• Caetité: Engenheiro Agrônomo Paulo Suassuna participou do Circuito de Seminários - Tecnologia do Cultivo Intensivo da Palma

    Foto: Marcos Oliveira | Sudoeste Bahia Foto: Marcos Oliveira | Sudoeste Bahia
    Por Mauri Oliveira

    10/10/2019 - 16:39


    Durante o Circuito de Seminários - Tecnologia do Cultivo Intensivo da Palma ministrou palestra o maior especialista em palma forrageira do Brasil, o Engenheiro Agrônomo Paulo Suassuna. Ele falou sobre o assunto a agricultores de Caetité e toda região nesta quinta-feira (10), no Auditório do CETEP e, em entrevista ao Sudoeste Bahia, explicou sobre a produção e espécie recomendada para plantio no semiárido. “Em função da praga da cochonilha, praga quarentenária que está no estado da Bahia desde 2017, é necessário que os produtores da região cultivem a palma do tipo Nopaléia, que chamamos de palma doce ou palma miúda, dentro destas, há várias variedades. Palmas maiores são muito apreciadas pela praga, deste modo, cultivando outro tipo, quando essa praga aqui chegar, será dizimada", explicou o engenheiro. Suassuna falou ainda sobre aproveitamento da área plantada, tanto para o rebanho, quanto para comercialização. "É preciso que se defina o padrão de produção, para que o produtor quer. Não pode se plantar palma, pensando somente em alimentar o rebanho. Pode-se também fazer o cultivo da palma no intuito de comercializar como forragem, semente ou farelos, e, assim, a área de plantio deve ser aumentada. Lembrando que para qualquer cultura, é necessário que se faça a análise do solo para orientar a quantidade de adubo correto e o solo equilibrado", explicou. Ouça a íntegra da entrevista:

    Foto: Marcos Oliveira | Sudoeste Bahia
    Foto: Marcos Oliveira | Sudoeste Bahia

    Para o Técnico em Agropecuária e Gestão ambiental Jairo Fraga, "a palma é indispensável para a manutenção de produtores rurais em nossa região semiárida, por sua resistência a seca. Ela traz um equilíbrio maior na produção de forrageira e, em grande período de estiagem, equilibra a produção para os produtores rurais". Feliz com o conhecimento adquirido, a agricultora Maria Aparecida, da comunidade Rio das Antas, disse que aproveitará para aplicar em sua área. "Cultivamos a palma e no período do mês de agosto, aguardamos o período de lua Nova para recortar. Aproveitamos ainda as mudas boas, para replantar, doar ou revender, e reforçamos esse replantio com adubo para que essa produção seja ainda melhor. Esse evento foi para mim um grande aprendizado, com uma dinâmica muito legal. A palestra foi bastante educativa, de fácil entendimento, aprendi muito sobre as inovações e pretendo utilizá-las”. Sobre o assunto, também falou ao Sudoeste Bahia o secretário de Desenvolvimento Econômico e Agricultura de Caetité, Rosival Almeida. "Hoje vivemos em uma região semiárida, de seca. Um nome como Paulo Suassuna para falar sobre o assunto, especialista reconhecido no Brasil e no mundo, traz informações para Caetité e região produzir mais, produzir mais leite e alimentar melhor os seus animais. A palestra aqui apresentada é de suma importância para todos os agricultores da região". Ouça a íntegra da entrevista concedida pelo secretário:

  • Caetité
    Caetité Noticias
    Noticias de Caetité
    Caetité Sudoeste Bahia

MAIS NOTÍCIAS