• Acordo com Alckmin pode dar ao centrão poder de tutela inédito, diz coluna

    Foto: Divulgação
    Foto: Divulgação
    Por Clara Rellstab

    20/07/2018 - 10:00

    No desenho atual, o grupo indicaria também o vice do tucano e teria número suficiente para eleger o novo presidente do Senado

    Caso seja sacramentado, o acordo do bloco formado por DEM e PP com Geraldo Alckmin (PSDB) abre a brecha para o centrão exercer poder de tutela inédito na história recente sobre um mandatário do país. De acordo com a coluna Painel, da Folha de São Paulo, a manutenção do comando da Câmara nas mãos do grupo está afiançada desde o início das negociações. No desenho atual, o bloco indicaria também o vice do tucano e teria número suficiente para eleger o novo presidente do Senado. Aposta-se que caberá ao PP apontar o nome. A união dos partidos que compõem o centrão foi forjada em cima da tese da repartição do poder. Somados, eles praticamente garantem a recondução de Rodrigo Maia (DEM-RJ) à presidência da Câmara e, a números de hoje, chegam a 32 senadores.

MAIS NOTÍCIAS