BUSCA PELA CATEGORIA "Caetité"

  • Homem morre após cair de moto na zona rural de Caetité

    Foto: Marcos Oliveira | Sudoeste Bahia Foto: Marcos Oliveira | Sudoeste Bahia
    Por Marcos Oliveira

    14/06/2019 - 18:16

    Um homem de 36 anos morreu na tarde desta sexta-feira (14), após perder o controle da motocicleta que conduzia e cair em uma estrada vicinal na localidade conhecida como Fazenda Vereda, na região de Tanquinho de Aroeira, zona rural de Caetité. De acordo com informações obtidas pelo Sudoeste Bahia, o acidente aconteceu por volta das 14h30. Segundo a Polícia Militar, após perder o controle da moto o condutor saiu da pista e caiu às margens da vicinal. Ele estava sozinho na moto. Agentes do Departamento de Polícia Técnica (DPT) estiveram no local realizando o levantamento cadavérico. O corpo de Antônio Marcos da Cruz Pereira, foi removido para o Instituto Médico Legal (IML) de Guanambi, onde vai passar por exames de necropsia. A suspeita é que a vítima tenha fraturado o pescoço por conta da violência da colisão. Não há informações sobre o enterro. As circunstâncias do acidente serão apuradas pela Polícia Civil.

  • Caetité: trabalhadores de diversas atividades aderem a greve geral e fazem manifestação

    Foto: Willian Silva - Sudoeste Bahia Foto: Willian Silva - Sudoeste Bahia
    Por Willian Silva

    14/06/2019 - 16:30

    Em Caetité, o movimento ocorreu em total tranquilidade, diferente de outras cidades no país que registraram tumultos

    Na manhã desta sexta-feira (14), professores, sindicatos, associações, partidos de esquerda e outros organismos ligados aos movimentos sociais realizaram manifestação com adesão a greve nacional marcada para o dia de hoje. A manifestação percorreu as principais ruas da cidade partindo da Praça da Catedral, seguindo pela Avenida Santana, Praça do Mercado e finalizando no Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Caetité (STRC). Nos locais citados houve gritos de ordem e discursos que pautaram na Reforma da Previdência que, de acordo com os oradores, não traz benefícios aos trabalhadores e não retira privilégios dos ricos. Cerca de 500 pessoas participaram do evento.

    Foto: Willian Silva - Sudoeste Bahia Foto: Willian Silva - Sudoeste Bahia

    De acordo com José Beniézio a greve foi conclamada pelas centrais sindicais, partidos políticos e movimentos populares. De acordo com ele a Previdência e a Educação Pública estão sob ataque do atual governo. “É inadmissível, que um país como o Brasil exista tanta desigualdade retire direitos dos mais pobres e garante os privilégios. Para os juízes não existe a retirada de privilégios deles, não existe retirada de privilégios dos ricos deste país. Por isso estamos nas ruas em defesa dos direitos dos trabalhadores.” De acordo com Beniézio, as últimas convocações de greve dos dias 15 e 30 de maio, o governo tem recuado nos cortes relacionado à educação. Ele ainda ressaltou que os movimentos citados obtiveram êxito no tocante a mudança de postura do governo quanto à aplicação da reforma da previdência. Paulo Silva, presidente do STRC disse que a greve possuiu como objetivo a mobilização popular contra a Reforma da Previdência e outros temas. “Essa greve tem como objetivo defender a previdência social pública, defendermos a saúde, defender a aplicação dos investimentos e recursos públicos que está sendo cortada como, por exemplo, da agricultura familiar. O plano Safra já era pra ter sido lançado este mês e ainda não foi lançado. Então, é por isso que estamos aqui, nas ruas, em defesa de uma previdência que não retire os direitos dos trabalhadores. Tem se falado muito em se fazer a Reforma da Previdência. Tem que ser feito, mas não é tirando direito dos agricultores e agricultoras familiar. Os trabalhadores rurais e da cidade vieram as ruas para dizer não a Reforma da Previdência da forma que está sendo colocado”. Silva ainda enfatizou que o evento superou as expectativas e que o chamado feito pelo STRC foi ouvido por todos os que estavam presentes ao evento.

    Foto: Willian Silva - Sudoeste Bahia Foto: Willian Silva - Sudoeste Bahia

    A Greve pelo Brasil.

    Segundo o jornal El País, A Força Sindical estimou que "mais de 45 milhões de trabalhadores participaram dos atos e manifestações" programados para a Greve Geral desta sexta-feira. No Rio de Janeiro, um motorista não parou num bloqueio feito pelos grevistas e atropelou algumas pessoas. Segundo o G1, ao menos três pessoas ficaram feridas sem gravidade. Ainda de acordo com o site, em Salvador serviços de transporte público, bancos, escolas e universidades e demais serviços públicos tiveram adesão a greve. Até as 16h, 177 cidades de 25 estados tinham registrado protesto. Até as 16h, 111 cidades haviam registrado paralisação de serviços nos 26 estados e no DF.

  • Caetité: Alpha realiza Campanha do Agasalho 2019

    Foto: Divulgação Foto: Divulgação
    14/06/2019 - 13:18

    O Alpha Vestibular  e Cursos  e a Unicesumar, de olho na chegada do frio, deram início a mais uma edição da sua “Campanha do Agasalho”, através do selo “Alpha Social”. Durante todo este mês de junho, a equipe do Alpha e da Unicesumar estarão voltadas a essa ação solidária. O objetivo é arrecadar agasalhos, cobertores, roupas e calçados  em bom estado, em prol das familias em situação de vulnerabilidade social. Ao doar  um agasalho você  é  convidado a participar de Aulão um Social   no dia 18 de junho às 19h no Alpha  com o tema: “Posse de armas: avanço  ou retrocesso?” Traga sua doação, ajude o nosso próximo  e discuta  conosco um assunto da atualidade que pode ser tema do Enem. “Precisamos olhar para aqueles que necessitam  de ajuda com mais fraternidade e amor. É um gesto de carinho e solidariedade para quem necessita”, afirma Juliana Moreira, diretora do Alpha e gestora da Unicesumar.

  • Recadastramento biométrico de eleitores na região de Caetité é discutido em Audiência Pública

    Foto: Divulgação | Ascom PMC Foto: Divulgação | Ascom PMC
    14/06/2019 - 10:30

    Encontro debateu ainda as possíveis dificuldades de acesso aos postos de atendimento dos eleitores que residem em localidades mais distantes do centro.

    A cidade de Caetité sediou nessa quinta-feira (13/06), Audiência Pública que tratou sobre a questão do recadastramento biométrico de eleitores na região. Presidida por Pedro Godinho, juiz substituto do TRE-BA, a Audiência contou com a participação do prefeito Aldo Gondim, dos juízes da Comarca de Caetité José Eduardo das Neves Brito e Pedro Silva e Silvério, demais autoridades e representantes dos colégios eleitorais que compareceram à Câmara Municipal. O objetivo foi discutir como biometrizar mais cidadãos nos municípios de Caetité, Botuporã, Carinhanha, Feira da Mata, Igaporã, Iuiu, Malhada, Palmas de Monte Alto, Sebastião Laranjeiras e Tanque Novo. O encontro debateu sobre a necessidade do TRE-BA promover ações que aproximem o processo de recadastramento biométrico àqueles que vivem nas regiões mais distantes dos municípios.

    Foto: Divulgação | Ascom PMC Foto: Divulgação | Ascom PMC

    O juiz substituto do Tribunal Eleitoral, Pedro Godinho, destacou a determinação da corte em levar o cadastramento a todos os eleitores. “O objetivo é fazer uma parceria com a população, com a classe política e a sociedade civil organizada para que possamos buscar esses eleitores, que possam ser biometrizados, cumprindo, desse modo, o nosso dever cívico e democrático”, considerou o magistrado. O prefeito Aldo Gondim destacou que a Prefeitura de Caetité está disposta a ajudar no recadastramento em prol dos munícipes. “Nós vamos nos reunir com o Cartório Eleitoral para traçarmos um plano logístico para o município de Caetité para garantirmos o atendimento a todos os cidadãos caetiteenses, sobretudo, àqueles das comunidades mais longínquas”, comprometeu-se o prefeito. Agendamento: A principal novidade da atual fase da revisão biométrica é o agendamento, serviço disponibilizado recentemente para facilitar a vida do eleitor. Para evitar filas, o eleitor pode marcar dia e horário de atendimento por meio do site agendamento.tre-ba.jus.br ou ligando gratuitamente para 0800 071 6505. Vale lembrar que o recadastramento biométrico é obrigatório, e o não comparecimento da sociedade pode levar ao cancelamento do título de eleitor.

  • Corpo de homem em estado de decomposição é encontrado na zona rural de Caetité

    Foto: Marcos Oliveira | Sudoeste Bahia Foto: Marcos Oliveira | Sudoeste Bahia
    Por Marcos Oliveira

    12/06/2019 - 16:00

    Caso será investigado pela Polícia Civil.

    Um corpo em estado avançado de decomposição foi encontrado na tarde desta quarta-feira (12), em um matagal na Fazenda Vargens, nas proximidades da localidade de Invernada, zona rural de Caetité. O corpo foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML) de Guanambi e identificado como sendo Antônio Carlos da Silva, de 46 anos, que estava desaparecido a cerca de oito dias, segundo a família dele. De acordo com informações obtidas pela reportagem do Sudoeste Bahia, quando foi encontrado, o corpo estava de bruços. De acordo com o IML, a perícia detectou que não havia lesões aparentes no corpo e, por isso, a causa da morte ainda não foi divulgada. Caso será investigado pela Polícia Civil.

  • Junho de 2019: 40 anos da morte de Woquiton Fernandes Teixeira

    Foto: Reprodução Foto: Reprodução
    Por André Koehne

    11/06/2019 - 22:43

    O dia 26 de junho de 2019 marca quatro décadas da morte de uma das figuras mais emblemáticas da política caetiteense no final do século XX: o médico Woquiton Fernandes Teixeira. Nascido no dia 17 de maio de 1934, filho de D. Josefina e Franco Fernandes; dizem que era para ser registrado como “Washington”, mas um erro do escrivão consagrou o neologismo “Woquiton” que o tornava até então único. Formou-se em Medicina em Salvador, cidade onde conheceu a esposa Edelweiss Yeda Nunes, com quem teve três filhos: Hasama, Janssen e Jimena. Em 1962, ano de sua formatura, Woquiton volta para a Caetité natal onde jazia fechado um hospital erguido durante a gestão do governador Antônio Balbino em parceria com a Diocese de Caetité; graças a ele e outros colegas como Carlos, Lely e Zequinha, as instalações foram finalmente inauguradas e a iniciativa colocava Caetité como pioneira na região ao possuir o primeiro hospital digno desse nome no sertão; aquela novidade também gerou um fluxo de pacientes acima do esperado, como o próprio Woquiton narrava, divertindo-se: ora era uma mulher que se queixava de uma dor que, no exame, revelava ter sentido cinco anos antes; ora um senhor que vinha examinar um ferimento já cicatrizado: todos queriam “experimentar” o hospital e os seus novos doutores...

    A cidade já contava com a presença de outros médicos que clinicavam em suas próprias residências – como era o caso dos doutores Clóvis Cunha e Osvaldo Rodrigues Lima, caetiteenses, e o dr. Clarismundo Pontes, trazido de Salvador por convite do chefe político Ovídio Teixeira para fazer frente aos outros dois, seus opositores desde que o dr. Clóvis mudara de partido. O Hospital e Maternidade Senhora Santana logo se converteria em mais uma força política da cidade, trazendo em Woquiton a ambição de um dia governar Caetité. Assim é que, em oposição ao dr. Ovídio, lançam candidato numa reunião realizada na casa do pai de Woquiton a José Neves Teixeira, seu aparentado e já residente em Guanambi. Apelidado de “Binha”, foi a primeira vitória do grupo de Woquiton na política (Binha viria, mais tarde, a ser também prefeito de Guanambi por duas vezes), selando assim o fim político do velho coronel Ovídio, que entregaria o bastão ao dr. Clarismundo Pontes, figura que rivalizaria com Woquiton a emocionante disputa eleitoral de 1970. Com uma mentalidade nova e progressista que implantava na gestão da casa de saúde, na campanha de 1970 ele se tornou o “Setentão”; apesar do bipartidarismo a que a ditadura militar impusera, ambos os candidatos eram representantes da mesma corrente governista já então ligada ao caudilho da Bahia, Antônio Carlos Magalhães, de forma que disputavam Arena 1 e Arena 2. Recebeu adesões, como a do já nonagenário Prudêncio de Aroeira que o recebeu com uma “latada” enfeitada com fotografias dele, Woquiton, e de seus representantes deputados Odulfo Domingues e Vilobaldo Freitas, mas nenhum voto na urna daquele lugar. A campanha foi marcada por incidentes e ao final venceu Clarismundo Pontes para um mandato que foi encurtado para dois anos apenas. Na eleição seguinte teve influência a intercessão de ACM, que não queria ver seus dois aliados engalfinhados em disputas; um acordo foi então celebrado com o seguinte resultado: a Arena 1 de Woquiton indicaria o sucessor de Clarismundo, depois este indicaria o próximo prefeito. Assim foi que Janir Aguiar, um nome que não suscitava invejas, foi indicado pelo seu grupo (houve uma dissidência no grupo de Pontes, com a candidatura isolada do ex-prefeito Zé Ladeia) e sucedido pelo professor Nivaldo Oliveira, do grupo adversário (mais uma vez com a candidatura dissidente dele advinda de Dácio Oliveira). Foi durante a gestão de Nivaldo que Woquiton, que dirigia o Cerin e mantinha em segredo a doença que identificara e era incurável, que seu quadro de saúde se agravou e ele partiu já sem esperanças para São Paulo, onde morreu no dia 26 de junho de 1979. Seu corpo inerte retornou de avião à terra natal para um sepultamento que causou grande comoção em toda a região, e que contou com a presença do então governador e seu amigo, dr. Roberto Santos. Seu grupo ficou acéfalo por um bom tempo e foi mais tarde assumido por Dácio Oliveira, que governou a cidade em várias ocasiões. O legado de progresso e protagonismo de Caetité, sobretudo na saúde, que Woquiton representou foi reconhecido com a nomeação de uma de suas principais vias da cidade com o seu nome: a Avenida Woquiton Fernandes Teixeira, que vai do velho hospital até a BR 030, passando pelo Mercado Público. Entre aqueles que o conheceram e partilharam de suas ideias ainda é presente a admiração por sua amizade e liderança, mesclada pela saudade que deixou. No plano político deixou exemplo de carisma e progresso que perdura mesmo após passados quarenta anos de seu falecimento. Apesar de ele mesmo haver diagnosticado o mal que sofria, não o revelou até o fim. Entre suas coisas foi encontrada uma citação do autor francês Antoine de Saint-Exupéry, a refletir seu drama interior que marcou a história de Caetité: “Em cada pessoa há um grande segredo, uma planície interior com vales de silêncio e com paraísos secretos”.

    CONTINUE LENDO
  • Banda caetiteense iniciará turnê pela Colômbia e Equador

    Foto: Divulgação Foto: Divulgação
    11/06/2019 - 14:35

    A banda baiana de Thrash/Death Metal, Natural Hate, inicia nesta semana seu primeiro tour internacional, com o apoio da No Class Agency. A “Underground Latin America Tour”, faz parte da divulgação do mais recente disco lançado pelo grupo intitulado “Welcome To Underground”, e passará por cidades da Colômbia e Equador.Os integrantes da banda viajaram nesta segunda-feira (10) para iniciarem a turnê de doze shows pelos países latinos. A turnê foi viabilizada pela aprovação do projeto da banda no edital de Mobilidade Artística e Cultural, da Secretaria de Cultura da Bahia (Secult). O primeiro show acontecerá já na próxima quinta-feira (13), em Cali na Colômbia. A banda se apresentará ainda em Manizales, Pereira, Tuluá e Ipiales. No dia 21, a Natural Hate desembarca em Quito, na capital do Equador, onde faz o primeiro show no país em Guayllabamba. Em seguida a banda se apresenta em Chambo, Cuenca, Ambato, Guayaquil e encerra a turnê em Cañar, no dia 30 deste mês. A Natural Hate foi criada em 2010, na cidade de Caetité. Atualmente, a banda é composta por Vinícius Toledo (vocal / guitar), Nawdson Leite (bass) e Helber Carvalho (drums). A banda tem como sonoridade influencias que misturam Thrash, Death e Grind Core. O primeiro disco intitulado “Delivery Service of Chaos” foi lançado em 2012. Em 2017 foi lançando o último trabalho, entitulado “Welcome to Underground”. Clique aqui para assitir ao clipe oficial da banda.

    Foto: Divulgação Foto: Divulgação

  • Caetité: Centenas de pessoas prestaram suas últimas homenagens ao Mestre Imburana

    Foto | Willian Silva - Sudoeste Bahia Foto | Willian Silva - Sudoeste Bahia
    Por Willian Silva

    11/06/2019 - 10:08

    No fim da tarde desta segunda-feira (10), centenas de pessoas compareceram ao sepultamento do professor de capoeira, Mestre Imburana. Durante o velório, missa e enterro, comoção, dor e sentimento de justiça fizeram parte dos discursos ao jovem Wagner. O bairro onde o professor morava, o sentimento de consternação era visível no rosto dos moradores do Nossa Senhora da Paz. O templo católico do bairro ficou pequeno para receber uma grande quantidade de amigos, familiares e admiradores do capoeirista. Praticantes do esporte de outros municípios a exemplo de Bom Jesus da Lapa e Riacho de Santana vieram para prestar as suas homenagens e também participar do velório e sepultamento ocorrido no cemitério Bosque da Paz.Uma pessoa ouvida pelo Sudoeste Bahia, que preferiu o anonimato disse que “quero que a justiça seja feita. Vá (Wagner) era uma pessoa boa, ajudava a todos no bairro. Era um bom pai de família. Eu quero justiça, nós queremos justiça”, disse uma pessoa.Na saída do corpo, da Igreja Nossa Senhora da Paz, paz eram o que muitos pediam. Um corredor de capoeiristas, muitos integrantes do projeto “Grupo de Capoeira Ginga Bahia”, do qual Imburana era professor e foi aluno, entoavam cânticos da capoeira. Um dos que ficou gravado na memória do nosso repórter foi “Meu mestre, adeus, que eu já vou me (sic) embora”. O cântico era entoado em meio as vozes embargadas ou vozes mais altas com o sentimento de perda misturada a revolta pela morte prematura e violenta do jovem Wagner. A Polícia Civil segue com as investigações no intuito de prender o autor do assassinato. O Sudoeste Bahia se solidariza com a família pela perda prematura do professor Imburana.

     

  • Caetité: Secretaria de Educação promove Curso de Formação de Agentes Ambientais

    Foto: Divulgação | Ascom PMC Foto: Divulgação | Ascom PMC
    10/06/2019 - 19:00

    A Secretaria Municipal de Educação de Caetité em parceria com a empresa Rio Energy e o Centro Territorial de Educação Profissional (CETEP) do Sertão Produtivo, promoveram na última quinta-feira (06/06), o I Módulo do Curso de Formação de Agentes Ambientais com alunos do Curso Técnico de Meio Ambiente. O curso será realizado em quatro módulos com temas relacionados à Educação Ambiental, com o objetivo de formar cidadãos responsáveis e comprometidos com as questões ambientais. O primeiro módulo do curso foi ministrado pela bióloga Amanda Barreto da Napeia Consultoria e Projetos. Segundo Iamara Junqueira, secretária de Educação, o objetivo maior da formação é preparar os jovens para que esses possam contribuir com a melhoria do meio em que vivem. “Nossa meta é preparar os alunos para serem multiplicadores, capazes de levar a comunidade e as escolas municipais a adotarem posturas ambientalmente corretas, justas e sustentáveis”, explicou.

  • Homem é morto com golpe de facão no pescoço, em Caetité

    Foto: Leitor Sudoeste Bahia | Via WhatsApp Foto: Leitor Sudoeste Bahia | Via WhatsApp
    Por Marcos Oliveira

    09/06/2019 - 17:16

    O suspeito conseguiu fugir, mas está sendo procurado pela polícia.

    Um homem foi morto na tarde deste domingo (09), em Caetité. De acordo com informações preliminares obtidas pelo Sudoeste Bahia, a vítima, o professor de capoeira contramestre Wagner Marques de Oliveira Silva, mais conhecido como 'Umburana', de 32 anos, foi atingida com um golpe de facão no pescoço. O caso aconteceu na Avenida Ernesto Geisel, no bairro Nossa Senhora da Paz. Segundo relatos de populares, Umburana foi atacado por um vizinho após uma discussão. A Polícia Militar foi acionada ao local junto com uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu 192), que constatou que o homem já estava morto. O suspeito conseguiu fugir, mas está sendo procurado pela polícia. O Departamento de Polícia Técnica (DPT) esteve no local para remover o corpo, que foi levado ao Instituto Médico Legal (IML) de Guanambi, para ser periciado. Em novembro de 2018 o contramestre teve o veículo incendiado na porta de casa. (Relembre o caso). 

  • Caetité: Prefeito Aldo Gondim trata de demandas para expansão de rede de energia na SEINFRA

    Foto: Divulgação Foto: Divulgação
    08/06/2019 - 09:30

    O Prefeito Aldo Gondim cumpriu agenda na manhã de sexta-feira (07) na Secretaria Estadual de Infraestrutura (SEINFRA), em Salvador, tratando de diversas demandas para expansão de rede de energia no município de Caetité. Em reunião com o diretor de Energia da Superintendência de Energia e Comunicações (SUPEC), Dr. Celso Rodrigues, ficou agendada visita técnica do órgão no município para o dia 18 de junho para avaliação do projeto da comunidade de Formosa II. O projeto de implantação da rede de energia da comunidade de Formosa II beneficiará 41 moradores. O prefeito também encaminhou demandas de expansão de rede em outras localidades da zona rural e foi reconhecido pelo empenho e compromisso dedicados como solicitante dos anseios da população caetiteense, sobretudo, os mais necessitados. “Nós ainda temos comunidades que não contam com o benefício da energia elétrica e queremos que isso seja resolvido. A reunião de hoje na SEINFRA foi positiva, tivemos encaminhamentos concretos e vamos continuar cobrando para que essas demandas sejam efetivada para a população”, disse o prefeito, que estava acompanhado do deputado federal Daniel Almeida, da vice-prefeita Dr.ª Jaquele Fraga e do vereador Jairo Fraga.

  • Caetité: Homem passa mal na feira livre e morre na UPA 24h

    Foto: Marcos Oliveira | Sudoeste Bahia Foto: Marcos Oliveira | Sudoeste Bahia
    07/06/2019 - 12:30

    Na manhã desta sexta-feira (07), um homem identificado como Anidvaldo Gomes Batista, que residia no município de Tanque Novo, teve um mal súbito quando estava na feira livre na Praça do Mercado em Caetité e veio a óbito. De acordo com informações obtidas pelo Sudoeste Bahia, suspeita-se que ele tenha sofrido uma parada cardíaca. Ele chegou a ser socorrido por uma unidade do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu 192) e encaminhado à Unidade de Pronto Atendimento (UPA 24h), mas faleceu na unidade de saúde.

  • Faturamento da Bamin com mina em Caetité pode chegar a 2 bilhões de dólares por ano

    Foto: Divulgação | Bamin Foto: Divulgação | Bamin
    07/06/2019 - 11:30

    O mina Pedra de Ferro, da Bahia Mineração (Bamin), pode gerar receita bruta de mais 2 bilhões de dólares por ano para a empresa no auge da exploração. Ao longo dos 30 anos previstos de duração da jazida, o faturamento pode chegar a 50 bilhões de dólares, em valores atuais, cerca de R$ 193 bilhões. Esses valores foram estimados com base no tamanho da reserva, 470 milhões de toneladas, e na cotação do minério de ferro na bolsa de Dalian, na China. Nesta quinta-feira (6), o metal com 62% de pureza fechou cotado em 98,32. A Bamin diz que vai extrair até 20 milhões de toneladas por ano, sendo que o produto final terá teor de ferro entre 67,5 e 68,5%. A Bamin pretende investir 3 bilhões de dólares na construção da mina em Caetité e do terminal de embarque no Porto Sul, em Ilhéus. A empresa diz que as duas obras vão gerar 30 mil empregos diretos e indiretos e que em fase de operação, serão mais de seis mil empregos diretos nas duas localidades. O projeto da Bamin tinha previsão para começar a extração em 2012, entretanto, devido à queda do preço do minério no mercado internacional, o empreendimento ainda não começou a operar.

    Foto: Reprodução Foto: Reprodução

    Em 2011, a tonelada do material chegou a ser comercializado por 190 dólares, com o desaquecimento da economia chinesa, o valor caiu para 40 dólares em 2015. Com o preço em reação, o empreendimento passou a ser prioridade do grupo financeiro que a controla. A extração depende também da conclusão da Ferrovia de Integração Oeste-Leste (Fiol) e do início das obras do Porto Sul. O que era uma expectativa de desenvolvimento econômico para a região virou motivo de preocupação. A jazida está localizada em sua maior parte em Caetité, outra parte menor fica no município de Pindaí, mas é a população de Guanambi que vive angustiada com o empreendimento. A razão é a barragem de rejeitos, prevista para ser construída na microbacia do rio Carnaíba de Dentro. A população foi em peso às ruas nesta quinta-feira (6) em protesto contra a construção da barragem.  Depois dos desastras ocorridos em Marina e Brumadinho, ambas em Minas Gerais, a população passou a se preocupar para não viver drama parecido no futuro. Em caso de um eventual desastre de rompimento da barragem, todo o rejeito escoaria com sentido à barragem de Ceraíma, e em seguida, desceria pelo leito do rio com sentido a Guanambi, seguindo para o leito do rio das Rãs e chegando ao rio São Francisco. Em 30 anos de operação, serão 180 milhões de metros cúbicos de rejeitos armazenados no local, volume três vezes maior do que a capacidade de armazenamento de água da barragem de Ceraíma.

    Foto: Divulgação | Bamin Foto: Divulgação | Bamin

    A empresa garante que o seu projeto de barragem é seguro e atende parâmetros nacionais e internacionais. Os licenciamentos de instalação estão emitidos desde 2010, tendo sido renovados este ano, após a empresa propor a construção de um novo modelo de barragem. A empresa informou que gastaria R$ 90 milhões para construir a barragem de alteamento a montante e que agora gastará R$ 200 milhões na construção no modelo a jusante. As barragens que se romperam em Mariana e Brumadinho foram construídas a montante, modelo que foi proibido no país após os desastres em Minas. Durante participação em sessão ordinária na Câmara Municipal de Guanambi, Wilson Thibes, gerente de mina da Bamin, disse que a instalação do empreendimento proporcionará um desenvolvimento econômico nunca visto na região, com geração de milhares de empregos e aumento considerável da demanda por prestação de serviços nos municípios de abrangência do projeto. A Bamin pertence à Eurasian Resources Group (ERG), empresa sediada em Luxemburgo, cujo 40% do capital pertence ao governo do Cazaquistão. Anteriormente, a empresa era controlada por empresários indianos da Zamin/Ardila. As informações são da Agência Sertão.

  • Caetité: Espaço INB realiza oficina de horta com garrafas PET

    Foto: Divulgação Foto: Divulgação
    06/06/2019 - 16:42

    Em comemoração ao Dia Internacional do Meio Ambiente, as Indústrias Nucleares do Brasil - INB realizam no Espaço INB, no dia 07 de junho, às 15h, uma Oficina sobre a confecção de uma horta utilizando como base garrafas PET. O objetivo é demonstrar como pode ser prático manter uma pequena horta em casa, com baixo custo e ocupando uma área reduzida, garantindo assim uma alimentação fresca e sem agrotóxicos. Tudo isso utilizando alguns materiais que seriam jogados no lixo, como as garrafas PET. A oficina é gratuita. Para participar é muito simples, basta ligar (77 3454 3600) ou enviar um e-mail [email protected] para garantir sua vaga. As atividades serão conduzidas pela estudante de Ciências Biológicas Nayra Ravane Souza Neves, que também é técnica em agropecuária. Além da Oficina, o Espaço INB disponibilizou para as instituições de ensino da região filmes que abordam a temática ambiental. O Espaço INB fica localizado na Praça da Catedral, nº 23, Centro de Caetité/BA.

  • Caetité: Coopercicli promove ação voltada ao Dia Mundial do Meio Ambiente e Dia Nacional da Reciclagem

    Foto: Paulo Haran | Sudoeste Bahia Foto: Paulo Haran | Sudoeste Bahia
    05/06/2019 - 09:00

    Em alusão ao Dia Mundial do Meio Ambiente – comemorado nesta quarta-feira, 05 de junho – e Dia Nacional da Reciclagem  a Cooperativa de Coleta Seletiva e Reciclagem (Coopercicli) está promovendo na Praça da Catedral, em Caetité, ação voltada ao meio ambiente. A ação acontece até às 16h, ocasião em a população poderá trocar garrafas pet por mudas de diversas plantas (Aroeira, Pajeú, Jequitiba, Vassoura vermelha, entre outras) e receber ainda amostras de adubos orgânicos. A cada 5 garrafas Pet, pode-se adquirir uma muda. Além disso, em um stand montado na praça, há um painel de demonstração das atividades da Coopercicli, com cadastro para aqueles que queiram doar o lixo residencial reciclável a catadores. O evento tem por objetivo alertar a comunidade sobre os produtos que podem ser reciclados e também contribuir para o plantio de novas árvores.

  • Caetité é destaque em campanha contra o abuso de crianças e adolescentes

    Foto: Divulgação | Ascom PMC Foto: Divulgação | Ascom PMC
    03/06/2019 - 11:35

    Durante o mês de maio, a Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social de Caetité, por meio do CREAS e em parceria com outros segmentos do município, realizou a Campanha “Faça Bonito” em combate ao abuso e exploração sexual de crianças e adolescentes. A proposta é alertar a população para proteger os menores e para a denúncia dos casos de abusos e exploração através dos canais de proteção, como o Disque 100. A campanha contou com diversas ações e distribuição de materiais informativos, realização de palestras nas escolas, entrevistas nas rádios e o Dia D que aconteceu em 17 de maio com palestras e apresentações culturais. O objetivo foi alertar sobre os possíveis sinais de violência e conscientizar a sociedade sobre garantir para as crianças e adolescentes o direito de desenvolvimento sexual de forma segura e protegida, livre de qualquer abuso e exploração. A coordenadora do CREAS, Daniana Cotrim, comentou sobre a relevância da campanha para a prevenção e denúncia de crimes sexuais contra as crianças e adolescentes. “Esses crimes são graves e silenciosos, de difícil detecção, então é importante que ocorra essa compreensão por parte da população para somar com o trabalho já realizado”, disse. Dácio Neto, presidente do Conselho Municipal dos Direitos da Criança e Adolescente (CMDCA), disse que a ação é necessária para solucionar esse problema que assola todo o Brasil. “É preciso informar as pessoas para que não ocorram crimes dessa natureza, estamos atentos para prevenir e minimizar esses casos em nosso município”.

    Foto: Divulgação | Ascom PMC Foto: Divulgação | Ascom PMC

    De acordo com a secretária de Desenvolvimento Social, Mara Rebouças, a campanha tem como foco transmitir informação. “Informar, conscientizar, mobilizar e convocar a sociedade para fazer bonito e diminuir o número de abusos com nossas crianças. Um trabalho de prevenção se faz com informação", enfatizou. A Campanha - A campanha nasceu alusiva ao 18 de Maio – Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual contra Crianças e Adolescentes. Esse dia foi escolhido porque em 18 de maio de 1973, na cidade de Vitória (ES), um crime bárbaro chocou todo o país e ficou conhecido como o “Caso Araceli”. Esse era o nome de uma menina de apenas oito anos de idade, que teve todos os seus direitos humanos violados, foi raptada, estuprada e morta por jovens de classe média alta daquela cidade. O crime, apesar de sua natureza hedionda, até hoje está impune. Denuncie - Para denunciar, basta entrar em contato por algum dos portais, Conselho Tutelar pelo contato (77) 99909-1904, pelo disque 100 que é nacional ou pelo canal da Policia Militar no 190.

  • Caetité: Sem freios, caçamba desgovernada destrói casa no distrito do Brejinho das Ametistas

    Foto: Leitor Sudoeste Bahia | Via WhatsApp Foto: Leitor Sudoeste Bahia | Via WhatsApp
    03/06/2019 - 07:00

    Na madrugada do último domingo (02), por volta das 03h, um caminhão desgovernado destruiu boa parte de uma residência situada no distrito de Brejinho das Ametistas, em Caetité. Conforme informações obtidas pelo site Sudoeste Bahia, o veículo, tipo caçamba, apresentou problemas nos freios em uma ladeira na Rua Caetité. Desgovernado, o caminhão ganhou velocidade subiu em uma guia e colidiu contra uma residência. O impacto foi tão grande que o imóvel ficou praticamente destruído. Não havia pessoas na casa e não houve feridos. O motorista, cuja identidade não foi divulgada, sofreu fratura em uma das pernas e escoriações pelo corpo. Ele foi  socorrido pelo  Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu 192) e encaminhado para a UPA 24 horas em Caetité. Não há informações sobre seu estado de saúde. Veja o vídeo:

  • Jovem sofre tentativa de estupro no bairro Prisco Viana em Caetité

    Foto: Paulo Haran | Sudoeste Bahia Foto: Paulo Haran | Sudoeste Bahia
    30/05/2019 - 14:23

    Uma tentativa de estupro ocorrida na madrugada de segunda-feira (27) foi registrada na Delegacia Territorial de Caetité nesta quinta-feira (30). Conforme relato da vítima, após uma festa, embora tivesse o costume de ligar para o pai ir buscá-la, decidiu voltar sozinha para a casa, momento em que, no bairro Prisco Viana, nas imediações da Avenida Vereador Ovídio Rochael, foi abordada por um homem que cobria o rosto com um capacete. Ele a levou para um matagal e com uma faca a ameaçou exigindo que ficasse quieta. Pouco antes de consumar o abuso, a jovem conseguiu gritar e pedir socorro dizendo que seria filha de uma pessoa conhecida do bairro. Ao ouvir isso, o homem se assustou, disse que se tratava de um engano e fugiu. A jovem relatou durante o depoimento as características do agressor e disse já ter o visto no bairro. Rondas foram realizadas na região, porém o homem ainda não foi localizado. A Polícia Civil investiga o caso.

  • Contaminação da água por metais radioativos em Caetité e Lagoa Real é investigada pelo MPF

    Foto: Marcelo Correa | INB Foto: Marcelo Correa | INB
    27/05/2019 - 16:23

    Através de uma portaria publicada no último dia 21 de maio, assinada pelo procurador da República Adnilson Gonçalves da Silva, o Ministério Público Federal (MPF) instaurou procedimento administrativo para investigar suposta contaminação de fontes de água por metais radioativos nas cidades de Caetité e Lagoa Real, no centro-sul da Bahia. Para início do processo foi considerado que as fontes que atendem comunidades rurais podem ter níveis de minerais radioativos acima do permitido. Além disso, o MPF ressaltou a necessidade de acompanhar os estudos para verificar “eventual relação deste fato com as atividades” das Indústrias Nucleares Brasileiras (INB). O procurador solicitou ainda o acompanhamento e fiscalização de atividades das INB, “em especial quanto a eventual contaminação de fontes de abastecimento humano ou reservatórios de água pelas atividades de extração, transporte ou beneficiamento de urânio”. Além disso, foram encaminhados ofícios para as secretarias de Saúde dos municípios de Caetité e Lagoa Real, as quais devem informar, em 30 dias, se as fontes de água têm níveis de minerais radioativos acima do permitido para consumo humano. Em agosto de 2015, o jornal O Estado de São Paulo divulgou dados de laudos do Centro de Pesquisas e Desenvolvimento (Ceped), órgão vinculado à Secretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação do Estado, os quais apontaram presença de 60 microgramas de urânio por litro de água, em Lagoa Real. O limite para consumo humano estabelecido pela Organização Mundial da Saúde (OMS) e pelo Conselho Nacional do Meio Ambiente (Conama) é de, no máximo, 15 microgramas por litro. Na ocasião, o Governo da Bahia chegou a bloquear preventivamente o consumo de água na região onde foi comprovada a contaminação de água em um poço com urânio. Na oportunidade, o Ministério do Meio Ambiente e o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) determinaram a suspensão imediata do consumo da água dos poços da região.

  • Caetité: Sessão especial no Legislativo trata sobre Reforma da Previdência

    Foto: Paulo Haran | Sudoeste Bahia Foto: Paulo Haran | Sudoeste Bahia
    27/05/2019 - 16:01

    Cerca de 100 pessoas participaram na manhã desta segunda-feira (27), na Câmara de Vereadores de Caetité, de debate sobre a Reforma da Previdência. O deputado estadual Fabrício Falcão e os federais Charles Fernandes, Artur Maia e Daniel Almeida, falaram aos presentes sobre o assunto, responderam questionamentos sobre os pontos positivos e negativos da reforma para a população, explicaram o porquê de votarem contra ou a favor e declararam que aceitam o Teto Único. Com exceção do vereador Cura, que está de licença médica, participaram da sessão os demais vereadores e a vice-prefeita Kelly, representando o município. O fim da sessão foi marcada pela chegada de manifestantes cobrando providências sobre o fato de empresas instaladas no município estarem empregando pessoas de outras localidades.

     

    Foto: Alesp Foto: Alesp

    Relator diz que trabalhar até os 62 "não é sacrifício"

    A Reforma da Previdência, motivo de manifestações favoráveis neste domingo (27) e contra no último dia 16 de maio, tem andado a passos largos e, ao que parece, deve ser aprovada ainda neste ano.  O relator da reforma, o deputado Samuel Moreira (PSDB-SP) diz que “Não acho que seja sacrifício trabalhar até os 65 anos”, ou seja, ele não considera um esforço trabalhar até a idade mínima estabelecida pela nova reforma. Antes o trabalhador (a) se aposentava somente com o tempo de contribuição. Pelo novo modelo proposto, o postulante à aposentadoria tem que possuir além do tempo de contribuição, a idade mínima. Na nova regra, o homem, para aposentar, tem que possuir 65 anos e a mulher 62.