BUSCA PELA CATEGORIA "Educação"

  • Uneb abre inscrições para Vestibular 2020

    Foto: Marcos Oliveira | Sudoeste Bahia Foto: Marcos Oliveira | Sudoeste Bahia
    Por Juliana Rodrigues

    14/10/2019 - 11:30


    Instituição oferece 6.321 vagas, sendo 4.021 vagas para cursos de graduação na modalidade presencial e 2.300 à distância

    A Universidade do Estado da Bahia (Uneb) abre amanhã (15) as inscrições para o vestibular 2020. A instituição oferece 6.321 vagas, sendo 4.021 vagas para cursos de graduação na modalidade presencial e 2.300 à distância. As inscrições poderão ser feitas até o dia 6 de novembro, exclusivamente na página da Internet do processo seletivo. A taxa é de R$ 100 e deve ser paga até a data apresentada no boleto bancário. As provas serão aplicadas nos dias 15 e 16 de dezembro. Mais detalhes sobre cursos, vagas, provas e documentação podem ser verificados no edital do vestibular.

  • Programa do MEC abrirá 1,5 milhão de vagas em educação profissional

    Foto: Reprodução Foto: Reprodução
    Por Kamille Martinho

    08/10/2019 - 21:00


    As vagas deverão ser ofertadas tanto no ensino médio quanto para jovens e adultos que já estão fora da escola

    O Ministério da Educação (MEC) lançou hoje (8) o programa Novos Caminhos, que vai ofertar mais 1,5 milhão de vagas em educação profissional e tecnológica até 2023, passando de 1,9 milhão para 3,4 milhões em todo o país. Segundo o ministro da Educação, Abraham Weintraub, que assinou quatro portarias para dar andamento ao programa, o objetivo é acabar com preconceitos em relação a cursos técnicos e melhorar a qualificação dos profissionais. “Um curso técnico bom permite ao jovem ter renda superior a alguém formado em curso superior, que não tem foco na realidade", disse. As vagas deverão ser ofertadas tanto no ensino médio quanto para jovens e adultos que já estão fora da escola. A pasta pretende também articular a oferta dos cursos com a demanda do mercado de trabalho. O programa prevê uma série de ações, que incluem mudanças na regulação da oferta de cursos técnicos, formação de professores e ampliação de cursos profissionais e técnicos. O novo programa se baseia em três eixos: Gestão e Resultados; Articulação e Fortalecimento, e Inovação e Empreendedorismo.

  • Uesb abre inscrições para isenção da taxa de inscrição no vestibular 2020

    Foto: Reprodução Foto: Reprodução
    Por Lara Curcino

    08/10/2019 - 20:30


    Os interessados devem fazer a solicitação entre 15 e 28 deste mês

    A Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (Uesb) vai abrir inscrições na próxima terça-feira (15) para isenção da taxa de inscrição no vestibular no próximo ano. Os interessados terão até o dia 28 deste mês para fazer a solicitação, por meio da internet. A seleção é destinada a pessoas que ainda não possuam diploma de graduação, não estejam matriculadas em instituições de ensino superior e já tenham cursado ou estejam cursando o 3º ano do Ensino Médio. Após a inscrição, todos os participantes devem entregar a documentação necessária na Comissão Permanente do Vestibular (Copeve) dos campi de Itapetinga, Jequié ou Vitória da Conquista, entre o prazo de 1º e 11 de novembro.

  • MEC anuncia descontingenciamento de R$ 1,8 bilhão

    Foto: Gabriel Jabur | MEC Foto: Gabriel Jabur | MEC
    Por Matheus Simoni

    30/09/2019 - 14:13


    Segundo a pasta, R$ 1,156 bilhão será destinado a universidades e institutos

    O Ministério da Educação (MEC) anunciou, na manhã de hoje (30), a liberação de R$ 1,821 bilhão em recursos que haviam sido contingenciados. Desse montante, R$ 1,156 bilhão será destinado a universidades e institutos, R$ 270 milhões vão para bolsas da Capes, R$ 100 milhões para exames da educação básica e R$ 290 milhões para a compra de livros didáticos. As informações foram divulgadas em coletiva de imprensa pelo ministro da Educação, Abraham Weintraub. “Está tudo dentro da normalidade. A crise está sendo deixada para trás com uma gestão eficiente. Apesar do que foi alardeado aos quatro ventos, não foi corte, foi contingenciamento”, disse o titular da pasta.

  • Bahia não adere a modelo de escolas cívico-militares; prazo termina hoje

    Foto: Antonio Cruz | Agência Brasil Foto: Antonio Cruz | Agência Brasil
    Por Juliana Almirante

    27/09/2019 - 12:00


    Processo de adesão é voluntário e deve ser aprovado pela comunidade escolar, segundo o MEC

    Não houve adesão das escolas estaduais da Bahia ao modelo de escola cívico-militar proposto pelo governo federal, de acordo com nota da Secretaria da Educação do Estado da Bahia (SEC). Termina hoje (27) o prazo para que os estados manifestem interesse em aderir, já em 2020, ao modelo de ensino. O processo de adesão é voluntário e são os estados que definem quais as escolas que devem fazer parte do programa. A SEC ainda afirma que busca, junto ao MEC, "maiores informações sobre os aspectos pedagógico e financeiro do programa". Atualmente, a rede estadual de ensino conta com 1.161 escolas e 711 anexos. Quatorze delas são geridas pela Polícia Militar da Bahia (PM), o que representa 1,2% das unidades escolares da rede. Programa - O Ministério da Educação (MEC) informou que, ao todo, serão 54 escolas sob a forma de gestão híbrida entre civis e militares no primeiro ano de programa. A distribuição será de duas escolas por unidade da federação. Segundo o MEC, cabe ao governador enviar ofício ao ministro da Educação com os nomes das instituições de seu estado que vão aderir ao programa. A partir da vontade de cada estado, o ministério vai estabelecer o modelo nos colégios. Conforme a pasta, nas unidades da federação em que não houver interesse, as tratativas podem ser realizadas diretamente com municípios. Os colégios devem ter de 500 a 1.000 alunos do 6º ao 9º ano do ensino fundamental e/ou do ensino médio. Além disso, a comunidade escolar também deverá aceitar a mudança. O MEC tem um orçamento de R$ 54 milhões para o programa no próximo ano, o que significa R$ 1 milhão por escola. O dinheiro deve ser empenhado no pagamento de pessoal em umas instituições e na melhoria de infraestrutura, compra de material escolar, reformas, entre outras pequenas intervenções.

  • Uesb divulga segunda chamada do Vestibular para 2019.2

    Foto: Reprodução Foto: Reprodução
    25/09/2019 - 09:53


    A Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (Uesb), divulgou a segunda chamada para o semestre letivo 2019.2. Os candidatos convocados devem comparecer à Secretaria de Cursos do campus para o qual foi selecionado, nos dias 3, 4, ou 7 de outubro, das 8h30 às 11h30 e das 14h30 às 17h30, para efetuarem a matrícula definitiva. Todas as informações referentes à convocação, assim como a documentação exigida no momento da matrícula, estão disponíveis no referido Edital. Para mais informações, entre em contato com a Secretaria de Cursos pelos telefones (77) 3261-8612, em Itapetinga; (73) 3528-9654, em Jequié; e (77) 3424-8661, em Vitória da Conquista.

  • Uneb denuncia faculdade de Rondônia por emissão de diplomas falsos

    Foto: Marcos Oliveira | Sudoeste Bahia Foto: Marcos Oliveira | Sudoeste Bahia
    Por Juliana Rodrigues

    24/09/2019 - 12:31


    Entidade privada do estado de Rondônia estaria usando o nome de um dos programas de pós-graduação da universidade estadual para cometer fraudes

    A Universidade do Estado da Bahia (Uneb) comunicou às autoridades uma fraude supostamente praticada por uma entidade privada que se apresenta como instituição de ensino superior, localizada em Ji-Paraná, no estado de Rondônia. Segundo denúncias, a instituição usa o nome do Programa de Pós-graduação em Educação e Contemporaneidade (PPGEduC) da Uneb para emitir diplomas falsos de pós-graduação stricto sensu, além de cobrar valores para a realização desses cursos. Por meio de nota, a Uneb informou que, em 12 de junho de 2019, entrou com uma representação criminal na Procuradoria da República na Bahia, que a encaminhou à Polícia Federal. A universidade ressalta que os cursos de mestrado e doutorado oferecidos fazem parte do Sistema Nacional de Pós-Graduação (SNPG) e são regulados pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes), "tendo passado por rigoroso processo de avaliação até a sua recomendação e inicio de funcionamento", segundo o comunicado. Ainda de acordo com a Uneb, "o processo de associação com outras instituições é realizado através de acordo de cooperação entre as instituições, cuja celebração é publicada em veículo oficial e tramita junto às instâncias jurídicas responsáveis".

  • Future-se: MEC vai exigir contrato de professor sem concurso para universidades

    Foto: Marcelo Camargo | Agência Brasil Foto: Marcelo Camargo | Agência Brasil
    Por Juliana Almirante

    23/09/2019 - 07:00


    MEC estima que boa parte dos novos investimentos no ensino superior federal será por meio do programa

    As universidades que aderirem ao novo programa do Ministério da Educação (MEC) para captar recursos junto à iniciativa privada, o Future-se, devem passar a contratar professores e técnicos pelo regime de carteira assinada. O ministro Abraham Weintraub disse, em entrevista ao Estadão, que a contratação via CLT, em lugar de concurso público, será exigência para a entrada das universidades no Future-se. O MEC estima que boa parte dos novos investimentos no ensino superior federal será por meio do programa. "As faculdades e universidades que aderirem ao Future-se vão ter de passar a contratar via CLT e não mais via concurso público, um funcionário público com regime jurídico único", declarou Weintraub. A adesão das universidades ao Future-se é facultativa. Os contratos de novos docentes e técnicos serão intermediados por Organizações Sociais (OSs), entidades privadas que prestam serviços públicos e não precisam seguir a Lei de Licitações e Concursos. Embora Weintraub sustente que os funcionários seguiriam com estabilidade, o Supremo Tribunal Federal (STF) já decidiu, em 2018, que empregados de empresas públicas e sociedades de economia mista regidos pela CLT não fazem jus à estabilidade prevista na Constituição. O novo modelo das federais, ainda não detalhado, prevê que o servidor deve ter a permanência atrelada ao desempenho. O ministro da Educação argumenta que é preciso cortar o gasto na folha de pagamento, que chama de “bomba-relógio”. Estudos do MEC mostram que 85% da verba nas federais é gasta com pessoal. Ele ainda disse que é contra a cobrança das universidades para quem pode pagar.  "É burrice cobrar. Pelo seguinte, dos 100% de alunos das federais, dois terços são de escola pública e um terço é de escola privada. Só que escola privada de R$ 700, R$ 1.000 de mensalidade", disse. "Tem 10% que vem de família que pode pagar. Só que desses 10%, que é o meu caso, eu tenho condições de pagar, meu filho entra na FGV e na federal de Minas Gerais, conta para mim, onde ele vai estudar? Lógico que não vai ser na federal de Minas. E se não for, vai estudar em Portugal, porque é mais barato do que a federal de Minas, ou vai estudar no Chile, ou vai estudar fora do Brasil, mas a relação custo-benefício está totalmente desbalanceada. E a gente começa a mudar isso com o Future-se", completou.

  • IFBA prorroga as inscrições do Processo Seletivo de cursos técnicos

    Foto: Divulgação Foto: Divulgação
    23/09/2019 - 07:00


    O Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Bahia (IFBA) prorrogou até o dia 27 de setembro as inscrições para o Processo Seletivo de cursos técnicos. Ao todo, são ofertadas 5.594 vagas, distribuídas em 20 cidades da Bahia, para 36 cursos. Podem se inscrever estudantes que concluíram o ensino fundamental (para a forma integrada) ou o ensino médio (para a forma subsequente). Os interessados em se inscrever devem acessar a página da seleção, preencher o formulário de inscrição e realizar o pagamento do boleto, referente à taxa de inscrição de R$35,00, até o dia 30 de setembro. Aqueles que tiverem problemas com a senha de acesso, devem entrar em contato através dos telefones 71-2102-0470 ou 71-2102-0474 ou contatar a unidade do IFBA da cidade. Confira a lista de contatos. As provas, que envolverão conhecimentos de Língua Portuguesa, Matemática, História e Geografia, no caso do integrado e Língua Portuguesa, Matemática e Atualidades, para o subsequente, já estão prontas e serão aplicadas no dia 24 de novembro, das 9h às 12h30. Os candidatos que desejarem solicitar atendimento diferenciado para o dia da prova, tais como: um intérprete de LIBRAS, uma sala de amamentação, de fácil acesso ou mais vazia, um ledor ou um transcritor, devem entregar o laudo ou relatório médico em uma unidade do IFBA, até o dia 23 de setembro. Mais informações pelo e-mail [email protected], nos telefones (71) 2102-0474 e (71) 2102-0470 e na página do Processo Seletivo.

  • UNEB emite nota sobre suposta emissão de diplomas falsos

    Foto: Marcos Oliveira | Sudoeste Bahia Foto: Marcos Oliveira | Sudoeste Bahia
    20/09/2019 - 21:18


    A Universidade do Estado da Bahia (UNEB) protocolou notitia criminis referente à fraude supostamente praticada por entidade privada, que se apresenta como Instituição de Ensino Superior, localizada em Ji-Paraná, no estado de Rondônia. Segundo denúncias, a instituição vem utilizando o nome do Programa de Pós-graduação em Educação e Contemporaneidade (PPGEduC) da UNEB para, de meio fraudulento, emitir diplomas falsos de Pós-Graduação Stricto Sensu, além de cobrar valores para realização desses cursos. Em 12 de junho de 2019, a UNEB, através de sua Procuradoria Jurídica, ofereceu representação criminal à Procuradoria da Republica na Bahia, que a encaminhou à Polícia Federal. É importante frisar que os cursos de mestrado e doutorado oferecidos pela Universidade fazem parte do Sistema Nacional de Pós-Graduação – SNPG e são regulados pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior – CAPES, tendo passado por rigoroso processo de avaliação até a sua recomendação e início de funcionamento. A lista completa dos cursos está disponível no portal da Universidade, aonde é possível verificar todos os cursos próprios, em associação ou em rede com outras Universidades do país ou do exterior, bem como no site da Plataforma Sucupira CAPES, portal que veicula todas as informações a respeito dos cursos recomendados no Brasil. O processo de associação com outras instituições é realizado através de acordo de cooperação entre as instituições, cuja celebração é publicada em veículo oficial e tramita junto às instâncias jurídicas responsáveis. O ingresso nos Programas de Pós-Graduação da Universidade, em qualquer modalidade de oferta ou natureza do curso, se dá através de processo seletivo previsto em Edital específico, publicado em veículo oficial e amplamente divulgado para toda a comunidade, não havendo inscrições diretas em vagas. O diploma de mestre e doutor é emitido quando do cumprimento de todos os requisitos do curso e atestado por banca examinadora e documentos institucionais obrigatórios.

  • Anísio Teixeira entendia vida como 'missão social a ser cumprida', diz filho

    Foto: Reprodução | Matheus Simoni Foto: Reprodução | Matheus Simoni
    Por Juliana Almirante

    16/09/2019 - 12:30


    Médico psiquiátrica e professor Carlos Texeira concedeu entrevista à Rádio Metrópole hoje (16)

    O médico psiquiátrica e professor Carlos Texeira disse, em entrevista à Rádio Metrópole hoje (16), que o pai, o educador Anísio Teixeira, entendia a vida como uma missão social a ser cumprida. "Ele falava muito desse aspecto de missão. Ele entendia a vida como uma missão a ser cumprida e de preferência, uma missão social a ser cumprida. Ele tinha isso muito enraizado nele. Ele reproduz um pouco a formação jesuítica, da missão pela educação. A revolução democrática pela educação". Carlos conta que o pai era um "defensor ferrenho da escola pública universal". Nascido em Caetité, Anísio teve formação jesuítica e saiu da cidade para estudar em Salvador aos 16 anos. Estudou na capital baiana até os 27 anos, se formou em Direito do Rio de Janeiro e, ao voltar para a Bahia, foi nomeado "diretor de instrução", cargo semelhante ao de secretário da Educação. Anísio fez mestrado na Universidade de Columbia, Nova York, quando se aproximou ainda mais da temática da educação e volta ao Brasil, onde foi chamado para constituir a  Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes).  Depois ele assume o Instituto Nacional de Pedagogia, atual Inep, onde ficou de 1952 até 1964 - quando foi retirado do cargo pelo golpe militar. "Como diretor do Inep, ele constrói centros de pesquisa educacional. Na ideia dele, nada poderia funcionar sem a prática e a pesquisa. Teoria e prática permanentemente", diz Carlos. O médico relembra que o pai, conhecido pelo discurso de educação livre de privilégios, se definia como um homem de ação. "Na verdade, é bom que se diga que antes de ele ser esse ícone da teoria - ele era um erudito, com certeza, e era ciente do talento dele - mas ele era um executivo", defende o filho do educador. Considerado perigoso pelo regime militar, Anísio foi encontrado morto no fosso de um elevador de serviço, em circunstâncias. Carlos diz que, até hoje, lamenta que a morte não foi esclarecida. "Eu lhe confesso que, até hoje, eu, especificamente, não fechei nenhuma hipótese. Estou com as duas em aberto. Tem muita coisa para não ter sido um acidente. Tem muita coisa que pode ter sido acidente. Eu participei da exumação de meu pai na Comissão da Verdade. Foi feita exumação para fazer perícia sofisticada com todo atributo e tragicamente não adiantou nada. No final, a comissão tinha que dar laudo de imediato, porque já ia acabar o prazo e deixou-se sem ter feito essa avaliação criteriosa", relata.

  • Começa hoje o projeto Mais Estudo nas escolas estaduais

    Foto: Camila Souza | GOVBA Foto: Camila Souza | GOVBA
    16/09/2019 - 06:00


    Programa de monitoria oferece bolsa de R$ 200 a estudantes

    Começa nesta segunda-feira (16) o projeto Mais Estudo nas escolas baianas da rede estadual de ensino. Lançado pela Secretaria de Educação, o programa de monitoria proporciona a troca de conhecimento entre estudantes e consiste em alunos com bom desempenho auxiliarem na aprendizagem dos colegas. Os monitores vão receber uma bolsa mensal de R$ 200 nos próximos três meses. Foram 10 mil vagas disponíveis para mais de 1.100 instituições distribuídas em 416 municípios e 27 Territórios de Identidade no estado. A previsão é de que sejam investidos R$ 4,5 milhões no projeto. O recurso é destinado para o pagamento dos auxílios-monitoria ofertados pelo Governo do Estado.

  • Câmara aprova projeto que prevê psicólogos nas escolas públicas

    Foto: Reprodução Foto: Reprodução
    Por Kamille Martinho

    13/09/2019 - 21:05


    As escolas terão o prazo de um ano para dispor dos assistentes sociais e psicólogos no seu quadro de funcionários

    A Câmara dos Deputados aprovou ontem (12) projeto de lei que as escolas públicas ofereçam serviços de psicologia e de assistência social aos alunos. O texto seguirá para a sanção presidencial. Segundo a Lei de Diretrizes e Bases da Educação (LDB), a medida valerá para a educação básica e aos ensinos fundamental e médio. De acordo com o projeto, os estudantes serão atendidos por equipes multiprofissionais, ou seja, formadas por especialistas de diferentes áreas complementares. As escolas terão o prazo de um ano para dispor dos assistentes sociais e psicólogos no seu quadro de funcionários.

  • Ensino EAD é o que mais cresce no Brasil, conheça a Unicesumar, polo Caetité

    Foto: Paulo Haran | Sudoeste Bahia Foto: Paulo Haran | Sudoeste Bahia
    12/09/2019 - 20:40


    De acordo com informações do Ministério da Educação (MEC) o Ensino a Distância (EAD) foi o que mais cresceu, conforme levantamento realizado no período 2018-2019, com cerca de 60% de alunos matriculados e tendência a superar o ensino presencial nos próximos anos. Para falar sobre o assunto, o Sudoeste Bahia entrevistou Juliana Moreira, gestora da Unicesumar EAD, em Caetité, instituição pioneira em Ensino a Distância no Brasil e que vem crescendo ao logo dos anos. Para Moreira, o ensino a distância é um futuro, não só no Brasil, como no mundo todo devido alguns fatores: Autonomia – o aluno não precisa necessariamente estar em aulas presenciais, em turnos, de segunda a sexta-feira – limitando compromissos e outras atividades –  podendo estudar em horários flexíveis, quando e onde quiser, inclusive, em casa; Tecnologia – utilização de smartphone, tabletes, computadores e demais tecnologias para estudar, baixar e armazenar os conteúdos; Praticidade – os alunos montam seu plano de estudo. 

    Na Unicesumar, por exemplo, os alunos têm a seguinte metodologia de ensino: tem três âncoras de estudo, recebendo todos os livros gratuitamente, tem nos estúdios as aulas conceituais, gravadas, com resumos e explicações destes livros, e ainda aula ao vivo com um professor que faz um apanhado geral destes livros, trazendo ainda novos conhecimentos para estes alunos, que tem como interagir com este professor, enviando perguntas através do chat. Tudo isso, acompanhado por tutores em sala de aula; Custo-Benefício - o aluno pode escolher entre as EAD's espalhadas pelo Brasil a que tem mais qualidade, reconhecimento, valorização, com um cisto muito baixo. A Unicesumar tem cursos a partir de R$ 186,00 e ainda há promoções constantes com 50% e 70% desconto. Na unidade há também alunos com bolsa de 100%, outros que ingressaram através do ProUni, bem como promoções e sorteios diversos realizados pela instituição de ensino. "Tudo isso porque o nosso reitor Willian de Matos e a unidade de Caetité entendem que uma nação só pode crescer e evoluir se os seus munícipes, seus cidadãos, tiverem educação de qualidade", ressalta a gestora. Ela ainda reforçou que com o EAD há garantia de aprendizagem, porém, muitos ainda tem preconceito quanto a modalidade. "Na Unicesumar o aluno tem garantia de aprendizado, pois damos todo o suporte necessário: livros, aula gravada, aula ao vivo, mediadores de Maringá, tutores presenciais nos polos, provas presenciais, atividades práticas. O interessante é o aluno buscar a qualificação da instituição EAD que deseja estudar no emec.gov.br , onde há a qualificação técnica da instituição, nota no IGC e como o MEC pontua e avalia a instituição, sabendo assim se ela é autorizada, reconhecida. Convido a comunidade a vir nos visitar na Avenida Santana, 288, 1° andar, no Centro de Caetité. Venha assistir uma aula experimental conosco, temos aulas ao vivo no polo de segunda a sexta-feira, todas com tutores presenciais", disse Juliana Moreira.

    CONTINUE LENDO
  • UniFG anuncia três novos cursos de graduação tecnológica para o vestibular 2020.1

    Foto: Marcos Oliveira | Sudoeste Bahia Foto: Marcos Oliveira | Sudoeste Bahia
    12/09/2019 - 08:00


    O Centro Universitário UniFG anunciou a criação de três novos cursos de graduação tecnológica: Análise e Desenvolvimento de Sistemas, Produção Multimídia e Energias Renováveis. Os cursos foram aprovados pelo Conselho Superior Universitário (Consuni), e já serão ofertados em 2020.1. Serão oferecidas 50 vagas para cada curso no próximo vestibular da UniFG, que acontece em dezembro de 2019. A criação dos novos cursos faz parte de uma perspectiva de expansão da UniFG, no sentido de fomentar a produção de conhecimento tecnológico no contexto regional. Os cursos de graduação tecnológica abrem um leque de oportunidades para estudantes do semiárido baiano, que não precisam mais se deslocar para os grandes centros para ter acesso a um ensino superior de qualidade. O curso de Análise e Desenvolvimento de Sistemas, com duração de cinco semestres, busca formar um profissional responsável por projetar, implantar e analisar sistemas computacionais de informação. O tecnólogo também estará habilitado a coordenar equipes de produção de softwares. Em sua formação, esse profissional aprende a utilizar metodologias, tecnologias e ferramentas da Engenharia de Software, linguagens de programação e bancos de dados. O tecnólogo em Análise e Desenvolvimento de Sistemas pode atuar em empresas de desenvolvimento de softwares, assistência técnica e consultoria, além de realizar vistorias, perícias e emitir laudos e pareceres técnicos. Com duração de quatro semestres, o curso de Produção Multimídia vem atender a uma área em franca expansão no mercado, que vem buscando profissionais capacitados. O tecnólogo da área pode atuar na elaboração de projetos e na produção de conteúdo de texto, imagem e som nas mídias digitais. O profissional de produção de multimídia estará apto a supervisionar as interações com usuários no meio digital e a interpretar os dados analíticos quantitativos e qualitativos. Atento às novas tecnologias e à sua utilização na produção de conteúdo, esse profissional pode atuar em Agências de Comunicação e de Publicidade, além de prestar consultorias para a produção de conteúdos digitais. A graduação tecnológica em Energias Renováveis terá duração de cinco semestres e visa formar profissionais capazes de projetar, instalar e operar sistemas residenciais, comerciais e industriais baseados em energias renováveis: eólica, solar, hidráulica, biomassa etc., bem como outras fontes emergentes. Além disso, o tecnólogo em Energias Renováveis pode desenvolver novas técnicas de produção de energia, gerenciar equipes técnicas e elaborar projetos para aplicação de sistemas de energias renováveis. Este profissional pode atuar em empresas de geração e comercialização de energia, empresas de desenvolvimento de projetos de assistência técnica e cooperativas de eletrificação.

  • MEC desbloqueia 3.182 bolsas de pós-graduação de cursos com alta avaliação

    Foto: Antonio Cruz | Agência Brasil Foto: Antonio Cruz | Agência Brasil
    Por Catarina Lopes

    11/09/2019 - 20:00


    Liberação vai custar R$ 22,4 milhões no orçamento da pasta

    O Ministério da Educação (MEC) anunciou hoje (11) que vai desbloquear 3.182 bolsas de pós-graduação dos cursos com alta avaliação da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes). A liberação custa R$ 22,4 milhões do orçamento deste ano. A liberação foi feita para cursos avaliados com nota 5, 6 e 7. Outras 8.692 bolsas seguem suspensas. O ministro da Educação, Abraham Weintraub, declarou que conseguiu os recursos para as bolsas em reunião ontem (10) com integrantes do Ministério da Economia. De acordo com ele, as bolsas estarão sendo ofertadas "a partir de amanhã". O MEC também anunciou ter obtido mais R$ 600 milhões para o orçamento da Capes para 2020, o que, de acordo com o presidente da Capes, Anderson Correia, torna possível garantir todas as bolsas atualmente vigentes e as 3.182 que serão reativadas.

  • Uesb divulga lista de candidatos aprovados para segundo semestre do ano

    Foto: Uesb | Divulgação Foto: Uesb | Divulgação
    Por Lara Curcino

    09/09/2019 - 17:00


    A matrícula começa hoje e vai até quinta-feira

    A Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (Uesb) divulgou hoje (9) a lista dos candidatos aprovados no vestibular para o segundo período letivo deste ano. Os selecionados devem se matricular de hoje (9) a quinta-feira (12) na Secretaria de Cursos do campus em que vai cursar. Além da documentação exigida, que consta no edital com a relação dos estudantes, é preciso conferir os dias e horários específicos para matrícula de cada curso. 

  • UniFG: Inscrições abertas para a turma extra do curso de inglês

    Foto: Marcos Oliveira | Sudoeste Bahia Foto: Marcos Oliveira | Sudoeste Bahia
    04/09/2019 - 10:36


    O Centro Universitário UniFG abriu inscrições para turma extra para o curso de inglês, nível Básico I. As inscrições vão até 12/09 e a previsão do início das aulas é 14/09/2019. Podem se matricular alunos da graduação e da pós-graduação. Com aulas presenciais, o curso é oferecido nas sextas-feiras (nível básico) e sábados (nível intermediário). As inscrições podem ser feitas na secretaria da pós-graduação, no campusSão Sebastião. Dominar a língua inglesa é uma ferramenta indispensável para quem quer se destacar profissionalmente. No mercado de trabalho, o inglês virou atributo essencial para a conquista da maioria das vagas de nível universitário. Pesquisas salariais revelam que o salário de uma pessoa que tem um segundo idioma é de 30% a mais em relação ao salário de outra que tenha apenas um idioma. Para mais informações, os interessados podem entrar em contato com a UniFG pelos números 77 3451-8456 / 9 8158-6365 / 9 9972-5084.

  • UniFG recebe Prêmio IEL de Estágio pelo segundo ano consecutivo

    Foto: Divulgação Foto: Divulgação
    04/09/2019 - 10:33


    O Centro Universitário UniFG foi o vencedor da 16ª edição do Prêmio IEL de Estágio da Bahia, na categoria Instituição de Ensino Destaque (nível superior). A premiação foi entregue na última quinta-feira (29), no auditório da Federação das Indústrias da Bahia (FIEB), em Salvador, pelo Instituto Euvaldo Lodi (IEL). A avaliação pelo IEL ocorre a partir das normativas da Lei de Estágio Nº 11.788 de 25 setembro de 2008, das diretrizes curriculares de cada curso, de projetos e ações de alunos em estágios, da logística de supervisores e da coordenação de cursos. A UniFG participa do prêmio desde 2016, com classificação nas finais de 2016 e 2017, e premiação em 2018 e 2019. Na cerimônia de entrega do Prêmio, representaram a UniFG as coordenadoras do Núcleo de Estágio, Cristiana Mota e Angélica Duarte, acompanhadas dos alunos Mauri Oliveira, do curso de Jornalismo, e Rodrigo Gerson, do curso de Ciências Contábeis, que também receberam o Prêmio na Categoria Estagiário Destaque. “Ser considerada a melhor instituição no que diz respeito às práticas de estágios na Bahia é uma grande satisfação. É bom saber que estamos no caminho certo, e que cada esforço empregado no desenvolvimento de nossos trabalhos vem contribuindo para a formação de nossos alunos”, afirma Cristiana Mota, coordenadora do Núcleo de Estágio. Segundo Angélica Castro, também coordenadora do Núcleo, o processo de avaliação acontece a partir do encaminhamento de questionários solicitados pelo IEL sobre os critérios pelos quais a instituição será avaliada. Os questionários foram entregues no mês de março. Em junho ocorreu a visita do IEL à instituição, e em julho a coordenação recebeu a confirmação da UniFG como finalista. Tarcísio Viana, coordenador do estágio Não Obrigatório na UniFG, afirma que mediar estágios significa conectar sonhos, planos e oportunidades. “Somos gratos a todos e seguiremos buscando diariamente as melhores práticas de estágios para que , juntos, possamos crescer e desenvolver”, afirma.

  • Após corte do MEC, Capes suspende verba em mais de 147 bolsas de pesquisa na Bahia

    Foto: Reprodução Foto: Reprodução
    Por Aline Reis

    04/09/2019 - 07:00


    Com o terceiro anúncio de cortes do ano, 237 bolsas deixarão de ser oferecidas somente no estado.

    Após o anúncio feito na segunda-feira (2) sobre o corte de verbas da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal do Nível Superior (Capes), a Bahia somou mais de 147 bolsas de pesquisas suspensas. De acordo com a Capes, com o terceiro corte deste ano, espera-se economizar R$ 954.621,68 na Bahia. O órgão alega que por causa do contingenciamento orçamentário, a medida é necessária para garantir o pagamento dos bolsistas já cadastrados. Ao todo, 237 bolsas deixarão de ser oferecidas somente no estado. Os cortes são feitos nas chamadas bolsas ociosas, período de substituição de alunos que estão concluindo os estudos para os novos candidatos que vão ocupar as vagas. Em todo o país, a economia deverá ser de R$ 544 milhões, com 5.613 bolsas cortadas a partir deste mês. No Brasil, a Capes vai deixar de oferecer cerca de 11 mil bolsas e não serão aceitos novos pesquisadores neste ano. Além dos cortes de vagas da Capes, o Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPQ), que tem 2.399 mil bolsas ativas para estudantes baianos da iniciação científica até pós-doutorado, anunciou que só tem recursos para o pagamento da bolsa referente ao mês de agosto. Na UFBA, são cerca de 260 vagas.