BUSCA PELA CATEGORIA "IGAPORÃ"

  • Primeiro paciente a contrair a Covid-19 em Igaporã morre em Vitória da Conquista

    Foto: Reprodução | AFP Foto: Reprodução | AFP
    07/07/2020 - 13:14


    Dois profissionais de saúde que mantiveram contato com o paciente também desenvolveram a Covid-19

    IGAPORÃ

    - A Secretaria Municipal de Saúde de Igaporã comunicou que Marivaldo Alves Fernandes, primeiro paciente diagnosticado com Covid-19 no município, faleceu durante a manhã dessa terça-feira (07), em Vitória da Conquista, onde estava internado desde o dia 25 de junho, para onde foi transferido devido à gravidade do estado de saúde. Dois profissionais da área de saúde que mantiveram contato com Marivaldo, no Hospital Municipal José Olinto Cotrim, também desenvolveram a Covid-19 e estão em isolamento domiciliar desde o dia do atendimento. De acordo com informações da Rádio Igaporã, além de Marivaldo e dos profissionais de saúde, a sua esposa, Aparecida Fagundes, Secretária Municipal de Desenvolvimento Social, publicou vídeo informando que contraiu o novo coronavírus. Uma sobrinha também contraiu o vírus e desenvolveu sintomas leves da doença.

  • Força Tarefa da SSP-BA que investiga grupos de extermínio, cumpriu mandados em Igaporã

    Foto: Divulgação | SSP/BA Foto: Divulgação | SSP/BA
    07/07/2020 - 09:30


    IGAPORÃ

    - Sete policiais militares (seis homens e uma mulher), das patentes de subtenente e soldado, investigados por extorsão mediante sequestro e roubo são alvos de uma operação, nesta segunda-feira (6). A Força Tarefa da Secretaria da Segurança Pública, que investiga grupos de extermínio, cumpriu mandados de prisão e de busca e apreensão nos municípios de Pojuca, Alagoinhas, Capim Grosso, Igaporã e Feira de Santana.  Cerca de 140 policiais militares e civis cumpriram as ordens judiciais expedidas pela Auditoria Militar de Salvador e pela comarca de Igaporã. Três PMs presos foram apresentados no Batalhão de Choque (BPChq) da PM, em Lauro de Freitas. No local, uma Base Móvel do Departamento de Polícia Técnica (DPT) realizou exames de corpo de delito nos capturados. Os militares cumprirão as prisões temporárias de 30 dias no BPChq. Outros quatro soldados seguem sendo procurados pelas equipes. Além dos agentes públicos, um homem que atua como vigilante também foi alvo da operação. Ele foi capturado em Igaporã e apresentado na Delegacia Territorial (DT) de Guanambi. Histórico: O grupo passou a ser investigado depois de um roubo que aconteceu na cidade de Igaporã, no dia 9 de junho deste ano. Um imóvel foi invadido por homens fardados que diziam cumprir mandado judicial.  Após subtraírem 5 mil reais, celulares e joias, os criminosos saíram e deixaram cair uma pistola calibre 40, pertencente a um soldado da 32a CIPM (Pojuca). No mesmo dia o militar foi preso.  Diante do caso, as Corregedorias Geral e da PM aprofundaram as investigações e descobriram indícios de participações de outros militares. Informações preliminares apontam que o grupo, em alguns casos, usava fardas rajadas (conhecida popularmente como Caatinga) e invadia locais usados por traficantes para sequestrar criminosos ou parentes. Além dos delitos de extorsão mediante sequestro, associação criminosa e roubo, os policiais são investigados também por abuso sexual. Uma das vítimas, presa pelos investigados, além de ter o celular subtraído, alegou ter sido abusada.  A Força Tarefa da SSP tem 30 dias para concluir a investigação, que é o prazo das prisões temporárias, que pode ser prorrogado por igual período.

  • Igaporã confirma o primeiro caso positivo de Covid-19

    30/06/2020 - 10:30


    IGAPORÃ

    - Nesta terça-feira (30), a  Secretaria Municipal de Saúde de Igaporã confirmou a ocorrência do  primeiro caso da Covid-19 no município, conforme resultado do Lacen. De acordo com a prefeitura, o paciente é um homem residente no Centro da cidade. Ele encontra-se internado no município de Vitória da Conquista. “Esclarecemos que todos os familiares e pessoas que tiveram contato com o mesmo serão monitorados pela vigilância epidemiológica do município, sendo realizados testes rápidos, caso se façam necessários em todos eles. Os profissionais de saúde que tiveram contato com o mesmo, já se encontram afastados das suas atividades, desde a última sexta-feira, para cumprimento da quarentena. Reforçamos que quaisquer outros casos que venham a ser notificados em nosso Município serão investigados pela Secretaria de Saúde Municipal, e a Vigilância epidemiológica continuará com o monitoramento intensivo em nosso município, visando conter a disseminação da doença em nosso município. Colocamo-nos à disposição para quaisquer outros esclarecimentos, e reforçamos nossas recomendações para mantermos nosso isolamento social, evitando-se aglomerações, e caso necessitem saírem de casa, sempre utilizem máscaras e realizem higienização das mãos”, diz a nota.

  • Igaporã: Força Tarefa prende PM suspeito de participar de roubo

    Foto: Marcos Oliveira | Sudoeste Bahia Foto: Marcos Oliveira | Sudoeste Bahia
    10/06/2020 - 09:15


    Segundo as vítimas, três homens vestindo fardas semelhantes a da PM, invadiram o imóvel alegando cumprimento de mandado de busca e apreensão.

    IGAPORÃ

    - A Força Tarefa da Secretaria da Segurança Pública, que combate crimes cometidos por integrantes de forças policiais, prendeu em flagrante, na tarde de terça-feira (9), um soldado da PM, suspeito de participação em um roubo. Arma do militar foi apreendida na casa atacada por criminosos. O assalto ocorreu na madrugada de ontem (terça-feira), no município de Igaporã. Segundo as vítimas, três homens vestindo fardas semelhantes a da PM, invadiram o imóvel alegando cumprimento de mandado de busca e apreensão. No local o trio roubou 5 mil reais em espécie, uma espingarda, joias, um celular e chaves de três veículos. Quando o trio saiu da casa, um dos criminosos deixou cair uma pistola e não percebeu. O armamento está registrado no nome do soldado, lotado em uma CIPM da Região Metropolitana de Salvador (RMS). O PM foi apresentado na 22ª Coordenadoria Regional de Polícia do Interior (Coorpin/Guanambi), onde foi autuado e aguarda audiência de custódia. Um Processo Administrativo Disciplinar (PAD) foi instaurado na Corregedoria da PM. O soldado foi o 11° policial preso pela Força Tarefa liderada pela Corregedoria Geral da SSP, nos últimos dias. No dia 16 de maio quatro soldados foram presos por homicídios contra dois irmãos. Uma semana depois (23 de maio), mais cinco PMs acabaram capturados pelo crime de extorsão mediante sequestro. No dia seguinte, um soldado, sexto integrante deste bando, acabou encontrado e também preso.

  • Menina de 3 anos morre após ser atropelada por motociclista em Igaporã

    Local do Acidente - Foto: Leitor Sudoeste Bahia Local do Acidente - Foto: Leitor Sudoeste Bahia
    Por Marcos Oliveira

    10/04/2020 - 09:00


    O corpo da menina foi levado para o Instituto Médico Legal (IML) de Guanambi.

    IGAPORÃ

    - Uma menina de apenas 3 anos de idade, morreu na noite desta quinta-feira (9), depois de ser atropelada por um motociclista na Avenida Juvenal Cotrim, no bairro Alto da Varginha, em Igaporã, no Centro Sul Baiano. O acidente aconteceu por volta das 16h. De acordo com informações obtidas pelo Sudoeste Bahia, Luísa Valentina Lima da Silva, brincava em frente a sua residência quando sofreu o acidente. A criança chegou a ser levada por uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu 192) para o hospital da cidade, mas não resistiu aos ferimentos e morreu por volta das 18h50 na unidade. O condutor da motocicleta, identificado pelo prenome de Rafael, após o acidente, evadiu-se do local conduzindo uma motocicleta Honda/Titan 150 de cor preta. Uma equipe da Polícia Militar realiza buscas no intuito de localizar e prender o motociclista, mas até a manhã desta sexta-feira (10), o condutor da moto segue foragido. O corpo da menina foi levado para o Instituto Médico Legal (IML) de Guanambi. A Polícia Civil abriu um inquérito para investigar o acidente.

  • Igaporã: Ex-prefeito Deusdete Fagundes se manifesta sobre decisão da Justiça Federal

    Foto: Divulgação Foto: Divulgação
    23/03/2020 - 14:49


    O ex-prefeito contesta a decisão e declarou que fará uso dos recursos a que tem direito, dentro do processo regular nas demais instâncias competentes da justiça.

    IGAPORÃ

    - Em nota enviada à redação do Sudoeste Bahia na tarde desta segunda-feira (23), o ex-prefeito de Igaporã, Deusdete Fagundes, se manifestou sobre a recente publicação da sentença proferida pelo juiz Antônio Túlio, que atendeu a Ação Civil Pública do Ministério Público Federal, com base em denúncia da Câmara de Vereadores de Igaporã, acerca de suposto ato de improbidade administrativa, referente ao exercício de 2003. O ex-prefeito contesta a decisão e declarou que fará uso dos recursos a que tem direito, dentro do processo regular nas demais instâncias competentes da justiça. “Não houve, no nosso entendimento qualquer conduta ilegal de minha parte e portanto, não há como sustentar a alegação de Ato de Improbidade Administrativa, não houve descumprimento da lei e muito menos danos aos cofres públicos do município, conforme ficou amplamente demonstrado  em nossa defesa, através da nossa assessoria jurídica, com documentos comprobatórios anexados aos autos”, declarou Deusdete. Considerando que a decisão é de Primeiro Grau, o ex- prefeito declarou que sua assessoria jurídica procederá à interposição de todos os recursos cabíveis, com a finalidade de reformar a mencionada sentença. "Tenho plena consciência de que, no final do processo, restará comprovada a minha inocência. Mesmo que alguns não queiram, há uma clara pré disposição do povo de Igaporã, a reconduzir-me para a disputa democrática nas eleições desse ano, e é bom deixar claro, que a referida Decisão Judicial não impede uma futura candidatura  pois, trata-se de decisão proferida por órgão de primeiro grau, e a Inelegibilidade somente se aplica àqueles que forem condenados à suspensão dos direitos políticos, em decisão transitada em julgado ou proferida por órgão judicial colegiado, não sendo esse o presente caso", reforçou. O ex- gestor disse ainda que “diante disso, reafirmo o meu fiel compromisso de continuar lutando e defendendo os verdadeiros interesses do povo de minha terra; peço que não dêem crédito a pessoas maliciosas que tentam usar essa decisão com o fim único de se promoverem. Agradeço as mensagens de solidariedade que tenho recebido, o  apoio de vocês é que me dá forças para seguir em frente. Acredito na justiça e a verdade prevalecerá. Seguiremos sempre juntos', concluiu Fagundes.

  • Igaporã: ex-prefeito Deusdete Fagundes perde direitos políticos por cinco anos

    Foto: Reprodução Foto: Reprodução
    23/03/2020 - 07:00


    IGAPORÃ

    - Acusado de Improbidade Administrativa, o ex-prefeito de Igaporã, Deusdete Fagundes de Brito foi condenado à perda dos direitos políticos. Conforme sentença do juiz Antônio Túlio, que atendeu a Ação Civil Pública do Ministério Público Federal, com base em denúncia da Câmara de Vereadores de Igaporã, o ex-gestor fica afastado por cinco anos das atividades políticas e públicas, além de ficar proibido pelo mesmo prazo de contratar com o poder público. De acordo com a Radio Igaporã, além do ex-prefeito, foram condenados o professor Waldir Pires Ribeiro de Barros; Ednalva Ribeiro de Brito, ex-servidora da prefeitura, os herdeiros de José Alonso Fernandes de Brito e de Leônidas Luís Ladeia Neves, que ocuparam cargos de confianças nas gestões de Deusdete Fagundes Brito. Consta na acusação que houve irregularidades na aplicação de recursos da educação, vinculados ao Programa Nacional de Alimentação (PNAE) e ao Dinheiro Direto na Escola (PDDE). Todos os condenados podem recorrer da sentença.

  • Jovem que estava desaparecido em Igaporã é encontrado morto dentro de riacho

    Foto: Reprodução | Facebook Foto: Reprodução | Facebook
    02/03/2020 - 07:00


    IGAPORÃ

    - O jovem Yan Teixeira Pereira, que estava desaparecido desde a noite do último sábado (29), teve o corpo encontrado por populares em um riacho na comunidade de Altamira, zona rural de Igaporã, na manhã de domingo (01). De acordo com informações obtidas pelo Sudoeste Bahia, ainda não há informações sobre a causa da morte. A suspeita inicial é de afogamento. Equipe do Departamento de Polícia Técnica esteve no local e removeu o corpo da vítima para o Instituto Médico Legal de Guanambi.