BUSCA PELA CATEGORIA "COVID-19"

  • Em uma semana, número de casos da variante delta cresce 86% no Brasil

    Foto: Reprodução | GOV/BA Foto: Reprodução | GOV/BA
    Por Luciane Freire

    02/09/2021 - 15:30


    Delta já resultou em ao menos 67 mortes em todo o país

    COVID-19

    - O Brasil atingiu na última terça-feira (31), um total de 2.613 casos confirmados da variante delta do coronavírus, registrando um aumento de 86% em relação ao número de diagnósticos positivos contabilizados até terça passada (1.405), segundo dados reunidos pelo Ministério da Saúde. A delta já resultou em ao menos 67 mortes em todo o país. A alta expressiva no número de casos, contudo, pode ter influência na alteração na forma de análise da variante pela Organização Mundial da Saúde (OMS). No Rio de Janeiro, estado com o maior número absoluto de casos, a delta já corresponde a 86% dos casos de Covid-19 sequenciados, segundo mapeamento da Rede Corona-Ômica de vigilância genômica do novo coronavírus no estado. Em junho, os casos de delta eram apenas 6%. No mês seguinte, saltaram para 48%; agora, são maioria absoluta. Há exatos sete dias, o Laboratório Central de Saúde Pública da Bahia (Lacen-BA) detectou, os primeiros casos da variante delta na Bahia. Os estados que já registraram vítimas da doença são: Bahia (1), Goiás (2), Maranhão (1), Minas Gerais (4), Paraná (21), Pernambuco (1), Rio de Janeiro (11), Rio Grande do Sul (19) e Santa Catarina (2). Além do Distrito Federal, com cinco óbitos.

  • Remédio aprovado pela Anvisa contra o coronavírus chegará ao Brasil em setembro

    Foto: Reprodução | Agência Fapesp Foto: Reprodução | Agência Fapesp
    Por Juliana Rodrigues

    31/08/2021 - 16:44


    Quantidade transportada da Coreia do Sul poderá ajudar hospitais a tratarem até 1,2 mil pacientes

    COVID-19

    - Chegará ao Brasil no dia 3 de setembro, 3,5 mil ampolas do medicamento Regdanvimabe (CT-P59). O anticorpo foi aprovado em 11 de agosto pela Anvisa para o uso emergencial contra a Covid-19. O responsável pelo medicamento é o laboratório sul-coreano Celltrion Healthcare. A informação é da coluna de Lauro Jardim, do jornal O Globo. Segundo a publicação, a quantidade transportada da Coreia do Sul poderá ajudar hospitais a tratarem até 1,2 mil pacientes com casos leves e moderados da doença. A previsão é que, após a remessa, os trâmites para a utilização da substância demorem até 15 dias.

  • Homem diagnosticado com variante delta na Bahia morre em decorrência da doença

    Foto: Divulgação | Sesab Foto: Divulgação | Sesab
    Por Juliana Rodrigues

    28/08/2021 - 13:00


    Assim como os casos de Feira de Santana e Vereda, ele não estava vacinado

    COVID-19

    - Um dos quatro pacientes identificados na Bahia com a variante delta da Covid-19 morreu em decorrência da doença, em Salvador. É o que aponta o boletim divulgado pela Sesab (Secretaria de Saúde do Estado) na noite de sexta-feira (27). Segundo a pasta, o homem tinha 41 anos e era morador de Niterói, no Rio de Janeiro, e estava a bordo de um navio dos Estados Unidos ancorado em Salvador e que não está mais na cidade. O paciente faleceu no dia 14 de agosto. Segundo informações da Sesab, assim como os casos identificados em Feira de Santana e Vereda, o homem não estava vacinado contra a Covid-19. Ele começou a apresentar os sintomas no dia 15 de julho e morreu quase um mês depois. Na quinta-feira (26), a Sesab havia informado que, na época do registro, a embarcação foi isolada e os tripulantes não tiveram contato com o público externo do navio. Além do paciente que morreu, outra pessoa que estava no navio também foi contaminada com uma variante, a beta.

    Com informações do Portal G1

  • Variante delta faz CIB aprovar vacinação de adolescentes e antecipação de terceiras doses

    Foto: Reprodução | AFP Foto: Reprodução | AFP
    Por Adele Robichez

    27/08/2021 - 15:42


    Jovens entre 12 e 17 anos são incluídos; reforço é destinado para idosos e imunossuprimidos

    COVID-19

    - A Comissão Intergestores Bipartite (CIB) aprovou, em uma reunião realizada nesta sexta-feira (27), a inclusão dos adolescentes, entre 12 e 17 anos de idade, sem comorbidades na vacinação contra a Covid-19. O grupo recomenda que a imunização seja realizada de forma escalonada. A vacinação dos jovens das faixas etárias permitidas deverá acontecer, obrigatoriamente, com o imunizante da Pfizer, o único permitido até então pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) para as pessoas com menos de 18 anos. Nesta sexta (27), Salvador já começou a imunizar o público, iniciando com as pessoas com 17 anos, nascidas até 27 de fevereiro de 2004. Além disso, diante da aparição da variante delta, mais transmissível, a CIB também decidiu a antecipação da aplicação dos reforços, as terceiras doses, para idosos de 80 anos ou mais; idosos que vivem em Instituições de Longa Permanência (ILPI); imunossuprimidos; e profissionais de saúde ativos da linha de frente, com idade acima de 60 anos. De acordo com a decisão da CIB, as doses de reforço devem ser aplicadas com intervalo mínimo de seis meses em relação à última dose, no caso de idosos, pessoas institucionalizadas e profissionais de saúde. Já para pessoas imunossuprimidas, a terceira dose deve ser aplicada com intervalo de 28 dias em relação à última dose. A imunização deverá ser feita, preferencialmente, com a vacina da Pfizer ou, de maneira alternativa, com Janssen ou AstraZeneca.

  • Baiano de 51 anos infectado por variante delta não estava vacinado

    Foto: Divulgação | Sesab Foto: Divulgação | Sesab
    Por Juliana Rodrigues

    27/08/2021 - 10:05


    Prefeitura investiga possibilidade de transmissão comunitária

    COVID-19

    - O homem de 51 anos identificado com a variante indiana, a delta, em Feira de Santana, não estava vacinado com nenhuma das duas doses da vacina contra a Covid-19. O paciente começou a sentir os primeiros sintomas da doença no dia 20 de julho e, segundo a prefeitura do município, já está recuperado. Ainda de acordo com a gestão municipal, o homem mora sozinho, não precisou ser internado e não tem histórico de viagens. Ainda assim, há uma investigação que apura a possibilidade de transmissão comunitária na região, explicou a coordenadora do Comitê Gestor Municipal de Controle ao Coronavírus infectologista, Melissa Falcão, durante coletiva de imprensa realizada na manhã desta sexta-feira (27). Ela acrescentou que, neste primeiro momento, não será divulgado o bairro em que reside o homem, a fim de evitar um possível pânico da população feirense. Melissa reforçou que é necessário que os cuidados preventivos sejam redobrados. O prefeito, Colbert Filho (MDB), informou que será feita a intensificação da vacinação na região. Ele também anunciou que solicitou mais vacinas contra Covid para aplicação da primeira dose e aumentou a capacidade de realização do exame RT-PCR, de diagnóstico para a doença. Segundo a prefeitura, o diagnóstico foi feito por amostragem analisada pelo Laboratório Central de Saúde Pública da Bahia (Lacen). 

  • Bahia detecta variante indiana e sul-africana e propõe antecipação da 3ª dose

    Foto: Reprodução | AFP Foto: Reprodução | AFP
    Por Juliana Rodrigues

    26/08/2021 - 20:45


    A proposta prevê antecipação da aplicação em 218 municípios do estado

    COVID-19

    - O Laboratório Central de Saúde Pública da Bahia (Lacen-BA) detectou nesta quinta-feira (26), por meio de sequenciamento genético, três amostras da variante indiana da Covid-19 (Delta) e uma sul-africana (Beta) no estado. O governador Rui Costa se reuniu com técnicos da Secretaria da Saúde do Estado da Bahia (Sesab) e propôs o início imediato da terceira dose em todos os municípios que já alcançaram a faixa etária de 18 anos. A medida será pauta da reunião da Comissão Intergestores Bipartite (CIB) prevista para esta sexta-feira (27), que é uma instância deliberativa do SUS que reúne representantes dos 417 municípios. De acordo com a secretária estadual da Saúde em exercício, Tereza Paim, “281 municípios se enquadram nesta característica, sendo que a imunização deverá ser feita, preferencialmente, com uma dose da Pfizer, ou de maneira alternativa, com a vacina de vetor viral da Janssen ou da AstraZeneca”, afirma. A dose de reforço está estimada para um público superior a 950 mil baianos, e a ação será destinada a todos os indivíduos imunossuprimidos após 28 dias da segunda dose e para pessoas acima de 70 anos vacinadas há 6 meses. Como medida de contenção, a Sesab fará ainda o rastreamento por meio de teste de antígeno e RT-PCR nas regiões onde foram detectadas as variantes. Todos os pacientes internados nas UTIs com Covid-19 terão amostras colhidas e sequenciadas para identificação do tipo da variante. “É preciso que os municípios acelerem a vacinação para impedir o avanço de novas cepas, bem como manter o distanciamento social, higienizar frequentemente as mãos e continuar usando máscara”, ressalta Tereza Paim. A secretária explica ainda que, apesar da detecção dessas variantes, a Gamma (antiga P.1, originária em Manaus) ainda é responsável por quase 80% das infecções no estado. “Dois tripulantes de um navio com bandeira estrangeira testaram positivo para a variante Delta e Beta, porém, neste caso, a embarcação estava em isolamento, impossibilitando contactantes. Já as duas outras amostras foram detectadas em pacientes residentes nos municípios de Feira de Santana e Vereda”, afirma Tereza Paim. Reconhecido como a 3ª maior unidade de vigilância laboratorial do país e classificado na categoria máxima de qualidade pelo Ministério da Saúde, o Lacen-BA analisou amostras de mais de 150 municípios dos nove Núcleos Regionais de Saúde. Em 11 meses, o Lacen-BA já realizou 520 exames de sequenciamento genético do vírus da Covid-19. A escolha das amostras para o sequenciamento foi baseada na representatividade de todas as regiões geográficas do estado da Bahia, casos suspeitos de reinfecção, amostras de indivíduos que evoluíram para óbito, contatos de indivíduos portadores de variantes de atenção (VOC) e indivíduos que viajaram para área de circulação das novas variantes com sintomas clínicos característicos.

  • Aplicação da terceira dose da vacina começa em 15 de setembro

    Foto: Fábio Rodrigues Pozzebom | Agência Brasil Foto: Fábio Rodrigues Pozzebom | Agência Brasil
    Por Juliana Rodrigues

    25/08/2021 - 07:30


    Data foi anunciada pelo ministro da Saúde, Marcelo Queiroga; reforço abrange idosos com mais de 80 anos e imunossuprimidos

    COVID-19

    - A aplicação da terceira dose da vacinação contra a Covid-19 começará em 15 de setembro, segundo o Ministério da Saúde. A aplicação de reforço abrange idosos com mais de 80 anos e imunossuprimidos. Segundo o ministro Marcelo Queiroga, a previsão do Programa Nacional de Imunizações é de que na data de início desta etapa toda a população adulta já terá recebido a primeira dose do imunizante. O planejamento da terceira dose foi fechado depois de uma reunião na noite dessa terça entre técnicos do Ministério e representantes da Organização pan-americana de Saúde (Opas). A vacina escolhida é a da Pfizer/BioNTech, que prevê entregar 52 milhões de doses em setembro e 100 milhões de vacinas,referentes a um segundo contrato com o governo brasileiro, entre outubro e dezembro. De acordo com Queiroga,  a decisão levou em conta o andamento da aplicação da segunda dose na população em geral “não tinha sentido eu avançar no reforço, se não tivesse a D2 assegurada, então a D2 seguirá”, concluiu. Com informações da CNN Brasil.

  • Governador faz apelo a municípios para acelerar vacinação: Precisamos que façam mutirão

    Foto: Marcos Oliveira | Sudoeste Bahia Foto: Marcos Oliveira | Sudoeste Bahia
    Por Juliana Rodrigues

    24/08/2021 - 21:57


    Segundo Rui Costa, 139 municípios na Bahia ainda estão vacinando pessoas acima de 24 anos

    COVID-19

    - Acelerar a vacinação contra Covid-19 na Bahia. Esse é o objetivo do governador Rui Costa ao sugerir que os municípios organizem mutirões de aplicação dos imunizantes na população, sobretudo aos finais de semana e à noite, garantindo que pessoas que trabalham durante o dia possam se vacinar. Segundo Rui, 139 municípios no estado ainda estão vacinando pessoas acima de 24 anos. Na transmissão ao vivo do programa Papo Correria, nesta terça-feira (24), Rui disse que quer otimizar a imunização principalmente nos municípios que ainda estão vacinando pessoas acima dos 20 anos e destacou que o Governo da Bahia está fazendo a distribuição de vacinas às prefeituras com o propósito de trazer essas cidades para o mesmo patamar das que já estão vacinando pessoas com menos de 20 anos. “Quero fazer um apelo para quem não se vacinou ainda ir tomar a vacina. Também quero fazer um apelo aos prefeitos e prefeitas, para fazermos uma grande mobilização naqueles municípios que estão vacinando ainda acima de 20 anos. O Estado, há alguns dias, está dando uma quantidade acima de doses a esses municípios. O que nós queremos é trazer esses municípios ao mesmo patamar dos que estão vacinando 18 ou 19 anos. Temos 139 municípios ainda vacinando acima de 24 anos e precisamos que eles façam a vacinação em formato de mutirão, vacinando à noite…tem muita gente autônoma que não consegue fechar o seu ponto, sair do seu trabalho para ir se vacinar, por isso é importante colocar o mutirão, colocar a vacinação até às 22h, aos sábados e domingos, para acelerar a vacinação nesses munícipios”, afirmou o governador.

  • Em novo decreto, governo autoriza eventos com até 500 pessoas na Bahia

    Foto: Marcos Oliveira | Sudoeste Bahia Foto: Marcos Oliveira | Sudoeste Bahia
    Por Juliana Rodrigues

    21/08/2021 - 07:00


    Festas e shows, independente da quantidade do público, continuam proibidos

    COVID-19

    Um novo decreto assinado pelo governador Rui Costa (PT), publicado no Diário Oficial do Estado (DOE) deste sábado (21), estabelece novas normas de flexibilização. Entre as mudanças, está a quantidade de pessoas permitidas em eventos na Bahia. O número saltou de 300 para 500. De acordo com o governo, a flexibilização acontece à medida em que a ocupação de leitos de UTI diminuem. Esse público liberado para  cerimônias de casamento, eventos urbanos e rurais em logradouros públicos ou privados, circos, parques de exposições, solenidades de formatura, passeatas, funcionamento de zoológicos, museus, teatros e afins. A realização de shows, festas, públicas ou privadas, e afins, independentemente do número de participantes, segue suspensa em todo território do Estado da Bahia, até 31 de agosto de 2021, data de validade do decreto. O decreto mantém a orientação relacionada à realização de atividades esportivas, que devem permanecer sem a presença de público. Espaços culturais como cinemas e teatros devem obedecer a limitação de 50% da capacidade de pessoas no local. Em museus, parques de exposições e afins deve ser garantido o distanciamento mínimo de um metro e meio entre os visitantes e a realização de excursões para visitações está proibida. 

  • Queiroz estima que país terá 100% da população adulta vacinada até outubro

    Foto: Valter Campanato | Agência Brasil Foto: Valter Campanato | Agência Brasil
    Por Juliana Rodrigues

    20/08/2021 - 11:55


    Ministro da Saúde diz ver avanço na distribuição de imunizantes a estados e municípios

    COVID-19

    - O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, afirmou que o governo federal espera completar o ciclo vacinal de toda a população adulta do Brasil até o fim de outubro. “Isso é fruto da estratégia de utilizar formas diversificadas para entrega das vacinas. Além de acordos de transferência de tecnologia, as encomendas a farmacêuticas internacionais. Isso faz com que tenhamos mais de 68 milhões de doses para serem distribuídas neste mês de agosto”, disse Queirona na quinta-feira (19). Segundo o ministro, o governo “está tranquilo” em relação aos prazos e expectativas divulgados, afirmou que que as remessas de imunizantes continuarão em fluxo constante para os estados. Medidas em vigor: De acordo com Queiroga, não há qualquer mudança nas medidas sanitárias em vigor. O ministro afirmou que, a que ao passo que vacinação avança e as taxas de contágio e mortalidade caem, é possível flexibilizar os protocolos. O ministro também disse ser importante que a população complete a esquema vacinal com a segunda dose. “A imunização só está completa após a segunda dose”, relembrou.

  • O "importante é se vacinar", diz Zeca Pagodinho após internação por Covid

    Foto: Reprodução | Redes Sociais Foto: Reprodução | Redes Sociais
    Por Danielle Campos

    16/08/2021 - 16:30


    COVID-19

    - O cantor Zeca Pagodinho, internado desde o último sábado (14), após receber diagnóstico positivo de Covid-19 e apresentar sintomas leves da doença, gravou um vídeo para tranquilizar os fãs. De acordo com ele, o tratamento contra o coronavírus já está em reta final. Durante o vídeo, publicado nesta segunda (16) em suas redes sociais, Zeca destaca a importância da imunização contra a doença. "Obrigada a todos que oraram por mim, torceram por mim. Já estou acabando o tratamento e o importante é se vacinar, para poder se recuperar mais rápido, falou?", enfatizou o cantor.

  • Resistência de variante delta pode fazer distanciamento social durar mais tempo, diz presidente do Conass

    Foto: Divulgação | Sesab Foto: Divulgação | Sesab
    Por Luciana Freire

    15/08/2021 - 18:07


    Para Carlos Lula ainda não podemos ter certeza de que o pior da pandemia já passou no Brasil

    COVID-19

    - Para o presidente do Conselho Nacional de Secretários de Saúde, Carlos Lula, as pesquisas iniciais que apontam que imunizantes possuem eficácia significativamente mais baixa contra a variante delta em relação a outras variantes do coronavírus. Para ele, isso indica que ainda não podemos ter certeza de que o pior da pandemia já passou no Brasil. Lula, que é secretário de Saúde do Maranhão, afirma que “medidas de distanciamento social podem levar mais tempo do que o esperado, infelizmente”. O presidente do Conass pede cautela e prudência. Ele faz referência ao recente estudo nference-Mayo Clinic, que comparou dados de eficácia da vacina da Pfizer em janeiro e em julho nos Estados Unidos. No mês passado, com a variante delta já prevalente, a eficácia da Pfizer foi de 42%, contra 76% de janeiro, mostrou o estudo, que ainda é preliminar e não passou por revisão de pares.

  • Mais de 15 municípios baianos estão há pelo menos duas semanas sem novos casos de Covid

    Foto: Divulgação | Prefeitura Pintadas Foto: Divulgação | Prefeitura Pintadas
    Por Geovana Oliveira

    15/08/2021 - 09:00


    COVID-19

    - O número de cidades baianas com tempo significativo sem novos casos da Covid-19 aumentou no último mês. De acordo com boletim divulgado pela Secretaria de Saúde da Bahia (Sesab) no sábado (14), 18 municípios do estado estão há pelo menos duas semanas sem novos registros da doença. Entre as cidades, uma delas já está há mais de um mês sem registros. É o caso de Pintadas, na região de Jacuípe, que completou 34 dias sem novos casos de infecção por coronavírus. Já outros quatro municípios estão há mais de 3 semanas sem novos registros: Lajedão, Buritirama, Arataça e Nova Itarana. No dia 18 de julho, apenas três municípios da Bahia estavam há mais de 15 dias sem registrar casos da Covid-19. Brejolândia, localizada no oeste do estado, era a cidade que estava há mais tempo sem novos casos da doença, com 17 dias sem novas notificações. Confira todas as cidades que estão há pelo menos 14 dias sem notificações: PINTADAS 34; TERRA NOVA 16; ICHU 18; LAJEDINHO 16; IBIPEGA 16; CENTRAL 16; JUCURUÇU 15; LAJEDÃO 22; PEDRÃO 15; PILÃO ARCADO 15; MACURERÊ 14; BURITIRAMA 20; CATOLÂNDIA 17; ITAGI 16; ARATAÇA 21; NOVA ITARANA 22; ITAQUARADA 14; PLANALTINO 14. 

  • Mais de 70% dos brasileiros acima de 18 anos já tomaram primeira dose de vacina

    Foto: Reprodução Foto: Reprodução
    Por Erem Carla

    14/08/2021 - 18:52


    Cerca de 113 milhões de pessoas já iniciaram esta etapa do ciclo vacinal

    COVID-19

    - O Brasil alcançou 70% da população acima de 18 anos com a primeira dose, neste sábado (14). São mais de 113 milhões de brasileiros com a primeira dose no braço. As informações são do Ministério da Saúde. Ao todo, já foram mais de 162,7 milhões de doses aplicadas. Mais de 49,2 milhões de brasileiros já completaram a proteção contra a Covid-19 com a segunda dose ou dose única da vacina. Até agora, a pasta já distribuiu mais de 202,5 milhões de vacinas para estados e Distrito Federal. O imunizante mais aplicado na população é a Atrezeneca, seguida pela Coronavac e pela Pfizer. Por fim, está a Janssen, vacina de dose única. Além da queda no número de casos e óbitos pela doença, todos os estados e Distrito Federal registraram taxa de ocupação de leitos Covid-19 abaixo de 80% na última quarta-feira (11). É a primeira vez no ano que o Brasil atinge esse índice. O Ministério recomenda ainda que, mesmo aqueles que completaram o esquema vacinal, devem manter cuidados básicos, como uso de máscaras e higiene das mãos.

  • Com Covid-19, ator Tarcísio Meira morre aos 85 anos

    Foto: Reprodução  Foto: Reprodução
    Por Kamille Martinho

    12/08/2021 - 12:00


    Artista estava internado desde o dia 6 de agosto

    COVID-19

    - O ator Tarcísio Meira morreu aos 85 anos de idade nesta quinta-feira (12), vítima das complicações da Covid-19. Ele estava internado no Hospital Albert Einstein, em São Paulo, desde o dia 6 de agosto, assim como a mulher, Glória Menezes. Ela segue internada na mesma unidade. O artista precisou ser intubado, e de acordo com o último boletim médico do Hospital Albert Einstein (SP), foi submetido a uma diálise contínua. Ele já havia tomado as duas doses da vacina contra a doença.Tido como um dos maiores atores da dramaturgia brasileira, Tarcísio começou a carreira artística no teatro e estreou na TV Tupi em 1959, no teleteatro Noites Brancas. Dois anos depois, contracenou pela primeira vez com Glória Menezes em Uma Pires Camargo, em 1961, de Geraldo Vietri. Os dois se casaram no ano seguinte. O único filho do casal, Tarcísio Filho, nasceu em 1964. Tarcísio e Glória se consagraram como um dos casais favoritos da TV brasileira, atuando juntos em novelas na Excelsior e na Globo. A última novela do ator foi "Orgulho e Paixão", de 2018. Ele interpretou Lorde Williamson, um poderoso industrial inglês, mas foi afastado da trama devido a uma infecção pulmonar.

  • País registra nesta segunda menor número de casos diários de Covid-19 no ano

    Foto: Itamar Crispim | Fiocruz Foto: Itamar Crispim | Fiocruz
    Por Juliana Rodrigues

    09/08/2021 - 22:27


    Conass confirmou 12.085 infectados; última vez que houve número menor no Brasil foi em 9 de novembro de 2020

    COVID-19

    - O Brasil confirmou nesta segunda-feira 411 mortes e 12.085 casos de Covid-19 nas últimas 24 horas. Os dados foram atualizados pelo Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass).O número de novos casos é o menor volume diário deste ano. A última vez que ocorreu menos ocorrências foi em 9 de novembro (10.917). As informações são da CNN Brasil. Quanto ao número de óbitos em 24 horas, o país teve o menor índice desde 8 de janeiro, quando ocorreram 867 óbitos.O país já soma 563.562 mortes e 20.177.757 de casos do novo coronavírus registrados desde o início da pandemia, em março de 2020. A média móvel está em 32.037 diagnósticos diários nos últimos sete dias. A vacinação com a primeira dose contra a Covid-19 está suspensa em duas capitais brasileiras: Belém (PA) e João Pessoa (PB). Nesta-segunda-feira (9), estão sendo realizadas apenas aplicações da segunda dose nas duas cidades. Nas demais capitais, as campanhas de vacinação permanecem normalizadas com a aplicação das duas doses em diferentes públicos. Em Salvador, devido a baixa procura, a prefeitura manterá na terça-feira (10) a imunização para pessoas com 26 anos ou mais.

     

  • Bahia e estados do nordeste são os que menos recebem doses de vacina contra Covid-19

    Foto: Divulgação | Sesab Foto: Divulgação | Sesab
    Por Gabriel Amorim

    09/08/2021 - 10:10


    Na proporção com o tamanho da população Bahia é o 10º que menos recebe os imunizantes

    COVID-19

    - A distribuição desigual de imunizantes entre os estados brasileiros segue gerando polêmica. Considerando os dados do Ministério da Saúde computados até o início da última semana, a Bahia é o 10º estado a receber menos doses de imunizantes. Na proporção com o tamanho da população, o estado recebeu apenas 0,76 dose por habitante. O desequilíbrio é explicado pelo critério adotado para distribuição das doses. O Ministério da Saúde usou como critério primário os grupos prioritários, ou seja, estados com mais idosos ou mais profissionais de saúde receberam mais doses. Uma nota emitida pela Comissão Especial de Enfrentamento á Covid-19, vinculada à pasta da saúde, afirmou que o critério de distribuição da doses foi alterado desde 29 de julho e passou a levar em conta a população maior de 18 dos estados, a proporção de doses já aplicadas, e a quantidade de doses que ainda estejam pendentes de serem entregues a cada estado. Além da Bahia, todos os estados entre os dez que menos recebem são da região Norte e Nordeste. O Amapá é o estado que menos recebeu as vacinas, computando apenas 0,66 doses por habitante. São Paulo é o único estado do país que já recebeu doses suficientes para vacinar toda sua população com pelo menos uma dose tendo recebido 1,04 dose por habitante. Na comparação entre o primeiro e o último lugar do ranking, São Paulo recebeu 57% a mais de doses que o Amapá. Completam a parte de baixo do ranking o Pará (0,68 doses/habitante), Rondônia (0,69 doses/habitante), Tocantins (0,72 doses/habitante), Ceará (0,75 doses/habitante), Piaui (0,75 doses/habitante), Alagoas (0,76 doses/habitante), Pernambuco (0,76 doses/habitante), e Sergipe (0,76 doses/habitante). Com as doses recebidas, São Paulo já conseguiu vacinar 60,3% de sua profissão. Já o Amapá vacinou 36% da população. A Bahia já vacinou com pelo menos uma dose, 44% de sua população.

  • Brasil ultrapassa 45 milhões de pessoas completamente imunizadas contra Covid-19

    Foto: Reprodução | GOV/BA Foto: Reprodução | GOV/BA
    Por Gabriel Amorim

    08/08/2021 - 14:00


    Número representa cerca de 20% da população brasileira

    COVID-19

    - O Brasil ultrapassou neste sábado (07) a marca de 45 milhões de pessoas completamente imunizadas contra Covid-19. Ao todo,  são 45.363.020 pessoas que já receberam a segunda dose ou imunizante de dose única, o que corresponde a 21,42% da população. Os dados foram computados pelo consórcio de imprensa, até às 20h de sábado. Já a primeira dose foi aplicada em 106.836.153 pessoas, o que corresponde a 50,45% dos brasileiros. Somando a primeira, a segunda e a dose única, são 152.199.173 doses aplicadas no total. O levantamento é do consórcio de veículos de imprensa, formado por G1, "O Globo", "Extra", "O Estado de S.Paulo", "Folha de S.Paulo" e UOL.

  • Brasil ultrapassa marca de 20 milhões de casos confirmados de coronavírus

    Foto: Reprodução | AFP Foto: Reprodução | AFP
    05/08/2021 - 10:42


    Somente nas últimas 24 horas, o Ministério da Saúde contabilizou 40.716 novos casos

    COVID-19

    - O Brasil ultrapassou nesta quarta-feira (4), a triste marca de 20 milhões de casos confirmados de coronavírus, de acordo com o Ministério da Saúde. Somente nas últimas 24 horas, o órgão contabilizou 40.716 novos casos, totalizando 20.026.533 infectados desde o início da pandemia. Com a última atualização, a pasta ainda registrou 559.607 mortes em decorrência da Covid-19, sendo 1.175 apenas nas últimas 24 horas. O Ministério da Saúde também acompanha outros 666.042 possíveis infecções do vírus.

  • Brasil registra 557,2 mil mortes e 19,95 milhões de casos do coronavírus

    Foto: Reprodução | AFP Foto: Reprodução | AFP
    Por Jonas Valente

    03/08/2021 - 05:30


    COVID-19

    - As mortes em consequência da covid-19 chegaram a 557.223 no Brasil. Nas últimas 24 horas, autoridades de saúde registraram 389 novos óbitos por causa da doença. Ontem (1), a soma de pessoas que não resistiram à covid-19 estava em 556.834. Os dados estão no balanço diário do Ministério da Saúde, divulgado pela pasta nesta segunda-feira (2). A atualização consolida os registros levantados pelas secretarias estaduais de Saúde sobre casos e mortes relacionados à covid-19. A quantidade de pessoas infectadas com a covid-19 desde o início da pandemia alcançou 19.953.501. Entre ontem e hoje, foram confirmados 15.143 novos casos da covid-19. Ontem, o painel do Ministério da Saúde trazia 19.938.358 casos acumulados. Ainda há 709.075 casos em acompanhamento, que são pessoas cuja condição de saúde é observada por equipes de saúde e que ainda podem evoluir para diferentes quadros, inclusive graves. O número de pessoas que se recuperaram da covid-19 chegou a 18.687.203. Os dados, em geral, são menores aos domingos e segundas-feiras em razão da dificuldade de alimentação do sistema pelas secretarias estaduais. Já às terças-feiras, os resultados tendem a ser maiores pela regularização dos registros acumulados durante o fim de semana. Estados - No topo do ranking de mortes por estado estão São Paulo (139.059), Rio de Janeiro (59.375), Minas Gerais (50.628), Paraná (35.275) e Rio Grande do Sul (33.365). No topo de baixo da lista estão Acre (1.802), Roraima (1.858), Amapá (1.913), Tocantins (3.529) e Alagoas (5.833). Vacinação - Foram distribuídas até hoje 184,4 milhões de doses de vacinas contra a covid-19, com a entrega de 166,6 milhões de doses aos estados. Segundo os dados do Ministério da Saúde e das secretarias estaduais de Saúde, foram aplicadas até hoje 142,5 milhões de doses, sendo 101 milhões da primeira dose e 41,5 milhões da segunda dose. Nas últimas 24 horas foram aplicadas 1,2 milhão de doses. Quando considerados os dados já consolidados no sistema de informações do Programa Nacional de Imunizações (PNI), foram aplicados 135,8 milhões de doses, com 96,4 milhões da primeira dose e 39,3 milhões da segunda dose.