• Guanambi: Secretaria de Assistência Social mobiliza a sociedade na Campanha de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes

    Foto: Divulgação | Ascom PMG
    Foto: Divulgação | Ascom PMG
    15/05/2019 - 12:18

    A Secretaria Municipal de Assistência Social em parceria com o Grupo de Trabalho Intersetorial de Prevenção e Combate ao Trabalho Infantil (GTIPETI) participa da Campanha Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes. Com diversas ações e distribuição de materiais informativos, alerta sobre os possíveis sinais de violência visando conscientizar a sociedade para a proteção das crianças e adolescentes e sobre o direito de desenvolvimento sexual de forma segura e protegida, livre de qualquer abuso e exploração. As ações da campanha contemplam a realização de diversas atividades de capacitação, visitas a Escolas, Unidades Básicas de Saúde, Serviços de Convivência e Fortalecimento de Vínculos e outros espaços, com o objetivo de  refletir e informar acerca dos modos de prevenção, identificação, canais de denúncia e  de orientação de crianças, profissionais e da população em geral. “Isso faz parte de todo um trabalho que temos desenvolvido junto com a rede socioassistencial para orientar e refletir sobre esse tema tão difícil e delicado”, explicou a coordenadora do CREAS, Celita Brito. O Secretário de Assistência Social, José Francisco Donato destacou que a campanha pretende convocar a sociedade para fazer bonito e proteger nossas crianças. “Um trabalho de prevenção se faz com informação.", enfatizou. Mobilização Nacional - O “Dia Nacional de Combate ao Abuso e Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes” é celebrado em 18 de maio, data escolhida devido o “Crime Araceli”, uma menina de oito anos de idade teve seus direitos humanos violados e foi assassinada no ano de 1973, em Vitoria (ES). Em razão do fato, a data tem o objetivo de mobilizar e reafirmar a responsabilidade da sociedade brasileira em garantir os direitos de todas as crianças e adolescentes. Denuncie - A sociedade é responsável para que esse silêncio seja quebrado e a realidade mude. Se você conhece ou suspeita que alguma criança ou adolescente sofre violência, denuncie! DISQUE 100. Se preferir, entre em contato com o Conselho Tutelar (9 9961 – 4394), com o CREAS (9 9847 – 1450) ou pelo canal da Policia Militar no 190.

MAIS NOTÍCIAS