• Preço da carne não vai baixar, diz ministra da Agricultura

    Foto: Reprodução Foto: Reprodução
    Por Juliana Rodrigues

    29/11/2019 - 10:52


    Em entrevista ao jornal O Estado de S. Paulo, Tereza Cristina ainda negou que haja escassez da proteína no mercado nacional

    O preço da arroba do boi gordo, que em São Paulo teve aumento real de 35% em um mês, não vai mais retornar ao patamar anterior, segundo a ministra da Agricultura, Tereza Cristina. Em entrevista ao jornal O Estado de S. Paulo, ela afirmou que a alta das exportações para a China teve forte impacto para que o valor subisse, além da falta de reajuste nos preços nos últimos três anos. Durante transmissão ao vivo nas redes sociais, o presidente Jair Bolsonaro declarou que a ministra garantiu que, daqui a três ou quatro meses, o preço da carne voltaria à normalidade. Embora algumas redes de supermercados afirmem que a exportação de carne está limitando a oferta da proteína no País, além de inflacionar o produto, a ministra nega a escassez para o mercado nacional. "Não é verdade. Primeiro, o Brasil tem 215 milhões de cabeças de gado. Então, não é um rebanho para acabar amanhã. Segundo, realmente o mercado chinês mexeu com as exportações, e não só da carne brasileira, mas da carne argentina, paraguaia, uruguaia. É muito grande a necessidade da China", disse. Questionada se continua a consumir carne vermelha, Tereza Cristina respondeu em tom de brincadeira: "Estou comendo frango. Agora, é só frango".

MAIS NOTÍCIAS