• Cerca de 300 pessoas serão demitidas na região de Guanambi após obras da Fiol serem paralisadas na Bahia

    Foto: Reprodução Foto: Reprodução
    11/09/2019 - 14:00


    O General Márcio Velloso, presidente da Valec, tenta reverter a situação e espera que os recursos prometidos sejam liberados nas próximas semanas.

    A Valec Engenharia, Construções e Ferrovias S.A., estatal responsável pela construção da Ferrovia de Integração Oeste-Leste (Fiol), decidiu pela paralisação dos serviços nos lotes que compõem os trechos da região de Guanambi – sentidos Caetité – Barreiras e Caetité – Ilhéus –, após os recursos prometidos pelo Governo Federal não serem empenhados até o fechamento das medições do último mês, o que daria continuidade a maioria dos serviços previstos até o fim do ano. O General Márcio Velloso, presidente da Valec, tenta reverter a situação e espera que os recursos prometidos sejam liberados nas próximas semanas. Enquanto isso, a ordem para paralisar as obras já foi repassada às empreiteiras que executam a construção. De acordo com informações obtidas pelo Sudoeste Bahia, somente na região de Guanambi, cerca de 300 funcionários serão demitidos devido a paralisação, o que deve impactar o mercado imobiliário e serviços. Além disso, a informação de parada das obras pega de surpresa os trabalhadores, que acreditavam ter uma renda segura, pelo menos, até o mês de dezembro.

  • Guanambi
    Demissões da FIOL em Guanambi
    FIOL Guanambi
    Caetité
    Caetité Noticias
    Noticias de Caetité

MAIS NOTÍCIAS