• Caetité: Câmara Municipal retorna aos trabalhos com a criação de nova bancada

    Foto: Willian Silva | Sudoeste Bahia
    Foto: Willian Silva | Sudoeste Bahia
    Por Willian Silva

    19/02/2019 - 12:00

    A Câmara de Vereadores de Caetité retornou as atividades legislativas de 2019, na noite desta segunda-feira (19). Além da presença de todos os vereadores, também compareceram ao plenário da Câmara o prefeito Aldo Gondim, a vice-prefeita Jaquele Fraga que atualmente também é secretária de Cultura, Esporte, Lazer e Turismo do município, representantes do Conselho Municipal de Cultura e sociedade civil. O plenário ficou pequeno para tanta gente. O novo presidente da Câmara, Álvaro Montenegro abriu a sessão agradecendo a Deus e aos presentes. Em sua fala ele se colocou a disposição de todos e ressaltou querer fazer uma presidência para todos, independente de ser oposição ou situação. Durante a explanação da pauta do dia, dois ofícios encaminhados ao presidente, chamaram a atenção dos presentes. Nos ofícios constava a criação de uma terceira bancada. O aludido ofício foi assinado pelo vereador Mário Rebouças. Ele informou neste ofício que estavam criando uma nova bancada composta pelos vereadores Jairo Fraga, Zacarias Nogueira e o líder da bancada, Mário Rebouças. No mesmo ofício a dita bancada era colocada como independente. Ainda não se sabe se os três vereadores serão oposição ou situação.

    Foto: Willian Silva | Sudoeste Bahia
    Foto: Willian Silva | Sudoeste Bahia

    No segundo ofício os vereadores de apoio ao prefeito Aldo Gondim informaram que estavam elegendo o vereador Arual Rachid como líder da bancada e o seu vice-líder o vereador João do Povo. A bancada de apoio ao prefeito ficou assim composta: João do Povo, Moacir do Sindicato, Deyvison Andrade, Marcilio Teixeira, João do Povo, Cláudio Borges e Arual Rachid. Trocando em miúdos, para os próximos dois anos (2019-2020), a Câmara de Caetité contará com três bancadas. No uso da tribuna, uma das componentes do Conselho Municipal de Cultura, a professora Taynáh Rochael, que também representa o Ilê Axé Dana Dana, usou da fala para ressaltar a importância da secretaria de Cultura, hoje capitaneada por Jaquele Fraga. Em sua fala (ouça), Taynáh, na leitura da carta, sugeriu que a referida secretaria estaria sendo “considerada e/ou utilizada como moeda de troca em ações político-partidárias.” Em outro ponto da carta, os subscreventes do Conselho de Cultura informaram que as indicações deveriam ser técnicas e não políticas e ainda cobrou a presença dos representantes do legislativo – os vereadores Mario Rebouças e Moacir do Sindicato.

    Foto: Willian Silva | Sudoeste Bahia
    Foto: Willian Silva | Sudoeste Bahia

    Também, no uso da palavra, Jaquele Fraga enfatizou que “esta é a cada do povo, que também é a casa da cidadania, que tão bem representa o significado da palavra democracia. E, que bom que vivemos num país democrático, onde o poder vem do povo, onde o soberano é o povo, e é preciso que o povo tenha dentro de si esse sentimento e que compreenda que o poder é seu, o poder de mudar, o poder de fazer, o poder de acontecer.” (Ouça). Em seu tradicional discurso de abertura dos trabalhos da Câmara, o prefeito Aldo Gondim falou da importância da política bem como da Câmara de Vereadores para o bom andamento das conquistas dos cidadãos. Ele ainda se colocou a disposição dos vereadores e ainda disse que “os debates realizados nesta casa sejam sempre voltados ao bem comum e coletivo. E que juntos possamos fazer um 2019 melhor, com muitas conquistas para o povo de Caetité.” (Ouça).

MAIS NOTÍCIAS