• Barroso autoriza novo inquérito contra Temer no STF

    Foto: Reprodução
    Foto: Reprodução
    12/09/2017 - 18:10

    O ministro Luís Roberto Barroso, do Supremo Tribunal Federal (STF), aceitou o pedido do procurador-geral da República, Rodrigo Janot, para abrir inquérito sobre a suposta participação do presidente Michel Temer em irregularidades no chamado "decreto dos portos". Em gravações, o próprio Temer e seu antigo assessor especial, o ex-deputado Rodrigo Rocha Loures (PMDB-PR), falam da edição de decreto que trataria da exploração de portos. Há suspeita de que houve pagamento de propina. "De tudo o que até aqui se viu, há razoabilidade em a PGR considerar haver nos autos elementos suficientes para a instauração de inquérito. (...) Basta, para tanto, a presença de indícios plausíveis de materialidade", apontou o ministro, em despacho assinado nesta terça-feira (12/09). Apesar de o pedido de investigação ter sido feito por Janot, caberá a Raquel Dodge, que assume na próxima semana a chefia da PGR, conduzir o inquérito. A indicação de Dodge ao cargo de procuradora-geral da República foi feita pelo presidente Michel Temer e referendada pelo Senado.

MAIS NOTÍCIAS