• PT pode aproveitar brecha no registro da candidatura de Lula

    Foto: Ricardo Stuckert
    Foto: Ricardo Stuckert
    Por Rodrigo Daniel Silva

    14/08/2018 - 20:00

    Petista deve ganhar mais tempo na discussão sobre o registro da postulação ao Palácio do Planalto 

    O PT deve aproveitar uma brecha na legislação eleitoral no momento do registro da candidatura de Luiz Inácio Lula da Silva à Presidência, segundo o blog da jornalista Julia Dualibi, do site G1. De acordo com a publicação, uma resolução do Tribunal Superior Eleitoral exige, entre a documentação necessária para formalizar a candidatura, as certidões criminais emitidas pela Justiça Federal de 1ª e 2ª instâncias, onde "o candidato tenha o seu domicílio eleitoral". No entanto, Lula tem domicílio eleitoral em São Bernardo do Campo, no estado de São Paulo, e a condenação que o coloca na mira da Lei da Ficha Limpa é do Paraná, confirmada, depois, pelo Tribunal Regional Federal da 4ª Região, em Porto Alegre. Ambas, portanto, fora do domicílio eleitoral. Com a medida, o petista, que está preso na Superintendência da Polícia Federal em Curitiba, deve ganhar mais tempo na discussão sobre o registro da candidatura ao Palácio do Planalto pelo PT.  

MAIS NOTÍCIAS