• Crianças de 08 anos de idade apresentam vício em crack e são assistidas pelo CAPS em Brumado

    Foto: Reprodução | 97 News
    Foto: Reprodução | 97 News
    25/09/2018 - 10:30

    As drogas têm alcançado patamares alarmantes em todo o mundo e causado uma série de transtornos em todos os meios sociais. No município de Brumado, por exemplo, segundo a coordenadora do Centro de Atenção Psicossocial (CAPS) Monsenhor Fagundes, Liliane Martins, além dos adultos, jovens e adolescentes, há o índice preocupante de crianças a partir dos 08 anos de idade pacientes da instituição que estão tratando o vício em crack. Em entrevista ao 97 News, a coordenadora explicou que o acompanhamento destas crianças é feito em conjunto com os familiares. "É um trabalho hercúleo e muito desafiador que merece todo o reconhecimento da sociedade, mas é necessário muito mais, ou seja, ações muito mais significativas dos governos federal, estadual e municipal, que já deveriam ter se mobilizado e implantando um CAPS/AD que atende os dependentes de álcool e drogas, dentro das diretrizes determinadas pelo Ministério da Saúde, que tem por base o tratamento do paciente em liberdade, buscando sua reinserção social", comentou. Ela ainda observou que há também um número cada vez maior de crianças, adolescentes e jovens com quadro de depressão em Brumado. "É um fator que a sociedade as vezes não enxerga, mais esse quadro vem de dentro das próprias famílias, que dentro de casa, acabam influenciando as crianças, jovens e adolescentes a usarem qualquer tipo de droga, sejam entorpecentes ou até mesmo o álcool", relatou Martins.

MAIS NOTÍCIAS