BUSCA PELA CATEGORIA "Internacional"

  • Tiroteio deixa um morto e vários feridos na Holanda

    Foto: Reprodução | TV Globo Foto: Reprodução | TV Globo
    Por Juliana Rodrigues

    18/03/2019 - 09:00

    Segundo a polícia, o incidente pode ter motivação terrorista

    Pelo menos uma pessoa teve a morte confirmada após um homem fazer disparos dentro de um bonde na praça 24 de Outubro, na cidade de Utrecht, na Holanda, na manhã de hoje (18). O número exato de feridos ainda não foi divulgado. O suspeito conseguiu fugir. De acordo com testemunhas, ele deixou o local do crime em um carro. A polícia afirma que o incidente pode ter motivação terrorista. A praça está fechada e ambulâncias estão no local. Três helicópteros foram acionados para dar socorro às vítimas.

  • Confronto perto da fronteira da Venezuela com Brasil deixa dois mortos

    Foto: Reprodução Foto: Reprodução
    Por Clara Rellstab

    24/02/2019 - 09:00

    Forças de segurança venezuelanas bloqueiam a entrada de ajuda humanitária e manifestantes protestam para a entrada de alimentos e remédios no país

    O governo de Roraima informou ontem (23) que dois venezuelanos morreram em confrontos em uma área perto da fronteira da Venezuela com o Brasil. Forças de segurança venezuelanas bloqueiam a entrada de ajuda humanitária e manifestantes protestam para a entrada de alimentos e remédios no país. De acordo com nota da Secretaria de Saúde de Roraima, cinco venezuelanos, feridos por armas de fogo, receberam os primeiros atendimentos em Pacaraima, cidade que faz fronteira com o país vizinho. O estado de saúde deles é grave e eles foram elevados para o Hospital Geral de Roraima, em Boa Vista. No total, 16 venezuelanos foram atendidos em hospitais públicos do estado.

  • ONU aprova 1ª resolução contra a Venezuela

    Foto: Reprodução | Getty Images Foto: Reprodução | Getty Images
    Por Marina Hortélio

    27/09/2018 - 20:00

    A organização ainda reconhece, pela primeira vez, que o país vive "uma crise humanitária"

    Pela primeira vez, a ONU aprovou uma resolução contra o governo da Venezuela. O documento pressiona o país a aceitar ajuda humanitária e dá um mandado explícito para que as Nações Unidas inspecionem violações de direitos humanos em Caracas. O texto foi aprovado com 23 votos a favor, 7 contra e 17 abstenções. Na interpretação dos diplomatas, a aprovação no Conselho de Direitos Humanos da ONU aponta para uma isolação cada vez maior do governo Maduro. No texto, a organização ainda reconhece, pela primeira vez, que o país vive "uma crise humanitária". Na votação, o Brasil, o México e a Europa apelaram contra qualquer iniciativa do governo de Donald Trump de usar uma intervenção militar para dar um fim à crise. A Casa Branca e a direção da OEA (Organização dos Estados Americanos) já falam abertamente sobre a possibilidade de uma intervenção para derrubar Maduro.

  • ONU alerta para discurso 'perigoso' de Bolsonaro contra direitos humanos

    Foto: Kelly Fuzaro | Band Foto: Kelly Fuzaro | Band
    Por Rodrigo Daniel Silva

    29/08/2018 - 10:00

    "Confesso que, de muitas maneiras, não entendo o pensamento conservador. Se apenas escutássemos a isso, talvez alguns de nós ainda estivéssemos em cavernas”, disse Zeid Al Hussein

    O  alto comissariado da Organização das Nações Unidas, Zeid Al Hussein, alertou para o "perigoso" discurso do candidato a presidente da República, Jair Bolsonaro (PSL), contra os direitos humanos. “Quando as pessoas estão ansiosas, quando existem incertezas econômicas, globais ou não, por conta da crise nas commodities nos últimos anos, ao dar uma resposta simplista e tocando nas emoções naturais das pessoas - e talvez olhando para uma liderança mais forte, firme - é uma combinação que é bastante poderosa”, disse, em entrevista ao jornal Estado de São Paulo. O jordaniano afirmou é preciso ter mais consciência dos "exemplos históricos". "Eu confesso que, de muitas maneiras, não entendo o pensamento conservador. Se apenas escutássemos a isso, talvez alguns de nós ainda estivéssemos em cavernas”, pontuou.

  • Pelo menos 91 pessoas morrem após terremoto atingir a ilha turística na Indonésia

    Foto: Reprodução | Reuters Foto: Reprodução | Reuters
    Por Clara Rellstab

    06/08/2018 - 11:00

    O porta-voz da Agência Nacional de Gestão de Desastres, Sutopo Purwo Nugroho, disse que tremor obrigou a evacuação de milhares de pessoas

    Um terremoto de magnitude 7 atingiu a ilha turística de Lombok, na Indonésia, ontem (5), de acordo com o Serviço Geológico dos Estados Unidos. A Reuters afirma que o tremor também foi sentido na ilha de Bali. Na manhã de hoje (6) na Indonésia, a Agência Nacional de Mitigação de Desastres do país atualizou o balanço preliminar de mortos e afirmou que pelo menos 91 pessoas morreram em decorrência do terremoto, e que 209 ficaram feridas. O porta-voz da Agência Nacional de Gestão de Desastres, Sutopo Purwo Nugroho, disse, em entrevista coletiva, que o abalo obrigou a evacuação de milhares de pessoas. O distrito de Lombok Norte é a região mais afetada pelo tremor, onde foram registradas 72 mortes e 64 feridos.

  • Acidente de avião no Nepal deixa pelo menos 40 mortos e 23 feridos

    Foto: Reprodução | Reuters Foto: Reprodução | Reuters
    Por RFI

    12/03/2018 - 10:53

    Pelo menos 40 pessoas morreram e 23 ficaram feridas na queda de um avião da companhia US-Bangla Airlines, do Bangladesh, que caiu com 71 pessoas a bordo pouco antes de sua aterrissagem no aeroporto de Katmandou. Segundo um porta-voz das Forças Armadas, Gokul Bhandaree, as chances de que haja sobreviventes na tragédia são mínimas, já que o avião explodiu. Pouco depois do anúncio da catástrofe, as autoridades divulgaram que 20 pessoas haviam sido hospitalizadas, mas a informação foi corrigida logo em seguida. Na verdade, nove passageiros chegaram a sobreviver ao choque, mas morreram em dois hospitais de Katmandou, segundo Manoj Neupane, o porta-voz da polícia nepalense. As equipes de resgate agora trabalham na busca os corpos das vítimas que ficaram presos na carcaça do avião, que caiu perto de um campo de futebol, ao lado do único aeroporto internacional do país. A aeronave tinha 17 anos e saiu de Daca, capital de Bangladesh, transportando 67 passageiros e 4 tripulantes. Uma fumaça espessa preta tomou conta do aeroporto de Katmandu depois do acidente e o local foi interditado. Ainda não há informações sobre o que teria provocado o acidente, mas de acordo com um comunicado das autoridades aeroportuárias, o piloto teria perdido o controle no momento da aterrissagem. Numa segunda tentativa de pousar, ele perdeu o controle e o avião caiu.

  • Ônibus cai de precipício e deixa 48 mortos no Peru

    Foto: Reprodução | Twitter Foto: Reprodução | Twitter
    03/01/2018 - 10:23

    Um ônibus caiu de um precipício e deixou ao menos 48 mortos ao norte de Lima, capital do Peru, nesta terça-feira (2). O veículo levava 53 passageiros. O acidente aconteceu em local conhecido como “curva do diabo”, na estrada Pasayamo, na altura do Km-75 da rodovia Panamericana. O ônibus saía da cidade de Huacho, à 130 km de Lima, em direção à capital peruana. Segundo a agência Reuters, ele teria colidido com um caminhão, saído da pista e despencada do desfiladeiro com cerca de 100 metros de altura. O presidente recém-eleito, Pedro Paulo Kuczynski, publicou em seu perfil no Twitter que era “muito doloroso” para o país, “sofrer um acidente dessa magnitude”. Ele prestou solidariedade às famílias, e disse que “desde o primeiro momento” foi “disposto todo apoio imediato para o resgate das vítimas”.

  • Atirador mata 27 e fere 24 fieis em igreja no interior dos Estados Unidos

    Foto: Reprodução | AP Foto: Reprodução | AP
    05/11/2017 - 23:37

    Um novo tiroteio foi registrado neste domingo (05/11) nos Estados Unidos. Dessa vez, o atentado foi contra uma igreja batista na cidade de Sutherland Springs, no estado do Texas. De acordo com a rede CNN, 27 pessoas morreram e outras 24 ficaram feridas. Apesar disso, a polícia local não confirma o número. Ainda segundo a rede americana, o atirador foi morto após uma breve perseguição policial, mas ainda não há a confirmação se a morte foi proposital pelos agentes ou se o suspeito se suicidou. O FBI foi enviado ao local. O atentado ocorreu por volta das 11h30 do horário local, 15h30 em Brasília. A cidade é pequena e tem aproximadamente 400 moradores.

  • Donald Trump é eleito novo presidente dos Estados Unidos

    Foto: Mike Segar | Reuters Foto: Mike Segar | Reuters
    09/11/2016 - 07:37

    O republicano Donald Trump venceu a eleição nesta terça-feira e será o 45º presidente dos Estados Unidos, de acordo com os resultados provisórios divulgados nesta quarta-feira (09/11). Ele conquistou 276 votos do colégio eleitoral, contra 218 da adversária, a democrata Hillary Clinton. A vitória do magnata nova-iorquino marca o retorno dos republicanos à Casa Branca após oito anos de poder nas mãos dos democratas, com os dois mandatos de Barack Obama. Trump sucederá Barack Obama, que governou por dois mandatos (2009-2017). Ele assume a Casa Branca no dia 20 de agosto. A vitória de Trump surpreendeu o mundo, pois pesquisas de intenção de voto mostravam o magnata atrás de Hillary, apesar da margem estreita de voto. Os dois candidatos enfrentaram uma alta rejeição do eleitorado norte-americano e Trump ainda protagonizou várias polêmicas ao longo da campanha eleitoral. Um dos maiores magnatas dos Estados Unidos e financiador da própria campanha, Trump prometeu reduzir impostos, valorizar os veteranos de guerra e impor o poder político norte-americano na ordem mundial. O republicano também ameaçou proibir a entrada de muçulmanos nos EUA, adotar uma política imigratória restrita e construir um muro na fronteira com o México. Em um dos momentos mais delicados da corrida, foi acusado por várias mulheres de cometer abusos sexuais.

  • França faz novo ataque aéreo a reduto do Estado Islâmico na Síria

    Foto: ECPAD / AFP Foto: ECPAD / AFP
    17/11/2015 - 12:53

    A aviação francesa bombardeou novamente o principal reduto do grupo extremista Estado Islâmico no Norte da Síria, destruindo um centro de comando e um centro de treinamento, anunciou o Estado-Maior das Forças Armadas da França. “As Forças Armadas francesas fizeram, pela segunda vez no espaço de 24 horas, um ataque aéreo contra o Daech [nome do Estado Islâmico em árabe] em Raqa, na Síria”, informou o Estado-Maior, em comunicado. A aviação francesa já tinha feito, na madrugada dessa segunda-feira (16), bombardeios contra a cidade de Raqa, em resposta aos atentados terroristas em Paris na sexta-feira, em que morreram pelo menos 129 pessoas e mais de 400 ficaram feridas. O ataque foi realizado por “dez aviões caça – Rafale e Mirage 2000 –, a partir dos Emirados Árabes Unidos e da Jordânia”. Eles lançaram 16 bombas, numa missão semelhante à que foi feita na madrugada de ontem. “Os dois alvos foram atacados e destruídos simultâneamente”, acrescenta o texto. “Conduzido em coordenação com as forças norte-americanas, o ataque teve como alvo locais identificados durante missões de reconhecimento previamente feitas pela França”, segundo o texto. O presidente francês, François Hollande, anunciou que a resposta seria “implacável” após os atentados de sexta-feira, os mais sangrentos cometidos no país. Os atentados de Paris foram reivindicados pelo grupo extremista Estado Islâmico. Desde os atentados, os Estados Unidos e a França decidiram aumentar as trocas de reconhecimento sobre potenciais alvos. A França vai intensificar as operações contra o Estado Islâmico na Síria, graças às informações obtidas e ao deslocamento do porta-aviões Charles de Gaulle, que vai triplicar a capacidade de ataques. As informações são da Agência Brasil.

  • Mundo: Bebê nasce com duas cabeças em Bangladesh

    Foto: Reprodução / Daily Mail Foto: Reprodução / Daily Mail
    14/11/2015 - 12:18

    Um bebê com duas cabeças nasceu nessa quarta-feira (11) no distrito de Brahmanbaria, em Bangladesh. A criança é uma menina que está recebendo cuidados médicos para controlar inicialmente problemas respiratórios. As informações são do Daily Mail, baseado na AFP.Segundo Abu Kawsar, proprietário do ‘Standard Hospital of Total Healthcare’, local em que houve o parto da menina, de cesariana, disse que, pelos exames iniciais, ela tem o conjunto de órgãos vitais relativos aos de uma pessoa. Com exceção de ter duas cabeças, a recém-nascida tem o restante dos órgãos e membros como um recém-nascido normal. “O pai da criança, Jamal Mia, ficou surpreso, mas não deixou de se emocionar com o nascimento”, comentou. 

  • Estado Islâmico assume autoria de ataques terroristas em Paris

    Foto: Dominique Faget / AFP Foto: Dominique Faget / AFP
    14/11/2015 - 10:18

    O grupo extremista Estado Islâmico (EI) reivindicou hoje (14), em comunicado, os atentados terroristas de ontem (13) à noite em Paris, que causaram pelo menos 127 mortos e 180 feridos.O presidente francês, François Hollande, já tinha já atribuído os ataques ao grupo terrorista, que qualificou como um “ato de guerra” cometido por “um exército terrorista” contra a França.François Hollande pediu aos franceses “unidade e sangue-frio”, ao mesmo tempo em que decretou o “luto nacional por três dias”, na sequência dos ataques terroristas de sexta-feira.”O que aconteceu ontem é um ato de guerra (…) que foi cometido pelo Estado Islâmico, organizado a partir do exterior e com cúmplices interiores que o inquérito deverá estabelecer”, afirmou Hollande.O presidente da França acrescentou que falará segunda-feira (16) no Parlamento francês, para informar sobre as medidas que adotará.Os ataques terroristas ocorreram em pelo menos seis locais diferentes da cidade, entre eles uma sala de espetáculos e o estádio nacional, onde decorria um jogo de futebol entre as seleções de França e da Alemanha.A França decretou o estado de emergência e restabeleceu o controle de fronteiras na sequência do atentado cclassificado por François Hollande classificou como “ataques terroristas sem precedentes no país”. As informações são da Agência Brasil.

  • Mais de 100 mortos em ataques na capital francesa

    Foto: Reprodução Foto: Reprodução
    13/11/2015 - 23:58

    Paris sofreu o pior ataque terrorista da história francesa, nesta sexta-feira (13). Ataques com tiros e explosões deixaram ao menos 120 mortos. Cerca de cem pessoas morreram na casa de shows Bataclan, no centro da capital francesa, enquanto ao menos outras 20 morreram em outros cinco locais dentro e na região de Paris, incluindo restaurantes e bares lotados, disse a Promotoria francesa. De acordo com fontes policiais, 11 pessoas foram mortas em um restaurante francês no 10º distrito de Paris, enquanto outras três morreram na explosão de bombas do lado de fora de um estádio de futebol. O número de mortos na Bataclan, que abrigava um show de heavy metal do grupo Eagles of Death Metal, surgiu após forças de segurança lançarem uma ação no local, onde pessoas tinham sido feitas reféns. A polícia invadiu o local, matando dois terroristas e encontrando um sangrento cenário de horror. Posteriormente, a Promotoria mencionou outros três terroristas mortos, mas não esclareceu se na casa de shows ou em outros locais. As equipes de socorro utilizaram ônibus no atendimento das pessoas feridas. De acordo com o Itamaraty, dois brasileiros ficaram feridos nos ataques. O governo francês fechou as fronteiras, o metrô, casas de espetáculos e escolas. Cerca de 1500 militares estão chegando a Paris para ajudar as forças de segurança. Chefes de Estado se manifestaram em relação à tragédia. O presidente dos EUA Barack Obama fez um pronunciamento em que disse que a situação na França é “ultrajante” e que farão o que for possível para ajudar a França. “Faremos o que for necessário para trabalhar com os franceses e as nações ao redor do mundo para buscar justiça”, disse. A presidenta Dilma Rousseff afirmou na noite desta sexta-feira (13), por meio de sua conta no microblog Twitter, que está "consternada" e repudia os ataques em Paris. "Consternada pela barbárie terrorista, expresso meu repúdio à violência e manifesto minha solidariedade ao povo e ao governo francês", postou Dilma.

  • Noiva engravida de stripper anão durante despedida de solteira e marido pede divórcio

    Foto: Reprodução/El Correo Foto: Reprodução/El Correo
    11/10/2014 - 13:14

    O nascimento de um bebê com nanismo, na Espanha, foi o motivo para a separação de uma casal, nesta sexta-feira, dia 10 de outubro. A esposa deu à luz a criança e não há casos de nanismo em sua família e na família do pai. Segundo informações dos amigos, um anão teria sido o stripper na festa de despedida de solteira, da noiva, um dia antes do casamento. As amigas dizem que não sabiam do caso ocorrido entre a amiga e o anão. Um mês após descobriu-se a gravidez que foi comemorada pelo casal. Com o nascimento da criança, a verdade surgiu e o casal se separou.

  • Espanha: país registra o primeiro caso de ebola fora da África

    07/10/2014 - 09:24

    O primeiro caso de contaminação por ebola, fora do continente africano, foi registrado na cidade de Madri, Espanha. Uma enfermeira que cuidou de um missionário contaminado, contraiu a doença e está isolada no Hospital Alarcon, nos arredores da cidade. Segundo o Ministério da Saúde da Espanha, a contaminação foi confirmada por dois testes. O serviço de saúde está investigando todas as pessoas que tiveram contato com a enfermeira. A Organização Mundial da Saúde (OMS) estima que o surto de Ebola matou mais de 3.400 pessoas.

  • Ebola já deixou quase 4 mil órfãos no continente africano

    Foto Reprodução Foto Reprodução
    30/09/2014 - 11:48

    A UNICEF lançou um alerta sobre a epidemia de ebola no continente africano. Segundo a Organização, cerca de 3.700 crianças estão órfãs devido à morte de um dos pais pela doença, na Guiné-Conacri, Libéria e Serra Leoa. A UNICEF informa que a epidemia se intensificou nas últimas semanas e que o número pode triplicar até meados de outubro. As crianças órfãs não são aceitas pelos familiares, com medo da epidemia. A UNICEF está tentando criar centros infantis para acolhimento das crianças, que seriam cuidadas por pessoas que sobreviveram ao vírus. Em seis meses, o ebola infectou 6.553 pessoas, na maior epidemia da doença registrada desde que o vírus foi descoberto em 1976 no antigo Zaire, que é atualmente a República Democrática do Congo.

  • Terremoto na China deixa centenas de mortos e milhares de desabrigados

    04/08/2014 - 00:14

    O terremoto de magnitude 6,1, que atingiu uma região montanhosa no sudoeste da China, já deixou um saldo de 360 mortes, neste domingo, dia 03 de agosto. Fontes oficiais informam o registro de 1,4 mil feridos e 181 desaparecidos. O Governo chinês já enviou auxílio material e humano para os locais da tragédia. Somente no distrito de Ludian, próximo ao epicentro, foram 120 mortes. A região atingida pelos fortes tremores se localiza entre placas tectônicas, apresentando um histórico de fortes abalos. Em 1974, um tremor de 6,8 graus na mesma área matou mais de 1.500 pessoas. Em 2008, um terremoto de 8 graus em Sichuan, uma das províncias mais populosas da China, deixou mais de 87 mil mortos e desaparecidos.

  • ONU convoca jovens para Encontro Internacional de Meio Ambiente

    Foto: PNUMA Foto: PNUMA
    03/08/2014 - 12:37

    O Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente (PNUMA) – TUNZA –, por meio da Rede da Juventude e do Meio Ambiente, convoca você que tem entre 14 e 27 anos a participar do Encontro Internacional de Jovens pelo Ambiente e Sustentabilidade na América Latina e no Caribe. O evento ocorrerá no período de 10 a 13 de outubro em Manizales, na Colômbia, e, estadia e manutenção, durante os dias do evento, serão financiados pelos organizadores. Aos interessados, as inscrições ocorrem até dia 05 de agosto/2014. Dos requisitos para participar, devem: ser líder em seu país em processos organizativos, educativos, de participação juvenil em matéria ambiental e, ter fluência em espanhol, entre outros requisitos que podem ser consultados no site do PNUMA.

  • Incêndio no Chile deixa pelo menos 11 mortos e 11 mil desalojados

    Foto Reprodução Foto Reprodução
    14/04/2014 - 09:16

    As autoridades chilenas retiraram hoje (14) os habitantes da Colina das Ramaditas, em Valparaíso, no Chile, atingida pelo incêndio que já deixou 11 mortos, 11 mil desalojados e destruiu 800 hectares e 1.200 casas. Nesse domingo, chegaram a ser anunciados 16 mortos, mas os números foram revistos pelas autoridades chilenas para 11. Cerca de 1.500 bombeiros tentam dominar os novos focos de incêndio, provocados pelo vento, que só deverão diminuir a partir desta manhã. O combate ao fogo concentra-se agora no Cerro das Ramaditas, zona de floresta próxima de áreas residenciais, onde se abriu nova frente de 4,2 quilômetros, que mobiliza sete brigadas de Emergência.

    A presidenta do Chile, Michelle Bachelet, deslocou-se à cidade para conhecer a dimensão do incêndio, que começou a floresta em La Pólvora. O vento forte, porém, fez com o fogo se propagasse às zonas povoadas de La Cruz, El Vergel, Las Cañas e Mariposas. Com cerca de 270 mil habitantes, Valparaíso é uma cidade portuária localizada a 120 quilômetros de Santiago. O território é formado por encostas íngremes, separadas por vales, que estão sendo devastados pelo pior incêndio de sua história. Assim como ocorreu por ocasião do terremoto em 1º de abril no extremo Norte do país, que deixou seis mortos e graves danos materiais, a presidenta do Chile decretou rapidamente estado de exceção constitucional, que concede às Forças Armadas o comando para garantir a ordem, a segurança e a coordenação dos trabalhos de retirada da população. *Com informações da Agência Lusa

    CONTINUE LENDO
  • Mãe enche a cara de cachaça e bebê nasce “bêbado”

    Foto: divulgação Foto: divulgação
    31/05/2013 - 00:00

    Um bebê polonês nasceu “embriagado” depois de sua mãe, de 24 anos, ter uma noite de farra regada a álcool. De acordo com a reportagem, o bebê nasceu prematuro no último dia 17 e precisou ficar em recuperação na incubadora. Conforme matéria do Daily Mirror / Bol.   O parto, uma cesariana de emergência, aconteceu depois que a mãe passou mal, enquanto tentava comprar mais bebida alcoólica, e foi levada às pressas para uma unidade de saúde.

    De acordo com porta-voz do Hospital Wojciech Zawalski, a criança nasceu com os batimentos cardíacos muito lentos, além de ter 4,5 g de álcool na corrente sanguínea. “O feto estava em grave perigo de ser envenenado até a morte”, disse.
    Para efeito de comparação, uma pessoa precisa estar com 0,2 g de álcool no sangue para ser enquadrada na “lei seca” da Polônia. Isso significa que o bebê nasceu com um nível 23 vezes maior do que esse limite.
    A mãe da criança deve ser indiciada pela polícia local por colocar em risco a vida do recém-nascido.