BUSCA PELA CATEGORIA "BRASIL"

  • Brasil tem 74.133 mortes por coronavírus, diz Ministério da Saúde

    Foto: Reprodução | AFP Foto: Reprodução | AFP
    Por Juliana Rodrigues

    14/07/2020 - 19:20


    País tem no total 1.926.824 casos confirmados da doença

    BRASIL

    - O Ministério da Saúde confirmou nesta terça-feira (14) um total de 1.300 novas mortes por Covid-19, elevando o total de vítimas fatais para 74.133. O governo federal também informou, em seu boletim diário, 41.857 novos casos confirmados da doença, com nova soma em 1.926.824 diagnósticos positivos para a doença do novo coronavírus. A estimativa oficial de recuperados é de 62,8%, totalizando 1.209.208 pessoas. Os números da atualização diária refletem as confirmações registradas em um período de 24 horas iniciado as 16h de segunda-feira (13), independentemente da data em que tenham ocorrido.

  • Em decreto, Bolsonaro permite redução de jornada e salários por mais 30 dias

    Foto: Antônio Cruz | Agência Brasil Foto: Antônio Cruz | Agência Brasil
    Por Juliana Rodrigues

    14/07/2020 - 14:30


    Flexibilização foi aprovada pelo governo em meio à pandemia

    BRASIL

    - O presidente Jair Bolsonaro publicou um decreto que permite a prorrogação do programa de suspensão de contrato de trabalho e de corte de jornada. A norma editada hoje (14) pelo presidente autoriza empresas e empregados a fazer novas negociações para ampliar o corte de jornada por mais um mês e a suspensão de contrato por mais dois meses. Assim, o prazo máximo para as duas medidas passa a ser de 120 dias. Em nota, a Secretaria-Geral da Presidência afirma que a extensão do programa "irá permitir que empresas tenham tempo hábil para se reestruturar, preservando, assim, diversos postos de trabalho". A permissão para o governo flexibilizar as regras trabalhistas na pandemia, como a redução de jornada e de salário, foi aprovada pelo Congresso em junho. Essa possibilidade já estava valendo por Medida Provisória.

  • Brasil tem mais 733 mortes por coronavírus; total de vítimas chega a 72.833

    Foto: Reprodução | AFP Foto: Reprodução | AFP
    Por Juliana Rodrigues

    13/07/2020 - 21:20


    Dados do Ministério da saúde apontam mais 20.286 novos casos registrados, em 24 horas, totalizando 1.884.967 infectados

    BRASIL

    - O Brasil registrou nas últimas 24 horas mais 733 mortes pelo novo coronavírus. Agora, o total de vítimas da Covid-19 no país chegou a 72.833 desde o início da pandemia no país. De acordo com os números atualizados pelo Ministério da Saúde, nesta segunda-feira (13), foram notificados mais 20.286 casos da doença de ontem para hoje. O total de infectados agora é de 1.884.967 no Brasil. Os números de casos e mortes informados pelas secretarias estaduais de saúde são menores no início da semana, pois muitos funcionários não trabalham aos fins de semana. O total de pacientes recuperados foi a 1.154.837, segundo o Ministério da Saúde. Outros 657.297 estão em acompanhamento. O Brasil é o segundo país do mundo com mais mortes e mais casos de Covid-19. Apenas os Estados Unidos, com 3,47 milhões de infectados e 138,1 mil mortes, têm números maiores.

  • Brasil contabiliza mais de 72 mil mortes causadas pelo novo coronavírus

    Foto: Reprodução | AFP Foto: Reprodução | AFP
    Por Juliana Rodrigues

    12/07/2020 - 19:30


    Desde o início da pandemia, país registrou 72.100 mortos pela doença

    BRASIL

    - O Brasil registrou 631 mortes pelo novo coronavírus em 24 horas, segundo boletim divulgado neste domingo (12) pelo Ministério da Saúde. Ao todo, 72,1 mil pessoas já morreram em decorrência da infecção covid-19, provocada pelo coronavírus, no país. De acordo com a atualização do ministério, 669.377 pessoas estão em acompanhamento, portanto são casos ativos, e 1.123.204 se recuperaram da doença. Há ainda 4.063 mortes em investigação. Segundo o Painel Coronavírus, foram registrados 24.831 casos de pessoas diagnosticadas com covid-19 desde o sábado, 11. O número de casos confirmados desde o início da pandemia chegou a 1.864.681. São Paulo continua sendo o estado com o maior número de casos em todo o Brasil. Nas últimas 24 horas, foram registrados 5.107 casos e 146 óbitos. No total, o estado paulista tem 371.997 casos confirmados e o total de mortes chega a 17.848.

  • Brasil registra mais 1.071 mortes e 39 mil casos de coronavírus, nas últimas 24 horas

    Foto: Jonne Roriz | Revista Veja Foto: Jonne Roriz | Revista Veja
    Por Arivaldo Silva

    11/07/2020 - 20:30


    Com a atualização deste sábado (11), do Ministério da Saúde, total de pessoas infectadas no país chegou a 1.839.850

    BRASIL

    - O Brasil registrou neste sábado (11), mais 1.071 mortes provocadas pelo novo coronavírus, de acordo com último balanço divulgado pelo Ministério da Saúde. Além dos novos óbitos registrados nas últimas 24 horas, que elevaram o total a 71.469, o país também confirmou mais 39.023 novos casos da doença. Com isso, o total de infectados no país chegou a 1.839.850. O número de mortes informado pelo Ministério da Saúde quebrou uma sequência de quatro dias consecutivos com mais de 1.200 vítimas fatais contabilizadas pela pasta. Os estados com maior número de mortes são: São Paulo (17.442), Rio de Janeiro (11.406), Ceará (6.853), Pernambuco (5.556) e Pará (5.274). As unidades da Federação com menos óbitos pela pandemia são: Mato Grosso do Sul (153), Tocantins (251), Roraima (396), Acre (419) e Santa Catarina (485). São Paulo também lidera entre os estados com maior número de casos confirmados, com 366.890, seguido por Ceará (133.945), Rio de Janeiro (129.675), Pará (122.934) e Bahia (104.188). As unidades da Federação com menos pessoas infectadas registradas são Mato Grosso do Sul (12.969), Tocantins (14.939), Acre (16.080), Roraima (21.849) e Rondônia (26.496).

  • Brasil tem 69.406 mortes por Covid-19, diz consórcio de imprensa em boletim das 13h

    Foto: Reprodução | AFP Foto: Reprodução | AFP
    Por Luciana Freire

    10/07/2020 - 16:30


    Desde o boletim divulgado às 20h de quinta (9), foram registrados 152 novos óbitos e 9.867 novas infecções por coronavírus

    BRASIL

    - O Brasil contabiliza 69.406 mortes em decorrência da Covid-19 segundo o boletim divulgado às 13h de hoje (10) pelo consórcio de imprensa formado por O Globo, Extra, G1, Folha de S.Paulo, Uol e O Estado de S. Paulo, que reúne informações das secretarias estaduais de Saúde. No total, são 1.768.970 contaminações pela doença. Desde o boletim divulgado às 20h de quinta (9), foram registrados 152 novos óbitos e 9.867 novas infecções por coronavírus. Com a nova verificação, as secretarias de Saúde do Ceará, Goiás, Minas Gerais, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Rio Grande do Norte, Roraima, Rondônia e o Distrito Federal divulgaram novos dados.

  • Auxílio de R$ 600 tira temporariamente 72% da extrema pobreza, diz ministério

    Foto: Willian Silva | Sudoeste Bahia Foto: Willian Silva | Sudoeste Bahia
    Por Juliana Rodrigues

    10/07/2020 - 09:30


    Critério usado pelo estudo para definir extrema pobreza se baseia em uma linha mais baixa do que as adotadas por organismos internacionais

    BRASIL

    - Um estudo do Ministério da Economia aponta que o auxílio emergencial de R$ 600 removeu temporariamente da extrema pobreza 72% dos domicílios brasileiros que receberam os recursos. A informação é da Folha. Para chegar à conclusão, técnicos da pasta dividiram a análise dos beneficiados em dez faixas de rendimento, sendo a mais vulnerável aquela que tem renda de até R$ 56,62 mensais por pessoa. Esse grupo está em extrema pobreza, segundo critérios usados pelo governo federal, que abrangem famílias com renda mensal de até R$ 89 per capita. O estudo do governo afirma que, com o auxílio de R$ 600, mais de 7 em cada 10 domicílios saíram desse grupo e se moveram temporariamente para faixas superiores de renda. A faixa seguinte já está fora da extrema pobreza, segundo os critérios do Executivo, por ter rendimento de R$ 233 mensais por pessoa. Os critérios que o governo usa para definir extrema pobreza, no entanto, se baseiam numa linha mais baixa do que as adotadas por organismos internacionais. A Organização das Nações Unidas (ONU) considera que está na categoria quem tem renda mensal de US$ 1,90 por dia (ou R$ 304,38 mensais, considerando a cotação de ontem). Se for aplicado o critério da ONU ao estudo do Ministério, 32% dos domicílios beneficiados saíram da extrema pobreza durante o período de concessão do auxílio emergencial.

  • Com mais 1.220 vítimas fatais, Brasil ultrapassa 69 mil mortes

    Foto: Ernesto Benavides | AFP Foto: Ernesto Benavides | AFP
    Por Juliana Rodrigues

    09/07/2020 - 20:00


    Em 24 horas, país registrou 42.619 novos casos; número total de infectados pelo coronavírus chegou a 1.755.779

    BRASIL

    O Brasil registrou em 24 horas mais 42.619 casos de Covid-19, e o número total de infectados pelo coronavírus chegou a 1.755.779. Os dados foram atualizados nesta quinta-feira (9) pelo Ministério da Saúde. Foram notificadas 1.220 mortes desde o dia anterior. O total subiu para 69.184. De acordo com o Ministério da Saúde, 1.054.043 pessoas já se recuperaram da doença no Brasil. Outras 632,5 mil estão em acompanhamento. O Brasil é o segundo país do mundo com mais mortes e mais casos de Covid-19. Apenas os Estados Unidos, com 3,2 milhões de infectados e 135,6 mil mortes, têm números maiores.

  • Brasil ultrapassa 67 mil mortes por Covid-19, diz consórcio de imprensa

    Foto: Reprodução | AFP Foto: Reprodução | AFP
    Por Luciana Freire

    08/07/2020 - 16:30


    Total de casos confirmados da doença é de 1.683.738

    BRASIL

    - O Brasil ultrapassou hoje (8) 67 mil mortes por Covid-19, segundo o balanço das 13h, feito pelo consórcio de veículos de imprensa formado pelo O Globo, G1, Extra, Folha de S.Paulo, Uol e O Estado de S. Paulo. O total de casos confirmados da doença é de 1.683.738. O país registrou 245 novos óbitos e mais 9.083 novos casos desde às 20h de ontem, quando foi divulgado o boletim anterior. O boletim é consolidado a partir dos números divulgados pelas secretarias estaduais de Saúde. Os números foram atualizados pelas secretarias do Ceará, Goiás, Pernambuco, Minas Gerais, Mato Grosso do Sul, Rio Grande do Norte, Roraima e o Distrito Federal. 

  • Bolsonaro testa positivo para Covid-19

    Por Juliana Rodrigues

    07/07/2020 - 12:17


    'Estou perfeitamente bem', afirmou. Bolsonaro realizou o exame na segunda-feira (7), após ter febre e sentir dores no corpo.

    BRASIL

    - O presidente Jair Bolsonaro afirmou que contraiu o novo coronavírus. O resultado foi confirmado após o chefe do Planalto ter apresentado febre no dia anterior e feito um exame para detectar a covid-19. "Estou perfeitamente bem. Vou despachar por videoconferência e assinar papéis aqui (Palácio da Alvorada)", afirmou. Na noite de segunda-feira, 6, a Presidência da República divulgou uma nota informando que Bolsonaro estava em "bom estado de saúde". O presidente já deu declarações polêmicas sobre a pandemia o vírus. Relembre. Desde o início da pandemia, o presidente tem minimizado o impacto do coronavírus em discursos e entrevistas. Nos últimos dias, por exemplo, ele participou de eventos sem usar máscara e sem manter o distanciamento recomendado pelas autoridades de saúde pública. Publicamente, Bolsonaro já chamou a doença de “gripezinha” e disse que não precisaria se preocupar caso fosse contaminado por conta do seu histórico de atleta.

  • TCU aponta indícios de pagamento de auxílio emergencial indevido a mais de 230 mil empresários

    Foto: Willian Silva | Sudoeste Bahia Foto: Willian Silva | Sudoeste Bahia
    Por Luciana Freire

    07/07/2020 - 09:30


    Órgão determinou ao Ministério da Cidadania que, no prazo de 15 dias, indique os controles a serem implementados para reduzir os indícios de inconsistências identificadas

    BRASIL

    - O Tribunal de Contas da União (TCU) identificou 235.572 empresários com indícios de serem sócios ou responsáveis por empresas e que receberam o auxílio emergencial do governo federal. A informação foi divulgada pelo jornal O Globo. Estes empresários fazem parte de um grupo de 620.299 pessoas suspeitas de recebimento indevido. O TCU determinou ao Ministério da Cidadania que, no prazo de 15 dias, indique os controles a serem implementados para reduzir os indícios de inconsistências identificadas nas análises sobre os beneficiários nas folhas de pagamento do auxílio emergencial. O Ministério da Cidadania informou em nota que a Controladoria-Geral da União (CGU) analisou 30,5 milhões de pagamentos do auxílio emergencial e encontrou inconformidades em 160 mil, o que representa 0,5% deste total.

  • Brasil terá nova gasolina a partir de agosto

    Foto: Marcos Oliveira | Sudoeste Bahia Foto: Marcos Oliveira | Sudoeste Bahia
    Por Juliana Rodrigues

    07/07/2020 - 06:00


    De acordo com a Petrobras, o combustível terá melhor qualidade e deixará os carros mais eficientes, entretanto o litro da gasolina ficará mais caro

    BRASIL

    - A gasolina vendida no Brasil seguirá novas especificações definidas pela Agência Nacional do Petróleo (ANP), que regula o setor, a partir de 3 de agosto. As mudanças valem para a gasolina tipo C (comum) e premium. De acordo com a Petrobras, o combustível terá melhor qualidade e deixará os carros mais eficientes, reduzindo o consumo de combustível e as emissões de poluentes. Entretanto, o litro da gasolina ficará mais caro. Segundo o Auto Esporte, o mentor de tecnologia em energia da SAE Brasil (Sociedade de Engenheiros da Mobilidade) afirma que a melhoria no consumo do veículo irá compensar o custo mais alto para abastecer. "Há previsões de que os veículos devem ter a performance melhorada, chegando a 3% ou 4% (na economia de combustível)", disse.

  • Brasil ultrapassa 65 mil mortes por Covid-19, diz consórcio de imprensa

    Foto: Reprodução | AFP Foto: Reprodução | AFP
    Por Luciana Freire

    06/07/2020 - 19:30


    Número total de casos até o momento é de 1.613.351

    BRASIL

    - O número de mortes confirmadas por Covid-19 no Brasil chegou a 65.120, diz o boletim das 13h do consórcio de veículos de imprensa formado por O Globo, Extra, G1, Folha de S.Paulo, Uol e O Estado de S. Paulo hoje (6). O número total de casos até o momento é de 1.613.351. O último levantamento foi divulgado às 8h. Com a nova verificação, as secretarias de saúde do Ceará, Minas Gerais, Pernambuco, Mato Grosso do Sul, Goiás, Rio Grande do Norte, Roraima, Tocantins, São Paulo e Distrito Federal divulgaram novos dados. O balanço anterior contabilizava 64.909 mortes e 1.604.683 casos confirmados.

  • Bolsonaro sanciona MP que autoriza suspensão de contratos e redução de salário durante pandemia

    Foto: Reprodução  Foto: Reprodução
    Por Luciana Freire

    06/07/2020 - 19:00


    MP autoriza a suspensão do contrato de trabalho por 60 dias e redução de salário e jornada, por 90 dias; empresas podem reduzir salários em 25%, 50% ou 70%

    BRASIL

    - O presidente Jair Bolsonaro anunciou hoje (6) em rede social a sanção da medida provisória (MP) que permite a redução da jornada de trabalho e do salário em razão da pandemia do coronavírus. "Sancionada hoje a Lei que instituiu o Programa Emergencial de Manutenção do Emprego e da Renda (MP-936). Todos os benefícios serão custeados com recursos da União, operacionalizado e pago pelo @MinEconomia diretamente ao empregado", diz a publicação. Editada no início de abril, a MP autoriza a suspensão do contrato de trabalho por 60 dias e redução de salário e jornada, por 90 dias. As empresas podem reduzir salários em 25%, 50% ou 70%. Bolsonaro não informou se houve vetos a trechos da proposta aprovada pelo Congresso Nacional. Texto foi aprovado pelo Senado em 16 de junho.

  • Aras endurece medidas contra bolsonaristas para se aproximar do STF

    Foto: Antonio Augusto | PGR Foto: Antonio Augusto | PGR
    Por Juliana Rodrigues

    06/07/2020 - 08:00


    Reaproximação com o STF também ocorre no momento em que Aras enfrenta uma queda de braço interna no Conselho Superior do MPF

    BRASIL

    - Isolado internamente e criticado no Supremo Tribunal Federal, o procurador-geral da República, Augusto Aras, usou o inquérito dos atos antidemocráticos para investigar aliados do presidente Jair Bolsonaro e mandar sinais de isenção ao Judiciário e ao STF. A informação é da Folha. A PGR fechou o cerco aos organizadores dos protestos que pediam fechamento do Congresso e do Supremo, além de realizar ações contra deputados e apoiadores do governo, e de agir rapidamente no caso dos fogos de artifícios lançados em direção à sede da Corte. Tais medidas tiveram repercussão positiva no Supremo, que mantém o interesse em ter boa interlocução com a PGR, já que a punição de pessoas que atacam o STF e estão sendo investigadas no inquérito das fake news depende diretamente de Aras. A reaproximação com o STF também ocorre no momento em que Aras enfrenta uma queda de braço interna com um movimento que tenta limitar seus poderes. Nas últimas semanas, ele sofreu quatro derrotas nas eleições para o Conselho Superior do Ministério Público Federal, além de perder a maioria no colegiado.

  • Brasil registra 64.375 mortes e 1.579.394 casos de coronavírus, diz consórcio de imprensa

    Foto: Reprodução | AFP Foto: Reprodução | AFP
    Por Luciana Freire

    05/07/2020 - 08:00


    Desde o último boletim, divulgado sábado (4), foram registradas 1.091 novas mortes, e 37.923 novos casos

    BRASIL

    - Levantamento feito pelo consórcio de veículos de imprensa a partir de dados das secretarias estaduais de Saúde, aponta que o Brasil tem 64.375 mortes por coronavírus confirmadas até as 8h de hoje (5). Além disso, são 1.579.394 casos confirmados da doença. Desde o último boletim, divulgado ontem, foram registradas 1.091 novas mortes, e 37.923 novos casos. O grupo de veículos de imprensa é formado por O Globo, Extra, G1, Folha de S.Paulo, Uol e O Estado de S. Paulo.

  • Brasil registra 63.295 mortes e 1.545.458 casos de coronavírus, diz consórcio de imprensa

    Foto: Reprodução | AFP Foto: Reprodução | AFP
    Por Juliana Rodrigues

    04/07/2020 - 10:15


    Desde o último boletim, divulgado na noite desta sexta, três estados atualizaram os dados da Covid-19

    BRASIL

    - O levantamento feito pelo consórcio de veículos de imprensa, a partir de dados das secretarias estaduais de Saúde, aponta que o Brasil registrou 63.295 mortes por coronavírus até as 8h de hoje (4). Desde o último boletim do consórcio, divulgado às 20h de ontem (3), Goiás, Mato Grosso e Roraima atualizaram os dados da Covid-19. Além disso, são 1.545.458 casos confirmados da doença. O relatório da manhã de hoje soma 41 novas mortes e 2.117 casos a mais de coronavírus.

  • Brasil tem 62.304 mortes por Covid-19, diz consórcio de imprensa

    Foto: Reprodução | AFP Foto: Reprodução | AFP
    Por Luciana Freire

    03/07/2020 - 15:40


    Segundo o boletim das 13h, total de casos de coronavírus no Brasil é de 1.508.991

    BRASIL

    - As mortes confirmadas por Covid-19 no Brasil chegaram a 62.304, indica o boletim das 13h do consórcio de veículos de imprensa formado por O Globo, Extra, G1, Folha de S.Paulo, Uol e O Estado de S. Paulo hoje (3). Total de casos até o momento é de 1.508.991. O levantamento anterior foi divulgado às 8h e contabilizou 62.045 mortes e 1.502.424 casos confirmados. Os números do boletim são consolidados a partir das secretarias estaduais de Saúde. Com a verificação, as secretarias de Saúde do Ceará, Minas Gerais, Mato Grosso do Sul, Goiás, Rio Grande do Norte, Pernambuco, Piauí, Roraima, Tocantins e o Distrito Federal divulgaram novos dados. 

  • Bolsonaro sanciona lei que obriga uso de máscara em espaços e transportes públicos

    Foto: Marcello Casal Jr. | Agência Brasil Foto: Marcello Casal Jr. | Agência Brasil
    Por Lara Curcino

    03/07/2020 - 08:00


    Presidente vetou, no entanto, trecho que determinava utilização do equipamento em locais fechados

    BRASIL

    - O presidente Jair Bolsonaro sancionou, com vetos, a lei que obriga utilização de máscara de proteção em espaços públicos, transportes públicos, como táxis, carros de aplicativos, ônibus, aeronaves e embarcações fretadas. A matéria foi publicada hoje (3) no Diário Oficial da União. Entre os pontos barrados, está a obrigatoriedade do uso do equipamento em órgãos e entidades públicos, além de em estabelecimentos comerciais, industriais, templos religiosos e demais locais fechados em que haja reunião de pessoas. Para vetar o trecho, o presidente argumenta que a sua aprovação “incorre em possível violação de domicílio”. Além disso, os estabelecimentos também não precisarão fornecer máscaras gratuitamente aos funcionários, bem como o poder público à população vulnerável. Quem descumprir a medida terá que pagar uma multa, cuja decisão sobre o valor fica a cargo dos estados e municípios.

  • Termina nesta quinta prazo para se cadastrar no Auxílio Emergencial

    Foto: Willian Silva | Sudoeste Bahia Foto: Willian Silva | Sudoeste Bahia
    Por Lara Curcino

    02/07/2020 - 08:30


    Inscrição deve ser feita online, pelo site ou aplicativo

    BRASIL

    - Termina hoje (2), às 23h59, o prazo para se cadastrar no Auxílio Emergencial de R$ 600 do governo. Os interessados devem se inscrever por meio do site ou do aplicativo disponíveis nas lojas digitais dos sistemas Android e iOS. O benefício é destinado a trabalhadores informais, microempreendedores individuais (MEI), autônomos e desempregados, além de pessoas de baixa renda em meio à pandemia de coronavírus. Nesta semana, o presidente Jair Bolsonaro informou que o auxílio, previsto inicialmente para entregar três parcelas de R$ 600, vai vigorar por mais dois meses com o mesmo valor.