BUSCA PELA CATEGORIA "Política"

  • Faesbah apoiará as pré-candidaturas dos ex-prefeitos de Caetité e Guanambi a deputado estadual e federal

    Foto: Mateus Almeida | Jornal do Sudoeste Foto: Mateus Almeida | Jornal do Sudoeste
    18/06/2018 - 10:00

    A fim de fortalecer a agricultura familiar, buscando representações políticas que deem atenção e valorizem a categoria, incentivando a produção e oferecendo incentivos as famílias que exercem este tipo de atividade, a Federação de Associações do Estado da Bahia (Faesbah), entidade sediada em Riacho de Santana, da qual fazem parte 41 Associações de Pequenos Produtores Rurais de Igaporã, Matina, Riacho de Santana e Palmas de Monte Alto, vem dialogando com diferentes nomes da política regional. Em reunião realizada na última sexta-feira (15) na sede da entidade, com a participação dos ex-prefeitos de Caetité e Guanambi, pré-candidatos a Assembleia Legislativa do Estado e à Câmara Federal, respectivamente, José Barreira de Alencar Filho (PCdoB) e Charles Fernandes Silveira Santana (PSD), o prefeito de Riacho de Santana, Alan Antônio Vieira (PSD), e o ex-deputado estadual Walguimar (Guima) Cotrim, foram discutidas as demandas dos associados. De acordo com o Jornal do Sudoeste, na ocasião, foi celebrado ainda compromissos políticos e formalizado o apoio da entidade e seus associados aos dois pré-candidatos e feita a entrega, ao prefeito de Riacho de Santana do relatório elaborado pela Faesbah – ‘Diagnóstico Conhecer para Avançar na Luta’ – que reúne as demandas prioritárias das comunidades rurais do município vinculadas à Instituição.

  • Rui Costa deve anunciar chapa em evento na UPB

    Foto: Marcos Oliveira | Sudoeste Bahia Foto: Marcos Oliveira | Sudoeste Bahia
    Por Rodrigo Daniel Silva

    18/06/2018 - 06:00

    Nesta segunda, vai acontecer no Palácio de Ondina uma confraternização da base e o governador deve comunicar aos aliados a composição

    O governador Rui Costa (PT) deve divulgar, nesta semana, a chapa governista que vai disputar a eleição deste ano. Segundo aliados a expectativa é que o anúncio oficial ocorra em um evento na sede da UPB (União dos Municípios da Bahia), no CAB, com a participação de líderanças políticas do interior e da capital baiana. Amanhã (18), vai acontecer no Palácio de Ondina uma confraternização da base e o governador deve comunicar aos aliados a composição. À imprensa, Rui prometeu anunciar ao público a chapa até a próxima terça-feira (19). No entanto, segundo correligionários, o chefe do Palácio de Ondina ainda não conversou com o vice-governador João Leão (PP), que chegou da viagem à China. Aliados garantem que a chapa será formada por Rui, Leão, como candidatos à reeleição, o ex-governador da Bahia, Jaques Wagner (PT), e o presidente da Assembleia Legislativa da Bahia, Angelo Coronel (PSD), como postulantes ao Senado. A indefinição permanece sobre a senadora Lídice da Mata (PSB). Ainda não se sabe vai ser candidata à Câmara dos Deputados, como sugeriram Rui Costa e Wagner. Ou se vai ser suplente de Wagner. Caso seja a última opção, o deputado federal Bebeto (PSB) pode ficar com a suplência. Já a suplência de Coronel deve ficar com o PCdoB, mas o nome ainda não está definido.

  • Campanhas de Alckmin e Ciro acreditam que Haddad será candidato a presidente

    Foto: Reprodução Foto: Reprodução
    Por Alexandre Galvão

    16/06/2018 - 18:00

    Haddad “não tem votos no Nordeste, mas tem o Lula”, diz Carlos Lupi

    As campanhas dos presidenciáveis Ciro Gomes (PDT) e Geraldo Alckmin (PSDB) apostam que o ex-prefeito de São Paulo, Fernando Haddad, será o candidato do PT ao Palácio do Planalto, segundo a Coluna do Estadão. Até o momento, o Partido dos Trabalhadores insiste que vai lançar o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que deve ter a candidatura indeferida pelo Tribunal Superior Eleitoral. O petista foi condenado em segundo grau e está preso na Superintendência da Polícia Federal  em Curitiba, por corrupção e lavagem de dinheiro. Presidente nacional do PDT, Carlos Lupi, que é o principal fiador de Ciro Gomes, diz que Haddad “não tem votos no Nordeste, mas tem o Lula”.

  • Ciro Gomes diz que MDB ‘precisa ser destruído’

    Foto: Reprodução Foto: Reprodução
    Por Alexandre Galvão

    15/06/2018 - 09:00

    Pré-candidato desconversou quando perguntado se Lula deveria ter direito a disputar o Palácio do Planalto

    Pré-candidato a presidente da República, Ciro Gomes (PDT) reafirmou que o MDB, partido do presidente Michel Temer, “precisa ser destruído”. "O MDB está no poder, destruiu o projeto PT, destruiu o projeto do PSDB e precisa ser destruído desta feita. Sempre lembrando que 'destruir' aqui é pelo mecanismo democrático, que é simples: basta cortar a torneira da roubalheira que eles entram em extinção", afirmou, em entrevista à imprensa, durante um evento da Associação Brasileira da Infraestrutura e Indústrias de Base, em São Paulo. Perguntado se o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) deveria ter direito a disputar o Palácio do Planalto, Ciro desconversou. "Isso não é problema meu”, disse.

  • Wagner sugere que Lídice será candidata a deputada e defende Coronel: ‘Nunca foi carlista’

    Foto: Marcos Oliveira | Sudoeste Bahia Foto: Marcos Oliveira | Sudoeste Bahia
    Por Alexandre Galvão

    14/06/2018 - 07:00

    O ex-governador afirmou que senadora deve ser postulante à Câmara, “porque ela continua na cena federal”

    O ex-governador da Bahia, Jaques Wagner (PT), sugeriu que a senadora Lídice da Mata (PSB) será candidata a deputada federal, caso não integre a chapa do governador Rui Costa (PT), e defendeu o presidente da Assembleia Legislativa da Bahia, Angelo Coronel (PSD). “Coronel nunca foi carlista propriamente. Fez a campanha de Waldir Pires, mas depois, pela relação dele com Otto, ficou mais do lado de ACM. Mas o original dele foi do lado de Waldir”, afirmou Wagner, em entrevista ao jornal Estado de São Paulo. O ex-governador afirmou ainda que Lídice deve ser postulante à Câmara, “porque ela continua na cena federal”: “A tendência natural é essa”. O petista negou que o PSD será contemplado na composição para garantir a governabilidade do eventual segundo mandato de Rui. “A demanda do PSD não é pela governabilidade, até porque o PSD está contemplado em vários espaços. Tem federais, um senador, está na Assembleia, na UPB, tem gente posicionado em todo lugar. Mas eles reivindicam assim também, como que são o maior partido da base e vão ficar fora? E Lídice reivindica pela sua trajetória, pela sua história, e também é pela governabilidade, porque não nos interessa perder ninguém”, pontuou.

  • Filiado ao DEM, Datena pode ser candidato a presidente da República

    Foto: Reprodução Foto: Reprodução
    14/06/2018 - 07:00

    Apresentador da TV Bandeirantes viajou a Brasília ontem e encontrou o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia

    Filiado ao Democratas, o apresentador José Luiz Datena, da rádio e TV Bandeirantes, tem considerado a hipótese de ser candidato a presidente da República. De acordo com o jornal Estado de São Paulo, os caciques do DEM, entre eles, o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, têm incentivado o comunicador a encarar o desafio. Segundo a publicação, Datena viajou a Brasília ontem (13), e encontrou com Maia. No entanto, ainda não se sabe detalhes da conversa.

     

  • Marina Silva passa Bolsonaro no 2º turno, diz Datafolha

    Foto: Reprodução Foto: Reprodução
    Por Matheus Simoni

    10/06/2018 - 18:00

    O deputado lidera a simulação de segundo turno contra Fernando Haddad (36% contra 27%), perde para Lula (49% e 32%), empata com Alckmin (ambos com 33%) e tem empate técnico com Ciro, que tem 36% ante seus 34%

    A pesquisa Datafolha divulgada neste domingo (10) mostra que  pré-candidata Marina Silva (Rede) tem chances de desbancar Jair Bolsonaro (PSL) em eventual segundo turno. O deputado lidera a simulação de segundo turno contra Fernando Haddad (36% contra 27%), perde para Lula (49% e 32%), empata com Alckmin (ambos com 33%) e tem empate técnico com Ciro, que tem 36% ante seus 34%. Com Marina, no entanto, Bolsonaro perde por 10 pontos percentuais: enquanto ela aparece com 42% das intenções de voto, ele tem 32%.

  • Bolsonaro teme sofrer impeachment presidencial

    Foto: Reprodução Foto: Reprodução
    10/06/2018 - 12:00

    Em segundo lugar nas pesquisas, ele quer eleger senadores que não votem contra ele em um possível processo

    Pré-candidato à Presidência da República, o deputado federal Jair Bolsonaro (PSL) teme sofrer um impeachment, caso chegue ao posto. De acordo com o Estadão, ele pediu a aliados que façam um levantamento dos candidatos ao Senado, não apenas do seu partido, com chances de vitória em outubro. Quer oferecer a eles apoio em troca de votos no Senado, Casa que dá a palavra final em pedidos de cassação de presidentes. Em segundo lugar nas pesquisas, atrás só de Lula, acha que tem potencial para ajudar a eleger um time “anti-impeachment”. Não é à toa que o PSL, sigla de Bolsonaro, investe fortemente em três candidaturas ao Senado. Do deputado estadual Flávio Bolsonaro (RJ), filho do presidenciável, e dos deputados federais Major Olímpio (SP) e Delegado Francischini (PR).

  • Rui Costa tem apoio de mais da metade dos prefeitos na Bahia, diz jornal

    Foto: Marcos Oliveira | Sudoeste Bahia Foto: Marcos Oliveira | Sudoeste Bahia
    Por Matheus Simoni

    10/06/2018 - 07:00

    Mais da metade dos prefeitos da Bahia apoiam o governador Rui Costa (PT), de acordo com um levantamento feito pelo jornal Estado de São Paulo. O estudo indica que 269 gestores (64,5%) estão com o petista, candidato à reeleição. A informação foi divulgada neste domingo (10). Segundo a publicação, Rui pode ser ainda mais beneficiado, já que, a desistência do prefeito ACM Neto (DEM) de concorrer ao Palácio de Ondina deixou muitos aliados desapontados. 

  • Datafolha: Lula volta a surgir com 30% das intenções de voto

    Foto: Reprodução Foto: Reprodução
    Por Matheus Simoni

    10/06/2018 - 07:00

    Neste mesmo quadro, Jair Bolsonaro (PSL) tem 17%, Marina Silva (Rede) surge com 10% e Geraldo Alckmin (PSDB), 6%

    O ex-presidente Lula (PT) voltou a aparecer como líder nas intenções de voto no levantamento realizado pelo Instituto Datafolha. De acordo com a pesquisa, o petista – preso por corrupção passiva e lavagem de dinheiro – tem 30% em um dos cenários. As informações foram divulgadas neste domingo (10) pelo jornal Folha de São Paulo. Neste mesmo quadro, Jair Bolsonaro (PSL) tem 17%, Marina Silva (Rede) surge com 10% e Geraldo Alckmin (PSDB), 6%. Ainda segundo o estudo, Ciro Gomes (PDT) alcança 6%; Álvaro Dias (Podemos), 4%; Manuela D'Ávila (PCdoB) e Rodrigo Maia (DEM) oscilam entre 1% e 2%. Jaques Wagner (PT) e Fernando Haddad (PT), tidos como possíveis substitutos do ex-presidente na corrida pelo Palácio do Planalto este ano, têm 1%. Entre 6 e 7 de junho, 2.824 entrevistas foram feitas em 174 municípios. A margem de erro é de 2 pontos percentuais para mais ou para menos.

  • Mais impopular da história, Temer tem 82% de rejeição dos brasileiros

    Foto: Reprodução Foto: Reprodução
    10/06/2018 - 07:00

    O presidente Michel Temer (MDB) bateu o próprio recorde (70% em abril) e aparece na pesquisa Datafolha, divulgada neste domingo (10) pelo jornal Folha de S. Paulo, com 82% de rejeição dos brasileiros. De acordo com o levantamento, 3% dos eleitores que responderam às questões consideram a gestão do emedebista ótima ou boa e outros 14% regular. O índice de reprovação de Temer é superior aos 71% marcados por Dilma Rousseff (PT) em agosto de 2015. Datafolha: O levantamento foi registrado no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob o número BR-05110/2018 e ouviu 2.824 pessoas entre os dias 6 e 7 de junho de 2018. A margem de erro é de dois pontos percentuais, para mais ou para menos, e o nível de confiança estimado é de 95%.

  • Bom Jesus da Lapa: Rui entrega obras e anuncia licitação para novo aeroporto

    Foto: Mateus Pereira | GOVBA Foto: Mateus Pereira | GOVBA
    09/06/2018 - 18:00

    O governador Rui Costa entregou neste sábado (09) ao município de Bom Jesus da Lapa o Matadouro e Frigorífico Municipal, localizado no povoado de Salinas, que agora tem capacidade para abater 100 bovinos por dia. Foram investidos cerca de R$5 milhões na obra e equipamentos. “Um investimento importantíssimo para a economia da região. O objetivo é abater animais de grande e pequeno porte. A importância disso para uma cidade de 70 mil habitantes e uma região de 200 mil habitantes, é que a gente consuma carne com os cuidados sanitários porque isso é saúde. Isso ajuda a economia da região. Quem cria animal pode aumentar a criação e a economia vai ficar mais forte”, explicou Rui. Também foram entregues os Sistemas de Abastecimento de Água das localidades de Quilombo de Rio das Rãs, Vila Paraíso, Assentamento Boa Esperança, Canela, Primeira Várzea e Vargem de Dentro, no valor de R$870 mil, que levará água limpa para 470 moradores da zona rural. Outros 1.652 pequenos proprietários de terra receberam certificados do Cadastro Ambiental Rural (CAR). Rui ainda anunciou uma licitação para pavimentação do bairro Vila Nova e a construção da unidade de hemodiálise no Hospital Municipal Carmela Dutra em Bom Jesus da Lapa. Em parceria com a prefeitura, a obra tem investimento de R$1,5 milhão. Aeroporto e BA-160: Em atendimento a uma demanda local, o governador anunciou a publicação de um convênio no valor de R$ 650 mil com um consórcio da região para recuperação da BA-160. Rui também anunciou a publicação da licitação para criação do projeto do novo aeroporto de Bom Jesus da Lapa. A empresa vencedora ser a anunciada em julho. O projeto do novo equipamento terá o valor de R$600 mil.

  • Alckmin recebe titulo de cidadão baiano, critica Bolsonaro e defende ACM Neto

    Foto: Foto : Carlos Amilton | Agência/ALBA Foto: Foto : Carlos Amilton | Agência/ALBA
    08/06/2018 - 07:00

    Pré-candidato a presidente da República, o ex-governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), recebeu na quinta-feira (07) o titulo de cidadão baiano na Assembleia Legislativa. Na ocasião, o tucano voltou a criticar o adversário na disputa pelo Palácio do Planalto, o deputado federal Jair Bolsonaro (PSL), ao dizer que o concorrente é “caranguejo que anda para trás”. “Eu acho que é um atraso. O que anda para trás é caranguejo. O Brasil quer ir para frente. Você não vai criar emprego a bala. Você vai é com competitividade, confiança e investimento. Você não vai resolver o problema de saúde a bala. Eu sou médico e tenho o dever de melhorar a saúde. Você não vai melhorar a qualidade da educação a bala. É uma coisa totalmente atrasada”, afirmou, em entrevista à imprensa. Alckmin ainda defendeu a decisão do prefeito ACM Neto (DEM) de não ser candidato na eleição deste ano. “Eu entendo a decisão dele de não sair candidato, porque ele foi eleito prefeito. Teria apenas um ano e renunciaria a três anos de mandato. Eu já fui prefeito e governador. Você quer entregar as obras e quer completar o seu trabalho. Você fica dividido mesmo. É natural. Acho até que tomou a decisão mais correta de continuar”, pontuou. Neto não participou da solenidade e alegou que tinha uma viagem ao exterior marcada com antecedência.

  • Em mensagens, FHC pede doações à Odebrecht, mostra laudo da PF

    Foto: Reprodução Foto: Reprodução
    Por James Martins

    07/06/2018 - 09:54

    Um laudo da Polícia Federal mostra uma troca de e-mails nos quais o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso (PSDB) pede ajuda a Marcelo Odebrecht para candidatos tucanos ao Senado. Segundo o Jornal Nacional, FHC recorreu ao empresário para angariar fundos para a campanha ao Senado de dois tucanos em 2010 – Antero Paes de Barros e Flexa Ribeiro. Procurado pela Folha de São Paulo, o ex-presidente disse, por meio da assessoria de imprensa, que não cometeu ilegalidade: "Posso ter pedido, mas era legal. Não sei se deram e não foi a troco de decisões minhas, pois na época eu estava fora dos governos, da República e do Estado." Em nota, o senador Flexa Ribeiro afirmou que desconhece os e-mails e o pedido, que não recebeu qualquer contribuição e que não teve contato com a Odebrecht. A reportagem não conseguiu contatar o ex-senador Antero Paes de Barros.

  • Aécio Neves vai anunciar nos próximos dias que será candidato a deputado

    Foto: Reprodução Foto: Reprodução
    07/06/2018 - 07:56

    O senador Aécio Neves (PSDB) disse a aliados que pretende anunciar nos próximos dias a candidatura a deputado federal, segundo a Coluna do Estadão. No mês passado, a Primeira Turma do Supremo Tribunal Federal (STF) aceitou uma denúncia contra o tucano mineiro por suposta prática de corrupção passiva e obstrução de Justiça. Com isso, o senador se transformou em réu pela primeira vez. Aécio é alvo de um dos inquéritos resultantes da deleção do empresário Joesley Batista, da JBS.

  • Eleitor prefere que Lula apoie Ciro Gomes e coloca Wagner como quarta opção

    Foto: Manu Dias | Secom Foto: Manu Dias | Secom
    06/06/2018 - 12:47

    O eleitor prefere que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) apoie o ex-ministro Ciro Gomes (PDT) na eleição deste ano e coloca o ex-governador da Bahia, Jaques Wagner (PT), apenas como quarta opção, conforme pesquisa divulgada nesta quarta-feira (06), pelo DataPoder360. O levantamento ofereceu quatro opções para os entrevistados. Ciro, que liderou com 16%; Fernando Haddad (PT), com 12%; Marina Silva (Rede), com 11%, e Wagner, com 8%. As respostas foram tanto de simpatizantes do petista quanto dos adversários. Foram ouvidos 10,5 mil eleitores por meio de telefones fixos e celulares. Foram atingidas 349 cidades em todas as regiões do país, de 25 a 31 de maio.

  • Pesquisa aponta segundo turno entre Bolsonaro e Ciro Gomes

    Foto: Reprodução Foto: Reprodução
    05/06/2018 - 11:00

    Pesquisa do DataPoder360 divulgada na manhã de hoje (5) aponta que os pré-candidatos a presidente da República Jair Bolsonaro (PSL) e Ciro Gomes (PDT) disputariam o segundo turno se a eleição fosse hoje. No primeiro cenário, o deputado federal aparece com 25% das intenções de votos, enquanto o ex-ministro fica com 12%. Em terceiro lugar, ficaria o ex-prefeito de São Paulo, Fernando Haddad (PT), com 8%. Jair Bolsonaro (PSL)  – 25%; Ciro Gomes (PDT) – 12%; Fernando Haddad (PT) – 8%; Geraldo Alckmin (PSDB) – 7%; Alvaro Dias (Podemos) – 6%; Marina Silva (Rede) – 6%; Branco/Nulo – 28%; Não sabe/não respondeu – 8%. No segundo cenário, com a inclusão do ex-prefeito de São Paulo João Doria, como candidato do PSDB, Bolsonaro cai e Ciro Gomes mantém a mesma pontuação. Jair Bolsonaro (PSL)  – 22%; Ciro Gomes (PDT) – 12%; Fernando Haddad (PT) – 8%; Marina Silva (Rede) – 7%; João Doria (PSDB) – 6%; Alvaro Dias (Podemos) – 6%; Branco/Nulo – 29%; Não sabe/não respondeu – 11%. No terceiro cenário, mais candidatos entram na disputa, e Bolsonaro e Ciro Gomes caem. Jair Bolsonaro (PSL)  – 21%; Ciro Gomes (PDT) – 11%; Marina Silva (Rede) – 7%; Fernando Haddad (PT) – 6%; Geraldo Alckmin (PSDB) – 6%; Alvaro Dias (Podemos) – 6%; Manuela D’Ávila (PCdoB) – 2%; Fernando Collor (PTC) – 1%;Flávio Rocha (PRB) – 1%; Henrique Meirelles (MDB) –  1%; Rodrigo Maia (DEM) –  1%; Afif Domingues (PSD) – 0%; Guilherme Boulos (PSOL) –  0%; João Amoêdo (Novo) – 0%; Paulo Rabello (PSC) –  0%; Branco/nulo – 27%; Não sabe/não respondeu –  12%. A pesquisa ouviu 10,5 mil eleitores. A margem de erro para o total da amostra é de 1,8 ponto porcentual, para mais ou para menos.

  • Boulos promete acabar com ‘farra dos bancos’ e diz que Congresso é o ‘mais desmoralizado da história’

    Foto: Reprodução Foto: Reprodução
    Por Rodrigo Daniel Silva

    05/06/2018 - 09:21

    Pré-candidato a presidente defendeu uma democracia mais participativa, com realização de referendos e plebiscito

    O pré-candidato do PSOL à Presidência da República, Guilherme Boulos, prometeu acabar com o que chamou de “farra dos bancos e do sistema financeiro” brasileiro. Em entrevista à Rádio Metrópole, o socialista também atacou a Câmara dos Deputados e o Senado, ao dizer que o Congresso Nacional é o “mais desmoralizado da história do Brasil”. Para ele, o atual sistema de presidencialismo de coalizão precisa ter um fim, já que “virou um balcão de ne?ocio a céu aberto”. Boulos defendeu uma democracia mais participativa, com a realização de referendos e plebiscito.

  • Rui garante que já conversou com Lídice e promete anúncio da chapa nesta semana

    Foto: Marcos Oliveira | Sudoeste Bahia Foto: Marcos Oliveira | Sudoeste Bahia
    Por Rodrigo Daniel Silva

    04/06/2018 - 14:24

    Governador reafirmou que vai reunir o Conselho Político, com os partidos aliados, no mês de julho, para definir o programa de governo

    O governador Rui Costa (PT) garantiu, na manhã desta segunda-feira (04), que já conversou com os aliados sobre a chapa governista que vai disputar a eleição deste ano. "Já conversei com todos, inclusive, com Lídice [da Mata, senadora]. Tenho conversado com ela e com os outros. Todos sabem que pretendo finalizar [a composição] e na primeira semana de junho anunciar a chapa completa”, afirmou, em entrevista à imprensa, durante a inauguração da passarela da Estação Mussurunga do metrô. Governador reafirmou que vai reunir o Conselho Político, com os partidos aliados, no mês de julho, para definir o programa de governo para um possível próximo mandato. Perguntado se as pesquisas vão pesar na montagem da chapa, Rui negou. “Pesquisa não é fundamento para escolher candidato. Se fosse, eu não seria governador”, afirmou. A senadora Lídice pediu que o governador levasse em conta os levantamentos, já que os números favorecem a ela em detrimento do presidente da Assembleia Legislativa da Bahia, Ângelo Coronel (PSD), que é cotado para integrar a composição.

  • Lula avalia que, se Wagner for eleito presidente, pode livrá-lo da prisão

    Foto: Marcos Oliveira | Sudoeste Bahia Foto: Marcos Oliveira | Sudoeste Bahia
    04/06/2018 - 07:00

    O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) avalia que só o ex-governador da Bahia, Jaques Wagner, e a presidente nacional do PT, a senadora Gleisi Hoffmann, teriam coragem de assinar o indulto para livrá-lo da prisão e de rever a lei da delação premiada. A informação é da Coluna do Estadão. De acordo com a publicação, por essa razão, os dois petistas podem ser o “plano do B” para a eleição presidencial. Para Lula, o ex-prefeito de São Paulo, Fernando Haddad, não cumpriria tarefas como essas. À Coluna do Estadão, Wagner negou, no entanto, que tenha mudado os planos para a eleição deste ano. “Sou candidato ao Senado e já estou em campanha”, disse ele. Gleisi não respondeu.