BUSCA PELA CATEGORIA "Região"

  • Idosa morre vítima de atropelamento no centro de Brumado

    Foto: Leitor Sudoeste Bahia | Via WhatsApp Foto: Leitor Sudoeste Bahia | Via WhatsApp
    18/04/2019 - 11:00

    A vítima chegou a ser socorrida pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu 192), mas o óbito foi constatado ainda no local.

    Uma idosa identificada como Tereza Neves de Souza, 73 anos de idade, morreu após ser atropelada no centro comercial do município de Brumado. De acordo com informações da Polícia Militar (34ª CIPM), a vítima foi atropelada pela moto de identificação Honda CG Titan de placa CDO-1895, na Avenida Dr. Antônio Mourão Guimarães. A vítima chegou a ser socorrida pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu 192), mas o óbito foi constatado ainda no local. Segundo populares, o condutor da moto teria sido socorrido por populares até o Hospital Municipal Professor Magalhães Neto, porém, a polícia verificou na unidade de saúde que não houve entrada do ferido. O veículo foi apresentado na delegacia local para os procedimentos necessários.

  • Prefeitura de Palmas de Monte Alto publica edital de processo seletivo para contratação de professores

    Foto: Marcos Oliveira | Sudoeste Bahia Foto: Marcos Oliveira | Sudoeste Bahia
    15/04/2019 - 06:00

    A Prefeitura Municipal de Palmas de Monte Alto publicou edital para início de processo seletivo para o preenchimento de 30 vagas, destinadas a professores. As inscrições poderão ser realizadas de 06 de maio a 06 de junho deste ano, no site da empresa organizadora – Ágora Consultoria Ltda. O valor da inscrição será de R$ 60,00. O certame contará com duas etapas: prova objetiva, prevista para ocorrer no dia 7 de julho, e avaliação de títulos. O resultado deverá ser disponibilizado até o dia 05 de agosto. As vagas são para Educação Infantil (11 vagas), Ensino Fundamental I (10 vagas) e Ensino Fundamental II – Linguagens (6 vagas), Matemática (2 vagas) e Ciências da Natureza (1 vaga), cargos estes com 20 horas semanais. Os aprovados receberão remuneração de R$ 1.377,64. O processo seletivo terá validade de 12 meses, podendo ser prorrogado.

  • MPF aciona prefeito de Guanambi e mais cinco por improbidade em contrato de R$ 4 milhões

    Foto: Divulgação | MPF Foto: Divulgação | MPF
    14/04/2019 - 09:00

    Em operação conjunta com a PRF em março, foram flagrados veículos escolares do tipo “pau de arara”, ônibus velhos, enferrujados e sem cinto ou outros itens de segurança

    Vontade livre e consciente dos gestores de Guanambi, na região Sudoeste da Bahia, de continuarem a desviar dinheiro público por meio de contratos de transporte escolar. Essa é uma das conclusões da investigação do Ministério Público Federal (MPF) que resultou na ação de improbidade administrativa movida em 8 de abril, contra o prefeito de Guanambi, Jairo Silva Magalhães, a secretária de Educação, Maristela Cavalcante; o pregoeiro, Anderson Ribeiro dos Santos; a empresa Sol Dourado Serviços de Transportes Rodoviários; seu sócio, Renato Ferreira da Silva; e representante William Barros de Souza. Em liminar assinada na última sexta-feira (12), a Justiça Federal fixou prazos e multa para que a prefeitura apure as faltas contratuais e, junto com a empresa, adotem as medidas necessárias para que o transporte escolar seja prestado de forma segura, regular e adequada. De acordo com as investigações, a licitação para o transporte escolar no município, que firmou contrato no valor de R$ 4 milhões, foi direcionada e fraudada, e a continuidade da prestação dos serviços põe em risco a vida de crianças entre 5 e 15 anos de idade, que estão circulando em veículos abertos do tipo “pau de arara” ou em ônibus velhos, enferrujados e sem cinto ou outros itens de segurança. Liminar – A partir dos argumentos e provas apresentados pelo MPF, a Justiça Federal proferiu decisão liminar determinando ao município de Guanambi, sob pena de multa diária de R$ 10 mil, a instauração do procedimento administrativo, no prazo de dez dias, para apurar as faltas contratuais imputadas à empresa Sol Dourado, com a aplicação das sanções administrativas pertinentes. A prefeitura deverá, ainda, no prazo de 20 dias, informar ao juiz as providências adotadas e os resultados obtidos para que o transporte escolar seja prestado de forma segura, regular e adequada no município. À empresa Sol Dourado Serviços e Transportes, a liminar determina a adoção de todas as providências para adequar a prestação de serviço de transporte escolar às exigências previstas no contrato celebrado com o município de Guanambi, a fim de que os veículos estejam em condições adequadas e seguras, tudo para garantir a segurança das crianças e adolescentes, sob pena de responsabilização civil e criminal dos envolvidos. De acordo com a decisão, “há indícios de ilegalidades relacionadas à licitação, bem como à subcontratação total do objeto, em ofensa ao edital, e ainda com relação às condições deficientes de prestação do serviço de transporte escolar”. Conforme o texto da liminar, as medidas determinadas não impedem a celebração de acordo/termo de ajustamento de conduta entre o MPF e o município de Guanambi. Entenda o caso – Em 5 de outubro de 2018, o município de Guanambi recebeu a Recomendação nº 01/2018, emitida pelo MPF para que sanasse os problemas de contratação e execução do transporte escolar. Em ofício datado de 6 de novembro de 2018, o prefeito comunicou que o município acataria a recomendação. A prefeitura realizou a licitação o Pregão Presencial nº 068-18PP-PMG que resultou na contratação da Sol Dourado, que está responsável pela execução de um contrato no valor de R$ 4.640.985,03.

    Foto: Divulgação | MPF Foto: Divulgação | MPF

    Diante da análise da documentação da licitação, da oitiva de testemunhas e de provas e depoimentos colhidos durante a Operação Rota Segura – Transporte Escolar, realizada na última semana de março deste ano em parceria com a PRF, o MPF concluiu que a licitação foi fraudada, e que a execução dos serviços é realizada completamente fora da lei. Foram diversas as irregularidades apuradas: veículos antigos, pneus “carecas”, sem cinto de segurança, sem sinalização adequada e até o uso de veículos abertos do tipo “pau de arara”; a representante da empresa contratada é a própria funcionária do município de Guanambi; os veículos nem sequer foram vistoriados pela contratada; a Superintendência de Trânsito de Guanambi liberou para o transporte de crianças veículos totalmente inadequados; os motoristas confirmaram trabalhar na condição de subcontratados, sem qualquer vínculo empregatício com a empresa Sol Dourado; a empresa não paga motoristas em dia, o que ameaça a continuidade da prestação dos serviços por falta de dinheiro para combustível; a empresa não dispõe de pessoal e de veículos em número compatível com a dimensão do objeto dos contratos celebrados com o município de Guanambi e com outras dezenas de municípios da Bahia, realizando a subcontratação integral do serviço de transporte escolar; como não existe vínculo de emprego dos motoristas com a empresa Sol Dourado e seus veículos não são utilizados na prestação de serviço no município, as planilhas de composição de custos – apresentadas durante a licitação –, com valores de salários e encargos sociais, são peças ideologicamente falsas, assim como os “contratos de locação” estabelecidos com os motoristas. Acidente grave e descaso – Na primeira semana de abril, o MPF recebeu informações e fotografias de uma criança de 11 anos que, em março, caiu da carroceria de uma caminhonete que realizava o transporte escolar na região, sendo atropelada. De acordo com a testemunha ouvida, o motorista não prestou socorro e a empresa não deu qualquer assistência. O prefeito e a secretária de Educação souberam do ocorrido 11 dias após o acidente em reunião numa unidade escolar e permitiram que o mesmo veículo continuasse a transportar alunos. Na ação, o procurador da República Adnilson Gonçalves conclui que a fraude decorreu da vontade livre e consciente dos gestores de Guanambi de continuarem a desviar dinheiro público por meio de contratos de transporte escolar. “A informação de acatamento à recomendação teve o propósito de confundir os órgãos de fiscalização, porquanto a intenção, ao que parece, sempre foi continuar a desviar dinheiro público por meio da contratação de empresa sem capacidade operacional, com serviço superfaturado e de péssima qualidade”, afirma na ação. Pedidos da ação – o MPF requer à Justiça que declare a nulidade do procedimento licitatório e, consequentemente, da contratação da empresa. Requer, ainda, a condenação dos acionados por improbidade administrativa que causa prejuízo ao erário, com aplicação das penas previstas pela Lei da Improbidade (artigo 12, inciso II): ressarcimento integral do dano, perda dos bens ou valores acrescidos ilicitamente ao patrimônio, perda da função pública (de quem a tiver), suspensão dos direitos políticos de cinco a oito anos, pagamento de multa civil de até duas vezes o valor do dano e proibição de contratar com o poder público ou receber benefícios ou incentivos fiscais ou creditícios pelo prazo de cinco anos.

  • Sem aula e sem comida: pais de estudantes podem perder o bolsa família em Carinhanha

    Foto: Leitor Sudoeste Bahia | Via WhatsApp Foto: Leitor Sudoeste Bahia | Via WhatsApp
    11/04/2019 - 12:00

    Os Carinhanhenses estão enfrentando o extremo descaso do poder municipal com a educação. 

    Sem aulas para maioria dos estudantes, sem professores e nem merenda escolar adequada, agora surge uma nova preocupação. Sem poder comprovar frequência escolar de seus filhos, famílias da zona rural já estão sendo notificadas pelo Ministério do Desenvolvimento Social (MDS) com aviso de perda do benefício do Programa Bolsa Família. Segundo dados de fevereiro de 2019 do Portal da Transparência, 5.847 pessoas são atendidas pelo Programa no município. Desse total, mais de 3.500 cadastrados são da zona rural. “Estamos preocupados com todas estas famílias que, além dos filhos estarem sem aula, estão correndo o risco de ficar sem comida em casa”, afirma Chica do PT. A comprovação da frequência escolar é essencial para manutenção do auxílio. O pagamento está condicionado 85% de presença na sala de aula para alunos de seis a 15 anos e de 75% dos jovens entre 16 e 17 anos. “As pessoas da zona rural já estão recebendo as notificações e até os moradores da sede do município, que são liberados na metade do turno escolar devido à falta de alimentação, também correm o risco de não atingirem a frequência exigida pelo programa”, diz a agricultora. "Continuaremos mobilizando o povo até que esse absurdo tenha fim!”, finalizou.

  • Acidente envolvendo carro deixa quatro pessoas feridas, entre elas um bebê, no entroncamento de Iuiú

    Foto: Reprodução Foto: Reprodução
    11/04/2019 - 11:30

    Uma família que saiu da cidade de Montes Claros, com destino à comunidade de Ilha de Zezé, em Malhada, sofreu um acidente de trânsito na noite de quarta-feira (10), por volta das 23h, no entroncamento da cidade de Iuiú. De acordo com o Folha do Vale, as vítimas trafegavam a bordo um veículo Volkswagen Golf de cor preta, quando o motorista foi surpreendido por um buraco na rodovia.  O condutor, identificado como Paulo Fabricio Alves, 47 anos, relatou que pensou em desviar, mas por medo de capotar o automóvel preferiu passar sobre o buraco. Além dele, sofreram ferimentos Nilzente Santana de Jesus, 29 anos; Suzana Santana, 23 anos; e uma criança de dez meses.  Nilzente e Paulo sofreram ferimentos leves, enquanto a criança sofreu fratura no fêmur. Três das vítimas foram encaminhas ao Hospital Regional da cidade de Guanambi e uma delas ao Hospital Municipal Milton Farias Dias Laranjeiras, em Palmas de Monte Alto, onde permanece em observação médica. Paulo disse que no momento do acidente chovia muito e ele não sabia que o trecho estava em obras.

  • Candiba tem decreto de emergência por estiagem reconhecido pela União

    Foto: Divulgação Foto: Divulgação
    10/04/2019 - 09:00

    Nesta terça-feira (09) o município de Candiba teve reconhecida pelo governo federal situação de emergência em decorrência do longo período de estiagem. Na localidade, cerca de 5,7 mil pessoas são afetadas pela escassez de água, o que representa 43,1% dos 13,2 mil habitantes locais. Segundo a Defesa Civil do Estado – Sudec – , os dados são da prefeitura da cidade.

  • Bom Jesus da Lapa: maternidade do município é acusada de mortes de parturientes e recém nascidos; denunciantes acusam a maternidade de erro médico

    Foto: Reprodução | Notícias da Lapa Foto: Reprodução | Notícias da Lapa
    02/04/2019 - 09:00

    A Maternidade Municipal Carmela Dutra (MMCD), em Bom Jesus da Lapa, que atende a população local e da região, vem sendo alvo de denúncias por mortes de gestantes e recém nascidos. Segundo informações, recentemente a jovem Airla, de 26 anos de idade, morreu complicações no pós-parto. Na ocasião, ela teve um parto por via normal na Maternidade de Bom Jesus da Lapa e alguns dias depois apresentou quadro de dores abdominais, passando por processo cirúrgico no hospital e, posteriormente, foi encaminhada para a Unidade de Terapia Intensiva (UTI) na cidade de Brumado, onde faleceu. Familiares e amigos acreditam que a morte tenha sido em decorrência de erro médico em Bom Jesus da Lapa, logo após o parto. Diante deste e outros casos que ocorreram na cidade, na manhã desta segunda-feira (01/04), um grupo de mulheres promoveu um protesto pedindo justiça pela morte desta e outras mulheres na unidade de saúde. De acordo com o Noticias da Lapa, as manifestantes, portando balões de cores rosa e branco e cartazes com nomes de mulheres que faleceram vítimas de complicações no pós-parto, seguiram pela Avenida Manoel Novaes até a Maternidade Municipal. Em entrevista a duas rádios da cidade, o prefeito Eures Ribeiro declarou que a maternidade “não é de referência plena, os investimentos públicos são altos, mas que falta a UTI Neonatal e Adulto. Isso é um problema quando são realizados partos complicados, de mulheres de mais idade, especializados e lamentou não ter UTI, nem para parto prematuro. UTI é o sonho de consumo da saúde Bom Jesus da Lapa”, disse. O prefeito reconheceu que muitas pessoas poderiam não ter perdido as suas vidas se o município tivesse uma UTI. Ele citou que uma reclamação da população era também em relação a um profissional médico, “que não tinha acolhimento, um ótimo profissional técnico. O mais importante na saúde é o acolhimento. Tive que demitir esse médico e demito qualquer médico que eu souber que estiver tratando mal o paciente. Demiti também uma enfermeira que não tinha um bom acolhimento com as gestantes”, disse. O prefeito ainda observou que “um ou dois óbitos ocorreram no ano. O ano passado foi zero, no máximo dois por ano. No governo passado eram de 20 a 25 mortes em Bom Jesus da Lapa. Então a maternidade ainda é um sistema seguro, mais seguro do que foi no passado. Foram muitas vidas salvas. Então a maternidade mais fez bem para a população, para as gestantes e para as mulheres do que fez mal. Foram vidas salvas. Nós salvamos muitas vidas em Bom Jesus da Lapa e podemos salvar muito mais”, concluiu.

  • Corpo de homem que se afogou no Rio São Francisco, em Carinhanha, é encontrado

    Foto: Reprodução | Alerta Bahia Foto: Reprodução | Alerta Bahia
    01/04/2019 - 14:00

    O corpo de Edvaldo Rodrigues Chaves, conhecido popularmente como "Cabeção", 33 anos de idade, foi encontrado por populares por volta das 08h desta segunda-feira (01/04). Ele se afogou na tarde do último sábado (30/04), quando nadava no Rio São Francisco, em Carinhanha. De acordo com informações do Alerta Bahia, desde o dia do afogamento, familiares já realizaram buscas pelo corpo, porém só foi encontrado hoje, próximo de onde Cabeção se afogou. A Polícia Técnica (DPT) removeu o corpo para à necropsia.

  • Bom Jesus da Lapa: Foi assinada a ordem de serviço para o início das obras do sistema de abastecimento de água no Distrito de Irrigação do Formoso

    Foto: Reprodução | Notícias da Lapa Foto: Reprodução | Notícias da Lapa
    29/03/2019 - 16:18

    Em solenidade realizada na noite desta quinta-feira (28), no auditório do Distrito de Irrigação do Formoso (DIF), o Superintendente da 2ª Superintendência da CODEVASF, em Bom Jesus Lapa, Harley Xavier, assinou a ordem de serviço para o início das obras do sistema de abastecimento de água no DIF, maior produtor de banana do Brasil. De acordo com informações site Notícias da Lapa, a captação da água será feita no rio Corrente via flutuantes metálicos, próximos as atuais captações do Projeto Formoso. Depois de tratada, será elevada para um reservatório de distribuição que será construído na sede do DIF, com capacidade para 200 m³, que alimentará uma nova rede que será construída para distribuição do Setor 33 e 4, atendendo 1.471 residências. O sistema será gerido pelo SAAE de Bom Jesus da Lapa. A expectativa é que a obra seja concluída em 18 meses e a execução do serviço será de responsabilidade da empresa IQ Construtura Ltda-EPP, pelo valor de 4.837.583,31(quatro milhões, oitocentos e trinta e sete mil, quinhentos e oitenta e três reais e trinta e um centavos). O evento contou com a presença de representantes do Poder Legislativo do município, SAAE, Conselho do DIF,  Associação Frutas Oeste Bahia, Grupo Banana da Bahia, moradores do Formoso, da empresa IQ Construtura Ltda-EPP  e de servidores da 2ª Companhia da Codevasf.

  • UniFG realiza fórum para debater impactos da mineração na região

    Foto: Willian Silva | Sudoeste Bahia Foto: Willian Silva | Sudoeste Bahia
    Por Willian Silva

    29/03/2019 - 11:30

    O Centro Universitário UniFg realizou, na noite desta quinta-feira (28), um fórum com o tema “Políticas Públicas e meio ambiente: A mineração e seus impactos sócio-espaciais”. Na oportunidade estiveram presentes, representantes do Legislativo e Executivo guanambiense, Cáritas da Diocese de Caetité, Bahia Mineração, Indústrias Nucleares do Brasil (INB/Caetité), do Movimento pelos Atingidos pela Mineração (MAM) e de outros segmentos da sociedade civil organizada e movimentos sociais.O padre Eutrópio Aécio, representando a Cáritas, falou da ação da Igreja Católica em favor da população, principalmente no tocante aos mais sofridos. Ele lembrou o início da Campanha da Fraternidade em 1964 – início do Regime Militar no Brasil. Aécio ainda lembrou do tema da Campanha da Fraternidade de 2019 “Fraternidade e políticas públicas, com o lema "Serás libertado pelo direito e pela justiça". Em sua fala, Eutrópio deixou alguns questionamentos aos presentes. “O que a sociedade, notadamente as comunidades atingidas, clamam e necessitam? Qual é a atuação do Poder Público que se espera?" Convidada também pela Unifg, a professora doutora Giulia Parola, pós-doutoranda em Direto Ambiental, disse que “a política tem que ser participativa. No Brasil temos muitas maneiras para participar. Por exemplo, hoje, vocês estão aqui manifestando um direito que vocês têm de participar e de escutar, de trocar ideias e de se informar. A participação normalmente inclui três direitos. O primeiro é o acesso a informação. Todos os brasileiros, todos os indivíduos tem a possibilidade de perguntar para as autoridades públicas (sic), todas as informações no âmbito ambiental. Isso é um direito que vocês têm, muitos não sabem que têm, pensam que não tem direito de nada.”

    Foto: Willian Silva | Sudoeste Bahia Foto: Willian Silva | Sudoeste Bahia

    Outro ponto abordado por Parola foi a possibilidade da população de propor leis, como o seu segundo direito. “Existe como direito a possibilidade de propor leis populares. Isso é uma coisa que não é usada, a maioria não sabe, mas é uma possibilidade. O Legislativo não é só dos legisladores, a iniciativa pode ser também das pessoas. Das pessoas atingidas por uma barragem ou atingidas por eventuais problemas ambientais.” O terceiro direito abordado pela doutora foi o direito à Justiça. “No caso de a autoridade pública (sic), não deixa possibilidade, não dá informação, não dá possibilidade de participar, nós podemos recorrer para fazer valer os nossos direitos. Isso é muito importante lembrar porque talvez, as leis são muito longe (inacessíveis), as normas são muito longe (inacessíveis), do povo. Na verdade nós temos direitos e temos responsabilidades.” Um dos convidados para o Fórum, José Beniezio que é integrante da Comissão Pastoral da Terra (CPT), órgão ligado a Igreja Católica, falou que “Mariana e Brumadinho foi um crime premeditado pela Vale. Porque foi um crime premeditado? Porque todo mundo sabia que aquilo (barragem) era uma bomba relógio a ponto de explodir e explodiu. Mas, infelizmente, não explodiu contra os grandes acionistas da Vale que está nos Estados Unidos, na China e na Europa. Explidou contra o povo. E que povo é esse? O povo preto, historicamente explorado. Isso não é vitimismo, é somente olhar a situação do pobre, do trabalhador, que tem cor, que tem raça e que tem gênero.”

    Foto: Willian Silva | Sudoeste Bahia Foto: Willian Silva | Sudoeste Bahia

    Segundo Beniezio, o Brasil tem uma grande produção e minério de ferro, porém o país não produz os trilhos, que comporão a ferrovia Oeste-Leste (Fiol), que escoará a produção de grãos e minério de ferro até o porto de Aritaguá, em Ilhéus, no sul da Bahia. “A Bahia Mineração explorará o minério de ferro aqui, pela empresa cazaquistanesa (ENRC). Esse ferro não passará por nenhuma transformação, vai ser levado pela ferrovia Oeste Leste até o Porto Sul e levado de navio pra a China. Agora veja, os trilhos da ferrovia não é o Brasil que produz, embora o minério é nosso. Que essa mineração possa construir a ferrovia para exportar a produção dos camponeses e camponesas. Queremos que essa mineração fique a serviço do povo. E na relação histórica que representa esse modelo, não é isso que está colocado. Por isso, esse é um modelo perverso e violento. Esse é o mesmo modelo que matou indígenas, que matou pretos e segue expulsando comunidades tradicionais. ”  Para Beniezio, o atual governo é conivente com a forma que está sendo conduzido a exploração mineral no país. (Ouça a fala de Beniezio). Representando a Bahia Mineração (Bamin), o geólogo Wilson Thibes que é especialista em Metalogênesis e Geoquímida, mostrou como funciona a empresa e como funcionará a extração do minério de ferro, que está localizada numa região de vale entre os municípios de Caetité e Pindaí. A empresa tem previsão de início da produção do minério em 2020 e colocará a Bahia como o 3º maior estado produtor de minério de ferro do país. O geólogo ainda apontou para outro projeto da Bamin a ser feito em São Desidério, na divisa da Bahia com o Tocantins. Thibes informou que a empresa está comprando uma área de 10 mil hectares onde será criado um parque de preservação. A área será administrada pela Fundação Chico Mendes que a área repleta de belezas naturais locais.

  • Presidência do BB avalia reabertura de agência em Malhada

    Foto: Divulgação Foto: Divulgação
    28/03/2019 - 06:00

    Representantes da Presidência do Banco do Brasil estiveram ontem  (26) no gabinete do deputado federal Waldenor Pereira para tratar do pleito apresentado por ele e o vereador Juliene Nunes (PT), também presente, pela reabertura da agência do banco no município de Malhada. Deixaram um forte aceno para atender à reivindicação que vai reverter o duro golpe na economia local e o transtorno causado à população com o fechamento da agência 2261-6, no ano passado. Os assessores da Presidência do BB, Mário Praça Neto e Rodrigo Teixeira informaram a Waldenor Pereira e ao vereador Juliene que os estudos de viabilidade já estão sendo realizados, com grandes chances de acatar o pedido reabertura da agencia, fechada após sofrer arrombamento. “Saímos dessa reunião bastante animados para o atendimento desse pleito que tem o vereador Juliene como o principal e árduo defensor. Abraçamos essa causa em atenção à sua luta para atender a população de Malhada, que tem sido bastante prejudicada”, avaliou o deputado Waldenor, lembrando que desde o fechamento da agência é a terceira vez que ele e o vereador se reúnem com representantes da Presidência do BB, para a qual enviaram vários ofícios reforçando o pleito. Tendo feito mobilizações na Câmara Municipal de Malhada com realização de audiências e se movimentado em Brasília junto ao gabinete de Waldenor na direção do BB, o vereador Juliene também se mostra animado: ‘Depois que o banco enviou técnicos ao município e desta reunião com assessores, temos esperança de que enfim será revertida a situação em que ficamos, sem condições de realizar transações bancárias, o que abala a economia local, e os aposentados e pensionistas tendo que se deslocar até Guanambi, a 120 quilômetros de Malhada”, disse o vereador.

  • Caetité e Guanambi recebem peça gratuita sobre o perigo das queimadas

    Foto: Divulgação Foto: Divulgação
    27/03/2019 - 15:07

    As cidades de Caetité e Guanambi vão receber a peça “A Descoberta de Quim Labareda”, que vai abordar, de maneira lúdica, o perigo e consequências das queimadas. O evento é realizado pelo Ministério da Cultura por meio da Lei Federal de Incentivo à Cultura – Rouanet com produção do Grupo Komedi e patrocínio da empresa Brookfield. As apresentações são gratuitas e abertas ao público e acontecem dias 9 de abril, em Guanambi, no Centro de Formação Pedagógica às 9h e 14h e dia 10 de abril, em Caetité, no Grupo Escolar Maurício Gumes às 10 e 14h. A peça conta a história de Quim Labareda, uma pequena fagulha, que estava triste, pois soube que o fogo fazia muito mal ao homem, queimava suas matas, seus lixos e destruía quase tudo. Quim com sua força e luz, ensina a todos, dos perigos de queimar o lixo ou ainda os pequenos campos das agriculturas informais próximos as cidades, mostrando o perigo para os aeroportos e para as rodovias. Ele quer mostrar para as pessoas que o homem pode sim fazer uso do fogo, desde que haja equilíbrio. “A peça teatral infantil, utiliza personagens divertidos para alertar ao pequeno cidadão as consequências que as queimadas inadequadas podem trazer para o meio ambiente e também para o ser humano. A ideia é conscientizar as crianças por meio do teatro como cultura e linguagem artística, contribuindo para a formação humana e cultural delas. Os temas são sempre motivados a provocar uma mudança de atitude em relação a aspectos ambientais, sociais e humanos de maneira lúdica", ressalta o Supervisor de Marketing do Grupo Komedi, Welson Ribeiro.

  • Forte chuva deixa ruas alagadas em Bom Jesus da Lapa; casas foram invadidas pelas águas

    Foto: Reprodução | Notícias da Lapa Foto: Reprodução | Notícias da Lapa
    25/03/2019 - 09:30

    No último domingo (24), a forte chuva que caiu no município de Bom Jesus da Lapa deixou vários pontos da cidade alagados, prejudicando o tráfego tanto de veículos, quanto de pedestres. De acordo com informações do Notícias da Lapa, no Bairro Maravilha várias ruas ficaram alagadas e casas chegaram a ser invadidas pela água.  No Bairro São Gotardo, a lagoa da localidade ficou cheia pela primeira vez no ano. Já no Bairro São João, as partes mais baixas também ficaram alagadas, fazendo a Lagoa da Avenida José de Carvalho transbordar. Ruas dos bairros Cavalhada e Beira Rio também apresentaram alagamentos. As chuvas começaram na madrugada e estima-se que tenha chovido quase 70 mm no município.

  • Enel vende parques eólicos e solares na região de Brumado e Bom Jesus da Lapa

    Foto: Divulgação Foto: Divulgação
    18/01/2019 - 11:00

    Os parques solares Lapa (158 MW), em Bom Jesus da Lapa, e o parque eólico Cristalândia, de 90 MW, em Brumado, foram vendidos para os chineses. De acordo com informações do Correio da Bahia, a italiana Enel Green Power Brasil Participações Ltda assinou acordos com a empresa chinesa CGN Energy International Holdings Co. Limited para a venda de 100% das plantas renováveis em operação. De acordo com o jornal, o valor total da transação, a ser pago na conclusão da venda, é equivalente ao valor de mercado dos ativos e soma aproximadamente R$ 2,9 bilhões. A conclusão da venda está prevista para até o final do primeiro trimestre de 2019, sujeita ao cumprimento de condições prévias, incluindo a aprovação das autoridades antitruste brasileiras. Os valores estão sujeitos a ajustes em linha com as práticas padrão de mercado para este tipo de transação.

  • Guanambi: Consórcio do Alto Sertão e Observatório UniFG debatem gestão pública e desafios ambientais

    Foto: Geovane Santos | Agência Sertão Foto: Geovane Santos | Agência Sertão
    Por Geovane Santos

    20/09/2018 - 22:00

    Na oportunidade foi lançando o Programa de Gestão Ambiental Compartilhada envolvendo os 16 municípios consorciados ao Alto Sertão

    O Consórcio Público de Desenvolvimento Sustentável – CDS do Alto Sertão, em parceria com as Prefeituras Consorciadas e o Observatório Centro Universitário – UniFG do Semiárido Nordestino, realizou na manhã desta quinta - feira (20), em Guanambi, o seminário “A Gestão Pública e os Desafios da Agenda Ambiental”. O evento se estendeu durante toda a manhã, no Campus da UniFG e contou com as presenças do presidente do CDS – Alto Sertão, Juscélio Fonseca; da representante da Secretaria de Meio Ambiente do Estado, Kitty Tavares; do promotor da Regional Ambiental de Guanambi, Jaílson Trindade; do pró-reitor de expansão da UniFG, Mauro Ribeiro e de representantes das prefeituras participantes do consórcio.

    Foto: Geovane Santos | Agência Sertão Foto: Geovane Santos | Agência Sertão

    De acordo com a Agência Sertão, na oportunidade foi lançando o Programa de Gestão Ambiental Compartilhada envolvendo os 16 municípios consorciados ao Alto Sertão. Além das palestras – O papel dos entes públicos na consolidação da política ambiental; Estruturação ambiental e gestão compartilhada; A relevância de convênios com os Consórcios públicos na Bahia; A relevância dos instrumentos de planejamento e controle na gestão ambiental: Licenciamento, Fiscalização, Plano municipal de Meio Ambiente e Gestão Democrática. Mauro Ribeiro falou sobre a relevância de harmonizar a temática entre os órgãos públicos e instituições de ensino da região. “Discutir hoje a agenda ambiental é de extrema importância, principalmente quando voltamos o olhar para nossa região que está em processo de desenvolvimento e transformação. Enquanto instituição de ensino é importante levantar o debate, instigar as discussões sobre as questões ambientais e apontar soluções”. Segundo o CDS-Alto Sertão, o objetivo do programa de Gestão Ambiental Compartilhada é propiciar o diálogo entre os 16 municípios participantes e desenvolver mecanismos que possibilite o desenvolvimento ambiental sustentável da região.

  • Policiais mortos em confronto com bandidos são enterrados sob forte comoção em Bom Jesus da Lapa

    Foto: Leitor Sudoeste Bahia | Via WhatsApp Foto: Leitor Sudoeste Bahia | Via WhatsApp
    24/01/2017 - 13:50

    Os policiais militares Gilberto Lemos Silva Júnior, 28 anos de idade, e Everton Oliveira de Santana, 26 anos de idade, mortos durante confronto entre criminosos e bandidos que tentavam contra a rede bancária da cidade de Bom Jesus da Lapa, no último domingo (22/01), foram enterrados no Cemitério Parque Verde e no cemitério da localidade de Favelândia, zona rural do município, respectivamente, na manhã desta terça-feira (24/01). O clima foi de forte consternamento e Policiais da 38ª CIPM prestaram homenagens aos colegas mortos, com 1 minuto de silêncio e toque das sirenes nas viaturas. A mesma homenagem foi prestada pelos soldados do Corpo de Bombeiros de Barreiras.

  • Barranco cede e caminhão Munck tomba em construção de posto de combustível em Bom Jesus da Lapa

    Foto: Rick Ribeiro | Sudoeste Bahia Foto: Rick Ribeiro | Sudoeste Bahia
    Por Rick Ribeiro

    18/01/2017 - 14:44

    Na tarde desta quarta-feira (18/01), um incidente foi registrado nas obras de construção do Novo Posto Satélite, no município de Bom Jesus da Lapa. Conforme informações obtidas pela reportagem do site Sudoeste Bahia, um barranco cedeu quando o caminhão Munck baixava o tanque de combustível. Apesar do susto, ninguém ficou ferido.

  • Professores de Tanhaçu ocupam Prefeitura por salários atrasados

    Foto: Reprodução | WhatsApp Foto: Reprodução | WhatsApp
    17/12/2016 - 10:22

    Os professores municipais de Tanhaçu, cidade localizada no Sudoeste da Bahia, estão sem receber desde o mês passado. E é por esse motivo que na últma sexta-feira (16/12) eles resolveram ocupar a Prefeitura do município, cobrando das autoridades uma justificativa e solução para o problema. Além disso, os docentes também temem que ocorram atrasos no recebimento dos salários relativos ao mês de dezembro, 13º terceiro e o terço de férias, dos quais dependem para quitar seus compromissos. De acordo com os professores, o pagamento era efetuado no prazo máximo de cinco dias úteis, mas nos últimos meses isso não vinha acontecendo. A Prefeitura de Tanhaçu e a Secretaria de Educação não se posicionaram sobre o pagamento referente aos trabalhos prestados pelos professores no mês de novembro.

  • Prefeito de Ibicoara é punido por irregularidades e descaso com Educação

    Foto: Reprodução | Blog do Anderson Foto: Reprodução | Blog do Anderson
    14/12/2016 - 18:17

    O Tribunal de Contas dos Municípios (TCM) rejeitou nesta terça-feira (14/12), as contas da Prefeitura de Ibicoara, da responsabilidade de Arnaldo Silva Pires. De acordo com o relator Fernando Vita, o gestor não aplicou o percentual mínimo exigido na área da educação, o que comprometeu o mérito das suas contas. O conselheiro Fernando Vita determinou a formulação de representação ao Ministério Público Estadual (MPE) contra o prefeito. Arnaldo Pires foi multado em R$7 mil pelas irregularidades identificadas quando da análise do relatório técnico e terá que restituir aos cofres municipais o montante de R$15.957,70, com recurso pessoais, sendo R$7.454,15 relativo a ausência de nota fiscal e R$8.503,55 referente a despesas com juros e multas por atraso no pagamento de obrigações. Conforme o relatório, a administração investiu na manutenção e desenvolvimento do ensino o montante total de R$14.490.827,17, que representou apenas 24,82% dos recursos, não alcançando o mínimo exigido de 25% e descumprindo o disposto no art. 212 da Constituição Federal. Cabe recurso da decisão.

  • Consórcio do Alto Sertão se reúne em Guanambi e oficializa chapa para nova diretoria

    Foto: Divulgação | Alto Sertão Foto: Divulgação | Alto Sertão
    14/12/2016 - 11:32

    A fim de apresentarem um balanço das atividades realizadas, benefícios conquistados e demandas que estão em andamento nas esferas governamentais, na última terça-feira (13/12), os prefeitos eleitos e reeleitos dos municípios que compõem o Consórcio do Alto Sertão estiveram reunidos na sala de reuniões do gabinete da Prefeitura de Guanambi. Na ocasião, foi formada a única chapa que concorrerá a nova diretoria executiva do Consórcio, cuja eleição acontece em assembleia em janeiro de 2017. A composição será a seguinte: Presidente – Juscélio Fonseca (Prefeito de Matina), Vice Presidente – Beto Maradona (Prefeito de Caculé), Tesoureiro – Aldo Gondim (Prefeito de Caetité), Secretário – Ionaldo Prates (Prefeito eleito de Pindaí). Estiveram presentes a reunião os prefeitos eleitos Valdemar Lacerda (Malhada), Pedro Cardoso (Lagoa Real), Suly Fagundes (Igaporã), Elton Oreia (Sebastião Laranjeiras), Vanderlei Cardoso (Tanque Novo), Jairo Magalhães (Guanambi), Domingos Porto Neto (Vice Prefeito de Palmas de Monte Alto), Dr. Dorival (Urandi), além de secretários, vereadores e lideranças políticas.