• Nordeste tem menor rendimento domiciliar per capita, aponta IBGE

    Foto: Marcello Casal Jr | Agência Brasil Foto: Marcello Casal Jr | Agência Brasil
    29/05/2024 - 11:30


    Os dados foram divulgados nesta quarta-feira (29). O indicador econômico representa a média da renda recebida por pessoa em um domicílio

    ECONOMIA

    - Dados do último censo do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) e da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad), divulgados nesta quarta-feira (29), apontam que a região Nordeste tem o menor rendimento domiciliar per capita do Brasil. Em 2023, a região teve rendimento de R$ 1.155 e um Coeficiente de Desequilíbrio Regional (CDR)  de 0,61. Os coeficientes são calculados com base nos valores de rendimentos regionais em comparação com a média nacional e a população residente apuradas pela Pnad Contínua. Rendimento domiciliar per capita é um indicador econômico que representa a média da renda recebida por pessoa em um domicílio. Para calcular o rendimento domiciliar per capita, soma toda a renda recebida por todos os membros do domicílio e divide esse valor pelo número de pessoas que residem na casa. Este indicador é importante para avaliar o padrão de vida e o bem-estar econômico de uma população. Já o CDR é uma medida utilizada para avaliar as desigualdades econômicas e sociais entre diferentes regiões de um país. O rendimento do Centro-Oeste era R$ 2.264, acima da média nacional (R$ 1.893), e Coeficiente 1,00. Já o Norte teve rendimento de R$ 1.314 e CDR de 0,69.

MAIS NOTÍCIAS