• Sem Centrão, Ciro acena para siglas de esquerda e reconhece erros

    Foto: Reprodução
    Foto: Reprodução
    Por Luiza Leão

    20/07/2018 - 08:00

    Segundo a Folha, para garantir os apoios do PSB e do PCdoB, o pedetista defendeu a libertação de Lula e criticou o Judiciário e o Ministério Público

    Ciro Gomes (PDT) acenou ontem (19) para os partido da esquerda e reconheceu que cometeu erros, no dia em que o chamado Centrão  – ala composta por PP, PR, DEM, PRB e Solidariedade – desistiu de apoiar a candidatura dele. Segundo a Folha, para garantir os apoios do PSB e do PCdoB, o pedetista defendeu a libertação de Lula e criticou o Judiciário e o Ministério Público. "O Brasil nunca será um país em paz enquanto o companheiro Luiz Inácio Lula da Silva não restaurar a sua liberdade. Eu luto por isso", disse, em encontro com dirigentes sindicais.

MAIS NOTÍCIAS