• Atirador mata 20 crianças e seis adultos em escola de Newtown, nos EUA

    14/12/2012 - 00:00

    A polícia confirmou a morte de 27 pessoas após um atirador invadir uma escola em Newtown, no Estado de Connecticut, no nordeste dos Estados Unidos. Dentre as vítimas do incidente, 20 são crianças e outras seis são funcionários e professores da escola.

    Segundo o chefe da polícia, a diretora da escola Sandy Hook, Dawn Hocksprung, foi morta. Os agentes dizem que receberam a denúncia por volta das 9h30 locais (12h30 em Brasília) e entraram na escola sem impedimentos do atirador.

    Os policiais dizem o criminoso, que teria entre 20 e 30 anos, foi encontrado morto e teria cometido suicídio no incidente. Com ele, foram encontradas três armas, sendo duas pistolas e um revólver, e um colete à prova de balas, que foi apreendido.

    A polícia não confirma a identidade de nenhum dos envolvidos, mas a imprensa americana diz que o nome do suspeito é Adam Lanza.

    Agentes da polícia do Estado consultados pela imprensa americana anteriormente o identificaram como Ryan Lanza, 24, irmão mais velho de Adam. A polícia, no entanto, diz que a identidade do suspeito ainda não foi definida.

    Segundo o jornal "The New York Times", o suspeito matou a mãe, Nancy, e outros 20 estudantes da sala de aula. A morte da mãe também foi relatada pela CNN, assim como de uma psicóloga.

    Os outros funcionários e crianças foram retirados do prédio e levados para um quartel dos bombeiros próximo ao local, enquanto os corpos das vítimas continuam na escola. A instituição tinha 39 professores e cerca de 650 alunos de educação infantil e primária, entre cinco e dez anos.