voltar ao topo

Sudoeste Bahia

últimas notícias:

Caetité: Operadora Vivo apresenta falhas e causa revolta dos usuários

Caetité: Agência dos Correios é invadida e cofre é arrombado

Jovem é morto a tiros no Bairro Santo Antônio em Caetité

Guanambi: Praça José Ferreira serve de acúmulo de lixo e abrigo para andarilho

Ministério Público requer bloqueio de mais de R$ 1 milhão da prefeita de Pindaí

Dois casos de estupros ocorrem de forma simultânea em Guanambi

Itapetinga: Mãe mata o próprio filho de 1 mês com facada no coração

Esporte: Airsoft chega a Guanambi, após crescimento em todo país

Bahia fecha 3 mil postos com carteira assinada no mês de abril

Sérgio Machado: “Aécio é o cara mais vulnerável do mundo”

Caetité: Para abastecer Lava Jato vias foram danificadas no Bairro Pedro Cruz; moradores cobram reparos

Governador Rui Costa estará em Caetité para entrega de duas importantes obras

Lula quer que STF reconheça que ele foi ministro de Dilma

Guanambi: proprietária de imóvel alugado pela prefeitura é nomeada para cargo comissionado

Justiça mantém em 40% taxa de esgoto em Guanambi

Pedreiro morre após acidente na zona rural de Matina

Policiais oferecem curso gratuito para carreira militar em Vitória da Conquista

Congresso autoriza déficit de R$ 170,5 bilhões e aprova meta fiscal de Temer

Jovem sofre tentativa de homicídio em Caetité

Sancionada lei que obriga farol baixo na estrada mesmo durante o dia

Prefeitura confirma morte de vítima de H1N1 em Vitória da Conquista

Sexta / 23 Ago 2013 / 00h00

Após divulgação da Secretaria de Saúde do Estado da Bahia – Sesab do Alerta Epidemiológico do vírus Influenza A, também conhecido como H1N1, confirmando uma morte pela doença na cidade, a prefeitura de Vitória da Conquista confirmou que o caso foi registrado no município. Uma nota de esclarecimento foi enviada à imprensa nesta sexta-feira (23).

Segundo a nota enviada pela Secretaria de Saúde do município, a paciente que contraiu  H1N1 tinha mais de 80 anos. A nota diz ainda que a paciente recebeu todos os cuidados médicos necessários e afirma que a causa da morte foi insuficiência cardíaca.

Ainda de acordo com a nota, a Vigilância Epidemiológica segue o protocolo estabelecido pelo Ministério da Saúde e disponibiliza medicação desde que o paciente apresente receita e relatório médico.

Confira a nota na íntegra:

A Secretaria Municipal de Saúde informa que, conforme foi divulgado no site oficial da Prefeitura nessa quinta-feira, 22, houve no município a confirmação de um caso da Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG), H1N1, no último dia 20 de agosto. A paciente, uma pessoa idosa com mais de 80 anos, recebeu todo atendimento e acompanhamento necessários, mas veio a óbito em decorrência de insuficiência cardíaca.

A Secretaria informa ainda que a Vigilância Epidemiológica do município segue rigorosamente o Protocolo do Ministério da Saúde e disponibiliza medicação mediante a apresentação de receita e relatório médico.

A Síndrome Respiratória Aguda Grave é uma doença de notificação compulsória, portanto os serviços públicos e privados de saúde devem comunicar à Vigilância Epidemiológica do Município, em todos os casos suspeitos ou confirmados.