• MEC lança orientações sobre a Política Nacional de Alfabetização

    Foto: Gabriel Jabur | MEC Foto: Gabriel Jabur | MEC
    Por Juliana Rodrigues

    15/08/2019 - 11:30


    Novas diretrizes foram publicadas em abril, mas ainda não haviam sido implementadas por falta de instruções mais detalhadas

    O Ministério da Educação divulgou hoje (15) uma cartilha com orientações para a implementação da Política Nacional de Alfabetização (PNA), por parte de prefeitos e governadores. O documento foi apresentado durante evento em Brasília. "O caderno de apresentação da PNA, tornado público hoje, tem uma função importante pois esclarece e aprofunda o conteúdo exposto no decreto: os conceitos, os termos, e a concepção de alfabetização baseada em evidências", afirma o secretário de Alfabetização do MEC, Carlos Nadalim. No entanto, as evidências apontadas pelo empresário não foram apresentadas. As novas orientações foram publicadas em 11 de abril, na cerimônia de 100 dias do governo Bolsonaro, e constavam na lista de 35 prioridades para o período. Mas, passados quatro meses, elas ainda não foram implementadas em nenhum colégio, já que não havia instruções mais detalhadas para que os secretários municipais e estaduais de educação pudessem elaborar novas propostas de alfabetização para os colégios. A Política Nacional de Alfabetização prevê, entre outras mudanças, que o ensino infantil reforce as atividades de pré-alfabetização, e que haja esforço extra para concluir o ensino da leitura já no primeiro ano do ensino fundamental. Além disso, o texto prioriza um método de ensino sobre os demais: o chamado método fônico, classificado no decreto como uma lista de "seis componentes essenciais para a alfabetização".

MAIS NOTÍCIAS