BUSCA PELA CATEGORIA "Economia"

  • Novo decreto deve manter desconto de R$ 0,46 ao litro do diesel até dezembro

    Foto: Reprodução Foto: Reprodução
    Por Clara Rellstab

    31/07/2018 - 09:30

    A União reservou R$ 9,5 bilhões para bancar parte do pacote, que ficou conhecida como “bolsa caminhoneiro” após a greve no setor

    O decreto que será editado pelo governo para regulamentar a subvenção ao preço do diesel a partir de agosto deve manter o subsídio de R$ 0,30 por litro – o valor é o mesmo da medida baixada no início de junho e que vigora até hoje. Segundo o Estadão, o novo decreto deve dispor sobre o benefício até dezembro deste ano. Essa é a parcela do subsídio pelo qual o governo precisa ressarcir a Petrobras e os demais fornecedores do combustível. A União reservou R$ 9,5 bilhões para bancar parte do pacote, que ficou conhecida como “bolsa caminhoneiro” após a greve no setor. Os outros R$ 0,16 por litro de desconto são concedidos por meio da desoneração de tributos que incidem sobre o diesel, já em vigor – a parcela vai custar R$ 4 bilhões aos cofres da União até o fim do ano.

  • Bandeira tarifária seguirá no patamar mais caro em agosto, informa Aneel

    Foto: Marcos Oliveira | Sudoeste Bahia Foto: Marcos Oliveira | Sudoeste Bahia
    Por Clara Rellstab

    28/07/2018 - 11:00

    Com a mudança, para cada 100 quilowatts-hora (kWh) de energia consumida, haverá cobrança extra de R$ 5 na conta de luz

    A Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica) anunciou nesta ontem (27) que manterá no mês de agosto a bandeira tarifária no patamar dois da cor vermelha – o mais caro. Com a mudança, para cada 100 quilowatts-hora (kWh) de energia consumida, haverá cobrança extra de R$ 5 na conta de luz. Agosto será o terceiro mês seguido com a bandeira tarifária no patamar mais caro. A cobrança extra de R$ 5 para cada 100 kWh começou em junho – em maio, a bandeira tarifária estava na cor amarela, cuja cobrança extra é de R$ 1 para cada 100 kWh.

  • Começa o pagamento do abono salarial PIS-Pasep 2018-2019

    Foto: Rafael Neddermeyer | Fotos Públicas Foto: Rafael Neddermeyer | Fotos Públicas
    Por Clara Rellstab

    26/07/2018 - 12:00

    O valor do abono varia de R$ 80 a R$ 954, a depender do tempo em que a pessoa trabalhou formalmente em 2017

    O pagamento do abono salarial PIS-Pasep calendário 2018-2019 (ano-base 2017) começa hoje (26). No caso do PIS, o depósito será para trabalhadores da iniciativa privada nascidos em julho, e no do Pasep é para servidores públicos com final da inscrição 0. O valor do abono varia de R$ 80 a R$ 954, a depender do tempo em que a pessoa trabalhou formalmente em 2017. Tem direito ao benefício quem recebeu, em média, até dois salários mínimos mensais com carteira assinada e exerceu atividade remunerada durante, pelo menos, 30 dias em 2017.  

  • Preço da gasolina vai subir 0,39% nas refinarias a partir de quinta (26)

    Foto: Paulo Haran | Sudoeste Bahia Foto: Paulo Haran | Sudoeste Bahia
    Por Marina Hortélio

    25/07/2018 - 15:47

    O valor do litro do combustível vai passar para R$ 1,9502

    O preço da gasolina nas refinarias vai aumentar 0,39% amanhã (26), informou hoje (25) a Petrobras. Na primeira elevação desde 12 de julho, o valor do litro vai passar para R$ 1,9502. Ontem (24), o preço do combustível havia sido reduzido em 0,94%, menor patamar desde o dia 29 de junho. No dia, o litro da gasolina custava R$ 1,9426 por litro. O valor do diesel segue a R$ 2,0316 o litro. O preço do combustível é parte de uma subvenção econômica oferecida pelo governo nas negociações durante a greve dos caminhoneiros.

  • União e estados perdem R$ 2,4 bi em tributos com caminhoneiros

    Foto: Reprodução Foto: Reprodução
    Por Clara Rellstab

    20/07/2018 - 11:00

    Além de elevar os gastos, por causa das concessões feitas ao setor, houve perda de arrecadação em diferentes tributos federais e estaduais

    A paralisação dos caminhoneiros em maio pode ter causado um efeito negativo duplo sobre a trajetória das contas públicas. De acordo com a Folha de São Paulo, além de elevar os gastos, por causa das concessões feitas ao setor, houve perda de arrecadação em diferentes tributos federais e estaduais. Estimativas preliminares indicam que mais de R$ 2,4 bilhões deixaram de entrar no caixa do setor público, em especial, dos estados. Embora a paralisação tenha ocorrido em maio, os efeitos dela sobre a arrecadação aparecem em junho porque, para a maior parte dos impostos, o fato gerador – aquele que dá origem ao tributo – ocorre no mês anterior ao pagamento.

  • Conta de luz subirá até 3,86% com reajuste de receita de hidrelétricas

    Foto: Marcos Oliveira | Sudoeste Bahia Foto: Marcos Oliveira | Sudoeste Bahia
    Por Alexandre Galvão

    17/07/2018 - 17:00

    A medida vai provocar aumento nas contas de luz entre 0,02% e 3,86%, segundo a Aneel

    A Agência Nacional de Energia Elétrica aprovou nesta terça-feira (17) reajuste de 45,52% na receita anual de geração de 69 usinas hidrelétricas que atuam no regime de cotas. A medida vai provocar aumento nas contas de luz entre 0,02% e 3,86%, segundo a Aneel. O impacto médio será de 1,54%. O impacto na fatura depende da data do reajuste aprovado pela Aneel e da quantidade de cotas (volume de energia) que cada distribuidora compra das hidrelétricas. O volume de cotas de cada distribuidora representa, em média, 22,64% dos contratos de energia das concessões. A remuneração total recebida pelas usinas, de julho de 2018 a junho de 2019, será de R$ 7,944 bilhões.

  • Governo antecipa primeira parcela do 13º de aposentados e pensionistas

    Foto: Reprodução Foto: Reprodução
    Por Agência Brasil

    17/07/2018 - 07:00

    Aposentados e pensionistas do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) receberão a primeira parte do 13º salário junto com a remuneração de agosto. A primeira parcela do abono anual corresponderá a até 50% do valor do benefício. O decreto autorizando a antecipação foi assinado hoje (16) pelo presidente Michel Temer, mas ainda não foi publicado no Diário Oficial da União. A medida deve injetar R$ 21 bilhões na economia do país e movimentar o comércio e outros setores. Como determina a legislação, não haverá desconto de Imposto de Renda na primeira parcela paga a aposentados e pensionistas do INSS. O imposto sobre o valor somente pode ser cobrado na segunda parcela da gratificação natalina, a ser paga junto com a remuneração de novembro.

  • Câmara aprova gratuidade na conta de luz para famílias de baixa renda

    Foto: Marcos Oliveira | Sudoeste Bahia Foto: Marcos Oliveira | Sudoeste Bahia
    Por Luis Macedo/Câmara dos Deputados

    11/07/2018 - 07:00

    A Câmara dos Deputados aprovou nesta terça-feira (10) uma emenda que dá isenção do pagamento de contas de luz de até 70kWh por mês a famílias de baixa renda. O artigo foi incluído no projeto de lei que destrava a venda de seis distribuidoras da Eletrobras. O texto ainda tem que passar pelo Senado e depois ir para sanção presidencial. Hoje, a Tarifa Solidária dá descontos escalonados de acordo com a quantidade de consumo. Com 30kWh por mês, é de 65%, até chegar a 10% com o gasto de 220kWh por mês. Além disso, pela lei atualmente em vigor, apenas quilombolas e indígenas têm direito à isenção de 100% na conta de luz de até 50kWh por mês. Com a nova redação, a isenção total passa a atingir todas as famílias com renda mensal per capita de até meio salário mínimo. De acordo com o relator da proposta, Julio Lopes (PP-RJ) afirmou que a medida não trará custo adicional para o governo, e que teria sido acordada com a Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica). Lopes respondia a questionamento do presidente da Casa, Rodrigo Maia (DEM-RJ). "Eu preciso que alguém me informe nessa emenda qual o impacto no orçamento do governo", afirmou o parlamentar durante a votação.Pelo projeto, a conta será custeada pela CDE (Conta de Desenvolvimento Energético). A medida, porém, deve ter dificuldade para ser aprovada antes das eleições, já que depois do recesso parlamentar, que começa na próxima semana, os parlamentares devem se voltar para o pleito. Também foi incluído no texto mudança no programa Luz Para Todos em regiões isoladas do país. De acordo com a emenda, em lugares remotos o atendimento de pedidos de ligação será de graça para quem tiver consumo estimado de até 80kWh por mês. A isenção foi aprovada no meio de projeto cujo objetivo é privatizar as distribuidoras controladas pela estatal no Acre, Alagoas, Amazonas, Piauí, Rondônia e Roraima. A operação abre caminho para futura venda da Eletrobras ao setor privado.

  • Municípios começam a receber repasse extra de R$ 372 mi da União

    Foto: Marcos Oliveira | Sudoeste Bahia Foto: Marcos Oliveira | Sudoeste Bahia
    09/07/2018 - 21:00

    As 417 cidades da Bahia começaram a semana com mais dinheiro nas contas, por conta do extra que começou a ser disponibilizado pela União nesta segunda-feira (09). O governo federal repassou cerca de R$ 372,4 milhões referente a parcela a mais do Fundo de Participação dos Municípios (FPM). O valor encaminhado, de acordo com o Correio, representa quase 10% do total repassado a todos os municípios do país – cerca de R$ 4 bilhões. O repasse extra em julho começou a ser feito no ano passado pelo governo federal e representa uma reivindicação antiga dos prefeitos, que enfrentam uma queda de receita neste mês. O valor é chamado de “1% extra” e equivale a 1% do valor da arrecadação do Imposto sobre Produto Industrializado (IPI) e do Imposto de Renda (IR) pelo governo federal. A Bahia foi o terceiro estado que mais recebeu recursos. O primeiro foi São Paulo, com R$ 540,1 milhões, enquanto Minas Gerais, com R$ 532,2 milhões, foi o segundo, de acordo com a CNM.

  • Petrobras sobe em 4,4% preço do gás de cozinha nas refinarias

    Foto: Paulo Haran | Sudoeste Bahia Foto: Paulo Haran | Sudoeste Bahia
    Por Marina Hortélio

    04/07/2018 - 20:00

    O preço de saída do gás das refinarias passa dos atuais R$ 22,13 para R$ 23,10

    A Petrobras vai aumentar, a partir de amanhã (5), o preço do botijão de 13 kg em 4,4% nas refinarias. Com a mudança, o preço de saída do produto das refinarias passa dos atuais R$ 22,13 para R$ 23,10. O valor estabelecido pela estatal, porém, aumenta até chegar ao consumidor final, com o repasse de tributos e margens das distribuidoras. De acordo com o G1, em algumas cidades, o preço do botijão de 13 kg supera R$ 70. A alteração faz parte da política de reajuste trimestral do GLP (gás liquefeito de petróleo) residencial. O preço da unidade foi fixado em R$ 23,16 em janeiro. Três meses depois, em 5 de abril, o valor caiu para R$ 22,13.

  • Petrobras reajusta gasolina em 0,9% nas refinarias

    Foto: Paulo Haran | Sudoeste Bahia Foto: Paulo Haran | Sudoeste Bahia
    Por Alexandre Galvão

    04/07/2018 - 16:00

    No mês, a gasolina acumula alta de 2,8%

    A Petrobras anunciou nesta quarta-feira (04) um reajuste de 0,9% no preço da gasolina nas refinarias. De acordo com a estatal, o litro do combustível vai passar a custar R$ 2,0033 a partir de amanhã (5). No mês, a gasolina acumula alta de 2,8%, já que, no final de junho, combustível era negociado a R$ 1,9486.

  • 1,8 milhão de famílias baianas terão reajuste no Bolsa Família este mês

    Foto: Reprodução Foto: Reprodução
    04/07/2018 - 12:00

    O valor do benefício médio do Bolsa Família será reajustado em 5,67% e, na Bahia, o incremento representa uma suplementação prevista de R$ 17,6 milhões a mais, por mês, na folha de pagamento do programa. Até o fim do ano, o reajuste destinará cerca de RS 105,6 milhões a mais às famílias beneficiárias. Os valores passam a valer a partir deste mês. Em junho, o programa destinou R$ 322,9 milhões às mais de 1,8 milhão de famílias do Estado que recebem o benefício. Na Bahia, o valor médio do benefício pago é de R$ 177,95 e aproximadamente 35,8% da população é beneficiária do Bolsa Família. O reajuste nos valores pagos pelo programa foi anunciado no dia 30 de abril e o impacto estimado é de R$ 684 milhões no país. Esse é o segundo aumento concedido durante a gestão do presidente Michel Temer. O primeiro foi anunciado em junho de 2016 e aumentou em 12,5% o valor do benefício médio.

  • Preço da gasolina nas refinarias aumenta em 1,3%

    Foto: Paulo Haran | Sudoeste Bahia Foto: Paulo Haran | Sudoeste Bahia
    Por Marina Hortélio

    28/06/2018 - 21:00

    A última alta foi anunciada para a terça-feira (26), de 0,8%

    O litro da gasolina que saia das refinarias a R$ 1,8783 passou a custar R$ 1,9027, alta de 1,3%. O novo aumento no valor do combustível foi anunciado hoje (28) pela Petrobras. A última alta foi anunciada para a terça-feira (26), de 0,8%. No mês de junho já foram confirmadas 10 quedas e quatro altas para o produto. Em 30 dias, a queda acumulada é de 2,55%. Desde o dia 8 de fevereiro, quando a estatal começou a divulgar os preços de referência nas refinarias, o avanço é de 20,94%.

  • Petrobras anuncia queda de 0,89% no preço da gasolina nas refinarias

    Foto: Paulo Haran | Sudoeste Bahia Foto: Paulo Haran | Sudoeste Bahia
    Por Matheus Simoni

    15/06/2018 - 18:00

    No mês, a gasolina acumula queda de preços de 2,5%, de acordo com tabela divulgada pela Petrobras

    A Petrobras anunciou hoje (15) uma queda de 0,89% no preço da gasolina comercializada em suas refinarias. Amanhã (16), o combustível passará a ser negociado por R$ 1,9178 por litro no parque de refino da estatal. No mês, a gasolina acumula queda de preços de 2,5%, de acordo com tabela divulgada pela Petrobras.

  • Governo adia plano de redução de custo com subsídios na conta de luz

    Foto: Marcos Oliveira | Sudoeste Bahia Foto: Marcos Oliveira | Sudoeste Bahia
    12/06/2018 - 00:00

    O relatório final sobre o plano dever ser concluído até 15 de julho. O primeiro prazo se encerraria um mês antes

     

    O Ministério de Minas e Energia publicou nesta segunda-feira (11) no Diário Oficial da União que o governo federal adiou para julho a previsão de conclusão do plano de redução de despesas com subsídios repassadas às tarifas de energia elétrica. De acordo com a portaria da pasta, um relatório final sobre o plano dever ser concluído até 15 de julho. O primeiro prazo se encerraria um mês antes, na próxima sexta-feira (15). Em outubro de 2016, o governo criou um grupo de trabalho para avaliar alternativas de corte de despesas de subsídios custeadas pela chamada CDE (Conta de Desenvolvimento Energético), um fundo abastecido pelos encargos cobrados nas contas de luz. Os subsídios custeados pela CDE são apontados como um dos vilões da elevação nas contas de luz – o valor de abastecimento do fundo deve chegar a R$ 19 bilhões neste ano, contra R$ 16 bilhões em 2017.

  • Petrobras reduz em 0,49% preço da gasolina nas refinarias

    Foto: Paulo Haran | Sudoeste Bahia Foto: Paulo Haran | Sudoeste Bahia
    07/06/2018 - 11:12

    A Petrobras anunciou nesta quinta-feira (07) uma nova redução no preço da gasolina. A partir desta sexta (08), o combustível ficará 0,49% mais barato nas refinarias da estatal, passando a custar R$ 1,9521 o litro. Hoje, a gasolina está sendo negociada nas refinarias a R$ 1,9617. Essa é a quarta queda consecutiva de preços anunciada pela empresa. Desde 2 de junho, quando o litro custava R$ 2,0113, o preço da gasolina já acumula uma redução de quase 6 centavos, ou seja, de 2,94%.

  • Nesta quarta (06), Petrobras reduz preço da gasolina em 1,5% nas refinarias

    Foto: Jorge Santana | Sudoeste Bahia Foto: Jorge Santana | Sudoeste Bahia
    06/06/2018 - 09:27

    Desde o início de maio, a Petrobras anunciou 14 altas e 8 quedas no preço da gasolina. No último sábado (02), por exemplo, a estatal tinha elevado o preço da gasolina em 2,25% e, na segunda-feira (04), anunciou redução de 0,68%. Para esta quarta-feira (06), a Petrobras irá reduzir o preço da gasolina nas refinarias em 1,35%. O litro da gasolina A nas refinarias passará de R$ 1,9976 para R$ 1,9706. O preço do diesel seguirá em R$ 2,0316 o litro nas refinarias até o dia 7 de junho, conforme ficou estabelecido pelo programa de subvenção ao combustível anunciado pelo governo. O repasse dos preços cobrados nas refinarias para as bombas depende das distribuidoras e dos donos dos postos.

  • Governo reajusta Bolsa Família em 5,67%

    Foto: Reprodução Foto: Reprodução
    01/06/2018 - 13:34

    O governo federal reajustou hoje (1º) o valor do benefício do Bolsa Família. A medida já havia sido anunciada pelo presidente Michel Temer em abril. De acordo com o Ministério do Desenvolvimento Social (MDS), o reajuste é de 5,67% no valor do benefício médio. Com a alteração, o valor passará de R$ 177,71 para uma quantia estimada em R$ 187,79. O decreto foi publicado no  Diário Oficial da União desta sexta-feira. O reajuste autorizado para o programa é maior que a inflação acumulada de julho de 2016 a março de 2018, que foi 4,01%. Segundo o governo, a suplementação orçamentária para este ano, para cumprir o reajuste, será de R$ 684 milhões.

  • Para bancar exigências dos caminhoneiros, governo corta gastos sociais

    Foto: Reprodução | Agência Brasil Foto: Reprodução | Agência Brasil
    01/06/2018 - 11:19

    Sem espaço para aumentar impostos, o governo cortou incentivos para setores da indústria para bancar os R$ 13,5 bilhões da “bolsa caminhoneiro”, destinados aos subsídios ao diesel. De acordo com o Estadão, do total, R$ 4 bilhões virão com o aumento da arrecadação gerado pelo fim de programas de incentivos às empresas. Ainda segundo a publicação, os R$ 9,5 bilhões restantes serão pagos com reservas financeiras do governo e corte de verbas para várias áreas, inclusive saúde, educação, moradia e saneamento básico. Para cumprir com o prometido, o governo também cancelou despesas de 40 obras em rodovias, além de patrulhamento.

  • Redução de 2,8% no preço da gasolina pode não chegar ao consumidor: 'Preço é livre'

    Foto: Paulo Haran | Sudoeste Bahia Foto: Paulo Haran | Sudoeste Bahia
    Por Luiza Leão/ Matheus Simoni

    28/05/2018 - 19:04

    Apesar de a Petrobras ter anunciado um novo reajuste, que acarretará na redução de 2,8% no valor da gasolina nas refinarias a partir de amanhã (29), o consumidor pode nem sentir uma diminuição do preço. De acordo com o presidente do Sindicombustíveis, Walter Tannus, "o preço é livre". "O preço é livre, o revendedor que tiver recebendo um combustível mais barato pode colocar o preço que quiser. O proprietário é livre para fazer isso. Cada um é dono do seu preço. É bom que a Petrobras tenha anunciado essa decisão porque tivemos só esse mês 16 aumentos seguidos", declarou, em entrevista à Rádio Metrópole.