• Decreto das armas deve ser derrubado na Câmara, diz Maia

    Foto: Valter Campanato | Agência Brasil
    Foto: Valter Campanato | Agência Brasil
    Por Kamille Martinho

    24/06/2019 - 07:00

    No Congresso, o Senado já aprovou um parecer pela derrubada do decreto. Agora, cabe à Câmara analisar o tema

    O ministro Dias Toffoli informou que a Corte deve começar a julgar nesta quarta-feira (26) o decreto do presidente Jair Bolsonaro que facilitou o porte de armas. As informações são do blog da jornalista Andréia Sadi do G1. O decreto foi assinado por Bolsonaro em 7 de maio e, desde então, tem sido alvo de ações na Justiça e de tentativas de suspensão no Congresso. "A Câmara não tem nada decidido, estamos dialogando com os líderes. Pode ser votado nesta semana ou na outra", declarou o presidente da Casa, Rodrigo Maia (DEM-RJ). No Congresso, o Senado já aprovou um parecer pela derrubada do decreto. Agora, cabe à Câmara analisar o tema. Rodrigo Maia, entretanto, relatou que o decreto também deve ser derrubado na Câmara, inclusive com o apoio de aliados de Bolsonaro, já que 70% da bancada evangélica é contra.

MAIS NOTÍCIAS