BUSCA PELA CATEGORIA "BAHIA"

  • Restaurantes e bares do oeste da Bahia deverão fechar às 18h

    Foto: Reprodução | Getty Images Foto: Reprodução | Getty Images
    Por Juliana Rodrigues

    12/04/2021 - 07:55


    BAHIA

    - Em 36 municípios da região oeste, os estabelecimentos comerciais que funcionem como restaurantes, bares e congêneres devem encerrar o atendimento presencial às 18h, sendo permitidos os serviços de delivery de alimentação até as 24h. Além disso, o toque de recolher das 20h às 5h, a proibição das aulas presenciais e a suspensão de eventos valem em toda a Bahia até o dia 19 de abril. A medida vale para os municípios de Angical, Baianópolis, Barra, Barreiras, Bom Jesus da Lapa, Brejolândia, Brotas de Macaúbas, Buritirama, Canápolis, Catolândia, Cocos, Coribe, Correntina, Cotegipe, Cristópolis, Formosa do Rio Preto, Ibotirama, Ipupiara, Jaborandi, Luís Eduardo Magalhães, Mansidão, Morpará, Muquém do São Francisco, Oliveira dos Brejinhos, Paratinga, Riachão das Neves, Santa Maria da Vitória, Santa Rita de Cássia, Santana, São Desidério, São Félix do Coribe, Serra do Ramalho, Serra Dourada, Sítio do Mato, Tabocas do Brejo Velho e Wanderley. O decreto com a restrição no oeste da Bahia será publicado na versão on-line do Diário Oficial do Estado (DOE) deste domingo (11). A Secretaria da Segurança Pública (SSP), por meio das polícias Militar e Civil, apoiará as gestões municipais para garantir o cumprimento da medida.

  • Bahia registra 3.213 casos de Covid-19 e 98 óbitos pela doença em 24 horas

    Foto: Reprodução | Agência Brasil Foto: Reprodução | Agência Brasil
    Por Gabriel Amorim

    11/04/2021 - 18:30


    BAHIA

    - Em 24 horas, a Bahia registrou 3.433 casos de Covid-19 e mais 71 óbitos pela doença, segundo dados divulgados hoje (11) pela Secretaria de Saúde do Estado (Sesab). Apesar de terem ocorrido em diversas datas, a confirmação e registro das mortes foram realizados hoje. Dos 839.395 casos confirmados desde o início da pandemia, 807.761 já são considerados recuperados, 15.118 encontram-se ativos e 16.516 tiveram óbito confirmado.O estado registra 83% de ocupação de leitos de UTI adulto para pacientes com coronavírus.

  • Governo prorroga toque de recolher em toda a Bahia por mais uma semana

    Foto: Reprodução  Foto: Reprodução
    Por Gabriel Amorim

    11/04/2021 - 18:00


    Proibição de eventos e aulas presenciais também foi prorrogada

    BAHIA

    - Por decisão do governo da Bahia, o toque de recolher, a proibição das aulas presenciais e a suspensão de eventos está prorrogada em todo o estado. As medidas, que venceriam amanhã (12), passam a valer até 19 de abril. A prorrogação será publicada ainda hoje (11), na versão on-line do Diário Oficial do Estado (DOE). Também fica vedada a venda de bebida alcoólica em quaisquer estabelecimentos, inclusive por delivery, no período das 18h do dia 16 até as 5h de 19 de abril. No período das 20h às 5h, em toda a Bahia, segue restrita a locomoção de pessoas, sendo vedados a qualquer indivíduo a permanência e o trânsito em vias, equipamentos, locais e praças públicas. Até o dia 19, além do toque de recolher também seguem proibidas as aulas presenciais e a prática de quaisquer atividades esportivas coletivas amadoras. No caso dos esportes, ficam autorizadas as práticas individuais, desde que não gerem aglomerações. Continua autorizado o funcionamento de academias e estabelecimentos voltados para a realização de atividades físicas, desde que limitada a ocupação ao máximo de 50% da capacidade do local, observados os protocolos sanitários estabelecidos. 

  • Em 24 horas, Bahia registra 3.213 casos de Covid-19 e 98 óbitos pela doença

    Foto: Reprodução | Agência Brasil Foto: Reprodução | Agência Brasil
    Por Juliana Rodrigues

    10/04/2021 - 18:40


    BAHIA

    - Em 24 horas, a Bahia registrou 3.213 casos de Covid-19 e mais 98 óbitos pela doença, segundo dados divulgados hoje (10) pela Secretaria de Saúde do Estado (Sesab). Apesar de terem ocorrido em diversas datas, a confirmação e registro das mortes foram realizados hoje. Dos 835.962 casos confirmados desde o início da pandemia, 805.347 já são considerados recuperados, 14.170 encontram-se ativos e 16.445 tiveram óbito confirmado.O estado registra 82% de ocupação de leitos de UTI adulto para pacientes com coronavírus.

  • Em 24 horas, Bahia registra mais 115 mortes por Covid-19 e 4.283 casos

    Foto: Reprodução | Agência Brasil Foto: Reprodução | Agência Brasil
    Por Luciane Freire

    09/04/2021 - 19:00


    BAHIA

    - A Bahia registrou, nas últimas 24 horas, 115 mortes por Covid-19 contabilizando 16.347 óbitos desde o inicio da pandemia. Segundo boletim divulgado hoje (9) pela Secretaria de Saúde do Estado (Sesab), ainda foram registrados mais 4.283 casos da doença. Apesar de terem ocorrido em diversas datas, a confirmação e registro das mortes foram realizadas hoje. Dos 823.749 casos confirmados desde o início da pandemia, 801.938 já são considerados recuperados, 14.464 encontram-se ativos. A taxa de ocupação de leitos de UTI adulto para pacientes com coronavírus é de 81%.

  • MP denuncia prefeito e vice de Sítio do Mato por furar fila da vacinação

    Foto: Reprodução | Noticias da Lapa Foto: Reprodução | Noticias da Lapa
    Por Juliana Rodrigues

    09/04/2021 - 15:22


    Promotor estipulou multa de dez vezes o valor do salário dos acusados

    BAHIA

    - O Ministério Público da Bahia (MP-BA), apresentou denúncia contra o prefeito do município de Sítio do Mato Cássio Guimarães Cursino, o vice-prefeito Dionízio Antônio da Silva e o secretário municipal de Saúde Davi de Oliveira Nunes por terem furado a fila da vacinação contra a Covid-19. Segundo ação civil pública ajuizada na última quarta-feira (7) pelo promotor de Justiça Fábio Nunes Leal, os gestores municipais, embora não se enquadrassem nos grupos prioritários da primeira fase da imunização, vacinaram-se em 19 de janeiro deste ano, logo no primeiro dia da vacinação, quando haviam chegado “apenas 68 doses” ao município, “antes de serem contempladas 826 pessoas do grupo prioritário”. O promotor solicita à Justiça que, em decisão liminar, determine a indisponibilidade dos bens em dez vezes o valor da remuneração dos acusados, sendo R$ 110 mil para o prefeito, R$ 60 mil para o vice e R$ 40 mil para o secretário. Solicita ainda retratação por desrespeito à ordem de prioridade da vacinação e a desvinculação da imagem dos gestores à campanha de vacinação. O MP pede a condenação por ato de improbidade administrativa e pagamento de indenização em R$ 100 mil por dano moral coletivo. Conforme a ação, o prefeito justificou ter se vacinado, por falta de orientação e para estimular profissionais de saúde e idosos que estariam resistentes em se vacinar. O promotor pontuou que, desde dezembro de 2020, o Ministério da Saúde já havia publicado o Plano Nacional de Imunização, com as definições sobre as prioridades, e que não seria possível o prefeito identificar ou perceber qualquer resistência à vacinação, já que se tratava do primeiro dia da imunização no município.

  • Em 24 horas, Bahia registra mais 125 mortes por Covid-19 e 3.451 casos

    Foto: Reprodução | AFP Foto: Reprodução | AFP
    Por Luciana Freire

    08/04/2021 - 20:44


    Taxa de ocupação dos leitos de UTI é de 83%

    BAHIA

    - A Bahia registrou, nas últimas 24 horas, 125 mortes por Covid-19 contabilizando 16.232 óbitos desde o inicio da pandemia. Segundo boletim divulgado hoje (8) pela Secretaria de Saúde do Estado (Sesab), ainda foram registrados mais 3.451 casos da doença. Apesar de terem ocorrido em diversas datas, a confirmação e registro das mortes foram realizadas hoje. Dos 828.466 casos confirmados desde o início da pandemia, 798.297 já são considerados recuperados, 13.937 encontram-se ativos. A taxa de ocupação de leitos de UTI adulto para pacientes com coronavírus é de 83%.

  • Bahia recebe 281 mil doses de vacinas contra a Covid-19 nesta quinta

    Foto: Divulgação | Sesab Foto: Divulgação | Sesab
    Por Geovana Oliveira

    08/04/2021 - 17:30


    BAHIA

    - A Bahia recebeu hoje (8) mais 281.400 doses de vacinas contra a Covid-19. Os lotes chegaram ao aeroporto de Salvador por volta das 12h, segundo o secretário estadual de Saúde, Fábio Vilas-Boas. Das doses recebidas, 152 mil são de Oxford e 129.400 da Coronavac. “Graças ao apoio de Rui Costa, hoje mesmo já seguem para toda a Bahia. Juntos manteremos a Bahia na liderança nacional da vacinação.”, escreveu Vilas-Boas em seu perfil no Twitter. O secretário também afirmou que a quantidade “ainda é pouco para proteger toda a população”. Ontem (7), em coletiva de imprensa, o prefeito Bruno Reis disse que até o momento apenas 100 mil doses estavam confirmadas para chegar à Bahia, por isso, só havia previsão de Salvador receber 10 mil doses nesta quinta.

  • Rede estadual de ensino reúne dois anos em um; professores e alunos relatam dificuldades

    Foto: Divulgação | GOV/BA Foto: Divulgação | GOV/BA
    Por Adele Robichez

    08/04/2021 - 12:21


    "Dificuldades estão sendo sinalizadas e a secretaria está tentando se readaptar a isso, mas ainda está a passos lentos", disse docente

    BAHIA

    - Após um ano parada por conta da pandemia da Covid-19, a rede estadual de ensino na Bahia retomou as suas atividades. Há quase um mês, professores e alunos vivem uma nova forma de ministrar e participar de aulas. De maneira remota, o cronograma de 2020 será recuperado junto com o planejamento para 2021. Em entrevista ao jornalista Mário Kertész, no programa Jornal da Bahia no Ar, da Rádio Metrópole, o secretário estadual da Educação, Jerônimo Rodrigues, revelou que o planejamento original não previa aulas virtuais, mas devido ao tempo perdido e à piora da crise do coronavírus, foi a solução encontrada. Dois anos em um - O ano letivo iniciado no dia 15 de março é contínuo, ou seja: reúne dois anos em um. Por isso, a carga horária é maior, com aulas de segunda a sábado. No total, serão 1.500 horas de aulas – 700 correspondentes ao ano passado e 800 a este ano. As aulas são transmitidas diariamente em salas do Google, no canal da Educação Bahia, no YouTube, e no Educa Bahia, na TVE. Os colégios também têm disponibilizado as atividades impressas. “A escola falou que os alunos que não tivessem acesso à internet poderiam ir lá pegar”, afirmou a estudante Maria Alice da Silva, de 16 anos, do Colégio Estadual Thales de Azevedo, no Costa Azul. Auxílios - O governo estadual retomou, este ano, a oferta do vale-alimentação estudantil aos alunos da rede pública estadual, no valor de R$ 55. Além disso, inaugurou dois novos programas para 2021. Um deles é um auxílio de R$ 150 a famílias de estudantes em condição de vulnerabilidade socioeconômica. E a maior novidade: o Mais Estudo, que seleciona dois alunos por turma, a partir das suas notas, para serem monitores, com uma bolsa mensal de R$100. As inscrições para as monitorias ainda não começaram, mas a professora Patrícia Cintra, de 50 anos, do Colégio Estadual Raphael Serravalle, na Pituba, mencionou que os alunos do colégio que ela leciona já foram selecionados pelos professores e estão “entusiasmados”. “Vai ter um impacto positivo por você se sentir mais motivado porque está recebendo algo em contrapartida: o reconhecimento da sua nota, do seu desempenho na escola”, avaliou. Dificuldades - Integrantes do corpo docente da rede pontuam dificuldades na adaptação ao novo funcionamento do ensino. “Disseram que está muito difícil, muitas tarefas a cumprir. Alguns alunos não têm internet, não têm WhatsApp”, relatou a ex-professora aposentada de uma escola estadual de Feira de Santana, Alaíde Carneiro, de 65 anos, a partir de conversas com suas colegas ainda na ativa. “Eu tenho colegas que estão passando por muitas dificuldades de acesso ao sistema. Isso traz um desgaste muito grande”, afirmou Patrícia. A situação já era imaginada pelo secretário. “A dificuldade é para o professor, que não teve formação nas plataformas de conteúdo", falou à Metrópole. Com a mudança, os alunos e as famílias também tiveram que se reajustar. “Muita gente sequer tem um celular, um computador, e acaba assistindo as aulas pela TV”, falou Maria. Para poder participar, algumas pessoas tiveram que buscar alternativas. “Eu tenho uma amiga mesmo, que ela não tem internet em casa, vai na casa da tia todo dia de manhã pra conseguir assistir as aulas”, comentou. Marina Arguelles, de 35 anos, mãe de Sansão Abraão Arguelles, de 11, matriculado no Colégio Municipal Oswaldo Cruz, no Rio Vermelho, conta que consegue criar um ambiente de estudo para ajudar o filho, mas reconhece que essa não é a situação geral. “Eu sei que nem todos os colegas dele têm a mesma possibilidade. Por exemplo, a gente tem uma impressora e eu tenho uma cadeira emprestada do meu trabalho, que eu empresto para ele utilizar e eu trabalho com meu notebook no colo para poder emprestar minha mesa para ele”, disse. “Essas dificuldades estão sendo, o tempo inteiro, sinalizadas e a secretaria está tentando se readaptar a isso, mas ainda está a passos lentos. Então a garantia de que um ano será recuperado… não sei te dizer, nesse tempo”, analisou Patrícia.

  • Bahia registra mais 189 mortes, e tem novo recorde de óbitos por Covid-19 em 24h

    Foto: Reprodução | Agência Brasil Foto: Reprodução | Agência Brasil
    Por Luciane Freire

    07/04/2021 - 18:45


    BAHIA

    - A Bahia registrou, nas últimas 24 horas, 189 mortes por covid-19, novo recorde. Anteriormente este recorde havia sido no dia 31 de março, quando houve registro de 160 mortes. Hoje, ainda foram registrados 3.712 casos. A informação foi divulgada hoje (7) pela Secretaria de Saúde do Estado (Sesab). Apesar dos óbitos terem ocorrido em diversas datas, a confirmação e registro foram contabilizados hoje. Dos 825.015 casos confirmados desde o início da pandemia, 794.967 já são considerados recuperados, 13.941 encontram-se ativos e 16.107 tiveram óbito confirmado. No estado, dos 1.503 leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) disponíveis do Sistema Único de Saúde (SUS) exclusivos para coronavírus, 1.252 possuem pacientes internados, o que representa uma taxa de ocupação de UTI adulto de 83%.

  • Bahia vai receber mais 5,5 milhões de doses de vacina contra Covid-19 nesta semana

    Foto: Marcos Oliveira | Sudoeste Bahia Foto: Marcos Oliveira | Sudoeste Bahia
    Por Rayllanna Lima

    07/04/2021 - 10:41


    Primeiro lote com 2 de milhões de doses chega na quinta-feira; no sábado, estado recebe mais 3,5 milhões de doses

    BAHIA

    - A Bahia vai receber mais 5,5 milhões de doses de vacinas contra a Covid-19 nesta semana. Um novo lote está programado para ser enviado pelo Ministério da Saúde na quinta-feira (7), com 2 milhões de doses. O segundo lote, com 3,5 milhões de doses, está previsto para chegar em Salvador no sábado (10). “Amanhã [quinta-feira] a gente recebe e já distribui para todos os 417 municípios da Bahia. Sexta eles terão condição de retomar a vacinação nos locais que acabaram as doses”, afirmou o secretário estadual de Saúde, Fábio Vilas-Boas, em entrevista ao Jornal da Manhã, da TV Bahia, nesta quarta-feira (7). A vacinação foi suspensa em algumas cidades por falta de imunizantes. O mesmo ocorreu em Salvador, mas o Estado antecipou a entrega de 44 mil doses para garantir a continuidade da vacinação na capital. “A intenção nossa foi fazer com que as vacinas pudessem ser utilizadas o mais rapidamente dentro do município de Salvador, já que se fosse distribuir para todos os municípios da Bahia nós estaríamos gastando uma logística monstruosa durante 24h/48h, que coincidiria com a chegada das vacinas amanhã”, explicou.

  • Em 24 horas, Bahia registra mais 86 mortes por Covid-19 e 2.073 casos

    Foto: Reprodução | AFP Foto: Reprodução | AFP
    Por Luciana Freire

    05/04/2021 - 20:51


    Taxa de ocupação dos leitos de UTI é de 85%

    BAHIA

    - A Bahia registrou, nas últimas 24 horas, 86 mortes por Covid-19 contabilizando 15.796 óbitos desde o inicio da pandemia. Segundo boletim divulgado hoje (5) pela Secretaria de Saúde do Estado (Sesab), ainda foram registrados mais 2.073 casos da doença. Apesar de terem ocorrido em diversas datas, a confirmação e registro das mortes foram realizadas hoje. Dos 817.722 casos confirmados desde o início da pandemia, 787.720 já são considerados recuperados, 14.206 encontram-se ativos. A taxa de ocupação de leitos de UTI adulto para pacientes com coronavírus é de 85%.

  • Pela terceira vez, governo da Bahia declara calamidade no estado

    Foto: Marcos Oliveira | Sudoeste Bahia Foto: Marcos Oliveira | Sudoeste Bahia
    Por Gabriel Amorim

    05/04/2021 - 17:30


    BAHIA

    - Uma edição extra do diário oficial será publicada amanhã (6) para declarar estado de calamidade pública em todo o território baiano em virtude da pandemia da Covid-19. Este é o terceiro decreto do tipo publicado pelo governo baiano para fins de prevenção e enfrentamento ao novo coronavírus. Com a medida, o governo fica autorizado a mobilizar todos os órgãos estaduais, no âmbito das suas competências. A ação também visa a liberação de recursos por parte do governo federal para que sejam aplicados nas medidas de prevenção, controle, contenção de riscos, danos e agravos à saúde pública, a fim de evitar a disseminação da doença.

  • Bahia reduz fila de espera de pacientes para leito de UTI

    Foto: Reprodução | AFP Foto: Reprodução | AFP
    Por Augusto Romeo

    05/04/2021 - 16:05


    A redução foi cerca de 74% em relação ao pico de casos na segunda onda de contaminações

    BAHIA

    - Nos últimos dias, em média 130 pacientes aguardaram, pelo menos, 24 horas por leitos Covid-19 de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) na Bahia. A taxa aponta uma redução em cerca de 74% da fila de espera em comparação com o pior momento da segunda onda de infecções no estado, quando 513 indivíduos chegaram a compor a espera para regulação em um único dia. O titular da pasta da Saúde, Fábio Vilas-Boas admitiu em entrevista nesta segunda-feira (05), uma melhora no cenário da segunda onda, porém ainda revela preocupação com os números. “Atualmente parte destes pacientes são da região Sudoeste que não tem tantos leitos. O governo abriu, na última sexta, 10 leitos e a previsão é de colocar mais 10 em operação nessa região. Um dos pontos que também retardam o processo de redução da fila é que familiares recusam a transferência e deixam os pacientes em estruturas menos equipadas”, explicou. Uma determinação estadual permitiu a retomada das atividades presenciais parcialmente em toda a Bahia a partir desta segunda (05). Sobre o assunto, Vilas-Boas disse que a taxa de ocupação ainda é elevada e que em qualquer sinal de piora, a gestão terá de voltar atrás. “Ninguém tem o poder de antever o futuro, a flexibilização acontecerá de forma rigorosa. Vamos acompanhar ao longo dos dias, no entanto, qualquer sinal que aponte uma piora nos índices teremos de voltar atrás. O risco é o desgaste de abrir e fechar, e com isso a população vai deixando cada vez mais de aderir as medidas. A pressão é muito grande da sociedade para que se flexibilize e nós da área da saúde temos que dar o suporte para o retorno da vida normal”, concluiu o secretário.

  • Retomada do comércio: 'A qualquer sinal de piora, teremos que voltar atrás', diz secretário da Saúde da Bahia

    Foto: Marcos Oliveira | Sudoeste Bahia Foto: Marcos Oliveira | Sudoeste Bahia
    Por Adele Robichez

    05/04/2021 - 15:53


    Fábio Vilas-Boas reconhece o “desgaste” que seria mudança e diz que a área da saúde trabalhará para evitar que ela seja necessária

    BAHIA

    - O Secretário de Saúde da Bahia, Fábio Vilas-Boas, afirmou hoje (5), que, caso haja uma piora nos indicadores da Covid-19 nas cidades onde houve a retomada do comércio, há a possibilidade da volta das restrições. Apesar disso, ele reconhece o “desgaste” que seria mudança e diz que a área da saúde trabalhará para evitar que ela seja necessária. “Nós estamos com uma taxa de ocupação e um número de pessoas precisando de internação ainda elevado. A qualquer sinal que aponte na direção de uma piora constante sustentada dessa taxa de internação, teremos que voltar atrás”, assegurou o secretário. Vilas-Boas admitiu que a reabertura das atividades econômicas em meio à incertezas é arriscada, mas diz que a decisão está tomada e será acompanhada para evitar o avanço da pandemia no estado. “O risco é o desgaste, né? Abre e fecha, abre e fecha, abre e fecha, a população vai, cada vez mais, deixando de aderir a essas medidas, mas a decisão está tomada”, disse. “Com critérios bastante rigorosos, nós vamos acompanhar de que forma isso vai acontecer ao longo dos dias”, informou o secretário. “A pressão é muito grande da sociedade para que se flexibilize. Nós, da área da saúde, temos que dar o suporte para que a vida possa continuar”, concluiu.

  • 'Tem várias variáveis apontando processo de melhora', diz Fábio Vilas-Boas sobre pandemia na Bahia

    Foto: Marcos Oliveira | Sudoeste Bahia Foto: Marcos Oliveira | Sudoeste Bahia
    Por Adele Robichez

    05/04/2021 - 14:00


    Entre indicadores, estão estabilidade no número de óbitos pela doença, apesar dos registros diários ainda altos, e redução da fila de espera por leitos de UTI

    BAHIA

    - O secretário estadual de Saúde, Fábio Vilas-Boas, afirmou hoje (5) que a pandemia da Covid-19 na Bahia vem demonstrando um processo de melhora. Entre os indicadores, estão a estabilidade no número de óbitos pela doença, apesar dos registros diários ainda altos, e a redução da fila de espera por leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI). “Tem várias variáveis apontando um processo de melhora”, informou o secretário. De acordo com ele, o número de óbitos registrados nos finais de semana ainda está alto, mas, ao longo da semana, é atingida uma estabilidade. Vilas-Boas explica que isso acontece por conta das subnotificações. “Vamos manter esse número elevado ainda durante algumas semanas, refletindo o acúmulo de óbitos que estão em investigação. Aqui na Bahia, nós não liberamos automaticamente os óbitos”, explicou. Outro dado que registrou queda, que, de acordo com Fábio Vilas-Boas, ”é mais sensível para identificar a melhora no processo” é o número de pessoas necessitando internação. Essa redução reflete na taxa de ocupação de hospitais. ”Nós chegamos a bater 89% [...], conseguimos segurar e agora estamos aí na faixa de 83%, 84%, com a perspectiva de cair ainda mais”, disse.

  • Bares, restaurantes e academias voltam a funcionar na Bahia, mas com expediente limitado

    Foto: Reprodução | Agência Brasil Foto: Reprodução | Agência Brasil
    Por Redação do Sudoeste Bahia

    05/04/2021 - 12:30


    BAHIA

    - Bares, restaurantes e academias voltarão a funcionar nesta segunda-feira (05). A medida foi acordada em reunião realizada na última quinta-feira (01), pelo governador Rui Costa (PT), com diversos gestores municipais. No entanto, apesar da reabertura, os estabelecimentos terão que obedecer uma série de restrições. No entanto, bares e restaurantes deverão encerrar o expediente até às 18h. A partir desse horário, fica proibida a venda de bebidas alcoólicas, inclusive por sistema de delivery.  Porém, a entrega de alimento por meio de entrega está autorizada para acontecer até às 24h. Já as academias poderão funcionar entre os dias 05 e 12 de abril, desde que com capacidade de até 50% de ocupação.

  • Bahia registra 1.855 casos e 50 mortes por Covid-19 em 24h

    Foto: Reprodução | Agência Brasil Foto: Reprodução | Agência Brasil
    Por Luciane Freire

    04/04/2021 - 19:30


    BAHIA

    - A Bahia registrou nas últimas 24 horas 1.855 casos de coronavírus e 50 mortes em decorrência da Covid-19, segundo boletim divulgado hoje (4) pela Secretaria de Saúde do Estado (Sesab). Dos 813.794 casos confirmados desde o início da pandemia, 783.065 já são considerados recuperados, 15.069 encontram-se ativos e 15.660 tiveram óbito confirmado. No estado, dos 1.488 leitos disponíveis do Sistema Único de Saúde (SUS) exclusivos para coronavírus, 1.236 possuem pacientes internados, o que representa uma taxa de ocupação de UTI adulto de 83%. Vale lembrar que o número de leitos é flutuante, representando o quantitativo exato de vagas disponíveis no dia.

  • Brasil vacinou 9% da população contra Covid-19, diz consórcio de imprensa

    Foto: Reprodução | GOV/BA Foto: Reprodução | GOV/BA
    Por Adele Robichez

    04/04/2021 - 11:00


    BAHIA

    - Um total de 19.183.802 pessoas receberam a primeira dose do imunizante contra o coronavírus no Brasil, segundo o balanço da vacinação divulgado na noite de ontem (3) pelo consórcio de veículos de imprensa. Com isso, 9,06% da população do país foi vacinada contra a Covid-19. A segunda dose foi aplicada em 2,52% da população do país: 5.342.361 pessoas. No total, 24.526.163 doses foram aplicadas na nação brasileira (68,47% das doses recebidas pelos estados). Na Bahia, 1.696.104 pessoas receberam a primeira dose (11,36% da população do estado). Destas, 328.943 tomaram a segunda (2,2%). Foram utilizadas 2.025.047 vacinas para a ação (79,98% das 2.531.882 doses entregues ao estado).

  • Etapa de matrícula para alunos novos na rede estadual começará segunda-feira (5)

    Foto: Divulgação Foto: Divulgação
    Por Juliana Rodrigues

    03/04/2021 - 22:36


    BAHIA

    - A partir de segunda-feira (5) será iniciada uma nova etapa de matrícula para alunos novos e transferência para estudantes da rede estadual da Bahia que desejam mudar de escola. De acordo com a Secretaria de Educação do Estado (SEC), o calendário de matrícula para o ano letivo 2020/21 será finalizado em 14 de abril. O processo é realizado por blocos de municípios e Núcleos Territoriais de Educação (NTE). Os pais ou estudantes precisam consultar as datas, conforme o cronograma disponível no Portal da Educação. Nesta etapa, que vai até o dia 8 de abril, a ação envolve estudantes de 125 municípios de sete Núcleos Territoriais de Educação (NTEs). A relação dos municípios correspondentes a cada NTE e os telefones das escolas também estão disponíveis no Portal da Educação. Quem é aluno da rede estadual já teve a matrícula renovada automaticamente. A matrícula para alunos novos pode ser feita pelo SAC Digital ou pelo aplicativo SAC Digital (disponível, gratuitamente, nos sistemas Android e IOS). Para os estudantes ou pais sem acesso à internet, a matrícula pode ser realizada em qualquer escola da rede estadual, mesmo não sendo aquela que o estudante vá estudar, mediante agendamento prévio por telefone. Este também é o critério para os estudantes que são da rede e queiram mudar de escola. A matrícula de concluintes do 5º ano ou 9º ano do Ensino Fundamental, já regularmente matriculados na rede pública municipal de ensino, no ano letivo de 2020, cujas escolas não oferecem a série subsequente, será de 6 a 8 de abril. Já para o ingresso do candidato em unidade escolar da rede estadual em qualquer ano/série para o Ensino Fundamental, a matrícula nova será no dia 8 e, para o Ensino Médio, nos dias 7 e 8. Este terceiro bloco de matrículas contempla os seguintes NTEs: Ribeira do Pombal (NTE 17); Alagoinhas (NTE 18); Feira de Santana (NTE 19); Vitória da Conquista (NTE 20); Santo Antônio de Jesus (NTE 21); Jequié (NTE 22); e Santa Maria da Vitória (NTE 23). Dentre as cidades, destacam-se: Aporá, Esplanada, Rio Real, São Felipe, Ubatã e Varzedo, entre outras. Como faz a matrícula on-line: Para fazer a matrícula on-line, o estudante deve fazer o cadastro no SAC Digital. Basta acessar o endereço na internet e clicar na opção “Cadastre-se”. Caso prefira, o estudante pode fazer seu cadastro no aplicativo SAC Digital. O app está disponível para celulares Android e iOS. Se o aluno novo for menor de 16 anos, o cadastro deverá ser feito em nome dos pais ou do responsável. Na internet ou no app, será necessário preencher os dados pessoais, como nome completo, CPF, data de nascimento, e-mail e telefones para contato, entre outros, clicando em “Avançar”. Nas páginas seguintes, serão preenchidas informações sobre endereço do estudante e senha para acesso à plataforma. Todos os dados fornecidos serão confirmados na quarta e última página. Uma mensagem será enviada para o e-mail cadastrado no SAC Digital para a ativação da conta. Com isso, o estudante poderá acessar a plataforma em “Entrar”, fornecendo senha e login, e buscar o serviço “Solicitar matrícula para aluno novo”. Para a comprovação da matrícula, os alunos novos precisarão apresentar, em data a ser agendada com a escola, os seguintes documentos: original do Histórico Escolar; original e cópia da Cédula de Identidade ou Certidão de Registro Civil; original e cópia do CPF; original e cópia legível com data recente do comprovante de residência (água, luz, telefone fixo ou móvel, gás encanado, Internet, contrato de aluguel, IPTU, cartão de crédito ou TV por assinatura); original e cópia da carteira de vacinação; cópia da Cédula de Identidade da mãe do aluno; e cópia do CPF da mãe do aluno.