BUSCA PELA CATEGORIA "Educação"

  • Resultado do pedido de isenção da taxa do Enem é divulgado hoje

    Foto: Wilson Dias | Agência Brasil Foto: Wilson Dias | Agência Brasil
    Por Juliana Rodrigues

    17/04/2019 - 14:00

    Para consultar o resultado na Página do Participante, é necessário informar o CPF e a senha criada na hora de fazer a solicitação

    Os participantes que solicitaram a isenção da taxa do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) podem conferir hoje (17), na Página do Participante, se os pedidos foram ou não aceitos. Para consultar o resultado, é necessário informar o CPF e a senha criada na hora de fazer a solicitação. Os estudantes que não tiverem o pedido aceito poderão entrar com recurso no período de 22 a 26 de abril, também na Página do Participante. O resultado do recurso será divulgado no mesmo endereço, a partir de 2 de maio. No total, quase 3,7 milhões de estudantes solicitaram a isenção da taxa de inscrição, de acordo com o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep). Para participar do exame, os estudantes - com ou sem isenção da taxa - devem fazer a inscrição no período de 6 a 17 de maio.

  • Escolas estaduais terão controle de frequência por biometria, anuncia Rui

    Foto: Marcos Oliveira | Sudoeste Bahia Foto: Marcos Oliveira | Sudoeste Bahia
    Por Juliana Almirante

    12/04/2019 - 10:00

    Medida pretende combater a alta evasão escolar, que impede que a Bahia alcance bons resultados em indicadores educacionais

    O governador Rui Costa anunciou, em entrevista à Rádio Metrópole, nesta sexta-feira (12), que será licitado um sistema biométrico, ou seja, com digitais, para ter o controle da frequência de alunos nas escolas da estadual. A licitação deve ser publicada ainda neste mês. A medida pretende combater a alta evasão escolar, que impede que a Bahia alcance bons resultados em indicadores educacionais. "Vamos colocar controle de acesso com digital. Todos que acessam a escola vão ter que colocar o acesso nas escolas. Vamos conseguir ter em tempo real a frequência das escolas dos alunos. hoje só conseguimos saber no final do ano. Vamos monitorar isso por semana", afirmou Rui. Segundo o governador, a intenção é que, ao verificar a quantidade de faltas dos alunos, os estudantes e pais possam ser alertados e que o governo possa acompanhar os casos para tentar impedir a evasão. Outras medida anunciada pelo governador é um programa de reforço escolar que será transmitido na TVE e também estará disponível na internet. Também será licitada, para todas as escolas da rede estadual, banda larga de 20 MB.

  • Professores da Uneb decidem pela continuidade da greve

    Foto: Divulgação Foto: Divulgação
    Por Alexandre Galvão

    10/04/2019 - 18:25

    Os docente reclamam do desrespeitos "os direitos trabalhistas"

    Os professores da Uneb decidiram continuar com a greve. Os docentes demonstraram indignação com as posturas tomadas pelo governo do estado nesse início de greve, que vem tentando confundir informações e colocar a opinião pública contra os professores. Durante a assembleia, a coordenadora da Associação dos Docentes da Uneb (Aduneb), Ronalda Barreto, fez o repasse de uma reunião ocorrida, nesta manhã, entre as representações docentes, deputados da Assembleia Legislativa e representante da Secretaria de Relações Institucionais. Os políticos acenaram com a possibilidade de serem os mediadores entre o movimento grevista e o governo. Os docente reclamam do desrespeitos "os direitos trabalhistas". Apenas na Uneb cerca de 400 professores aguardam há pelo menos dois anos em uma fila de espera. Possuem todos os requisitos necessários, tem a garantia da lei, mas a Secretaria de Administração nega a implantação.

  • Novo ministro defende tirar Bolsa Família e tutela de pais de aluno que agredir professor

    Por Juliana Almirante

    10/04/2019 - 08:00

    Para ele, o professor tem que fazer boletim de ocorrência e as leis precisam ser seguidas

    O novo ministro da Educação, Abraham Weintraub, afirmou, em entrevista ao Estadão, que os alunos que agredirem professores devem ter retirado o benefício do Bolsa Família e até mesmo a tutela dos pais. "Se o aluno agride, o professor tem de fazer boletim de ocorrência. Chama a polícia, os pais vão ser processados e, no limite, tem que tirar o Bolsa Família dos pais e até a tutela do filho. A gente não tem que inventar a roda. Tem que cumprir a Constituição e as leis ou caminhamos para a barbárie. Hoje há muito o 'deixa disso', 'coitado'. O coitado está agredindo o professor. Tem que registrar, o pai tem que ser punido. Se não corrigir, tira a tutela da criança", defendeu ele. Defensor do enfrentamento ao chamado “marxismo cultural”, o titular do MEC diz que ficará vigilante a “tudo que sair” da pasta, como livros didáticos, e que ficará atento a “sabotagens”. No entano, ele descarta que haverá perseguição na pasta. “Não sou caçador de comunistas”, afirmou. Ele ainda disse que vai trabalhar para entregar o que está no plano de governo e não fará mudanças no Fies ou no Prouni: “Chega de solavanco".

  • Universidade nordestina não deve ensinar filosofia, diz novo ministro da Educação

    Foto: Reprodução Foto: Reprodução
    Por Juliana Almirante

    09/04/2019 - 10:40

    Para ele, universidades da região do país deveriam ensinar agronomia, em parceria com Israel

    O novo ministro da Educação, Abraham Weintraub, acredita que as universidades do Nordeste não deveriam oferecer cursos de sociologia e filosofia. Para ele, as unidades de ensino deveriam priorizar o ensino de agronomia, "em parceria com Israel." Weintraub defendeu o ponto de vista em transmissão ao vivo, pela internet, em setembro do ano passado, quando integrava a equipe que elaborou o programa de governo de Jair Bolsonaro. Ele discutia a questão com Luis Philippe Bragança, hoje deputado federal pelo PSL de São Paulo. "Eu vi aqui alguns comentários do Nordeste. O plano de energia é Nordeste na veia. O plano de energia que a gente tá fazendo, fotovoltáico e eólico, é porrada no desemprego. Rápida geração de renda. E é Nordeste, por causa da questão solar", disse Abraham Weintraub. E continuou:"Em Israel, o Jair Bolsonaro tem um monte de parcerias para trazer tecnologia aqui para o Brasil. Em vez de as universidades do Nordeste ficarem aí fazendo sociologia, fazendo filosofia no agreste, [devem] fazer agronomia, em parceria com Israel. Acabar com esse ódio de Israel. Israel, nas faculdades federais, é loucura o que você escuta, né?", disse. A declaração de privar estudantes nordestinos de determinados cursos pode ser comparada com as ideias do ex-ministro Ricardo Vélez. O antecessor de Weintraub declarou que "universidade, do ponto de vista da capacidade, não é para todos. Somente algumas pessoas que têm desejo de estudos superiores e que se habilitam para isso entram na universidade".

  • Em reunião com reitores, Rui libera R$ 36 mi para investimento em universidades

    Foto: Fernando Vivas | GOVBA Foto: Fernando Vivas | GOVBA
    Por Juliana Almirante

    08/04/2019 - 21:30

    Governador também anunciou que publicará projeto de lei redistribuindo 68 vagas do quadro do magistério da Universidade Estadual de Santa Cruz (UESC)

    Ao se reunir nesta segunda-feira (8) com representantes de universidades baianas, o governador Rui Costa determinou a liberação imediata de R$ 36 milhões para investimento nas quatro universidades estaduais baianas. No encontro, estiveram presentes os reitores Evandro do Nascimento Silva (UEFS), Adélia Maria Pinheiro (UESC), Luiz Otávio Magalhães (UESB) e José Bites de Carvalho (UNEB). Rui também apresentou levantamento feito pela Secretaria da Administração (Saeb), que mostra um aumento de 19,35% na folha de pagamento dos servidores destas instituições nos últimos quatro anos. “O Estado está no limite da capacidade financeira para remuneração de pessoal e não pode desrespeitar a Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF)”, diz o governo em nota. Na reunião com os reitores, o governador também anunciou que publicará projeto de lei redistribuindo 68 vagas do quadro do magistério da Universidade Estadual de Santa Cruz (UESC), gerando a possibilidade para a promoção de até 151 professores. As promoções devem gerar um impacto para os cofres públicos de R$ 2,7 milhões este ano e R$ 3,6 milhões em 2020. Dentre as 151 promoções, um total de 68 professores poderá ser promovido para o cargo de professor adjunto, outros 63 podem promovidos para o cargo de professor titular e 20 para ocupar o cargo de professor pleno.

  • Mais de 2,1 milhões de estudantes pediram isenção no Enem 2019

    Foto: Mariana Tokarnia l Agência Brasil Foto: Mariana Tokarnia l Agência Brasil
    Por Juliana Rodrigues

    08/04/2019 - 21:00

    A taxa de inscrição deste ano é R$ 85

    Mais de 2,1 milhões de estudantes solicitaram a isenção da taxa de inscrição do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2019, de acordo com o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep). A taxa de inscrição deste ano é R$ 85. O prazo para pedir a isenção da taxa começou no último dia 1º e segue até esta quarta-feira, 10. Até as 10h desta hoje (8), 2.123.576 participantes haviam solicitado o não pagamento. Podem solicitar a isenção da taxa os estudantes que estão cursando a última série do ensino médio, em 2019, em escola da rede pública; aqueles que cursaram todo o ensino médio em escola da rede pública ou como bolsista integral na rede privada, com renda, por pessoa, igual ou menor que um salário mínimo e meio, o que, em valores de 2019, equivale a R$ 1.497. São também isentos os participantes em situação de vulnerabilidade socioeconômica, ou seja, membros de família de baixa renda com Número de Identificação Social (NIS), único e válido, com renda familiar por pessoa de até meio salário mínimo, R$ 499, ou renda familiar mensal de até três salários mínimos, R$ 2.994. Em nota, o Inep reforça que a isenção de taxa de inscrição não é automática para nenhum grupo de participantes e a solicitação não poderá ser feita durante as inscrições, por isso, pede que os estudantes estejam atentos ao prazo. O pedido é feito pela Página do Participante, na internet.

  • Inscreva-se na Semana de integração acadêmica do Centro de Estudos Dimensão

    Foto: Divulgação Foto: Divulgação
    08/04/2019 - 08:00

    De 08 a 14 de abril acontece a Semana de Integração Acadêmica 2019, promovida pela Dimensão Centro de Estudos, em parceria com a Uninter e Residência Educação. A semana de integração acadêmica do Centro de Estudos Dimensão visa articular a comunidade acadêmica composta de alunos da educação superior (graduação e pós-graduação) do Centro Universitário Uninter e alunos dos Cursos Técnicos da Escola Técnica Residência, seus tutores, coordenadores e equipe operacional, além de convidados da comunidade escolar local. As atividades desenvolvidas ao longo da Semana de Integração Acadêmica objetivam ampliar os laços de convivência e solidariedade entre a comunidade acadêmica, nas várias modalidades e níveis de cursos, além de proporcionar ampliação de informações sobre profissões e cursos, potencializar conhecimentos, apontar soluções para questões sociais. Seu desenvolvimento dar-se-á através de palestras, exposições em stands e murais, oficinas, rodas de conversa e minicursos, compreendendo as áreas de tecnologia, negócios, educação, saúde, meio ambiente, elétrica educação Física e recreação. As inscrições podem ser realizadas na página do evento.

  • Professores da Uneb decretam greve

    Foto: Ascom | Aduneb Foto: Ascom | Aduneb
    Por Juliana Rodrigues

    04/04/2019 - 18:15

    Decisão vale para as 24 unidades da universidades, localizadas em todo o estado da Bahia

    Os professores da Universidade do Estado da Bahia (Uneb) decretaram greve por tempo indeterminado a partir desta quinta-feira (4). A decisão vale para as 24 unidades da universidade, localizadas em todo o estado da Bahia. Os docentes já estavam se mobilizando desde o mês passado, quando foi decretado estado de greve. Por meio de nota enviada à imprensa, os professores disseram que tentam negociar a pauta de negociações com o governo desde 2016. “Apenas na Uneb, mais de 400 docentes que já deveriam ter sido promovidos, aguardam em uma fila de espera. Há seis anos também não acontece aumento salarial. Outro problema são os contingenciamentos orçamentários, ou seja, dinheiro que está previsto não chega na universidade, porque o governo não repassa. Somente entre agosto e novembro do ano passado esse contingenciamento, em média, confiscou 55% do orçamento da Uneb”. Após ouvir os professores, representantes do governo se comprometeram em apresentar propostas à pauta. Uma nova reunião acontecerá na próxima segunda-feira (8), às 15h30, no Instituto Anísio Teixeira.

  • Gráfica que iria imprimir provas do Enem decreta falência

    Foto: Divulgação Foto: Divulgação
    Por Alexandre Galvão

    01/04/2019 - 17:30

    A gráfica responsável pela impressão de provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) desde 2009, a RR Donnelley, decretou falência nesta segunda-feira (1º). A multinacional informou por meio de nota que a paralisação dos trabalhos foi por causa das "atuais condições de mercado na indústria gráfica e editorial tradicional, que estão difíceis em toda parte, mas especialmente no Brasil". De acordo com o G1, a mesma gráfica seria a responsável pela impressão das provas do Enem 2019, que será aplicado nos dias 3 e 10 de novembro em todo Brasil, e o prazo para os pedidos de isenção na taxa de inscrição foi aberto nesta segunda (1º). As inscrições deverão ser feitas de 6 a 17 de maio. Uma alternativa, em casos emergenciais, é o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) conseguir uma dispensa de licitação para contratar uma gráfica e garantir a impressão segura das provas a tempo da aplicação do Enem 2019.

  • Começa hoje prazo para solicitar isenção no Enem

    Foto: Wilson Dias | Agência Brasil Foto: Wilson Dias | Agência Brasil
    Por Juliana Rodrigues

    01/04/2019 - 09:00

    Estudantes que atendem aos critérios podem requerer o benefício pela internet

    O prazo para pedir isenção da taxa de inscrição do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) começa hoje (1º) e vai até o dia 10 de abril. Os estudantes que atendem aos critérios podem solicitar o benefício na Página do Participante. Neste ano, a taxa é R$ 85. Podem solicitar a isenção os estudantes que estão cursando a última série do ensino médio em 2019, em escola da rede pública; aqueles que cursaram todo o ensino médio em escola da rede pública ou como bolsista integral na rede privada, com renda, por pessoa, igual ou menor que um salário mínimo e meio, que em valores de 2019 equivale a R$ 1.497. Além disso, são isentos os participantes em situação de vulnerabilidade socioeconômica, ou seja, membros de família de baixa renda com Número de Identificação Social (NIS), único e válido, renda familiar por pessoa de até meio salário mínimo, ou R$ R$ 499, ou renda familiar mensal de até três salários mínimos, ou R$ 2.994. Estudantes isentos que faltaram ao exame no ano passado deverão, no mesmo período, apresentar justificativa da ausência e solicitar novamente a isenção, caso desejem fazer as provas este ano.

  • Estudantes devem pedir isenção da inscrição do Enem a partir desta segunda-feira

    Foto: Wilson Dias | Agência Brasil Foto: Wilson Dias | Agência Brasil
    Por Juliana Almirante

    31/03/2019 - 13:00

    Saiba quais são os critérios para conseguir a isenção no pagamento da taxa, com valor de R$ 85

    Estudantes interessados em se inscrever no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) podem solicitar, a partir de segunda-feira (1º) a isenção da taxa cobrada para fazer a prova. O pedido deve ser feito por meio da Página do Participante, na internet. Neste ano, o valor da taxa é de R$ 85. Entre os critérios para garantir a isenção da taxa, estão cursar a última série do ensino médio, em 2019, em escola da rede pública; cursar todo o ensino médio em escola da rede pública ou como bolsista integral na rede privada, com renda, por pessoa, igual ou menor que um salário mínimo e meio, que em valores de 2019, equivale a R$ 1.497. Ainda são isentos os estudantes considerados "em situação de vulnerabilidade socioeconômica", ou seja, que possui membros de família de baixa renda com Número de Identificação Social (NIS), único e válido,além de renda familiar por pessoa de até meio salário mínimo, ou R$ R$ 499, ou renda familiar mensal de até três salários mínimos, ou R$ 2.994.

  • Decreto bloqueia mais de R$ 5 bilhões do orçamento da Educação

    Foto: Valter Campanato | Agência Brasil Foto: Valter Campanato | Agência Brasil
    Por Aline Reis

    30/03/2019 - 08:00

    Contingenciamento atinge quase todas as áreas

    O governo publicou nesta sexta-feira (29), em edição extraordinária do "Diário Oficial da União", o decreto de programação orçamentária com o detalhamento do bloqueio de mais de R$ 29 bilhões em gastos no Orçamento de 2019. O bloqueio é um congelamento de uma parcela das verbas do Orçamento Federal com o objetivo de tentar cumprir a meta de déficit primário (despesas maiores do que receitas, sem contar juros da dívida pública) de até R$ 139 bilhões para este ano. Para desbloquear esses recursos até o fim do ano, o governo depende do ingresso de receitas adicionais. Em valores absolutos, de acordo com o decreto, as áreas que sofreram maior bloqueio foram Educação (R$ 5,83 bilhões) e Defesa (R$ 5,1 bilhões). As emendas parlamentares (recursos que deputados e senadores indicam para investimento em obras e serviços nos estados e municípios) sofreram bloqueio de R$ 2,95 bilhões. Em termos percentuais, o maior bloqueio aconteceu no Ministério de Minas e Energia (79,5% do total), seguido pelo Ministério de Ciência e Tecnologia (41,97%), Infraestrutura (39,46%), Defesa (38,61%), Turismo (37,12%), Desenvolvimento Regional (32,37%). Os menores contingenciamentos foram nas áreas de Saúde (2,98%), na Controladoria-Geral da União (13,63%) e no Ministério das Relações Exteriores (19,97%). Sobre as emendas parlamentares, o Ministério da Economia informou que, do montante total do bloqueio, R$ 1,965 bilhão refere-se às emendas individuais e R$ 990 milhões às emendas de bancadas estaduais de execução obrigatória. De acordo com o governo, o bloqueio foi equivalente a 21,63% do montante das respectivas emendas, "uma vez que esse foi o percentual da limitação global das despesas primárias discricionárias sujeitas a essa limitação".

  • Estudantes de Livramento são sucesso na Feira de Ciências, Empreendedorismo e Matemática da Bahia (FECIBA)

    Foto: Divulgação | NTE 13 Foto: Divulgação | NTE 13
    29/03/2019 - 12:30

    Estudantes da rede estadual de ensino participaram nesta semana da Mostra da Feira de Ciências, Empreendedorismo e Matemática da Bahia (FECIBA), que está sendo promovida pela Secretaria da Educação do Estado (SEC), no Instituto Anísio Teixeira (IAT), em Salvador. Além de apresentar seus projetos de iniciação científica, no âmbito do Ciência na Escola, eles também participaram de oficinas com instituições parceiras como a Universidade Estadual de Feira de Santana (UEFS), Instituto Alana, Instituto Paramitas e Atina Educação. A atividade voltada à Educação Científica também contempla educadores da rede estadual de ensino. De Livramento de Nossa Senhora, as estudantes Hyasmin e Maria Beatriz, do Colégio Estadual João Villas Boas, foram sucesso com a apresentação do projeto "Biodiesel da Borra do Café, orientado pela professora Ana Paula Rocha. Veja o vídeo:

  • Bolsonaro decide demitir ministro da Educação, diz jornalista

    Foto: Marcelo Camargo | Agência Brasil Foto: Marcelo Camargo | Agência Brasil
    Por Matheus Simoni

    27/03/2019 - 21:30

    Demissão é mais um capítulo da novela envolvendo a crise instalada na pasta nos últimos meses

    O presidente Jair Bolsonaro (PSL) decidiu hoje (27) demitir o ministro Ricardo Vélez Rodríguez do Ministério da Educação, um dos principais pontos de crise do governo desde a posse em janeiro. A informação foi confirmada pela jornalista Eliane Cantanhêde, da Globo News. A demissão é mais um capítulo da novela envolvendo a crise instalada na pasta nos últimos meses. As recentes mudanças no MEC, com exonerações de cargos de confiança, foram questionadas pelos parlamentares em reunião com o agora ex-ministro na tarde de hoje (27), na Câmara dos Deputados. Na última segunda-feira (25), a secretária de Educação Básica, Tania Leme de Almeida, pediu demissão após não ter sido consultada sobre a decisão de suspender a avaliação de alfabetização. A crise parte de uma disputa interna de pessoas ligadas ao guru ideológico de Bolsonaro, o astrólogo Olavo de Carvalho. Vélez é o segundo ministro a deixar o governo de Jair Bolsonaro. Em fevereiro, Gustavo Bebianno deixou a secretaria-Geral da Presidência após atritos com os filhos do presidente.

  • Lanche dos candidatos será revistado no Enem 2019

    Foto: Reprodução Foto: Reprodução
    Por Juliana Rodrigues

    26/03/2019 - 07:00

    De acordo com edital divulgado ontem (25), exame terá outras mudanças, como espaço para cálculos e rascunho da redação

    O Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2019 terá mudanças significativas em relação às edições anteriores, segundo o edital divulgado ontem (25). Além do aumento no valor da inscrição, que passou de R$ 82 para R$ 85, nesta edição os lanches dos candidatos serão revistados. O estudante também poderá incluir uma foto no momento da inscrição. O aluno ainda vai ter um espaço com linhas para rascunho da redação e um espaço para cálculos no final do caderno de questões. Pessoas com deficiência auditiva poderão indicar, no momento da inscrição, se usam aparelho auditivo ou implante coclear. A prova do Enem acontece nos dias 3 e 10 de novembro, dois domingos.

  • Inep divulga edital do Enem 2019

    Foto: Reprodução Foto: Reprodução
    Por Juliana Rodrigues

    25/03/2019 - 09:30

    Exame será aplicado nos dias 3 e 10 de novembro; as inscrições deverão ser feitas de 6 a 17 de maio

    O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) divulgou na manhã desta segunda-feira (25) o edital do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2019. De acordo com a publicação o exame será aplicado nos dias 3 e 10 de novembro. As inscrições deverão ser feitas de 6 a 17 de maio. Neste ano, a taxa a ser paga será de R$ 85. Na edição de 2018, era de R$ 82. O pagamento da taxa de inscrição deve ser feito entre os dias 6 e 23 de maio, em agências bancárias, casas lotéricas e Correios. Nesta edição do exame, os lanches levados pelos candidatos serão revistados. Além disso, o candidato poderá fazer a inclusão de foto na na inscrição. Háverá também espaço com linhas para rascunho da redação; espaço para cálculos no final do caderno de questões; surdos, deficientes auditivos e surdocegos poderão indicar, na inscrição, se usam aparelho auditivo ou implante coclear. O primeiro dia de prova será dia 3 de novembro quando serão aplicadas as questões de linguagens, códigos e suas tecnologias, redação e ciências humanas e suas tecnologias. A prova terá duração de 5h30. No segundo domingo, dia 10 de novembro, será a vez das questões de ciências da natureza e suas tecnologias e matemática e suas tecnologias. A prova terá duração de 5 horas. Confira o edital.

  • Professores da Uneb entram em estado de greve e paralisam atividades amanhã

    Foto: Marcos Oliveira | Sudoeste Bahia Foto: Marcos Oliveira | Sudoeste Bahia
    Por Lara Curcino

    21/03/2019 - 19:30

    A categoria explica que supostas medidas de Rui teriam motivado a decisão

    Os professores da Universidade do Estado da Bahia (Uneb) decidiram, em assembleia realizada na manhã de hoje (21), em Salvador, entrar em estado de greve. A Associação dos Docentes da universidade (Aduneb) também aprovou a paralisação das atividades acadêmicas amanhã. Em nota, foi explicado que “a partir de agora, a categoria fica a um passo da deflagração da greve por tempo indeterminado” e que “a decisão é necessária devido às constantes medidas do governo Rui Costa, que têm prejudicado os docentes e as universidades públicas estaduais da Bahia”. Na tarde de hoje, os docentes da Universidade Estadual de Feira de Santana (Uefs) e da Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (Uesb) farão assembleia para decidir a mesma pauta. Já a Universidade Estadual de Santa Cruz (Uesc), está em estado de greve desde o dia 13 deste mês.

     

  • Ministério da Educação institui comissão para vigiar Enem

    Foto: Marcello Casal Jr | Agência Brasil Foto: Marcello Casal Jr | Agência Brasil
    Por Juliana Almirante

    20/03/2019 - 09:30

    Grupo é composto por três pessoas, entre eles um ex-aluno do ministro Ricardo Vélez Rodríguez. 

    O Ministério da Educação (MEC) criou uma comissão para avaliar as questões do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), de acordo com reportagem do Estadão. O grupo é composto por três pessoas, entre eles um ex-aluno do ministro Ricardo Vélez Rodríguez. A comissão terá acesso ao ambiente de segurança máxima onde fica a prova, a fim de “verificar sua pertinência com a realidade social, de modo a assegurar um perfil consensual do exame”.Ao jornal, o MEC negou que a criação da comissão seja censura. O grupo ainda vai emitir um parecer que avaliará as questões que serão retiradas do exame.  Depois disso, o diretor de Avaliação da Educação Básica do Instituto de Estudos e Pesquisas Educacionais do MEC (Inep), Paulo Cesar Teixeira, junto com a equipe técnica especialista em exames do órgão, ainda poderá discordar. O presidente do Inep, Marcus Vinícius Rodrigues, também decidirá se a questão sai ou fica. Teixeira é ligado a Igreja Católica e Rodrigues foi indicado por militares.

  • Inep divulga espelhos da redação Enem 2018

    Foto: Divulgação Foto: Divulgação
    Por Kamille Martinho

    19/03/2019 - 19:56

    Os participantes poderão visualizar as justificativas da nota atribuída pelos corretores em cada uma das cinco competências avaliadas

    A partir de hoje (19) os participantes do Enem 2018, Exame Nacional do Ensino Médio, poderão acessar a versão digitalizada da correção de suas redações, disponibilizados na página do INEP (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira). Os participantes poderão visualizar as justificativas da nota atribuída pelos corretores em cada uma das cinco competências avaliadas no Enem. O Inep também liberou as notas dos treineiros que fizeram a prova.