• PF acredita que Temer lavou propina em imóveis da família

    Foto: Reprodução
    Foto: Reprodução
    Por Alexandre Galvão

    27/04/2018 - 07:18

    A Polícia Federal acredita que o presidente Michel Temer (MDB) lavou dinheiro de propina com obras em casas de sua família. De acordo com a Folha, o emedebista teria dissimulado transações imobiliárias em nomes de terceiros, na tentativa de ocultar bens. Marcela Temer, sua mulher, e o filho do casal são donos de alguns desses imóveis. Até agora, a investigação aponta que o presidente recebeu, por meio do coronel João Baptista de Lima Fillho, ao menos R$ 2 milhões de propina em 2014. Neste mesmo ano, quando Temer foi reeleito vice-presidente na chapa de Dilma Rousseff, duas reformas foram feitas, em valores semelhantes, em propriedades de familiares do emedebista, da filha Maristela Temer e da sogra, Norma Tedeschi.