• Governo de Caetité realiza reunião com famílias pré-selecionadas para receberem as moradias do MCMV

    Foto: Marcos Oliveira | Sudoeste Bahia
    Foto: Marcos Oliveira | Sudoeste Bahia
    23/05/2019 - 10:17

    Com mais de 90% das obras concluídas, os apartamentos serão entregues em agosto

    A prefeitura de Caetité (PMC) juntamente com a gestão do Bolsa Família (PBF) no município e outros organismos de assistência social ligados ao PBF realizou na tarde desta quarta-feira (22) uma grande reunião com as 390 famílias pré-selecionadas para o Programa Minha Casa Minha Vida (MCMV) onde, na ocasião, os gestores do programa puderam dar mais detalhes sobre o andamento do Residencial Esmeralda, empreendimento este que receberá 300 família. As 90 famílias a mais, fazem parte dos 30% solicitado pelas diretrizes do programa caso haja alguma desistência ou até a entrega do empreendimento alguma família mude a sua situação dentro dos parâmetros estabelecidos pelo governo federal para receber a moradia. Em entrevista ao Sudoeste Bahia, o prefeito Aldo Gondim (PSB) disse que “é o pagamento de uma dívida social e histórica para o povo de Caetité e a sensação de ter cumprido um grande desafio estabelecido dentro do nosso projeto de governo dentre tantos outros que nós ainda pretendemos cumprir, a exemplo da UNACON, a exemplo de diversos programas de pavimentação do nosso município, construção de praças, mas, sobretudo, de programas prioritários na área social ou que verdadeiramente cumprem a sua função social e tem o caráter de melhorar a vida das pessoas.” Aldo ainda citou sua contentamento de ver o auditório da Rádio Educadora – local que sediou o evento – lotado de pessoas que ele identificou como ilustres. “E fico muito feliz de ter um público tão importante, presente aqui, hoje, uma concentração maciça de pessoas. Isso demonstra a importância do Minha Casa Minha Vida e temos a satisfação de dizer que, nós, desde o início do nosso mandato, vimos lutando para alcançar esse êxito e eu atribuo o mérito dessa realização, principalmente à minha equipe de trabalho, que lutou e trabalho todos os dias para que Caetité fosse selecionada entre duas cidades da Bahia a ser contemplada com esse projeto.” Gondim ressaltou que apenas duas cidades na Bahia foram premiadas com o MCMV na Bahia e, Caetité foi a primeira, graças ao empenho da gestão do PBF na cidade. Ainda na entrevista, Aldo ainda citou que, mesmo com a entrega das 300 casas às famílias carentes, infelizmente déficit habitacional no município não será zerado. Segundo o prefeito, ele e a equipe do PBF estão lutando para a conquista de mais residências para as famílias carentes na sede e incluirá mais casas para famílias da zona rural pelo Programa Nacional de Habitação Rural (PNHR). Confira a entrevista completa aqui.

    Foto: Marcos Oliveira | Sudoeste Bahia
    Foto: Marcos Oliveira | Sudoeste Bahia

    Também em entrevista ao Sudoeste Bahia, o gestor do PBF no município, Paulo César Moreira ainda falou sobre a satisfação de ver um empreendimento de essa envergadura ser entregue, bem como está na expectativa da entrega das residências. “Estamos na expectativa. Se tudo der certo, até o final do mês de agosto possamos concretizar todo esse sonho para que, em agosto, a gente faça uma nova festa para que as famílias possam estar recebendo as chaves da sua casa própria.” Durante a composição da mesa para os discursos, Moreira foi chamado tomar o assento, onde foi calorosamente aplaudido. Perguntado sobre isso, o gestor disse que “em nenhum momento isso vai me envaidecer. Eu aprendi a tratar todos iguais. Quem me conhece lá no meu trabalho sabe da minha conduta, da minha postura que eu trato a todos, com respeito e com dignidade por que são pessoas também, são famílias também. Então temos que ter esse olhar igualitário para todos. Eu tenho certeza que Deus não vai deixar isso entrar em meu coração porque eu estou junto com o povo também.” Confira aqui a entrevista completa.

    Foto: Marcos Oliveira | Sudoeste Bahia
    Foto: Marcos Oliveira | Sudoeste Bahia

    Presente ao evento e falando à imprensa o vereador e presidente da Câmara de Caetité, Álvaro Montenegro (PR) disse que “para nós é um sentimento de alegria, mas ao mesmo tempo fica aquele sentimento de angústia. Qual é a alegria? É de poder entregar 300 unidades para as pessoas que realmente precisam e conseguiram se cadastrar. E qual é a angústia? É que existe uma demanda de mil famílias e que a gente não conseguiu chegar até lá. Mas, se assim o Pai permitir, nós, um dia, vamos conseguir mais uma etapa e conseguir colocar mais um pouco desse empreendimento e diminuir o déficit.” Montenegro ainda citou as 150 moradias que a PMC está buscando – em torno de 150- serão destinadas à zona rural através do PNHR, para, segundo o vereador, melhorar a vida dos moradores e evitar o êxodo rural, que ainda é um problema para as pequenas cidades, que não tem uma estrutura adequada para receber mais pessoas. As obras do MCMC já estão 92% concluídas e com previsão de entrega para o final do mês de agosto de 2019. Confira aqui a entrevista completa

  • caetité
    minha casa minha vida
    programa bolsa familia
    aldo gondim
    paulo césar
    casas populares

MAIS NOTÍCIAS