• Dia da Independência da Bahia é celebrado em Caetité; veja as fotos

    Fotos: Willian Silva | Sudoeste Bahia
    Fotos: Willian Silva | Sudoeste Bahia
    Por Willian Silva

    03/07/2018 - 07:36

    O Dois de Julho, data magna da Bahia, foi celebrada mais uma vez em Caetité, nesta segunda feira. Para completar o dia, que parecia mais um domingo, o jogo do Brasil aconteceu no mesmo dia, onde foi coroado com uma vitória saborosa sobre o México, com dois gols a favor da seleção verde-amarelo. Mas, a realização das comemorações da Independência da Bahia este ano, foram diferentes. Costumeiramente – e não sabe-se o porquê – os desfiles começavam lá pelas 9h ou 10h da manhã, o que fazia com que o término acontecesse por volta do meio dia ou as 13h. Isso era fator para que boa parte do público abandonasse as ruas antes do final do desfile. Em 2018, a Prefeitura Municipal de Caetité (PMC) cumpriu a promessa de começar as 7:30h com quem estivesse na concentração. E assim se deu. Resultado: o Te Deum Laudamos, cântico de agradecimento pelas comemorações da Independência da Bahia e que finaliza as celebrações pelo evento, foi entoado às 10:40h da manhã,. As 11h, uma boa parte do espectadores estavam postos em frente ao telão de led, montado na parte superior da Praça da Catedral, acompanhando a eliminação do México na disputa contra o Brasil, pelas quartas de final. Houve quem reclamasse porque não conseguiu acordar a tempo para assistir ao desfile. Outros aprovaram a ideia porque o desfile começou cedo e dava para aproveitar o resto do dia com a família ou usufruindo das belas montarias vistas durante o dia nas ruas de Caetité. Opinião: A decisão tomada pela PMC e 94ª Companhia Independente de Polícia Militar, com sede em Caetité, foi mais do que acertada. Além de coibir a bagunça causada por alguns proprietários de som automotivo com seus enormes equipamentos de alta potência, o desfile terminou cedo, possibilitando o deslocamento do público de forma tranquila para suas casas ou outros lugares para acompanhar a partida futebolística na Copa do Mundo FIFA 2018. Não queremos aqui dizer que, nos anos anteriores, o evento foi desorganizado. Muito pelo contrário. Sabemos do esforço além do possível por parte dos grupos de montaria e a secretaria de Educação municipal para o bom andamento da festa. Algo que faltava, foi colocado em prática esse ano: pulso firme e pontualidade britânica. Pulso firme para afirmar que era necessário começar o evento com quem estivesse. E pontualidade para que a festa transcorresse de forma tranquila, como aconteceu esse ano. Esperamos que a mesma fórmula aplicada em 2018, seja aplicada no Dois de Julho em 2019. Veja as fotos.