro após junho, com a divulgação de transcrições de supostas mensagens trocadas com procuradores da Lava Jato, que colocaram em dúvida a sua atuação como juiz na operação. Além, disso, Moro perdeu o apoio integral do Cidadania e do Podemos (sigla que tenta encampar o discurso a favor da Lava Jato). Apenas o Novo foi integralmente a favor de Moro. Já o PC do B e PSOL são as únicas legendas que sempre votaram integralmente contra.

  • Rui Costa é o governador que mais cumpriu promessas no primeiro ano de mandato

    Foto: Marcos Oliveira | Sudoeste Bahia Foto: Marcos Oliveira | Sudoeste Bahia
    Por Juliana Rodrigues

    03/01/2020 - 17:00


    O gestor baiano já realizou 19 compromissos e lidera a lista, à frente dos governadores Wilson Lima (Amazonas), com 18; e João Doria (São Paulo), com 17

    Um levantamento feito pelo portal de notícias G1 e divulgado na tarde hoje (3) revela que Rui Costa é o governador que mais cumpriu promessas feitas durante a campanha eleitoral de 2018. O gestor baiano já realizou 19 compromissos e lidera a lista, à frente dos governadores Wilson Lima (Amazonas), com 18; e João Doria (São Paulo), com 17. Entre as promessas de Rui Costa cumpridas no primeiro ano de mandato, estão a construção de Centros de Atenção Psicossocial, o sistema de videomonitoramento inteligente e a implantação do Projeto Ciência na Escola (PCE). Rui também lidera a lista quando analisadas as promessas cumpridas parcialmente, com 31 ações já em nível avançado de execução pelo Governo do Estado. Ele aparece novamente à frente de João Doria, com 16, e do governador Flavio Dino (Maranhão), com 23. Nos quatro anos do primeiro mandato, de 2015 a 2018, Rui Costa foi o governador que mais cumpriu promessas de campanha do Brasil, ainda segundo o portal G1 à época.

  • Bolsonaro diz que preço dos combustíveis no Brasil vai aumentar após ataque do EUA

    Foto: Carolina Antunes | PR Foto: Carolina Antunes | PR
    Por Matheus Simoni

    03/01/2020 - 09:30


    Preço do petróleo no mercado internacional reagiu de imediato e subiu após o ataque

    O presidente Jair Bolsonaro afirmou a um grupo de jornalistas hoje (3) que o ataque dos Estados Unidos no Iraque, que matou um general iraniano, certamente "vai impactar" o preço dos combustíveis no Brasil. Por ordem do presidente americano Donald Trump, o oficial iraniano, Qassem Soleimani, considerado um herói nacional e o maior líder militar do país, foi morto em um bombardeio a um aeroporto no Iraque. De acordo com os EUA, o ataque foi uma resposta a mortes de norte-americanos no Oriente Médio atribuídas pelo governo Trump às autoridades iranianas. O preço do petróleo no mercado internacional reagiu de imediato e subiu após o ataque. O Irã e o Iraque estão entre os maiores produtores mundiais. Questionado, Bolsonaro afirmou que o governo deve avaliar uma medida para conter a alta nos preços em decorrência do panorama mundial. "Que vai impactar, vai. Agora, vamos ver nosso limite aqui. Porque, se subir, já está alto o combustível, se subir muito complica. Agora, o que eu gostaria que vocês fizessem é que mostrasse para o povo duas coisas: primeiro que eu não posso tabelar nada. Pediram para tabelar carne. Já fizemos essa política de tabelamento no passado e não deu certo", disse o presidente.

  • Bolsonaro diz que pode ser alvo de impeachment caso vete fundo eleitoral de R$ 2 bi

    Foto: Marcelo Camargo | Agência Brasil Foto: Marcelo Camargo | Agência Brasil
    Por Lara Curcino

    02/01/2020 - 12:00


    De acordo com ele, sua decisão pode ser enquadrada em crime de responsabilidade

    O presidente Jair Bolsonaro declarou hoje (2) que ainda não sabe se vai sancionar ou vetar o valor do fundo eleitoral aprovado pelo Congresso, de R$ 2 bilhões, para as eleições municipais deste ano. O chefe do Executivo disse, no entanto, que existe a necessidade de se “preparar a opinião pública”. "É o seguinte, tem que preparar a opinião pública, caso contrário vocês [a imprensa] me massacram, vocês arrebentam comigo.” De acordo com ele, o veto ao valor poderia ser classificado como crime de responsabilidade, o que pode resultar em um processo de impeachment. "O fundo eleitoral é uma lei, o que o TSE fez, oficiou a Receita o valor do montante de R$ 2 bilhões de reais. Então o veto ou sanção é uma obediência à lei. Se você for ler o artigo 85 da Constituição, se eu não respeitar a lei, eu estou incurso em crime de responsabilidade", afirmou ele.

  • Movimentos de esquerda planejam reforçar atos contra Bolsonaro em 2020

    Foto: Reprodução Foto: Reprodução
    01/01/2020 - 13:00


    Segundo a coluna Painel, da Folha, a ideia é reforçar a defesa da democracia e o discurso de que a agenda econômica do governo prejudica os mais pobres

    Movimentos sociais ligados à esquerda programam uma agenda de mobilizações contra o governo em 2020 mais forte do que a de 2019. Segundo a coluna Painel, da Folha, no balanço de fim de ano, as frentes Brasil Popular e Povo Sem Medo definiram um calendário de atos com o mote “Basta de Bolsonaro”. O primeiro ato vai acontecer em 31 de março, quando o golpe militar de 1964 completará 56 anos. A ideia é reforçar a defesa da democracia e o discurso de que a agenda econômica do governo prejudica os mais pobres.

  • Câmara gastou R$ 123 milhões com reformas em apartamentos de deputados

    Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom | Agência Brasil Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom | Agência Brasil
    Por Juliana Almirante

    01/01/2020 - 12:00


    Obras foram em imóveis nas Asas Sul e Norte, regiões nobres da capital federal

    Neste ano, a Câmara Federal custeou a reforma de 432 apartamentos funcionais mantidos em Brasília para abrigar deputados de outros estados na capital federal. As obras custaram R$ 123 milhões, de acordo com a revista Veja. Até agora, 216 dos imóveis tiveram as reformas concluídas. As intervenções foram distribuídas por 18 blocos de apartamentos de alto padrão nas Asas Sul e Norte, regiões nobres da capital federal.

  • PT quer emplacar Jaques Wagner como líder no Senado

    Foto: Marcos Oliveira | Sudoeste Bahia Foto: Marcos Oliveira | Sudoeste Bahia
    Por Juliana Rodrigues

    26/12/2019 - 11:00


    O acordo, entretanto, desde o começo do ano, é que o líder em 2020 seja Rogério Carvalho

    O PT está tentando tornar Jaques Wagner líder da bancada do partido no Senado no ano que vem, no lugar de Paulo Rocha. As informações são da coluna do jornalista Guilherme Amado, no O Globo. O acordo, entretanto, desde o começo do ano, é que o líder em 2020 seja Rogério Carvalho. Segundo a publicação, a troca seria um afago a Wagner, que ficou irritado com o fato de não ter sido alçado à Executiva Nacional.

  • Jornal 'Financial Times' elege Moro uma das 50 personalidades da década

    Foto: Antonio Cruz | Agência Brasil Foto: Antonio Cruz | Agência Brasil
    Por Kamille Martinho

    25/12/2019 - 09:00


    O jornal justificou a escolha pela liderança do então juiz na Lava Jato

    O Ministro da Justiça e da Segurança Pública, Sergio Moro, foi eleito pelo jornal "Financial Times" uma das 50 pessoas que marcaram a década. A publicação divulgou a lista ontem (24), e justificou a escolha pela liderança do então juiz na Lava Jato. "De sua posição como juiz em uma cidade brasileira, Sergio Moro liderou uma investigação sobre a corrupção que sacudiu o establishment político da América Latina", diz o jornal. O Financial Times ainda menciona a nomeação de Moro como ministro e cita as polêmicas decorrentes da decisão. "No ano passado, o Sr. Moro se tornou ministro da Justiça no governo do presidente de extrema-direita Jair Bolsonaro — um movimento em direção à política que colocou em dúvida sua independência como juiz, mas que pode tê-lo colocado na corrida pela Presidência", conclui o texto.

  • Elaboração do Plano de Saneamento Básico de Jequié já pode começar

    Foto: Divulgação Foto: Divulgação
    23/12/2019 - 16:42


    A elaboração do plano de saneamento básico do município de Jequié foi autorizada pelo secretário estadual de Recursos Hídricos, Leonardo Miranda, no último dia 9/12.  O plano está sendo viabilizado graças ao empenho dos deputados Waldenor Pereira  (federal) e Zé Raimundo (estadual), que destinaram recursos de emenda parlamentar no valor de R$ 408 mil e fizeram gestões junto aos órgãos públicos. “O nosso mandato, em parceria com o deputado Zé Raimundo, tem feito grande esforço para priorizar os investimentos no sentido de dotar Jequié e outras cidades de condições de atrair investimentos, uma vez que a legislação exige o plano de saneamento básico para que o município possa receber repasses de recursos da União e contrair empréstimos para esse fim. Estamos, nesse caso, atendendo a uma solicitação de colegas professores do Departamento de Biologia do Campus da UESB , em Jequié”, disse Waldenor Pereira, abrindo os rápidos pronunciamentos que marcaram a solenidade do ato autorizativo, no gabinete do secretário. Para Zé Raimundo, o apoio à elaboração do plano é uma iniciativa arrojada, da qual tem orgulho de participar, junto com Waldenor. “Esse plano é fundamental para o saneamento, para o meio ambiente e, por consequência, a saúde da população”, defende. O secretário Leonardo Miranda enalteceu a iniciativa dos deputados: “Sem dúvida que este é um ato importante para todos nós, porque aqui destravamos o processo para iniciar a elaboração dos planos de saneamento básico, que têm a mesma dimensão de um plano diretor urbano”, comparou. O plano deve ser traçado levando em conta quatro premissas do saneamento básico: abastecimento de água, esgotamento sanitário, tratamento de resíduos sólidos e drenagem. A empresa vencedora de licitação para elaborar o plano é a Saneando Consultoria e Engenharia Ltda.

  • 'Lula já é uma carta fora do baralho', diz Bolsonaro em entrevista a TV

    Foto: Isac Nóbrega | PR Foto: Isac Nóbrega | PR
    Por Juliana Almirante

    23/12/2019 - 08:00


    Mandatário acredita que, mesmo se o petista continuar em liberdade, ele está impossibilitado de disputar

    O presidente Jair Bolsonaro disse, em entrevista para o programa “Poder em Foco” do SBT, exibida na madrugada de hoje (23), que Lula é “carta fora do baralho” nas próximas eleições presidenciais, de 2022. O mandatário disse que, mesmo se o petista continuar em liberdade, ele está impossibilitado de disputar, porque foi condenado pela Justiça. “Ele não é cabo eleitoral para mais ninguém. Quando eu andava pelo Brasil na pré-campanha era recebido em aeroportos por milhares de pessoas”, declarou. “Agora o Lula nas suas poucas andanças é criticado e vaiado. Eu acredito que o Lula já é uma carta fora do baralho”, completou. Ao ser questionado se pretendia se candidatar à reeleição, Bolsonaro lembrou que, durante a campanha, prometeu que abriria mão da candidatura se fosse realizada uma reforma política.  “Como isso nós sabemos que não vai acontecer, se eu estiver bem, eu disputo”, disse. O presidente foi também questionado acerca da reforma tributária e a proposta de reduzir encargos na folha de pagamento das empresas. Para o presidente, sem que o governo perca com isso, há a possibilidade de se criar impostos, a exemplo da CPMF, desde que outros tributos sejam extintos.  “O que eu tenho falado para o Paulo Guedes é para ele não falar em reforma, mas em simplificação tributária”, concluiu.