• UPB critica repasse de R$ 2 bilhões a municípios: 'Protela o problema da crise'

    Foto: Marcos Oliveira | Sudoeste Bahia
    Foto: Marcos Oliveira | Sudoeste Bahia
    Por Matheus Simoni

    29/12/2017 - 20:59

    Após o presidente Michel Temer assinar nesta sexta-feira (29) a Medida Provisória que libera R$ 2 bilhões da União para atender às prefeituras em crise, a União dos Municípios da Bahia (UPB) divulgou uma nota em que critica o decreto de liberação dos recursos. O texto, assinado pelo presidente da entidade, Eures Ribeiro (PSD), afirma que a norma não traz informações claras sobre quando o repasse será feito. De acordo com a UPB, a medida só "protela o problema da crise nos municípios". "Essa é mais uma prova de que o presidente não tem nenhuma consideração e respeito pelos municípios e pelas pessoas que vivem aqui. Depois de toda essa sacanagem de nos surpreender ao não cumprir o que foi acordado em Brasília, no dia 22 de novembro, protela o problema por mais um ano e ainda determina como vamos gastar", declarou Eures. Segundo o presidente da UPB, os prefeitos das 417 cidades baianas contavam com os repasses ainda neste ano para conseguir fechar as contas. "Nem tenho palavras para classificar uma postura tão desrespeitosa desse governo. Se não podemos confiar no presidente da Nação, o que nos resta?”, questiona.