• Morre aos 78 anos o jornalista Gil Gomes

    Foto: Reprodução
    Foto: Reprodução
    Por Juliana Rodrigues

    16/10/2018 - 11:00

    Radialista, conhecido pelas crônicas policiais, morreu na madrugada desta terça-feira (16) no hospital, em decorrência de um câncer

    O jornalista Gil Gomes, 78, morreu nesta terça-feira (16) em São Paulo, vítima de um câncer. Famoso pelas crônicas policiais, o radialista havia sido internado nesta segunda-feira após passar mal em sua residência no bairro Jardim da Saúde, na zona sul. Gil foi atentido pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e levado ao Hospital São Paulo. A morte foi confirmada nesta madrugada. Filho de imigrantes italianos, Cândido Gil Gomes Jr. nasceu no bairro da Mooca. Dono de uma voz potente, iniciou a carreira radiofônica como locutor esportivo. Depois, fez sucesso como repórter policial. O suspense utilizado nas narrativas e o tom de voz característico o marcaram na história da crônica policial no Brasil. Nos anos 1990, migrou para a TV ao integrar a equipe do “Aqui Agora”, do SBT. Segundo o G1, ele ficou afastado das telinhas por mais de dez anos por problemas de saúde relacionados ao Mal de Parkinson, diagnosticado em 2015.

MAIS NOTÍCIAS