• Fachin retira de Moro trechos de delações da Odebrecht que citam Lula

    Foto: Valter Campanato | Agência Brasil
    Foto: Valter Campanato | Agência Brasil
    Por Juliana Rodrigues

    28/09/2018 - 07:30

    Ministro atendeu ao pedido da defesa do ex-presidente em respeito às decisões tomadas pela maioria da Segunda Turma

    O ministro Luiz Edson Fachin, relator da Lava Jato no Supremo Tribunal Federal (STF), atendeu a um pedido da defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e retirou do juiz Sérgio Moro, que cuida dos processos da operação no Paraná, trechos da delação da Odebrecht que citam o petista. A decisão de Fachin, publicada ontem (27), estabelece que os trechos passarão a ser analisados pela Justiça Federal de Brasília. O ministro não retirou nenhum processo de Moro, nem impediu que o juiz paranaense peça compartilhamento das informações. Por duas vezes, a Segunda Turma do STF já havia decidido retirar de Moro e enviar para Brasília trechos das delações da Odebrecht, por considerar que não havia relação com o esquema de desvios da Petrobras, investigado pelo magistrado. A defesa de Lula questionou Fachin sobre a manutenção dos trechos na Justiça Federal do Paraná. O ministro, então, decidiu atender ao pedido em respeito às decisões tomadas pela maioria dos magistrados da Segunda Turma.

MAIS NOTÍCIAS