voltar ao topo

Sudoeste Bahia

últimas notícias:

Seis pessoas são presas suspeitas de tráfico de drogas em Macaúbas

Caetité: carro forte é flagrado estacionado em vaga destinada a deficientes

Caetité: Zé Barreira tem contas aprovadas com ressalvas

Sudoeste baiano: Motorista é resgatado das ferragens de caminhão na Serra de Inhobim

Caetité: animais soltos e buracos na BR-122 oferece perigo aos condutores de veículos

Polícia Militar apreende motocicleta abandonada no Bairro Monte Pascoal

Guanambi: empresários são condenados por fraudes em processos licitatórios

Veículo carregado de maxixe é tomado em assalto na zona rural de Guanambi

Decisão do STF é articulação para garantir a PEC 55, diz Lídice

Segurança pública: Oficiais PM concluem pós-graduação em Gestão Estratégica

Conquista: Previsão aponta nova tempestade nesta quinta-feira (08)

MPF firma acordo com Caixa e BB para prevenir desvio de recursos federais repassados a estados e municípios

Prefeito de Ibiassucê têm contas rejeitadas por extrapolar nos gastos com pessoal

Falta de transparência na atual gestão da OAB/BA gera insatisfação da classe

Maioria do STF decide manter Renan na presidência do Senado

Forte chuva causa estragos em Vitória da Conquista

Clientes do Banco do Brasil já podem emitir senhas de atendimento nas agências pelo celular

Malhada de Pedras: preso, prefeito pede afastamento do cargo por 30 dias

ALBA: Oposição critica urgência para autorização de empréstimo

Professores da UESB decidem manter greve

Prefeitura confirma morte de vítima de H1N1 em Vitória da Conquista

Sexta / 23 Ago 2013 / 00h00

Após divulgação da Secretaria de Saúde do Estado da Bahia – Sesab do Alerta Epidemiológico do vírus Influenza A, também conhecido como H1N1, confirmando uma morte pela doença na cidade, a prefeitura de Vitória da Conquista confirmou que o caso foi registrado no município. Uma nota de esclarecimento foi enviada à imprensa nesta sexta-feira (23).

Segundo a nota enviada pela Secretaria de Saúde do município, a paciente que contraiu  H1N1 tinha mais de 80 anos. A nota diz ainda que a paciente recebeu todos os cuidados médicos necessários e afirma que a causa da morte foi insuficiência cardíaca.

Ainda de acordo com a nota, a Vigilância Epidemiológica segue o protocolo estabelecido pelo Ministério da Saúde e disponibiliza medicação desde que o paciente apresente receita e relatório médico.

Confira a nota na íntegra:

A Secretaria Municipal de Saúde informa que, conforme foi divulgado no site oficial da Prefeitura nessa quinta-feira, 22, houve no município a confirmação de um caso da Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG), H1N1, no último dia 20 de agosto. A paciente, uma pessoa idosa com mais de 80 anos, recebeu todo atendimento e acompanhamento necessários, mas veio a óbito em decorrência de insuficiência cardíaca.

A Secretaria informa ainda que a Vigilância Epidemiológica do município segue rigorosamente o Protocolo do Ministério da Saúde e disponibiliza medicação mediante a apresentação de receita e relatório médico.

A Síndrome Respiratória Aguda Grave é uma doença de notificação compulsória, portanto os serviços públicos e privados de saúde devem comunicar à Vigilância Epidemiológica do Município, em todos os casos suspeitos ou confirmados.

últimas notícias: