• Havan suspende anúncios na Rede Globo devido a 'jornalismo ideológico'

    Foto: Anderson Riedel | PR Foto: Anderson Riedel | PR
    Por Juliana Rodrigues

    07/11/2019 - 13:47


    "Enquanto esses programas prestarem um desserviço à nação e irem [sic] contra os valores da família brasileira, não voltaremos a anunciar", diz a nota assinada por Luciano Hang

    A rede catarinense de lojas Havan anunciou, na manhã de hoje (7), que suspendeu os contratos publicitários com a Rede Globo. Em comunicado divulgado nas redes sociais, a empresa afirma que não compactua com o "jornalismo ideológico e algumas programações da Rede Globo nacional", e que a decisão foi tomada após cobranças de clientes. O dono da Havan, Luciano Hang, que assina a nota, é conhecido por ser um apoiador ferrenho do governo de Jair Bolsonaro, já tendo aparecido ao lado do presidente em diversas ocasiões. A decisão afeta os intervalos do Bom Dia Brasil, Jornal Hoje, Jornal Nacional, Jornal da Globo, Malhação e Caldeirão do Huck. "Enquanto esses programas prestarem um desserviço à nação e irem [sic] contra os valores da família brasileira, não voltaremos a anunciar", diz o texto. A Havan ainda ressalta que serão mantidas, por ora, as propagandas nas afiliadas e jornais locais, "que ainda informam a sociedade de forma mais isenta e conservadora". Na Bahia, a Havan tem duas unidades: uma na cidade de Barreiras, no oeste do estado, e uma em Vitória da Conquista, na região sudoeste.

MAIS NOTÍCIAS