• Uneb inicia semestre com paralisação de docentes

    Foto: Jorge Santana | Sudoeste Bahia
    Foto: Jorge Santana | Sudoeste Bahia
    Por Alexandre Galvão

    06/08/2018 - 07:00

    Apesar de possuir aproximadamente 30 mil estudantes, 2 mil professores e 1,5 mil técnicos, nenhuma das 24 unidades da instituição possui restaurantes universitários

    Os professores da Universidade Estadual da Bahia iniciaram o semestre com uma paralisação de cinco dias. Segundo o sindicato, os professores protestam contra falta de infraestrutura, por passagem docente e maior orçamento. No primeiro dia do protesto, hoje (6), às 8h, professores farão panfletagem e ato público em frente à Uneb de Salvador, localizada no bairro do Cabula. A atividade começará com um café da manhã aos manifestantes. Posteriormente, acontecerão falas dos docentes sobre a crise da universidade. Apresentações cultuais durante toda a manhã também estão previstas. A expectativa é que o protesto conte com o apoio de representações estudantis e de servidores técnicos. O "sucateamento da Uneb", gerado pela falta de orçamento adequado, traz também vários outros problemas. Apesar de possuir aproximadamente 30 mil estudantes, 2 mil professores e 1,5 mil técnicos, nenhuma das 24 unidades da instituição possui restaurantes universitários; apenas o campus de Salvador tem ambulatório médico. Além disso, ainda faltam equipamentos em laboratórios; o déficit de professores e técnicos gera a sobrecarga de trabalho; e a ineficaz política de permanência estudantil obriga muitos alunos a abandonarem os cursos no meio. 

MAIS NOTÍCIAS