• Em jogo duro, Brasil vence México e passa para as quartas de final

    Foto : Divulgação | Fifa
    Foto : Divulgação | Fifa
    Por Evilásio Junior

    02/07/2018 - 12:53

    Gols verde-amarelos foram marcados por Neymar, aos 5 minutos, e Firmino, aos 42 do 2º tempo; Casemiro levou segundo amarelo e está fora da próxima partida

    Em um jogo pegado, marcado por muitas faltas, o Brasil venceu o México por 2 a 0, na tarde de hoje (2), em Samara, e está classificado para as quartas de final da Copa do Mundo da Rússia. Ao todo, houve dois amarelos para os brazucas e quatro para os centro-americanos. Com o primeiro tempo dividido em duas fases, a Seleção começou a partida pressionada pelos adversários, que, com muito ímpeto, além de fechar os espaços, levaram perigo, sobretudo, com as jogadas pelo lado direito da defesa verde-amarela, com jogadas pela esquerda do atacante Vela sobre o lateral Fagner. A partir dos 24 minutos, o domínio mudou de lado, e a equipe canarinha passou a explorar o campo oponente, principalmente com Neymar, Phillipe Coutinho e Gabriel Jesus. A melhor chance foi com o camisa 11, que após triangulação dentro da área, mandou a bola por cima da meta do goleiro Ochoa. No segundo tempo, o time comandado por Tite voltou mais incisivo e logo aos 2 minutos teve uma chance com Coutinho, que recebeu o passe de Neymar, invadiu a área, se livrou da marcação e encheu o pé, mas o arqueiro fez uma bela defesa. Noventa segundos depois veio o gol. Após arrancada de Willian, Neymar tocou para Jesus que, de calcanhar, devolveu para o camisa 19. Ele entrou na área, cruzou rasteiro e Neymar, de carrinho, mandou para o fundo das redes. Ao 13, na oportunidade de ampliar a vantagem, Fagner encontrou Paulinho livre. O meia do Barcelona bateu forte, mas Ochou fez mais uma grande intervenção. Na sequência, para matar o contra-ataque, Casemiro fez falta no ala Gallardo, recebeu o cartão amarelo e está fora das quartas. Melhor jogador da etapa final, Willian continuou a criar muitas opções, a exemplo de mais uma arrancada pelo lado esquerdo, aos 23, em que ele assistiu Neymar, mas o astro do PSG bateu colocado e a bola saiu caprichosamente rente ao lado direito da trave de Ochoa. A partir dos 30, os brasileiros recuaram, passaram a administrar o resultado e explorar os contra-ataques, enquanto os mexicanos voltaram a pressionar, mas não conseguiram furar o bloqueio. O caixão foi fechado aos 42, em uma roubada de Fernandinho no meio de campo. O volante tocou para Neymar no lado esquerdo, ele invadiu a área, tirou o goleiro e tocou do outro lado para Firmino, que tinha acabado de entrar, assinalar. O Brasil agora vai enfrentar o vencedor do duelo entre Bélgica e Japão, na próxima sexta-feira (6), às 3h da tarde, na Arena Kazan.