• Papa Francisco recebeu um grupo de vítimas de pedofilia envolvendo sacerdotes da Igreja Católica

    07/07/2014 - 11:26

    A feitio, o Papa Francisco, como previsto no fim de Maio, recebeu, nesta segunda (07), um grupo composto por seis vítimas de pedofilia envolvendo padres, conforme anunciou a Santa Sé. Composto por dois alemães, dois britânicos e dois irlandeses, o encontro com o grupo na Casa de Santa Marta, precedeu uma missa na capela. Esse encontro é um feito do Papa Francisco frente à Igreja Católica que tem passado por alguns “bocados” na última década, visto o alto número de denúncias referentes a casos de pedofilia envolvendo sacerdotes que remontam às décadas de 60 e 70. Diante de inúmeros questionamentos, respondidos prontamente pelo Papa Francisco “O abuso sexual é um crime tão feio... porque um padre que faz isso trai o corpo do Senhor. É como uma missa satânica" e acrescentou "Temos que ir em frente com a tolerância zero", impulsionando à criação de uma comissão de peritos para a proteção da infância no seio das instituições da Igreja Católica. Os casos de pedofilia envolvendo sacerdotes da Igreja Católica foram tomados como uma “obrigação de cooperar com a lei civil e denunciar esses crimes às autoridades competentes", visto que além envolver questões referentes ao celibato, envolve os direitos civis do cidadão.