• Caetité: cerca de 200 carros de boi e de bode participaram da Procissão dos Carros de Boi

    Foto: Willian Silva | Sudoeste Bahia Foto: Willian Silva | Sudoeste Bahia
    Por Willian Silva

    19/07/2019 - 22:30


    Quase 200 carros de boi. Esse foi o dado oficial da organização que promoveu a 45 edição da procissão de carros de boi, na tarde desta sexta-feira (19). Os carreiros com os seus carros vieram de diversos locais do município de Caetité, bem como de cidades vizinhas como Igaporã. A procissão teve como ponto de partida a Praça da Juventude, saindo pontualmente as 14:30, como programado. De lá, a procissão passou pela rua Cônego Bastos, rua Vereador Auto Gomes de Andrade, rua Dois de Julho, avenida Santana, Rua Quintino Bocaiúva, Rua Barão de Caetité e, finalizou na Praça da Catedral, com missa campal presidida pelo pároco de Igaporã, padre Paulo Henrique. A missa, dedicada aos fiéis católicos da zona rural foi assistida até o fim pelos participantes. Em entrevista ao Sudoeste Bahia, o padre Paulo Henrique disse que, mesmo com toda a tecnologia existente, parte da população não abandonou a tradição dos carros de boi. "Pelo contrário, a tradição permanece forte e em crescimento" destacou Henrique.  O apresentador da Rádio Educadora, Silvano Silva, informou que o Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico (IPHAN) esteve na cidade para coletar dados sobre o evento para tornar a Procissão de Carros de Boi, patrimônio imaterial da Bahia. Ele ainda destacou que a união dos carreiros faz o evento ser grande e a tradição ser mantida. Luiz Alberto, o Kaçula, diretor administrativo da Rádio Educadora, disse que organizar um evento desta envergadura é como se fosse a primeira vez. "É uma emoção muito forte organizar um evento assim. Fico feliz porque, no final, tudo deu certo." Ao final da missa, houve a benção aos carreiros e a entrega de doações para o tradicional leilão que aconteceu logo após a novena da noite. Assista a reportagem:

  • Caetité

MAIS NOTÍCIAS