• Caetité: Emoção em encontro familiar após 47 anos na comunidade de Palmital

    Foto: Divulgação | Ascom PMC
    Foto: Divulgação | Ascom PMC
    06/07/2018 - 10:00

    Na quarta-feira (27/06), na Comunidade de Palmital, região de Santa Luzia, zona rural de Caetité, ocorreu um encontro familiar após 47 anos. Auxiliado pelo CRAS Rural – Caetité, Paulo Fernandes da Silva pôde encontrar parte de seus familiares paternos após mais de quatro décadas. Órfão de mãe aos sete anos, e sem nunca ter tido oportunidade de conhecer seu pai, o mesmo foi amparado e criado pelo abrigo de Caetité. Paulo, natural de Palmital, foi embora de sua cidade natal ainda adolescente, na busca por uma vida mais digna, promissora e autônoma, percorrendo por diferentes lugares até chegar ao Amazonas, onde morou por muitos anos e se casou. Após mais de três décadas distante de sua terra natal, o mesmo decide retornar para Caetité e fixar residência. Paulo é filho do professor José Espedião Vieira, mais conhecido na região como Zé Leite, que mesmo não sendo natural de Palmital, morou por muito tempo na comunidade e teve forte influência na localidade. No encontro desta quarta-feira, esteve presente o Psicólogo Diogo Souza e a Assistente Social Joseni Caxias, ambos técnicos do CRAS Rural, os tios avós de Paulo, Antônio Pascazi Vieira e Telnila Maria de Paula Vieira (estes últimos identificados e localizados pelos técnicos do CRAS Rural após pesquisa na região), além de Maria Lúcia da Silva Amazonas e Antônio Izan da Silva Brito, esposa e enteado, respectivamente. O momento foi marcado por muita emoção, principalmente por Paulo, que pôde conhecer um pouco de suas raízes.