BUSCA PELA CATEGORIA "Educação"

  • Com prazo prorrogado após problemas na correção do Enem, Sisu abre inscrições hoje

    Foto: Elza Fiuza | Agência Brasil Foto: Elza Fiuza | Agência Brasil
    Por Lara Curcino

    21/01/2020 - 14:00


    Os participantes devem se candidatar a alguma vaga até o domingo

    As inscrições do Sistema de Seleção Unificada (Sisu) para o primeiro semestre de 2020 foram abertas na madrugada de hoje (21) e vão até as 23h59 de domingo (26). O prazo para se candidatar a alguma vaga em instituição de ensino superior foi prorrogado por dois dias após serem constatados erros nas correções de provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2019, cujas notas serão utilizadas pelos participantes para aprovação em cursos no Sisu. Desde a madrugada, o site do Sisu apresenta lentidão e inconsistência, de acordo com relatos de estudantes. O problema já é comum em todos os anos logo na abertura das inscrições, devido ao grande número de acessos simultâneos.

  • Inep apura 'possíveis inconsistências na correção' também no 1º dia do Enem

    Foto: Marcello Casal Jr | Agência Brasil Foto: Marcello Casal Jr | Agência Brasil
    Por Juliana Almirante

    20/01/2020 - 09:00


    Resultados da investigação serão divulgados hoje (20)

    O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) informou ontem (19) que investiga "possíveis inconsistências na correção" tanto do primeiro dia quanto do segundo dia de provas do Enem. Por enquanto, não há conclusão sobre possibilidade de falha. De acordo com o G1, os resultados da investigação serão divulgados hoje (20). Até então, o ministro da Educação, Abraham Weintraub, confirmou erro apenas no segundo dia do exame. As provas do Enem aconteceram nos dias 3 e 10 de outubro do ano passado. No primeiro dia de exame, os candidatos fizeram as provas de Linguagens e Códigos e de Ciências Humanas, além da redação. No segundo, os inscritos responderam questões de Matemática e de Ciências da Natureza.

  • MEC mantém datas do Sisu após falhas na correção do Enem

    Foto: Reprodução Foto: Reprodução
    Por Juliana Rodrigues

    19/01/2020 - 12:47


    Ministro da Educação, Abraham Weintraub, admitiu "inconsistências na correção da segunda prova do Enem" e prometeu resoluções até esta segunda (20)

    Apesar dos erros na correção da segunda prova do Enem admitidos pelo ministro Abraham Weintraub, o Ministério da Educação (MEC) decidiu pela manutenção das datas do Sistema de Seleção Unificada (Sisu). De acordo com o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inep), responsável pela realização da prova, a situação, que teria sido causada por uma falha no projeto gráfico do exame, deve ser resolvida até segunda-feira (20) e por isso a hipótese de adiamento nas inscrições não é considerada. Um e-mail foi disponibilizado pelo  Inep ([email protected]) para receber reclamações dos participantes.

  • Governo divulga resultado do sorteio eletrônico para cursos técnicos na Bahia

    Foto: Divulgação Foto: Divulgação
    Por Kamille Martinho

    19/01/2020 - 07:00


    São mais de 12 mil vagas. O início das aulas está previsto para 10 de fevereiro

    A Secretaria da Educação do Estado divulgou o resultado do sorteio eletrônico para as 12.395 mil vagas em cursos técnicos na Bahia. O período da matrícula é entre 29 e 31 de janeiro. O início das aulas está previsto para 10 de fevereiro. Os classificados devem comparecer à unidade escolar para as quais concorreram à vaga com os seguintes documentos: originais e cópias do histórico escolar, cédula de identidade, CPF e comprovante de residência com data recente. As vagas dos cursos ofertados são direcionadas para os Centros Estaduais de Educação Profissional (CEEP), Centros Territoriais de Educação Profissional (CETEP) e unidades compartilhadas na capital e em 97 municípios dos 27 Territórios de Identidade.

  • MEC deixa de usar mais de R$ 1 bi recuperado na Lava Jato

    Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom | Agência Brasil Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom | Agência Brasil
    Por Juliana Almirante

    17/01/2020 - 07:30


    O ministro da Educação, Abraham Weintraub, foi único que não aplicou os recursos destinados às ações de educação básica

    O ministro da Educação, Abraham Weintraub, não aplicou os recursos destinados às ações de educação básica oriundos do fundo de valores recuperados pela Operação Lava Jato. O fundo de R$ 2,6 bilhões foi disputado e os valores foram divididos entre sete ministérios. De acordo com reportagem da Folha publicada hoje (17), mesmo com o discurso exibido pelo governo Jair Bolsonaro sobre o direcionamento dos recursos para a educação, Weintraub foi o único que não deu finalidade à verba, ainda que a pasta tenha ficado com a maior fatia: acima de R$ 1 bilhão. Procurado pelo jornal, o MEC confirmou que o dinheiro não foi aplicado, mas defendeu que a verba ainda será usada. Já o Ministério da Economia afirmou que os recursos parados acabaram inflando a contabilidade do governo, o que teria reduzido o rombo das contas públicas em 2019. No entanto, já que o Orçamento de 2020 não prevê dinheiro do fundo, técnicos do governo agora discutem como evitar perder os recursos.

  • MEC divulga hoje notas individuais do Enem 2019

    Foto: Arquivo | Agência Brasil Foto: Arquivo | Agência Brasil
    Por Lara Curcino

    17/01/2020 - 07:00


    Para consultar o desempenho, é preciso acessar a Página do Participante

    As notas individuais das quase quatro milhões de pessoas que prestaram do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2019 serão divulgadas hoje (17), em horário não informado pelo Ministério da Educação (MEC). Para consultar o desempenho, o estudante precisa acessar a Página do Participante, incluir o CPF e a senha cadastrada. Com as notas, o aluno pode concorrer a vagas no Sistema de Seleção Unificada (Sisu), desde que tenha pontuado na redação, no Programa Universidade para Todos (ProUni), que garante bolsas de estudo em instituições de ensino pagas, e o Fundo de Financiamento Estudantil (Fies).

  • Enem libera notas nesta sexta-feira

    Foto: Marcello Casal Jr | Agência Brasil Foto: Marcello Casal Jr | Agência Brasil
    Por Kamille Martinho

    16/01/2020 - 14:00


    Para acessar os resultados é preciso informar o CPF e a senha cadastrados

    Amanhã (17), os participantes do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2019 terão acesso às notas que obtiveram na avaliação. Para acessar os resultados é preciso informar, na Página do Participante, o CPF e a senha cadastrados na hora da inscrição no exame. Para acessar as notas na Página do Participante, o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), responsável pela aplicação do exame, divulgou um passo a passo: Ao entrar na página, logo aparece a Nanda, uma personagem digital com uma pergunta. Para avançar, é preciso responder ao desafio. Isso é feito para evitar o acesso de robôs. Em seguida, os estudantes devem informar o CPF e inserir a senha. Caso não se lembrem da senha, basta clicar no link “Esqueci minha senha”, que está logo abaixo do campo de preenchimento. O sistema vai, então, pedir para o usuário escolher se a senha cadastrada será enviada para o e-mail registrado durante a inscrição ou se quer alterar o e-mail. O sistema dá uma pista para que o participante se lembre de qual e-mail foi cadastrado durante a inscrição. Caso a opção seja por receber a senha no e-mail cadastrado, basta procurar na caixa de entrada. Se não encontrar, o Inep orienta a verificar a caixa de spam. Quem não tem mais acesso ao e-mail informado na inscrição ou quiser trocar o endereço do correio eletrônico deverá responder às perguntas solicitadas a respeito dos dados informados na inscrição. Acertando todas as respostas, é só informar o novo e-mail. O Inep irá, então, enviar a senha para o novo e-mail, e o participante poderá acessar as notas no exame. É possível, inclusive, consultar os resultados de edições passadas, caso o usuário tenha feito o Enem em outros anos.

  • Rui envia à Alba projeto que ajusta salários dos professores ao piso nacional

    Foto: Divulgação Foto: Divulgação
    Por Juliana Almirante

    14/01/2020 - 14:02


    Governo estadual pediu regime de urgência na tramitação do PL

    O governo da Bahia encaminhou hoje (13) à Assembleia Legislativa da Bahia o projeto de lei que readequa os valores do piso nacional do magistério público da educação básica, instituído pela Lei 11.378/2008. Conforme o governo do Estado, com a medida, 12,1 mil educadores, entre professores e coordenadores pedagógicos, pertencentes as escolas do estado, além dos já aposentados, receberão reajuste salarial e terão vencimentos acima do piso nacional, definido em R$ 2.886,15. Se aprovado, o PL vai dar reajustes para os educadores de até 11%, a depender do grau e do padrão que ocupam na carreira. A medida vai custar R$ 53,7 milhões neste ano. De acordo com o projeto, professores do grau III do padrão P, por exemplo, devem passar a ter um vencimento de R$ 2.900,00. Já um professor do grau III-A, padrão E, vai receber um vencimento de R$ 3.390. Além de beneficiar os professores ativos, o projeto ainda abrange os inativos e pensionistas, que, da mesma forma, terão alteração nos seus benefícios previdenciários. O governo estadual pediu regime de urgência na tramitação do PL.

     

  • Em 2020, Congresso terá desafio de manter Fundeb

    Foto: Reprodução Foto: Reprodução
    Por Marcela Vilar

    12/01/2020 - 11:00


    Fundo de financiamento da educação básica tem prazo de validade para 31 de dezembro de 2020

    O Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica (Fundeb) no Brasil tem prazo para acabar: 31 de dezembro de 2020. Neste ano, o Congresso deve analisar se vai tornar permanente essa fonte de recursos, criada em 2007 para substituir o Fundef, fundo de manutenção do ensino fundamental. Só em 2019, dos R$ 248 bilhões aplicados nas escolas públicas, R$ 156 bilhões (65% do total) saíram do Fundeb. O fundo recolhe verbas públicas e reparte o montante entre todas as 27 redes estaduais e 5.570 redes municipais de ensino. Três propostas de emenda à Constituição estão em análise hoje no Congresso. Uma das mudanças é a transformação do fundo em uma política pública definitiva, e não mais um mecanismo provisório. A segunda é o aumento das injeções diretas do governo federal, e uma terceira proposta pretende tornar mais justa a fórmula de distribuição da complementação federal.

  • Vestibular Uesb 2020 encerra as inscrições dia 9 de janeiro

    Foto: Divulgação Foto: Divulgação
    06/01/2020 - 15:18


    No próximo dia 9 de janeiro, encerram as inscrições para o Vestibular Uesb 2020. Os interessados poderão realizar as inscrições, somente pela internet, acessando aqui. As provas acontecerão nos dias 2 e 3 de fevereiro, nas cidade de Itapetinga, Jequié e Vitória da Conquista. A Uesb está oferecendo 1.186 vagas para seus cursos de graduação, sendo 709 para o primeiro período letivo e 477 para o segundo semestre. Metade das vagas são disponibilizadas para ampla concorrência e a outra metade será destinada aos candidatos cotistas. Também estão sendo oferecidas vagas adicionais, em cada curso, para quilombolas, indígenas e pessoas com deficiência. Outros detalhes podem ser conferidos no site do Vestibular.

  • MEC abre nova consulta pública sobre o Future-se

    Foto: Reprodução Foto: Reprodução
    Por Luciana Freire

    03/01/2020 - 18:15


    Essa é a segunda consulta feita pelo MEC à população e tem prazo até dia 24 deste mês

    O Ministério da Educação (MEC) abriu hoje (3) até o dia 24 de janeiro nova consulta pública sobre o Programa Universidades e Institutos Empreendedores e Inovadores, o chamado Future-se. O projeto elaborado pelo governo tem entre suas propostas criar um fundo de natureza privada para financiar as universidades e institutos federais. Lançado em julho do ano passado, o Future-se já havia passado por uma pré-consulta pública. Na ocasião, a proposta recebeu mais de 50 mil contribuições. O projeto é polêmico e foi rejeitado por inúmeras universidade federais. De acordo com o MEC, a nova consulta é mais uma possibilidade de ouvir a população e especialistas em educação antes de enviar o projeto de lei ao Congresso Nacional. A consulta pode ser feita pelo e-mail [email protected] e através da página do programa na internet.

  • Nº de alunos no ensino à distância supera presencial em 2019

    Foto: Divulgação | MCTIC Foto: Divulgação | MCTIC
    Por Juliana Almirante

    01/01/2020 - 16:00


    Foram mais de 1,4 milhão de alunos no EaD, o que corresponde a 52% do total de estudantes no ensino superior

    O número de calouros em cursos superiores à distância superou o de presenciais no país no ano de 2019, de acordo com reportagem do jornal "O Globo". Foram mais de 1,4 milhão de alunos no EaD, o que corresponde a 52% do total de estudantes no ensino superior.  A projeção foi feita pela consultoria educacional Atmã Educar. Em 2013, a fatia de alunos no ensino à distância era de 22%. Com a expansão desse tipo de ensino, também mudaram as estratégias tomadas por grandes universidades privadas. A aposta do setor é misturar aulas on-line e presenciais, conhecido como "modelo híbrido". Além disso, o avanço do EaD e de sites de comparação de preços de cursos superiores também provocou o surgimento de descontos nas mensalidades e aumento da concorrência. Uma das causas do crescimento no ensino à distância são as dificuldade na economia brasileira, a exemplo da alta no desemprego após 2014. A renda dos universitários para custear a mensalidade do curso presencial diminuiu. Também houve endurecimento das regras e diminuição de recursos do Fies, programa do governo federal de financiamento estudantil para o ensino superior. O Ministério da Educação (MEC) também ampliou o acesso ao EaD, ao simplificar as normas para abertura dos polos de ensino à distância. O número dessas unidades dobrou e hoje são mais de 12 mil. Em dezembro do ano passado, o ministério ainda impulsionou o setor ao dobrar o limite de aulas on-line para 40% da grade de cursos presenciais, com algumas exceções.

  • SEC abre mais de 12 mil vagas de cursos técnicos

    Foto: Marcos Oliveira | Sudoeste Bahia Foto: Marcos Oliveira | Sudoeste Bahia
    Por Juliana Rodrigues

    30/12/2019 - 14:30


    Inscrições deverão ser feitas entre 6 e 16 de janeiro, por meio do Portal da Educação

    A Secretaria da Educação do Estado (SEC) divulgou, no Diário Oficial da última sexta-feira (27), o edital do processo seletivo para 12.395 vagas de cursos técnicos de nível médio da Educação Profissional e Tecnológica (confira aqui). As oportunidades são para os Centros Estaduais e Centros Territoriais de Educação Profissional, além de unidades compartilhadas, na capital e em mais 95 cidades baianas. As inscrições deverão ser feitas entre 6 e 16 de janeiro, por meio do Portal da Educação. As vagas são direcionadas para quem já concluiu o ensino médio e suas modalidades de forma gratuita, seja na rede pública de ensino, no âmbito federal, estadual ou municipal, ou tenha, comprovadamente, cursado em instituição filantrópica ou em instituição privada na condição de bolsista. Entre os cursos ofertados estão: técnico em administração, em cozinha, em agropecuária e em informática. A divulgação do resultado está prevista para 17 de janeiro. A matrícula dos selecionados será no período de 28 a 30 de janeiro, na unidade escolar para a qual foi classificado. O início do período letivo será em 10 de fevereiro.

  • MEC vai reduzir número de vagas do Fies pela metade

    Foto: Reprodução Foto: Reprodução
    Por Kamille Martinho

    27/12/2019 - 21:00


    As mudanças passam a valer a partir do primeiro semestre de 2021

    O Ministério da Educação (MEC) mudou as regras do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) a partir do ano que vem. O número de vagas oferecidas vai cair para quase metade do atual, de acordo com resolução publicada na edição de hoje (27) do Diário Oficial da União (DOU). Segundo o MEC, "as vagas poderão passar de 100 mil em 2020 para 54 mil em 2021 e 2022". A pasta afirmou que a quantidade de vagas poderá ser revista, anualmente, caso haja alteração nos parâmetros econômicos atuais ou nos aportes do Ministério. Os candidatos precisarão ter nota mínima de 400 pontos na redação do Enem, além da média das cinco provas do exame ser igual ou superior a 450 pontos. Além disso o candidato deve ter uma renda de até 3 salários mínimos e para pedir transferência de faculdade, o candidato deverá ter tirado na prova do Enem a nota de corte do curso ao qual pretende ir. As mudanças passam a valer a partir do primeiro semestre de 2021.

  • Inscrições para o Prouni começam dia 28 de janeiro

    Foto: Reprodução | Sisu Foto: Reprodução | Sisu
    Por Juliana Rodrigues

    24/12/2019 - 07:00


    Calendário foi publicado nesta segunda-feira (23)

    As inscrições para o Programa Universidade para Todos (Prouni) no primeiro semestre de 2020 já têm data marcada. Estudantes de todo o país poderão começar a se inscrever no dia 28 de janeiro. O prazo vai até as 23h59 de 31 de janeiro. As informações sobre o calendário do programa foram publicadas no Diário Oficial da União nesta segunda-feira (23), em edital do Mistério da Educação. Os interessados podem se inscrever no portal do Prouni. O ProUni oferta bolsas de estudo integrais (100%) ou de 50% a estudantes de cursos de graduação e de cursos sequenciais de formação específica, em instituições privadas de educação superior. O programa tem dois critérios de avaliação: desempenho no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) e renda. Direcionado aos estudantes egressos do ensino médio da rede pública ou da rede particular na condição de bolsistas integrais, a iniciativa tem sistema informatizado e impessoal para garantir transparência e segurança no processo. Cronograma: – 28 de janeiro a 31 de janeiro – inscrições. – 4 de fevereiro – divulgação de resultados da primeira chamada. – 4 a 11 de fevereiro – comprovação das informações e eventual processo seletivo próprio das instituições (primeira chamada). – 4 a 14 de fevereiro – registro no SISPROUNI e emissão dos termos pelas instituições (primeira chamada). – 18 de fevereiro – divulgação dos resultados da segunda chamada. – 18 a 28 de fevereiro – comprovação das informações e eventual processo seletivo próprio das instituições (segunda chamada). – 18 de fevereiro a 3 de março – registro no SISPROUNI e emissão dos termos pelas instituições (segunda chamada).

  • Instituições públicas da Bahia divulgam vagas para Sisu 2020.1

    Foto: Divulgação Foto: Divulgação
    Por Kamille Martinho

    21/12/2019 - 15:00


    Confira as vagas nas instituições baianas

    Algumas instituições públicas de ensino da Bahia divulgaram o quadro de vagas dos cursos disponíveis no Sistema de Seleção Unificada (Sisu) 2020.1. Já anunciaram as vagas o Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Bahia (IFBA), Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB) e Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (Uesb). Os candidatos devem fazer a inscrição no período de 21 a 24 de janeiro de 2020, no site do Sisu. O resultado será divulgado no dia 28 de janeiro. O processo de inscrição é feito exclusivamente pela internet, na página do Sisu. O prazo para ingressar na lista de espera vai 29 de janeiro a 4 de fevereiro. Confira as vagas nas instituições baianas: Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Bahia (IFBA): Vagas: 1.620; Cursos: 43; Cidades ofertadas: Barreiras, Brumado, Camaçari, Eunápolis, Feira de Santana, Irecê, Jacobina, Jequié, Lauro de Freitas, Paulo Afonso, Porto Seguro, Salvador, Santo Amaro, Santo Antônio de Jesus, Simões Filho, Valença e Vitória da Conquista. Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB): Vagas: 1.420; Cursos: 40; Cidades ofertadas: Amargosa, Cachoeira, Cruz das Almas, Feira de Santana, Santo Amaro e Santo Antônio de Jesus. Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (Uesb): Vagas: 600; Cursos: 37; Cidades ofertadas: Vitória da Conquista, Jequié, Itapetinga.

  • MEC faz reformulação por 'meritocracia' no Fies e altera nota de corte para redação

    Foto: Marcello Casal Jr | Agência Brasil Foto: Marcello Casal Jr | Agência Brasil
    Por Juliana Almirante

    20/12/2019 - 13:00


    Também foi aprovada a previsão de reduzir vagas quase pela metade, a partir de 2021

    O comitê gestor do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) aprovou nesta semana uma série de mudanças para o programa. De acordo com comunicado do Ministério da Educação (MEC), “meritocracia” será a chave para uso da nota do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) como forma de ingresso no Fies. Também foi aprovada a redução das vagas quase pela metade, a partir de 2021, caso não haja alteração nos parâmetros econômicos atuais. A mudança consta no plano trienal de 2020 a 2022 para o Fies. Foi previsto que as vagas podem passar de 100 mil em 2020 para 54 mil em 2021 e 2022. “Mas esses valores serão revistos a cada ano, podendo voltar a 100 mil vagas caso haja alteração nessas variáveis ou aportes do MEC”, diz o comunicado. "Meritocracia"- Atualmente, para pleitear o financiamento, é necessário ter nota média mínima de 450 pontos e não zerar a redação. O comitê estabeleceu agora uma nota de corte também para a parte discursiva: 400 pontos. A nota média nacional é 522,8. A nota do Enem também vai limitar transferências de cursos em instituições de ensino superior para alunos com financiamento do Fies. Será necessário ter obtido no Enem resultado igual ou superior à nota de corte do curso de destino desejado. “É preciso acabar com o assistencialismo sem restrição fiscal e a meritocracia só para os mais ricos. [Com as mudanças no Fies] A ideia é premiar a cultura do esforço”, afirmou o secretário de Educação Superior do Ministério da Educação (MEC) e presidente do comitê gestor do Fies, Arnaldo Lima, conforme a nota do MEC. Outra mudança estabelecida é a cobrança judicial de débitos. Foi determinada a possibilidade de cobrança judicial dos contratos firmados até o segundo semestre de 2017, com dívida mínima de R$ 10 mil. O ajuizamento deve ser feito após 360 dias de inadimplência na fase de amortização, ou seja, do pagamento em parcelas dos débitos. Atualmente, a cobrança de quaisquer valores é feita no âmbito administrativo. Pela resolução aprovada pelo comitê, só continua a se enquadrar nesse campo quem dever menos de R$ 10 mil. O devedor e os fiadores poderão ser acionados.

  • Estudantes de Caculé, Candiba, Matina e Livramento têm projetos selecionados para a maior Feira de Ciência e Engenharia do país

    Foto: Claudionor Jr | Ilustrativa Foto: Claudionor Jr | Ilustrativa
    19/12/2019 - 20:21


    Estudantes da rede estadual de ensino tiveram 14 projetos de iniciação científica selecionados para a 18ª Feira Brasileira de Ciências e Engenharia (FEBRACE), que acontecerá entre os dias 17 e 20 de março de 2020, em São Paulo - SP. Esta é a maior mostra de projetos de Ciência e Engenharia do país e reúne projetos desenvolvidos por estudantes dos Ensinos Fundamental, Médio e Técnico de todo o Brasil. Na rede estadual de ensino, os projetos dos estudantes foram desenvolvidos no âmbito do Programa Ciência na Escola, da Secretaria da Educação do Estado da Bahia, que fomenta o fazer ciência em sala de aula. A estudante Graziela Silva Santos, 17, 2º ano, do Colégio Estadual Grandes Mestres Brasileiros, localizado em Matina, foi selecionada juntamente com os demais integrantes com o projeto “África sertaneja: memória africana na cultura nordestina”. “Pesquisamos a origem da dança ‘quebra canela’, que acontece na zona rural de Matina e a possível ligação com o continente africano. Estou muito contente com o resultado e com a possibilidade de ir apresentar o projeto fora do nosso Estado”, afirmou. Sobre a FEBRACE - A Feira Brasileira de Ciências e Engenharia é um movimento nacional de estímulo ao jovem cientista, que é realizado na Universidade de São Paulo (USP), em uma grande mostra de projetos. Dentre os objetivos da FEBRACE, destacam-se: estimular novas vocações em Ciências e Engenharia através do desenvolvimento de projetos criativos e inovadores; e aproximar as escolas públicas e privadas das universidades, criando oportunidades de interação espontânea entre os estudantes e professores das escolas com a comunidade universitária para uma melhor compreensão dos papéis das universidades em ensino, pesquisa, cultura e extensão. Confira a relação dos projetos selecionados: ÁFRICA SERTANEJA: MEMÓRIA AFRICANA NA CULTURA NORDESTINA - SIRLEIA PEREIRA DOS SANTOS, CRISTIANE DOS SANTOS SOUZA, Graziela Silva Santos, Janildes Almeida Chagas (Orientador) - Colégio Estadual Grandes Mestres Brasileiros, MATINA. ARGACIT - ARGAMASSA FEITA ATRAVÉS DO PLÁSTICO - Luiz Vinícius Cardoso Matos, Davi Ferreira Barreto (Orientador) - COLÉGIO ESTADUAL FRANCISCO DA CONCEICÃO MENEZES, SANTO ANTÔNIO DE JESUS. BANCO DE SEMENTES DO CERRADO COM USO DE QR CODE - Carlos Antônio Porto dos Santos AMARANTE, Emanuel Alves Ribeiro, Iara de Oliveira Santos, Eliane da Silva Nunes (Orientador), Laísa Macedo Brandão (Coorientador) - Centro Juvenil de Ciência e Cultura, BARREIRAS. BIODIGESTORES EM PEQUENAS PROPRIEDADES RURAIS NO MUNICÍPIO DE CACULÉ-BA: UMA ALTERNATIVA SUSTENTÁVEL NA AGRICULTURA FAMILIAR - ESTER SANTANA OLIVEIRA SANTOS, Diogo Rennam Vieira Trindade, LEIDIANE ALVES SANTANA, Edjane Alexandre Costa Soares (Orientador) - Colégio Estadual Norberto Fernandes, CACULÉ. BIOSSEMENTEIRA ECOLÓGICA - ADRIELE ROCHA DOS SANTOS, Thâmara Mislany Barreto dos Santos, Aline Dourado Sena Gama (Orientador) - Centro Territorial de Educação Profissional da Bacia do Rio Grande, BARREIRAS. DEGRADAÇÃO DO PATRIMÔNIO ESCOLAR: UM ESTUDO DE CASO DO CETEP DO PIEMONTE DA DIAMANTINA II - Elisângela Alves Silva, Lirian Grasiele da Cruz Souza, Milena Conceição Eduardo Rodrigues, LAUDICÉIA DA CRUZ SANTOS (Orientador) - CENTRO TERRITORIAL DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL DO PIEMONTE DA DIAMANTINA II, JACOBINA. DEIXA DE SER TROUXA: UM JOGO PARA APRENDER HISTÓRIA A PARTIR DA SAGA HARRY POTTER - Amanda Almeida Oliveira, Karla Dias de Lima (Orientador) - Centro Juvenil de Ciência e Cultura, VITORIA DA CONQUISTA. E.CANE: BENGALA ELETRÔNICA DE BAIXO CUSTO PARA AMBIENTES INTERNOS - 2 Finalistas da FEBRACE 2020 PUBLICADO EM 18/12/19 – 14H00 Kauã Cunha Silva, João Pedro Araújo Guimarães, Laiza Araújo Gordiano Oliveira, Adaltro José Araujo Silva (Orientador) - Colégio Estadual Wilson Lins, VALENTE. ECOTECH - Clara Martins da Gama Davi, Victor Gabriel Brito de Mello, Beatriz Bispo de Melo, Carla Vanesca Rabelo Ollandezos (Orientador) - Centro Estadual de Educação Profissional em Tecnologia Informação e Comunicação (CEEP), LAURO DE FREITAS. ESTUDO COMPARATIVO DO CRESCIMENTO E DESENVOLVIMENTO QUÍMICO DA PERESKIA ACULEATA MILLER CULTIVADA EM PAR E EM SISTEMA FOTOSSINTÉTICO ATIVO - Ariel Amorim Peixoto Batista, Rafael Sacramento Da Serra Neves, João Mateus Osfher Souza Oliveira, Solange Rodrigues MUti (Orientador), Elton Borges De Sena Barreto (Coorientador) - CEEP em Controle e Processos Industriais Newton Sucupira, SALVADOR. GRUPO DE DANÇA QUILOMBO DOS ANJOS - Bruno da Silva Souza, Sara dos Santos Silva, Cláudia Regina Oliveira Patez (Orientador) - COLÉGIO ESTADUAL ANTÔNIO BATISTA, CANDIBA. LIMA DA PÉRSIA COMO SOLUÇÃO ALTERNATIVA E NATURAL PARA A DESINFECÇÃO DA ÁGUA - TAINA LARISSA PIRES NASCIMENTO, JULYA PIRES DA SILVA, Ana Paula Soarea da Silva (Orientador), IVANDI OLIVEIRA LUZ (Coorientador) - Colégio Estadual João Vilas Boas, LIVRAMENTO DE NOSSA SENHORA. RAZÃO CELESTE: UM JOGO SOBRE ASTRONOMIA - Maicon Douglas Invenção Viana dos Santos, JORGE LUCIO RODRIGUES DAS DORES (Orientador) - Colégio Estadual Edvaldo Brandão Correia, SALVADOR. SUPERFÍCIE FILTRANTE COM MATERIAL ALTERNATIVO E SUSTENTÁVEL PARA O USO EM RESERVATÓRIOS DOMÉSTICOS - Caio Washington Mesquita de Lima, Mariana Santos Santana, Ismirna Israelle Pereira dos Santos (Orientador), Heloisa Lemos de Santana (Coorientador) - Centro Estadual de Educação Profissional em Controle e Gestão do Nordeste Baiano Pedro Ribeiro Pessoa (CEEP), CATU.

  • Inclusão: Uesb forma pedagogo surdo

    Foto: Divulgação Foto: Divulgação
    19/12/2019 - 13:06


    Conquistar o tão sonhado diploma de graduação é o desejo da maioria das pessoas. Por meio dos conhecimentos científicos adquiridos na Universidade, os discentes recebem instruções técnicas essenciais para sua trajetória profissional. Para realizar um curso de graduação, é necessário muita dedicação e preparo para enfrentar as dificuldades que possam surgir, e para aqueles que possuem algum tipo de deficiência, as eventualidades podem se tornar ainda mais limitadoras. Diego Pereira Matos tem 32 anos e possui deficiência auditiva. Neste mês de dezembro, ele se formou em Pedagogia, no campus de Vitória da Conquista. “É muito significativo pra nós, nesse momento, estar concluindo essa etapa com o aluno Diego. Nós sabemos que foram muitos desafios”, afirmou o professor Claudionor Alves, que coordena o curso de Pedagogia. Ainda de acordo com o docente, a vivência com o estudante durante a graduação foi muito rica. “É importante porque com a vinda de outros alunos teremos um tratamento ainda melhor”, reforçou o coordenador do curso, que foi implantado na Instituição em 1997 e já formou aproximadamente 1000 professores.

    Foto: Divulgação
    Foto: Divulgação

    Apesar das limitações e barreiras encontradas no decorrer do curso, Diego contou que sempre esteve disposto a superar as dificuldades que surgiram em sua vida. Por acreditar que a educação é essencial para mudança de hábitos preconceituosos e para minimizar a discriminação de pessoas com deficiência perante à sociedade, o novo pedagogo encarou a missão com muito empenho, tornando a graduação para si um elemento fundamental de contribuição para o exercício e estímulo da educação inclusiva. Para seguir seu sonho com persistência, Diego precisou contar com a ajuda dos colegas e do Núcleo de Acessibilidade e Inclusão para Pessoas com Deficiência da Uesb (Naipd). O Núcleo conta com uma equipe multiprofissional de colaboradores capacitados para auxiliar as pessoas com deficiência em suas atividades acadêmicas, além de disponibilizar equipamentos eletrônicos adaptados, ferramentas e softwares de tecnologias assistivas. Na graduação, o estudante sempre buscou estabelecer uma rede de amizade com colegas que estimulavam seu andamento no curso. “No início, quando eu entrei aqui, tive várias dificuldades de barreiras comunicacionais, porque as pessoas não sabiam a Língua Brasileira de Sinais (Libras)”, lembrou. “Eu estou muito feliz por estar com minha família. Vou comemorar com amigos que, de certa forma, me ajudaram a chegar até aqui hoje. Pretendo fazer uma pós-graduação em Português-Libras. Eu não vou parar”, afirmou Diego, bastante entusiasmado.

  • Enem 2019: resultado será divulgado no dia 17 de janeiro

    Foto: Marcello Casal Jr | Agência Brasil Foto: Marcello Casal Jr | Agência Brasil
    Por Kamille Martinho

    18/12/2019 - 15:00


    Quem fez o Enem como treineiro poderá ter acesso ao boletim individual em março de 2020

    O Ministério da Educação (MEC) vai divulgar no dia 17 de janeiro de 2020 os resultados do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2019. Os candidatos poderão conferir as notas individuais na Página do Participante, no portal ou no aplicativo do Enem. O exame foi aplicado nos dias 3 e 10 de novembro. Ao todo, 3,9 milhões de estudantes compareceram a pelo menos um dia de prova. Quem fez o Enem como treineiro (não irá concluir o ensino médio em 2019) poderá ter acesso ao boletim individual em março de 2020. Os gabaritos oficiais do exame foram divulgados pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), no dia 13 de novembro.