• Com paralisação dos caminhoneiros, combustíveis e gás de cozinha começam a faltar na região; postos aumentam preços

    Foto: Paulo Haran | Sudoeste Bahia
    Foto: Paulo Haran | Sudoeste Bahia
    23/05/2018 - 13:45

    Desde a segunda-feira (21), motoristas de caminhões de todo o país se manifestam com paralisação e bloqueio de várias rodovias  contra o aumento do óleo diesel, com prazo indeterminado para o fim da mobilização. O estopim para a manifestação foi o anúncio de que partir desta terça-feira (22), haveria alta do valor do óleo diesel nas refinarias, de 0,97%. De acordo com a Agência Nacional do Petróleo, do Gás Natural e dos Biocombustíveis (ANP), o preço médio do diesel nas bombas já acumula alta de 8% no ano. Segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o valor está acima da inflação acumulada no ano, de 0,92%. Na Bahia, os manifestantes já fecharam vias nas cidades de Amélia Rodrigues, Vitória da Conquista, Itatim e Brumado. 

    Foto: Paulo Haran | Sudoeste Bahia
    Foto: Paulo Haran | Sudoeste Bahia

    Nas primeiras cidades, os bloqueios ocorrem nos dois sentidos das rodovias de acesso e BR-116. Em Brumado, na rotatória da BA-262 com a BR-030, saída para Vitória da Conquista. Devido a paralisação e bloqueio das principais vias de acesso à cidades do Sudoeste e Oeste da Bahia, já há registro da falta de combustíveis e gás de cozinha em cidades como Caetité, Guanambi, Brumado, Bom Jesus da Lapa, Vitória da Conquista, Palmas de Monte Alto, Caculé, Ibiassucê, Tanhaçu e Malhada de Pedras. Diante do colapso, a situação que deveria melhorar referente ao preço dos combustíveis, piorou. Diante da "oportunidade" proprietários dos postos de combustíveis elevaram os preços dos produtos, chegando a gasolina a R$ 5,00 o litro em alguns municípios.

  • Bahia
    Sudoeste Bahia
    Brumado
    BA-262
    BR-116
    Vitória da Conquista
    Caetité
    Guanambi
    Bom Jesus da Lapa
    Palmas de Monte Alto

MAIS NOTÍCIAS