BUSCA PELA CATEGORIA "Educação"

  • Inep aprova 87% dos pedidos de isenção da taxa de inscrição do Enem

    Foto: Reprodução Foto: Reprodução
    Por Sabrina Craide

    23/04/2018 - 16:09

    O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) aprovou 3.318.149 pedidos de isenção da taxa de inscrição do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2018, o que representa 87% do total de solicitações. As mais de 500 mil pessoas que tiveram a solicitação de isenção reprovada poderão apresentar recursos até o próximo domingo (29). A maioria dos pedidos de isenção aprovados foi para estudantes que cursaram todo o ensino médio em escola da rede pública ou como bolsista integral na rede privada e tem renda familiar menor do que um salário mínimo e meio por pessoa. Esse grupo somou mais de 2 milhões de pedidos aprovados. Os candidatos cursando a última série do ensino médio em escola da rede pública somaram 956 mil isenções e candidatos em situação de vulnerabilidade econômica representaram 269 mil aprovações de isenção. Outros 3,2 mil conseguiram isenção por terem feito o Exame Nacional para Certificação de Competências de Jovens e Adultos (Encceja) no ano passado. Para ver o resultado do pedido de isenção e entrar com recurso é preciso acessar a página do participante e informar o CPF e a senha cadastrada. O resultado do recurso será divulgado em 5 de maio. Quem teve a isenção aprovada já está liberado do pagamento da taxa, mas deve fazer a inscrição normalmente entre 7 e 18 de maio.

  • Enem: mais de mil provas podem ter sido fraudadas no ano passado

    Foto: Reprodução Foto: Reprodução
    Por Alexandre Galvão

    23/04/2018 - 07:00

    Porta de entrada para as maiores universidades do país, o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) por ter sido fraudado em mais de mil casos no ano passado, de acordo com a Folha de São Paulo. Segundo a publicação, pelo menos 1.125 provas estão sob suspeita. A matéria aponta que as avaliações estão dentro de grupos com padrão de respostas tão semelhantes entre si que, estatisticamente, é improvável que não tenha havido algum tipo de cola nesses casos. Investigações conjuntas do Inep (órgão federal responsável pelo Enem) e da Polícia Federal confirmaram até hoje apenas 14 casos de fraude. A gestão Michel Temer diz que usa estatística e outros meios para combater as colas. O estudo da Folha identificou tanto duplas de provas suspeitas, o que indica algum tipo de cola rudimentar, quanto grupos com até 67 candidatos suspeitos, apontando para um esquema mais sofisticado de transmissão de respostas. A pesquisa considera apenas candidatos que ficaram entre as 10% melhores notas, entre as edições 2011 e 2016, o que representa um montante total de 3 milhões de provas analisadas. Com essa pontuação, o candidato consegue ingressar em cursos concorridos como medicina, direito ou administração.

  • Inscrições para o Encceja Nacional começam nesta segunda

    Foto: Reprodução Foto: Reprodução
    16/04/2018 - 09:33

    As inscrições para o Exame Nacional para Certificação de Competências de Jovens e Adultos (Encceja Nacional) serão abertas nesta segunda-feira (16), a partir das 10h. As provas serão realizadas no dia 5 de agosto. O Encceja Nacional é direcionado aos jovens e adultos que não concluíram os estudos na idade apropriada para cada nível de ensino. Os participantes devem ter, no mínimo, 15 anos completos na data de realização do exame, para quem busca a certificação do ensino fundamental. Quem busca a certificação do ensino médio tem que ter, no mínimo, 18 anos completos na data de realização do exame. A participação é voluntária e gratuita. Vale lembrar que, durante a inscrição, o participante deve ficar atento à seleção das áreas de conhecimento. Quem quer o certificado de conclusão do ensino fundamental ou do ensino médio precisa ter proficiência nas quatro áreas do conhecimento e na redação. O participante que já tem alguma declaração parcial de proficiência, obtida em edições passadas do Enem ou do próprio Encceja, fica liberado de fazer a prova da área na qual já tem proficiência comprovada. Na inscrição, o participante também precisa escolher a instituição na qual pretende solicitar a certificação ou a declaração parcial de proficiência. Os resultados individuais do Encceja permitem a emissão de dois documentos: a certificação de conclusão do ensino fundamental ou do ensino médio, para o participante que conseguir a nota mínima exigida nas quatro provas objetivas e na redação, e a declaração parcial de proficiência, para o participante que conseguir a nota mínima exigida em uma das quatro provas, ou em mais de uma, mas não em todas. Também serão realizados neste ano o Encceja para quem mora no exterior, para adultos submetidos a penas privativas de liberdade e para adolescentes sob medidas socioeducativas que incluam privação de liberdade. Os interessados têm até o dia 27 de abril para fazer as inscrições. O sistema de inscrição pode ser acessado na página do Encceja na internet.

  • Guanambi: Curso de Jornalismo promove debate sobre fake-news e Código de Ética do Jornalismo

    Foto: Willian Silva | Sudoeste Bahia Foto: Willian Silva | Sudoeste Bahia
    Por Willian Silva

    04/04/2018 - 17:29

    Professores e alunos do primeiro e quarto semestres do curso de Jornalismo da UniFg (Faculdade Guanambi), participaram na noite desta terça-feira (03) de uma aula interdisciplinar, discutindo os principais assuntos que envolvem a forma de se produzir notícia. Entre os tantos assuntos discutidos entre alunos e professores, dois foram os pontos chave para uma maior reflexão: o papel do jornalista em meio as fake-news e o Código de Ética e a postura do jornalista. Participaram da aula as professoras Adriana Bonfim (Educomunicação), Milenna Castro (Oficina de Radiojornalismo / Jornalismo e Tecnologia); Carolina Gaviolli (Planejamento Visual Gráfico / Análise Crítica da Mídia) e o professor Gil Brito (Oficina de Impresso / Jornalismo Esportivo). As discussões duraram cerca de três horas e com participação ativa dos alunos. A ideia partiu da professora Carolina Gaviolli que sugeriu aos outros três docentes a troca de conhecimento entre as disciplinas do curso de Jornalismo. 

    Foto: Willian Silva | Sudoeste Bahia Foto: Willian Silva | Sudoeste Bahia

    Para a professora, o momento que o jornalismo vive é crucial para esse tipo de discussão que surgiu em um outro momento, logo após o assassinato da vereadora carioca Marielle Franco. “A idéia surgiu depois de uma aula da disciplina Análise crítica da mídia. Essa aula aconteceu depois do acontecido com a vereadora do Rio Marielle Franco. Lembro que comentei sobre o ocorrido com os alunos e o objetivo foi provocar reflexão sobre o papel do jornalista como receptor e transmissor da notícia. Entretanto o que ouvi durante a aula estava pautado muitas vezes em opiniões de textos do facebook e whatsapp. Conversei primeiramente com Milenna e depois com Gil e Adriana. Todos toparam prontamente”. Para o professor e também cartunista Gil Brito, que participou da discussão, o jornalista tem que apurar o máximo possível para que a informação seja a mais próxima da realidade. “A primeira coisa a se fazer é aquilo que se espera de qualquer jornalista que se preze. Ou seja, checar as informações com o máximo de rigor possível antes de publicá-las. Nós devemos manter sempre o ceticismo que nos leva a investigar, pois ajudamos a construir uma realidade, a partir do que publicamos. E, por isso, somos também responsáveis por essa realidade. É até triste que o simples fato de fazer o básico de nosso trabalho seja uma forma de nos sobressairmos, porque isso deve ser a regra geral a ser seguida por todos. Nós dependemos de nossa credibilidade.”

  • MEC entrega base curricular do ensino médio para análise de conselho

    Foto: Divulgação | MEC Foto: Divulgação | MEC
    Por Sabrina Craide

    04/04/2018 - 07:48

    A Base Nacional Comum Curricular do ensino médio (BNCC) foi na terça-feira (03) pelo ministro da Educação, Mendonça Filho, ao Conselho Nacional de Educação (CNE). O documento vai orientar os currículos dessa etapa e estabelecer as habilidades e competências que devem ser desenvolvidas pelos alunos ao longo do ensino médio em cada uma das áreas. O texto entregue pelo MEC organiza a BNCC do ensino médio por áreas do conhecimento: linguagens, matemática, ciências da natureza e ciências humanas. Apenas as disciplinas de língua portuguesa e matemática aparecem como componentes curriculares, ou seja, disciplinas obrigatórias para os três anos do ensino médio. Os alunos deverão cobrir toda a BNCC em, no máximo, 1,8 mil horas-aula. As 1,2 mil horas restantes devem ser dedicadas ao aprofundamento no itinerário formativo de escolha do estudante. Esses itinerários serão desenvolvidos pelos estados e pelas escolas, e o MEC vai disponibilizar nos próximos meses um guia de orientação para apoiar a elaboração dos mesmos. As escolas poderão oferecer itinerários formativos em cada uma das áreas do conhecimento ou combinando diferentes áreas. Outra opção é a oferta de itinerários formativos focados em algum aspecto específico de uma área. Os alunos poderão também optar por uma formação técnico-profissionalizante, que poderá ser cursada dentro da carga horária regular do ensino médio. O documento completo já está disponível no site do MEC

  • Prazo para isenção da taxa de inscrição do Enem começa na segunda-feira

    Foto: Reprodução Foto: Reprodução
    Por Tayane Rodrigues

    31/03/2018 - 13:00

    Os estudantes que vão participar do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) em 2018 e planejam pedir isenção da taxa de inscrição devem ficar atentos ao prazo. Neste ano, a solicitação de isenção será feita entre os dias 2 e 11 de abril, ou seja, antes do período de inscrição, que começa em maio. O pedido deve ser feito, exclusivamente, pelo endereço site do Enem. Serão isentos os estudantes que estejam cursando em 2018 a última série do ensino médio em escola da rede pública, ou que tenha cursado todo o ensino médio em escola da rede pública ou estudado como bolsista integral na rede privada e tenha renda per capita igual ou inferior a um salário mínimo e meio. Também tem direito à isenção quem declarar situação de vulnerabilidade socioeconômica, por ser membro de família de baixa renda e estar inscrito no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico). Neste ano, também ganham isenção os participantes do Exame Nacional para Certificação de Competências de Jovens e Adultos (Encceja) do ano passado, que tenham atingido a nota mínima do exame.

  • Base curricular do ensino médio será entregue ao CNE na próxima semana

    Foto: Reprodução Foto: Reprodução
    Por Sabrina Craide e Ana Cristina Campos

    28/03/2018 - 22:12

    O governo deverá entregar na próxima terça-feira (3) a Base Nacional Comum Curricular do Ensino Médio ao Conselho Nacional de Educação (CNE). A informação foi confirmada hoje (28) pelo ministro da Educação, Mendonça Filho. O conselho tem de analisar e aprovar o documento antes de começar a valer. Também deverá ser lançada uma plataforma de consulta pública para colher sugestões para a nova base. O documento, que servirá para orientar os currículos da educação básica, estabelecerá conhecimentos, competências e habilidades que se espera que todos os estudantes desenvolvam. A expectativa é que esse currículo esteja pronto para ser aplicado nas escolas no ano que vem. A BNCC para a educação infantil e o ensino fundamental foi aprovada e homologada no fim do ano passado.

  • Provas do Enem não serão mais difíceis este ano, garante Inep

    Foto: Reprodução Foto: Reprodução
    Por Sabrina Craide

    27/03/2018 - 17:11

    O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) informou nesta terça-feira (27) que a ampliação do tempo dado aos candidatos para fazer a prova no segundo dia do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) não significa que o nível de dificuldade do exame vai aumentar. Segundo o Inep, o conteúdo das provas do Enem é definido pelas Matizes de Referência, que estão disponíveis no portal da instituição. “O documento, de 2009, indica as habilidades que serão avaliadas e orienta a elaboração das questões da prova, assim como a construção de escalas de proficiência que definem o que e o quanto o aluno realiza no contexto da avaliação”, disse o instituto em nota. O Inep alerta aos interessados em fazer o Enem que consultem apenas os canais oficias do Inep e do Ministério da Educação para se informar e tirar dúvidas sobre o exame. Depois da divulgação de que os candidatos terão 30 minutos a mais no Enem deste ano para fazer as provas de exatas, no segundo dia do exame, alguns alunos manifestaram preocupação nas redes sociais sobre o possível endurecimento das questões. No entanto, o aumento do tempo agradou professores e estudantes.

  • Estado divulga resultado provisório da 1ª etapa do concurso público para professor e coordenador pedagógico

    Foto: Reprodução Foto: Reprodução
    24/03/2018 - 17:22

    O Governo do Estado divulgou, no Diário Oficial deste sábado (24), o resultado provisório da 1ª Etapa do concurso público para contratação de professores e coordenadores pedagógicos, da Secretaria da Educação do Estado da Bahia. Dos 103.592 inscritos, 41.404 foram habilitados - sendo 195 candidatos com deficiência e 11.977 declarados negros. Os habilitados concorrerão entre si, nas etapas subsequentes, para ingresso em uma das 3.096 vagas de professor e 664 de coordenador pedagógico. O resultado está disponível no Portal do Servidor, no site da Fundação Carlos Chagas (FCC), organizadora do certame, e no site da Secretaria da Educação do Estado. Realizado conjuntamente pelas secretarias da Administração (Saeb) e da Educação, o certame ocorreu no dia 25 de fevereiro, em todo o estado. No dia 13 de abril, deverão ser divulgados os resultados final da prova objetiva e provisório da prova discursiva. Os aprovados nestas duas etapas serão convocados, via edital, a ser publicado no mesmo dia, no Diário Oficial do Estado, para a prova de títulos. O resultado final está programado para o dia 12 de junho. Mais de 91 mil educadores realizaram as provas do concurso, aplicadas no dia 25/02, o que corresponde a 88% do total de inscritos. A avaliação aconteceu em 28 municípios da Bahia, abrangendo todos os Territórios de Identidade. As vagas para professor são nas áreas de Arte, Biologia, Educação Física, Filosofia, Física, Geografia, História, Língua Inglesa, Língua Portuguesa, Matemática, Química e Sociologia, sendo exigida formação específica e diploma concedido por instituição reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC). Para coordenador pedagógico é exigida formação em Pedagogia, também com reconhecimento do MEC. Em todos os casos, a carga horária semanal é de 40 horas.

  • Governo Temer quer liberar até 40% do ensino médio a distância

    Foto: Reprodução | France Press Foto: Reprodução | France Press
    Por Alexandre Galvão

    20/03/2018 - 10:01

    O governo Michel Temer (MDB) quer liberar até 40% da carga horária total do ensino médio para ser realizada a distância. De acordo com a Folha de São Paulo, para a educação de jovens e adultos, a proposta é permitir que 100% do curso seja fora da escola. A reforma do ensino médio, aprovada em 2017, abriu a brecha ao ensino online — possibilidade vetada anteriormente. Agora, a resolução que atualiza as Diretrizes Curriculares Nacionais do Ensino Médio prevê a regulamentação da carga horária. O texto já teve uma primeira discussão no CNE (Conselho Nacional de Educação). Após a definição das diretrizes, caberá a cada rede pública ou escola privada regulamentar formatos e ferramentas do ensino.

  • Enem: espelhos de redação e notas de treineiros são disponibilizados

    Foto: Reprodução Foto: Reprodução
    Por Letycia Bond

    19/03/2018 - 15:53

    Os estudantes que participaram da última edição do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), realizada em novembro do ano passado, já podem conferir, pelo portal, a correção de sua redação. A correção é feita por dois professores, que conferem ao texto do candidato uma nota entre 0 e 1.000 pontos, observando cinco critérios, cada um valendo 200 pontos, que, somados, dão a nota total. Também foi divulgada nesta segunda-feira (19) a nota dos estudantes que fizeram o teste na condição de treineiros, ou seja, participantes que, no ano passado, ainda não tinham concluído o ensino médio e eram menores de 18 anos. No caso dos treineiros, que representaram 8,9% do total de participantes na última edição do Enem, os resultados atingidos não podem ser usados para acesso às instituições de ensino superior.

  • Uneb participa do Fórum Social Mundial 2018 com extensa programação gratuita

    Foto: Jorge Santana | Sudoeste Bahia Foto: Jorge Santana | Sudoeste Bahia
    13/03/2018 - 15:01

    A Universidade do Estado da Bahia (Uneb) vai participar, com extensa programação gratuita e aberta ao público, do Fórum Social Mundial (FSM 2018), que acontece de quarta (14) a sábado (17), em Salvador. Entre as atividades já confirmadas está a Plenária dos Povos e Comunidades Tradicionais Africanas e de Terreiros, que acontecerá nos dias 14 e 15 de março, no teatro da Universidade, na capital. A iniciativa reserva debates distribuídos em seis eixos temáticos, entre eles: Crimes e Racismo Religioso, Articulação Política e Organização, e Na encruzilhada da Contemporaneidade. A programação na Uneb conta ainda com o Fórum Estadual de Educação do Campo (FEEC/Bahia), no dia 14 de março, com a realização de relatos de experiência e plenária sobre Educação do Campo, Políticas Públicas e Democracia. O evento terá ainda debates sobre Territoriedade Quilombola: conquistas e desafios; Educação Popular e Formação Política junto aos Movimentos Sociais; Comunicação Acessível como Direito Humanos; e A Extensão Universitária e sua Contribuição para a Transformação Social, além de atividades políticas e culturais. Além das ações que serão realizadas e acolhidas na Uneb, a universidade também participará do FSM 2018 em outros espaços através de palestras, rodas de conversas, lançamentos de livros. Destaque para a Conferência O dia do Samba e Édison Carneiro, que será proferida pelo professor Gildeci Leite no dia 14, às 14h, em local a ser definido.

  • Prazo para finalizar inscrição no Fies é estendido para a próxima quinta-feira

    Foto: Reprodução Foto: Reprodução
    09/03/2018 - 20:49

    O Ministério da Educação prorrogou mais uma vez o prazo para os estudantes pré-selecionados na chamada única do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) complementarem sua inscrição no Fies Seleção. Agora, os candidatos têm até a próxima quinta-feira (15) para fechar a contratação. A prorrogação abrange as 80 mil vagas a juro zero, destinadas, neste primeiro semestre, aos estudantes que comprovarem renda per capital mensal familiar de até três salários mínimos. O período de divulgação dos resultados da pré-seleção da modalidade P-Fies começa no dia 16 de março. O MEC já tinha adiado o prazo para a finalização da inscrição, que terminaria nesta sexta-feira (9). Segundo o MEC, a nova prorrogação do prazo busca preservar os interesses dos candidatos pré-selecionados em chamada única e que estiverem classificados em lista de espera.

  • Inscrições para programas de formação de professores começam nesta semana

    Foto: Reprodução Foto: Reprodução
    04/03/2018 - 16:00

    As instituições que quiserem participar dos programas de formação de professores anunciados essa semana pelo governo federal podem fazer a inscrição a partir de quarta-feira (7). De acordo com os editais do Programa Institucional de Bolsa de Iniciação à Docência (Pibid) e do Programa de Residência Pedagógica, o período de inscrição vai até o dia de 16 de abril e a previsão para o início dos projetos é a partir de 1º de agosto. O primeiro passo para a inscrição nos dois programas é a inserção do currículo do coordenador institucional e dos docentes orientadores na Plataforma Freire, disponível no site. Depois, a proposta deverá ser preenchida no sistema de inscrições da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes), contendo as informações necessárias para o processo de classificação e seleção. O Pibid é voltado para alunos que estejam na primeira metade de curso de licenciatura ofertado por instituições de ensino superior pública ou privada sem fins lucrativos. Serão concedidas bolsas entre R$ 400 e 1,5 mil, para estudantes, professores e coordenadores dos projetos.

  • Vestibular da Uesb começa neste domingo; 15 mil se inscreveram

    Foto: Divulgação | Ascom Uesb Foto: Divulgação | Ascom Uesb
    Por Marina Hortélio

    03/03/2018 - 20:10

    O vestibular 2018 da Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (Uesb) acontece no domingo (4) e na segunda-feira (5), nas cidades de Vitória da Conquista, Itapetinga e Jequié, onde seus campi estão localizados. São 1.186 vagas oferecidas para os 15.757 inscritos. Antes do exame, os candidatos deverão consultar o seu local de prova no site da Consultec, empresa que organiza o teste. Os portões serão fechados às 8h. Para verificar a informação, o candidato deve inserir o CPF ou número de inscrição, além da data de nascimento ou e-mail na página da Consultec. Segundo a comissão do vestibular, 75% dos candidatos já acessaram seus cartões de prova. Os cursos de medicina e direito são os mais procurados pelos vestibulandos.

  • Prazo para inscrição no Fies é prorrogado para sexta-feira

    Foto: Reprodução Foto: Reprodução
    28/02/2018 - 22:48

    O Ministério da Educação (MEC) decidiu prorrogar o período de inscrições para o Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) referente ao primeiro semestre de 2018. Agora, o prazo termina na próxima sexta-feira (2). Segundo o MEC, a decisão foi tomada para não prejudicar os candidatos e instituições, já que cerca de 400 mil inscrições ainda se encontram em fase de preenchimento no Sistema de Seleção do Fies. Até as 17h desta quarta-feira (28), o sistema havia registrado 387.488 inscrições concluídas e 427.431 inscrições em andamento. O prazo para as inscrições terminaria hoje (28). Pode se inscrever no Fies o estudante que tiver média de pelo menos 450 pontos no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) e que não tenha tirado nota zero na redação. Outra exigência é se encaixar dentro dos limites de faixa de renda estabelecidos para o programa. Para esta edição, serão ofertadas 155 mil vagas. No total, em 2018, o número chegará a 310 mil vagas. Dessas, 100 mil terão juro zero para os estudantes que comprovarem renda per capita mensal familiar de até três salários mínimos.

  • Termina hoje o prazo para inscrição no Fies

    Foto: Reprodução Foto: Reprodução
    28/02/2018 - 11:05

    O prazo para inscrições no Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) termina nesta quarta-feira (28), às 23h59. Podem se inscrever alunos que tiveram média de pelo menos 450 no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) e que não tenham tirado nota zero na redação. Outra exigência é se encaixar dentro dos limites de faixa de renda estabelecidos para o programa. Há duas modalidades do financiamento (Fies e P-Fies) estruturadas em três faixas. A primeira contempla alunos com renda familiar bruta, por pessoa, de até três salários mínimos, sem juro real (0%). A segunda é destinada a alunos em cuja família cada membro tenha renda de até cinco salários mínimos nas regiões Norte, Nordeste e Centro-Oeste. Estudantes com o mesmo teto de renda familiar das demais regiões estão incluídos na terceira faixa. Nestes dois últimos casos, os juros serão calculados em valor pouco acima da inflação. Para fazer a inscrição no site do Ministério da Educação e Cultura (MEC), o candidato deve fornecer o número do CPF, a data de nascimento e um e-mail válido. Além disso, precisa informar a renda familiar para comprovar que se encaixa nas exigências do programa. Os resultados de pré-seleção e as listas de espera serão divulgados após o encerramento das inscrições. Para a modalidade Fies a lista com os nomes será publicada no dia 5 de março, e na modalidade P-Fies, no dia 12 de março.

  • Concurso da Educação terá resultados parciais antes da prova de títulos

    Foto: Reprodução Foto: Reprodução
    27/02/2018 - 10:18

    A Fundação Carlos Chagas, responsável pela aplicação do concurso público para professores e coordenadores pedagógicos da rede estadual de ensino, deverá divulgar, no dia 24 de março, o resultado provisório dos aprovados na prova objetiva. A previsão é que o resultado final da prova objetiva e provisório e da prova discursiva seja divulgado no dia 13 de abril. Os aprovados nestas duas etapas serão convocados, via edital a ser publicado no mesmo dia, no Diário Oficial do Estado, para a prova de títulos. O resultado final está programado para o dia 12 de junho. Mais de 91 mil educadores realizaram as provas do concurso, aplicadas no domingo (25), o que corresponde a 88% do total de inscritos. A avaliação aconteceu em 28 municípios da Bahia, abrangendo todos os territórios de identidade. Ainda nesta segunda-feira (26), a partir das 17h, Fundação divulga o gabarito oficial, no site institucional. O secretário estadual da Educação, Walter Pinheiro, fez um balanço sobre a realização das provas, considerando “um bom resultado, sem intercorrências, além de um bom nível de presença dos candidatos, com abstenção inferior a 12%. A expectativa é fortalecer o eixo pedagógico das escolas, com o provimento de mais 3.760 educadores para o quadro do magistério estadual, sendo 3.096 professores e 664 coordenadores pedagógicos”. 

  • Educadores de toda a Bahia realizaram as provas do concurso público da rede estadual de ensino

    Foto: Suâmi Dias | Ascom/Educação Foto: Suâmi Dias | Ascom/Educação
    25/02/2018 - 22:01

    Educadores de toda a Bahia realizaram neste domingo (25) as provas objetiva e discursiva do concurso público destinado para professores e coordenadores pedagógicos da da rede estadual de ensino. O objetivo é preencher 3.760 vagas, sendo 3.096 para o primeiro e 664 para para o segundo, respectivamente, como parte das ações do Governo Estadual em fortalecer o eixo pedagógico nas escolas e valorização dos profissionais da educação. O concurso ainda contará com uma etapa para avaliação de títulos (com previsão para abril de 2018). O secretário da Educação do Estado, Walter Pinheiro, falou da iniciativa de promover um concurso desta abrangência. "Esse era um objetivo da gestão estadual já que definimos como o alicerce para a transformação da educação pública um novo eixo pedagógico que valorizasse, além do conteúdo, os agentes presentes na escola. E o educador é uma parte fundamental para que tenhamos sucesso neste novo caminho. Com um coordenador pedagógico em cada escola e professores produzindo uma pedagogia de aprendizagem que interaja com as particularidades de cada região, acreditamos que os estudantes passarão para um outro nível de conhecimento, onde a escola não vai apenas prepará-los para a formação profissional, mas também para a vida", destacou. Segundo o superintendente de Recursos Humanos, Adriano Tamboni, da Secretaria da Administração do Estado, a realização do concurso simbolizou um marco para a educação do estado. "Esse concurso tem uma característica importante, porque é o primeiro concurso dos últimos anos que já é realizado para carga horária de 40h. Então acho que essa foi uma diretriz importante do governador Rui Costa, até na perspectiva de ter o professor mais integrado à escola. E percebemos, com mais de 103 mil inscritos, que essa foi uma iniciativa acertada, junto com a ideia de promover um coordenador pedagógico por escola. Então esperamos, após todo os processos de avaliação, que a partir do segundo semestre, esse pessoal já comece a entrar em atividade", ressaltou.

  • Prouni divulga lista de aprovados nesta quarta-feira

    Foto: Reprodução Foto: Reprodução
    14/02/2018 - 08:30

    O resultado do Programa Universidade Para Todos (ProUni) 2018 será divulgado nesta quarta-feira (14), no site. O programa oferece 242.987 bolsas de estudo em 2.976 instituições de ensino particulares. Dessas, 113.863 são integrais e 129.124, parciais. As oportunidades foram exclusivas para quem fez o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2017 com média 450 pontos em cada uma das provas e nota superior a zero na redação. Os candidatos aprovados para as bolsas de estudos terão de comprovar os dados pessoais na universidade onde estudarão, entre os dias 15 e 23 de fevereiro. A falta de documentos no momento da comprovação de informações gera a perda da bolsa. Além disso, os candidatos precisaram comprovar a renda familiar per capita (por pessoa) para saber à qual bolsa teriam direito: para ter bolsas de 100%, a renda é de até um salário mínimo por pessoa; para bolsas de 50%, renda de até três salários mínimos.