• Paulo Guedes quer restringir reajuste salarial de servidores

    Foto: Marcello Casal Jr | Agência Brasil
    Foto: Marcello Casal Jr | Agência Brasil
    Por Juliana Rodrigues

    08/11/2018 - 08:00

    Equipe econômica do governo de Jair Bolsonaro busca adiar o aumento previsto para 2019 e conceder "nada além" do obrigatório nos reajustes seguintes

    A equipe econômica do presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL) quer mudar a política de reajuste dos salários dos servidores públicos. Segundo o jornal O Estado de S. Paulo, além de adiar o reajuste dos servidores de 2019 para 2020, a estratégia é restringir aumentos nos anos seguintes do mandato, concedendo "nada além" do que a legislação obriga. Nos bastidores, o governo de transição tenta a aprovação da medida provisória (MP) que adia o reajuste, encaminhada pelo presidente Michel Temer no último mês de setembro. Depois dos benefícios previdenciários, a folha de pessoal é a segunda maior despesa do Orçamento da União. Um integrante da equipe de transição de Bolsonaro informou ao Estadão que há espaço para conter gastos nas faixas salariais de categorias mais elevadas.

MAIS NOTÍCIAS