• Luto: Acidente com avião da Chapecoense deixa 76 mortos

    Foto: Reprodução | EFE
    Foto: Reprodução | EFE
    29/11/2016 - 07:53

    A defesa civil de Medellín, na Colômbia, informou na madrugada desta terça-feira (29/11) que o avião da empresa LAMIA Airlines, que transportava os jogadores da Chapecoense para a cidade, sofreu um acidente antes do pouso no aeroporto José Maria Córdoba, às 22h15, no horário da Colômbia, 1h15, horário de Brasília. As autoridades colombianas confirmaram a morte de 76 pessoas no acidente. Ainda não há confirmação oficial do nome das vítimas. Segundo o corpo de bombeiros seis pessoas sobreviveram à tragédia. Dois deles são jogadores da Chapecoense: o lateral esquerdo Alan Ruschel e o goleiro Follmann. O jornalista Rafael Henzel e a comissária de bordo Ximena Suarez também foram resgatadas com vida. O avião que levava o time da Chapecoense estava com 81 pessoas a bordo, sendo 72 passageiros e nove tripulantes, entre jogadores, dirigentes esportivos e jornalistas. O avião era um British Aerospace 146. Ele teria desaparecido do radar e feito um pouso forçado, devido a uma falha elétrica, em Cerro Gordo, nas proximidades da cidade de La Unión. Fontes locais dizem que a aeronave estava a apenas cinco minutos de voo do aeroporto mais próximo, mas o piloto decidiu arriscar o pouso antes. Ele teria, inclusive, esvaziado os tanques de combustível para evitar uma explosão.