BUSCA PELA CATEGORIA "Educação"

  • Contingenciamentos vão afetar aulas a partir de agosto, dizem universidades

    Foto: Divulgação | UFRJ Foto: Divulgação | UFRJ
    Por Juliana Rodrigues

    17/08/2019 - 20:00


    Atividades de pesquisa e extensão já sofrem os efeitos dos cortes, segundo levantamento do portal G1; UFRJ (foto) é uma das mais afetadas

    Ao menos 21 universidades federais terão atividades de pesquisa e extensão afetadas pelos cortes no orçamento da Educação no segundo semestre, de acordo com levantamento do portal G1. Caso o contingenciamento não seja revertido, as aulas poderão ser suspensas a partir de agosto em dez universidades. Outras sete não apontaram data, mas afirmaram que a situação está indefinida. Das 68 universidades contatadas pela reportagem, 37 responderam. Cinco universidades afirmaram que já tinham dívidas acumuladas ao fim de 2018 e nove preveem acumular dívidas até o fim de 2019. Uma delas é a UFRJ, que já tinha R$ 283 milhões de saldo devedor em 2018 e deve terminar o ano com R$ 307 milhões no negativo. As aulas já estão suspensas na UFCSPA e poderão deixar de acontecer na UFPR no fim de agosto. Já o calendário letivo fica ameaçado a partir de setembro na UFAC, na UFPE, na UFFRJ, na UFRRJ, na Unipampa e na UFPel, enquanto a UFG (Jataí) e a UFRJ só têm verbas para funcionar até outubro. As atividades de pesquisa serão afetadas em 21 universidades: UFAC; UFSB; UFG (Jataí e Catalão); Unifal ; UFJF; UFTM; Unifei; UFV; UFSJ; Unifesspa; Univasf; UTFPR; Unila; UFRN; UFRGS; UFCSPA; UFPel; UFABC; UFT e Unifesp. Além disso, atividades de extensão, como cursos de preparação para vestibulares, assistência à saúde da comunidade e capacitação para profissionais da educação básica, serão atingidas nas seguintes instituições: UFABC; UFAC; UFCSPA; UFG (Catalão e Jataí); Ufop; UFPel; UFPR; UFRGS; UFRJ; UFRN; UFSB; UFSC; UFTM; UFV; Unifal; Unifesp; Unifesspa; Unipampa e Univasf.

  • MEC lança orientações sobre a Política Nacional de Alfabetização

    Foto: Gabriel Jabur | MEC Foto: Gabriel Jabur | MEC
    Por Juliana Rodrigues

    15/08/2019 - 11:30


    Novas diretrizes foram publicadas em abril, mas ainda não haviam sido implementadas por falta de instruções mais detalhadas

    O Ministério da Educação divulgou hoje (15) uma cartilha com orientações para a implementação da Política Nacional de Alfabetização (PNA), por parte de prefeitos e governadores. O documento foi apresentado durante evento em Brasília. "O caderno de apresentação da PNA, tornado público hoje, tem uma função importante pois esclarece e aprofunda o conteúdo exposto no decreto: os conceitos, os termos, e a concepção de alfabetização baseada em evidências", afirma o secretário de Alfabetização do MEC, Carlos Nadalim. No entanto, as evidências apontadas pelo empresário não foram apresentadas. As novas orientações foram publicadas em 11 de abril, na cerimônia de 100 dias do governo Bolsonaro, e constavam na lista de 35 prioridades para o período. Mas, passados quatro meses, elas ainda não foram implementadas em nenhum colégio, já que não havia instruções mais detalhadas para que os secretários municipais e estaduais de educação pudessem elaborar novas propostas de alfabetização para os colégios. A Política Nacional de Alfabetização prevê, entre outras mudanças, que o ensino infantil reforce as atividades de pré-alfabetização, e que haja esforço extra para concluir o ensino da leitura já no primeiro ano do ensino fundamental. Além disso, o texto prioriza um método de ensino sobre os demais: o chamado método fônico, classificado no decreto como uma lista de "seis componentes essenciais para a alfabetização".

  • Cartão de confirmação do Encceja já está disponível

    Foto: Reprodução Foto: Reprodução
    13/08/2019 - 19:00


    Os participantes já podem acessar o cartão de confirmação do Exame Nacional para Certificação de Competências de Jovens e Adultos (Encceja) 2019. O documento está disponível na Página do Participante no Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep). As provas serão aplicadas no dia 25 de agosto, em 611 municípios. Os portões de acesso aos locais do exame serão abertos às 8h e fechados às 8h45 para as provas aplicadas pela manhã. À tarde, os candidatos podem entrar as 14h30 até 15h15, de acordo com o horário oficial de Brasília.

  • IFBA abre inscrições para isenção de taxa do processo seletivo 2020 de cursos técnicos

    Foto: Reprodução Foto: Reprodução
    13/08/2019 - 18:00


    O Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Bahia (IFBA) está com inscrições abertas para os cursos técnicos por meio do Processo Seletivo 2020. A inscrição deve ser feita, exclusivamente, pela internet, no endereço eletrônico www.selecao.ifba.edu.br. Conforme a instituição, para os candidatos terem direito a este benefício é necessário, nos cursos na forma integrada, que tenham cursado todo o ensino fundamental II em escola pública, e para os cursos na forma subsequente que tenham estudado todo o ensino médio em escola pública. No dia 10 de setembro, os candidatos terão acesso à lista preliminar dos beneficiados com a isenção parcial da taxa, com possibilidade de solicitar recurso. 13/9 é a data prevista para publicação da lista final dos contemplados. Caso concedida a isenção, deverá ser impresso e pago o boleto bancário no valor de R$ 3,50 até a data de vencimento. A isenção parcial deve ser solicitada no momento da inscrição, no site do IFBA. Os estudantes devem se apresentar, no dia 23 de agosto, em qualquer campus do instituto, com os documentos exigidos no edital.

  • Uneb divulga relação de candidatos aprovados na 2ª chamada do vestibular 2019

    Foto: Marcos Oliveira | Sudoeste Bahia Foto: Marcos Oliveira | Sudoeste Bahia
    Por Juliana Rodrigues

    30/07/2019 - 08:30


    Matrícula deve ser feita entre os dias 8 e 9 de agosto; confira instruções

    A Universidade do Estado da Bahia (Uneb) divulgou, ontem (29), a lista de candidatos aprovados em segunda chamada no vestibular 2019. A chamada é para cursos da modalidade presencial nos campi de Salvador e do interior do estado. O ingresso dos estudantes será no segundo semestre deste ano. Confira a relação de aprovados. Os estudantes que optaram pelo sistema de cotas deverão comparecer, entre os dias 2 e 5 de agosto, no departamento onde funciona o curso escolhido, para o procedimento de validação. O escalonamento está disponível no site da Uneb. Os aprovados (cotistas e não cotistas) devem realizar a matrícula, entre os dias 8 e 9 de agosto, na coordenação acadêmica do Departamento/Campus onde funciona o curso escolhido, das 8h30 às 11h30 e das 13h30 às 17h, levando todos os documentos exigidos no edital de convocação.

  • Uneb oferece bolsas de R$ 100 para estudantes de escola pública atuarem em pesquisa

    Foto: Marcos Oliveira | Sudoeste Bahia Foto: Marcos Oliveira | Sudoeste Bahia
    Por Juliana Rodrigues

    29/07/2019 - 09:00


    Inscrições podem ser feitas até o dia 2 de agosto

    A Universidade do Estado da Bahia (Uneb) abriu inscrições para candidatos ao Programa de Iniciação Científica Júnior (PIBIC Jr), do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq). A iniciativa é voltada para estudantes do ensino fundamental, médio ou profissional da rede pública. Os participantes vão receber bolsas mensais no valor de R$ 100, durante a vigência da participação (12 meses); e devem dedicar, no mínimo, oito horas semanais ao projeto. Os estudantes serão orientados por pesquisadores da universidade e farão parte de grupos de pesquisa da instituição. Eles devem se cadastrar até as 17h do dia 2 de agosto, no Sistema Online de Iniciação Científica e Tecnológica (Sonic) da Uneb, apresentando os documentos solicitados pelo edital de seleção do PIBIC Jr. Os professores da universidade também podem participar do PIBIC Jr, através da orientação dos estudantes bolsistas. Para isso, devem se inscrever e submeter projetos/subprojetos até 17h do dia 2 de agosto. Mais informações podem ser encontradas no site da Uneb.

  • Estado nomeia mais 277 professores e coordenadores pedagógicos aprovados no concurso público da Educação

    Foto: Divulgação Foto: Divulgação
    18/07/2019 - 15:30


    O Governo do Estado publicou, na edição desta quinta-feira (18) do Diário Oficial do Estado (DOE), a nomeação de 277 novos servidores aprovados no concurso público para a rede estadual de ensino. Os profissionais nomeados têm 30 dias, a partir deste dia 18/7, para tomar posse. Os que foram alocados em Salvador devem comparecer à sede da Secretaria da Educação do Estado (SEC), no Centro Administrativo, na Coordenação de Provimentos e Movimentação (sala 138). Já os que foram designados para cidades do interior tomam posse no seu Núcleo Territorial de Educação (NTE). Depois de empossados, eles serão encaminhados para as escolas. Esta é a terceira nomeação do certame e contempla 260 professores e 17 coordenadores pedagógicos. Destes, 70 profissionais serão alocados na capital e os outros 207 irão atuar no interior baiano. As nomeações foram realizadas dentro do quantitativo de candidatos aprovados correspondente ao número de vagas ofertadas em edital. A distribuição dos candidatos ficará a cargo da SEC. Lançado em novembro de 2017, o referido concurso público ofertou 3.760 vagas, sendo 3.096 para professores e 664 para coordenadores pedagógicos e representa mais uma das ações adotadas pelo governo do Estado de valorização da carreira do magistério público estadual. Foram inscritos 103,5 mil candidatos, com mais de 41 mil habilitados. Os professores e coordenadores pedagógicos que já tomaram posse, anteriormente, falam sobre a importância da carreira para o magistério público estadual, a exemplo da professora de Língua Portuguesa, Ionara Paula Sampaio da Hora, que foi a primeira colocada para Salvador e designada para lecionar no Colégio Estadual Dionísio Cerqueira, no Alto de Santa Cruz. “Eu sempre quis entrar na rede pública. Me formei na UNEB e me sentia na obrigação desta devolutiva para a sociedade. Foi muito significativo ser a primeira aprovada, ver meu nome na lista. Estou felicíssima e realizada, porque este concurso representa a estabilidade, de você não se sentir tão vulnerável. Temos uma perspectiva de seguir carreira, de ter um crescimento profissional”, atestou na ocasião da sua nomeação. Nas escolas, os novos coordenadores pedagógicos foram recepcionados pelos gestores, que promovem a integração com a comunidade escolar. Foi o que aconteceu com a coordenadora pedagógica Jurema Santos, que foi recebida pela diretora Ivani Teles, do Colégio Estadual Eduardo Bahiana, no bairro de Cajazeiras, em Salvador. “A figura do coordenador pedagógico na escola é fundamental, e não tínhamos. Ele é uma profissional responsável pela articulação, se tornando um elo de ligação das estratégias pedagógicas. Jurema chegou para acrescentar no trabalho da gestão a partir de sua competência para uma leitura pedagógica do processo de ensino e aprendizagem, especialmente neste momento de construção do currículo do novo Ensino Médio”, destacou a gestora. Veja a lista de nomeados no Portal da Educação.

  • Secretaria da Educação do Estado realiza nestas quinta e sexta-feira (18 e 19) matrícula para os cursos técnicos de nível médio

    Foto: Ilustrativa | Claudionor Jr Foto: Ilustrativa | Claudionor Jr
    18/07/2019 - 12:50


    A Secretaria da Educação do Estado realiza, nestas quinta e sexta-feira (18 e 19), a matrícula para os cursos técnicos de nível médio para o segundo semestre na rede estadual de ensino. São mais de 20 mil vagas ofertadas para duas formas de articulação. Deste total, 12.510 vagas são para a forma de articulação Subsequente, para aqueles que se inscreveram e foram classificados no sorteio eletrônico, cujo resultado está disponível no Portal da Educação. As outras 7.720 vagas são para cursos do PROEJA Médio, direcionadas a aqueles com mais de 18 anos, que concluíram o Ensino Fundamental e que não precisaram de inscrição prévia. A matrícula para as duas formas de articulação será realizada, presencialmente, nas unidades de ensino. No caso do subsequente, os candidatos devem se dirigir às unidades escolares indicadas na inscrição do sorteio eletrônico e para os quais foram contemplados. Os do Proeja devem observar as unidades ofertantes conforme lista disponível no Portal da Educação. Nos dois casos, no ato da matrícula, o estudante deve apresentar documentos como o original do histórico escolar; originais e cópias da cédula de identidade ou certidão de registro civil; do CPF; e do comprovante de residência. As aulas serão iniciadas no dia 29 de julho. As vagas ofertadas são para os Centros Estaduais e Centros Territoriais de Educação Profissional, além de unidades compartilhadas na capital, e em mais 97 municípios dos 27 Territórios de Identidade, entre os quais estão: Feira de Santana, Vitória da Conquista, Itabuna, Gandu, Ipiaú, Ilhéus, Jequié, Juazeiro, Senhor do Bonfim, Barreiras, Seabra, Itaberaba, Serrinha, São Domingos, Bom Jesus da Lapa, Xique-xique, Irecê, Santo Antônio de Jesus, Cruz das Almas, Alagoinhas, Macaúbas e Caetité. Ao todo são 45 cursos disponibilizados, a exemplo de: Administração, Segurança do Trabalho, Logística, Meio Ambiente, Agroecologia, Agropecuária, Enfermagem, Nutrição e Dietética, Análises Clínicas, Edificações, Eletrotécnica, Informática, Contabilidade, Farmácia, Química, Cozinha, Alimentos, Panificação, Recursos Humanos, Edificações, Desenho da Construção Civil, Rede de Computadores, Secretariado, Conservação e Restauro, Artes Visuais, Instrumento Musical, Documentação Musical e Regência. Para mais informações acesse: www.educacao.ba.gov.br

  • Programa do MEC possibilita que universidades cedam direitos de nome para marcas

    Foto: Luis Fortes | MEC Foto: Luis Fortes | MEC
    Por Juliana Rodrigues

    18/07/2019 - 10:00


    Segundo a pasta, o projeto "Future-se" ainda prevê a possibilidade de parcerias público-privadas para a gestão de imóveis das instituições

    O programa Future-se, proposto pelo Ministério da Educação e apresentado ontem (17), permitirá que os campi e edifícios universitários tenham os "naming rights" (direitos de nome), cedidos para marcas, como acontece com estádios de futebol. O projeto ainda prevê a celebração de contratos de gestão compartilhada do patrimônio imobiliário das universidades com empresas privadas, além da criação de fundos patrimoniais com doações de empresas ou ex-alunos, para financiar pesquisas ou investimentos de longo prazo, e a criação de ações de cultura que possam se inscrever em editais da Lei Rouanet ou outros de fomento. Antes da adesão das universidades, o MEC fará uma consulta pública sobre o Future-se nos próximos 30 dias, através da internet. A área jurídica do ministério ainda estuda quais pontos terão de ser aprovados pelo Congresso Nacional para entrarem em vigor.

  • IFBA abre inscrições para processo seletivo com 5,6 mil vagas

    Foto: Divulgação Foto: Divulgação
    Por Juliana Rodrigues

    17/07/2019 - 12:30


    Do total, 3 mil vagas são para cursos integrados, que aliam ensino médio e técnico

    O Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Bahia (IFBA) publicou ontem (16) o edital do Processo Seletivo para cursos técnicos, nas formas integrada (ensino médio e técnico, para concluintes do ensino fundamental) e subsequente (ensino técnico para concluintes do ensino médio), com ingresso em 2020. As inscrições podem ser feitas até o dia 20 de setembro, exclusivamente pela internet, através da página do Processo Seletivo. São oferecidas quase 5,6 mil vagas, disponíveis em 20 cidades da Bahia: Barreiras, Brumado, Camaçari, Euclides da Cunha, Eunápolis, Feira de Santana, Ilhéus, Irecê, Jacobina, Jequié, Juazeiro, Paulo Afonso, Porto Seguro, Salvador, Santo Amaro, Seabra, Simões Filho, Ubaitaba, Valença e Vitória da Conquista. Metade das vagas será destinada a estudantes que cursaram o ensino fundamental e/ou médio em escolas públicas, e 5% para candidatos com deficiência. Para se inscrever, o candidato deve preencher os dados solicitados e gerar o boleto para pagamento da taxa de inscrição, no valor de R$ 35. Caso o candidato tenha cursado todo o Ensino Fundamental II (6º ao 9º ano, antiga 5ª a 8ª série) em escola pública poderá solicitar, até o dia 22 de agosto, a isenção parcial da taxa de inscrição, pagando o valor de R$ 3,50, correspondente a 10% da taxa de inscrição. O quadro de vagas do Processo Seletivo 2020 é composto por 3 mil vagas para 19 cursos da forma integrada e cerca de 2,5 mil para a forma subsequente, em 17 cursos.

  • Governador anuncia nova nomeação de professores e coordenadores pedagógicos

    Foto: Marcos Oliveira | Sudoeste Bahia Foto: Marcos Oliveira | Sudoeste Bahia
    Por Catarina Lopes

    17/07/2019 - 08:30


    A terceira nomeação do certame irá contemplar 260 professores e 17 coordenadores pedagógicos

    O Governo do Estado vai publicar, no Diário Oficial do Estado (DOE) desta quinta-feira (18), a nomeação de 277 novos servidores aprovados no concurso público para a rede estadual de ensino. O anúncio foi feito pelo governador Rui Costa, durante o programa Papo Correria, transmitido nesta terça-feira (16), pelas redes sociais. A terceira nomeação do certame irá contemplar 260 professores e 17 coordenadores pedagógicos. Destes, 70 profissionais serão alocados na capital e os outros 207 irão atuar no interior baiano. As nomeações desta quinta-feira (18) serão realizadas dentro do quantitativo de candidatos aprovados correspondente ao número de vagas ofertadas em edital. A distribuição dos candidatos ficará a cargo da Secretaria da Educação do Estado (SEC). Lançado em novembro de 2017, o concurso ofertou 3.760 vagas, sendo 3.096 para professores e 664 para coordenadores pedagógicos. O concurso recebeu 103,5 mil inscritos, com mais de 41 mil habilitados.

  • Resultado do Fies já está disponível no site

    Foto: Reprodução Foto: Reprodução
    Por Catarina Lopes

    10/07/2019 - 19:00


    Estudantes aprovados devem comparecer as instituições escolhidas

    O resultado do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) de juro zero e do P-Fies já está disponível para consulta na página do programa, que pode ser acessada pelo link fies.mec.gov.br/. Os estudantes selecionados no P-Fies devem comparecer à instituição de ensino para validar as informações fornecidas na inscrição a partir de hoje (10), e os selecionados na modalidade Fies devem complementar a inscrição entre hoje e sexta-feira (12). Quem não foi selecionado na modalidade Fies juro zero pode participar da lista de espera entre os dias 15 de julho e 23 de agosto. Não a lista de espera do P-Fies, sendo a pré-aprovação do financiamento na modalidade de responsabilidade exclusiva dos agentes financeiros operadores de crédito que tenham relação jurídica estabelecida com as instituições de ensino participantes.

  • MEC divulga nesta terça resultado do Fies

    Foto: Reprodução | Agência Brasil Foto: Reprodução | Agência Brasil
    Por Alexandre Galvão

    09/07/2019 - 08:00


    Quem não foi selecionado na modalidade Fies juro zero pode ainda participar da lista de espera, entre os dias 15 de julho e 23 de agosto

    O Ministério da Educação (MEC) divulga hoje (9) o resultado do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) juro zero e do P-Fies. Nesta edição, serão ofertadas 46,6 mil vagas a juro zero. O resultado estará disponível na internet, na página do programa e nas instituições de ensino superior participantes. Os estudantes selecionados no P-Fies devem comparecer à instituição de ensino para validar as informações prestadas na hora da inscrição a partir desta terça-feira. Já os selecionados na modalidade Fies devem complementar a inscrição no período de 10 a 12 de julho. Quem não foi selecionado na modalidade Fies juro zero pode ainda participar da lista de espera, entre os dias 15 de julho e 23 de agosto. Não há lista de espera do P-Fies. A pré-aprovação do financiamento na modalidade do P-Fies é de responsabilidade exclusiva dos agentes financeiros operadores de crédito que tenham relação jurídica estabelecida com instituições de ensino participantes.

  • ProUni reduz oferta para bolsas integrais e cursos presenciais

    Foto: Reprodução | Agência Brasil Foto: Reprodução | Agência Brasil
    Por Juliana Almirante

    04/07/2019 - 11:30


    Mudanças no perfil de bolsas ocorrem pelo menos desde 2016 e se intensificaram neste ano, na gestão do presidente Jair Bolsonaro (PSL)

    O Programa Universidade Para Todos (ProUni) registra queda no volume de bolsas integrais e avança na oferta de subsídios para cursos de Educação à Distância (EAD), em geral de menor qualidade. De acordo com reportagem da Folha, além disso, as vagas EAD passaram a dominar a modalidade de bolsas integrais. As mudanças no perfil de bolsas ocorrem pelo menos desde 2016 e se intensificaram neste ano, na gestão do presidente Jair Bolsonaro (PSL). Criado em 2005, o ProUni teve, até 2015, em média 69% das bolsas na modalidade integral. Neste ano, esse percentual caiu para 45% do total. Dentro do universo dos subsídios integrais, 25% foram de EAD em 2015. Já neste ano, esse índice subiu para 45%. Se consideradas apenas as bolsas do segundo semestre, o percentual foi de 51%. A escolha de oferecer mais bolsas integrais em cursos na modalidade EAD, que tem baixo custo, é das instituições. Em nota, o MEC informou que a lei determina a oferta de bolsas em cada curso efetivamente instalado na instituição, o que inclui EAD e presencial. "Os programas do MEC são sempre avaliados com vistas ao aprimoramento", diz a nota. A equipe de Mendonça Filho, então ministro da Educação no governo Temer (MDB), não quis comentar.

  • Enem 2019 está pronto e deverá ser impresso até o dia 17

    Foto: Reila Maria | Câmara dos Deputados Foto: Reila Maria | Câmara dos Deputados
    Por Leo Sousa

    02/07/2019 - 19:00


    O presidente do Inep, Camilo Mussi, garantiu a segurança do exame

    As provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) já estão prontas e passam agora pela fase de diagramação e impressão. De acordo com o presidente substituto do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), órgão responsável pela prova, Camilo Mussi, a mídia com as questões foi entregue na última sexta-feira (28), três dias antes do previsto no cronograma. Convocado a prestar esclarecimentos sobre o andamento e a segurança do exame em audiência pública na comissão externa da Câmara dos Deputados, Mussi garantiu a proteção da prova. “Na semana passada, a Polícia Federal esteve na gráfica, como faz todos os anos, na quinta e na sexta. A PF verificou a área de diagramação e impressão e deu o ok. Na sexta, fizemos outra visita, e a segurança da gráfica foi confirmada", afirmou. Pelo cronograma, as provas serão impressas até o próximo dia 17.

  • MEC divulga hoje resultado da segunda chamada do ProUni

    Foto: Reprodução Foto: Reprodução
    Por Catarina Lopes

    02/07/2019 - 10:32


    Lista está disponível no site do programa

    O Ministério da Educação (MEC) divulgou hoje (2) o resultado da segunda chamada do Programa Universidade para Todos (ProUni). A lista pode ser acessada no site do programa, disponível no link http://siteprouni.mec.gov.br/. Quem passou deve ir, a partir de hoje, às instituições de ensino e comprovar as informações fornecidas na inscrição. Cabe aos estudantes verificar com as instituições os horários e local de comparecimento para a verificação, e o prazo é até o dia 8 deste mês. A lista com a documentação necessária está disponível no link http://siteprouni.mec.gov.br/documentacao.php

  • Ensino Médio estadual terá carga horária anual ampliada em 200 horas

    Foto: Pixabay Foto: Pixabay
    Por Catarina Lopes

    27/06/2019 - 19:00


    Mudança ocorrerá a partir de 2020 para tentar melhorar o desempenho de jovens

    A carga horária anual dos estudantes de Ensino Médio da rede estadual será ampliada em 200 horas, passando de 800h/ano para 1000h/ano. Por dia, isso representa 1h a mais de aula para os alunos. A mudança ocorrerá a partir de 2020 e tem como objetivo melhorar o desempenho dos jovens no Ensino Médio. Segundo o subsecretário da Educação, Danilo Souza, os detalhes da mudança ainda estão em discussão, e não está decidido se essa hora será acrescentada no início ou fim das aulas. A inspiração veio analisando outros países. “Percebemos que nos países que têm resultados melhores no ensino, os estudantes passam mais tempo na escola, existem mais horas de estudo", disse ele.

  • Fies abre inscrições para segundo semestre de 2019

    Foto: Reprodução Foto: Reprodução
    Por Catarina Lopes

    25/06/2019 - 18:25


    Prazo vai até 1° de julho

    Estão abertas as inscrições para o Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) do segundo semestre deste ano. Os interessados devem se inscrever pela internet, no site do programa, até o dia 1° de julho. Pode concorrer quem fez qualquer edição do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) a partir de 2010, com média igual ou superior à 450 pontos e nota maior que zero na redação. O resultado desta edição do Fies será divulgado dia 9 de julho. O Fies tem modalidades de acordo com a renda familiar. Para quem tem renda familiar per capita de até três salários mínimos, existe a modalidade com juro zero, e o estudante começa a pagar as prestações respeitando seu limite de renda. Já quem tem renda familiar per capita entre três e cinco salários mínimos tem a modalidade P-Fies, em que o financiamento é feito por condições definidas pelo agente financeiro operador de crédito, que pode ser um banco privado ou Fundos Constitucionais e de Desenvolvimento.

  • De cada 10 professores do fundamental, 4 não têm formação no que ensinam

    Foto: Sumaia Vilela | Agência Brasil Foto: Sumaia Vilela | Agência Brasil
    Por Juliana Rodrigues

    25/06/2019 - 14:37


    Dados constam do Anuário Brasileiro da Educação Básica 2019, divulgado ontem (24)

    Cerca de quatro em cada dez professores que davam aula para o segundo ciclo do ensino fundamental (do 6º ao 9º ano) no Brasil em 2018 não tinham formação adequada para o que ensinavam, segundo dados divulgados ontem (24) no Anuário Brasileiro da Educação Básica 2019. O estudo aponta que 37,8% dos docentes dos anos finais do ensino fundamental não tinham licenciatura ou complementação pedagógica na área da disciplina pela qual eram responsáveis. No ensino médio, esse índice ficou em 29,2%. O anuário é resultado de uma parceria entre o movimento Todos pela Educação e a editora Moderna e se baseia nos microdados do Censo e nos dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad) Contínua, realizados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

  • Total médio de anos de estudo cresce, diz IBGE

    Foto: Reprodução Foto: Reprodução
    Por Catarina Lopes

    19/06/2019 - 20:00


    Média aumentou passou de 8,9 anos para 9,3 anos

    O número médio de anos dedicados ao estudo no Brasil aumentou 0,2 ano a cada 12 meses entre 2016 e 2018, de acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). A média passou de 8,9 anos em 2016 para 9,3 anos em 2018. De acordo com o relatório, as mulheres estudam cerca de seis meses a mais que os homens, mas todas as regiões do país registraram melhoras. O Nordeste passou de 7,6 anos de estudo para 7,9. Os dados estão na Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua Educação 2018 (Pnad Educação), divulgada hoje (19) pelo IBGE.