• Guajeru: prefeito Gil Rocha é condenado pela Justiça Eleitoral e poderá ficar inelegível pelo período de oito anos

    Foto: Reprodução | Aloísio Costa
    Foto: Reprodução | Aloísio Costa
    25/03/2019 - 11:15

    O Juiz da 93ª zona eleitoral da Bahia, Antônio de Pádua de Alencar decretou a inelegibilidade, pelo período de 08 (oito) anos, do prefeito do município de Guajeru, Gilmar Rocha Cangussu. A sentença é referente a acusação de que o gestor teria  abusado do poder político ao usar recursos e bens públicos em prol de sua reeleição. De acordo com informações do Sertão em Dia, o processo que resultou nesta decisão teve início com  investigação judicial ajuizada em 2016, sob a alegação de que o gestor, candidato à reeleição à época, aproveitou-se da influência política e do uso de equipamentos e dos recursos do erário municipal para praticar condutas que violaram o princípio da isonomia no processo eleitoral em prol da sua candidatura, com a utilização de máquinas do programa PAC 2 para fazer serviços particulares, elencando limpeza de tanque na Fazenda Furado dos Porcos, na Fazenda Umaitá, na Fazenda Descoberto, obra na propriedade de particular, localizada na Rua Deocleciano Sobrinho, em Guajeru. Também foi alegado que houve perfuração de poços artesianos na semana da eleição na comunidade Fazenda Malhada Alta, Baixa Grande e Água Branca e realização de cavalgada com distribuição de brindes e prêmios.  O vice-prefeito Jilvan Teixeira Ribeiro também é parte no processo, porém, no seu caso, a ação foi julgada improcedente. Cabe recuso.

MAIS NOTÍCIAS