• Pastor evangélico é preso suspeito de pedofilia em Caetité

    Foto: Paulo Haran | Sudoeste Bahia
    Foto: Paulo Haran | Sudoeste Bahia
    Por Marcos Oliveira

    07/06/2018 - 13:30

    Segundo a polícia as vítimas preferidas pelo religioso eram do sexo masculino e com idade entre 13 e 17 anos

    Um pastor evangélico foi preso na manhã desta quinta-feira (07), em Caetité, acusado de pedofilia. Segundo a polícia, as vítimas dos abusos são garotos com idade entre 13 e 17 anos residentes em diversas cidades do País. Ainda segundo a polícia, ele utilizava um perfil nas redes sociais e aplicativos de mensagens para conversar e trocar fotos com os adolescentes. De acordo com informações obtidas pelo site Sudoeste Bahia, a investigação realizada pelo Serviço de Inteligência das policias Civil e Militar, durou cerca de 40 dias e foi iniciada após o tio de uma das vítimas – um menino de 13 anos, residente em Taquara no Rio grande do Sul – denunciar o caso ao Conselho Tutelar.

    Foto: Paulo Haran | Sudoeste Bahia
    Foto: Paulo Haran | Sudoeste Bahia

    Gilmar Silva Porto, de 35 anos, foi detido na residência dele, na Rua Laudelino Alves, bairro Pedro Cruz, após a emissão de um mandado de busca e apreensão. Na ação foram apreendidos, um veículo Fiat Palio, computadores, pendrives e cartões de memória contendo fotos e vídeos de meninos nus. Em seu depoimento Gilmar disse que ao cometer os crimes “estava possuído pelo demônio”. O pastor foi indiciado por um artigo do Estatuto da Criança e do Adolescente que trata sobre pornografia envolvendo menores. A pena prevista para o crime varia de 3 a 6 anos de prisão. O caso segue sendo investigado e a polícia acredita que novas vítimas possam aparecer após a divulgação da prisão do suspeito.

  • Caetité
    Pastor evangélico
    Sudoeste Bahia

MAIS NOTÍCIAS